AZ João Pessoa

Colégio AZ abriu sua Semana Pedagógica com palestra dedicada à Neurociência e a aprendizagem

Posted on

Uma palestra sobre Neurociência e Educação marcou a abertura e o primeiro dia da Semana Pedagógica do Colégio AZ João Pessoa, nesta segunda-feira (17). Professores de todos os segmentos de ensino da escola participaram do evento que aconteceu no auditório do colégio. A convidada que conduziu o momento foi a neurocientista Cláudia Maria Sedrez Gonzaga, que falou sobre aprendizagem, os mecanismos fisiológicos acionados para tal e como os educadores podem facilitar o processo dentro da sala de aula. A diretora da escola, Verônica Monteiro, deu as boas-vindas aos educadores e refletiu a partir da simbologia do pássaro Tsuru, uma ave sagrada para os japoneses e que significa felicidade, saúde e longevidade, tudo o que o AZ projeta para 2022 e os anos futuros.

“Esse é um momento único que estamos passando. A escolha do pássaro Tsuru não poderia ter sido melhor. É um momento de ressignificação para a escola, é preciso canalizar o pensamento de todos para o desejo de um bom caminho para o sucesso educacional de todos que compõem a nossa escola”, afirmou a diretora geral do AZ João Pessoa,Verônica Monteiro.Verônica encerrou sua fala destacando o importante papel de todos os educadores do AZ nesse momento de ‘fazer  acontecer’. “Estamos construindo a nossa escola com autonomia e proatividade mesmo sabendo que temos um ecossistema forte por trás que são as soluções educacionais do grupo SEB. Estamos criando novos  projetos pedagógicos e teremos muitas novidades vindo por aí”, reiterou Veronica.

Em seguida, a neurocientista Cláudia Gonzaga iniciou sua palestra. A questão mais importante do momento foi responder diretamente à grande dúvida: por que entre crianças umas aprendem e outras não? Cláudia apresentou todos os mecanismos acionados no cérebro no momento da aula e mostrou que tem alunos, a depender de sua faixa etária, que alcançam melhor a aprendizagem de forma visual e que nem todas as crianças possuem suas funções auditivas ou visuais 100%. Ou seja, nem sempre o problema é cognitivo em si, mas alguma “porta de entrada” falha.

Mas, existem técnicas, segundo ela, para transpor essas situações quando se conhece um pouco da neurociência. “Quanto mais conceitos e mais abstrações a criança fizer, mais aprendizado ela vai ter. Quando dizemos um metro quadrado, para muitas crianças será só uma frase. Muitas chegam à fase adulta assim. Mas, se você traz o conceito e o concreto para mostrar o que é um metro quadrado, ela terá a ideia daquilo”, afirmou a neurocientista.

A professora Luciana Figueiredo, nesse sentido, lembrou de um projeto pedagógico do AZ que está sendo formatado, o ‘Diálogos Pedagógicos’, que na Matemática tem o objetivo, justamente, de trabalhar a formação dos conceitos matemáticos. “Antigamente, os professores confiavam muito na audição e pouco se fazia abstrações. Hoje, a neurocientista nos incentiva, inclusive, a levar esse reforço da abstração para o ensino médio. Gostei muito das orientações”, afirmou a professora.

A programação de formação pedagógica continua durante toda semana com uma pauta diversificada para trabalhar questões da sala de aula e do desenvolvimento da aprendizagem dos estudantes de todos os segmentos.

O primeiro dia da semana pedagógica do AZ foi marcado pela palestra da neurientista Cláudia Gonzaga
O primeiro dia da semana pedagógica do AZ foi marcado pela palestra da neurientista Cláudia Gonzaga
Professora Luciana Figueiredo associou a palestra aos Diálogos Pedagógicos que a escola está propondo para ressignificar os conceitos em Matemática
Professora Luciana Figueiredo associou a palestra aos Diálogos Pedagógicos que a escola está propondo para ressignificar os conceitos em Matemática
O momento acontece no auditório do colégio
O momento acontece no auditório do colégio
Durante toda a semana haverá programação com os educadores do AZ
Durante toda a semana haverá programação com os educadores do AZ
Educadores do AZ durante a palestra
Educadores do AZ durante a palestra
Cláudia explicou como se dá o processo de aprendizagem em sala de aula e disse que é preciso incentivar a abstração
Cláudia explicou como se dá o processo de aprendizagem em sala de aula e disse que é preciso incentivar a abstração
A neurocientista Cláudia Gonzaga conduziu a primeira palestra da Semana Pedagógica
A neurocientista Cláudia Gonzaga conduziu a primeira palestra da Semana Pedagógica
A diretora do AZ João Pessoa, Veronica Monteiro abriu o evento
A diretora do AZ João Pessoa, Veronica Monteiro abriu o evento

Colégio AZ João Pessoa realiza sua Semana Pedagógica

Posted on

Para quem trabalha na área da Educação, todo início de ano é marcado por reuniões para firmar importantes compromissos que nortearão a ação de todos os educadores durante o ano letivo que se inicia. Trata-se do planejamento pedagógico, que é um momento fundamental em que todos refletem sobre a equipe e a sua contribuição na formação intelectual e cidadã dos alunos da instituição. E para a equipe pedagógica do Colégio AZ João Pessoa esse momento acontecerá entre os dias 17 e 21 de janeiro. O pássaro Tsuru, uma ave sagrada do Japão, símbolo da saúde, da boa sorte, felicidade, longevidade e da fortuna, será uma das simbologias trabalhadas no encontro.

As Semanas Pedagógicas são consideradas uma formação para os profissionais da educação. Elas são desenhadas para promover discussões pautadas em temas que estão no cotidiano da sala de aula, assim como para o próprio o processo de ensino e aprendizagem. Segundo a Orientadora Educacional do AZ João Pessoa, Elísia Pereira, a Semana Pedagógica terá a Motivação como pano de fundo das ações a serem trabalhadas ao longo do ano. “Escolhemos o pássaro Tsuru, que simboliza uma expectativa de longevidade, de felicidade e crescimento, que é o que a escola está passando, para trabalhar esse momento com nossos educadores que serão elos importantes neste novo caminhar do AZ em João Pessoa”, afirmou Elísia.

A diretora geral do AZ João Pessoa, Veronica Monteiro, acrescenta que a ideia é mostrar que todo projeto tem sucesso e vida longa quando cada um realiza sua parte e dá o melhor de si. “Você é a razão para tudo dar certo”, reitera a diretora, destacando que a frase orienta toda a Semana Pedagógica. “Não depende dos outros, depende de nós. Se cada um fizer o seu melhor, fizer de uma maneira diferente, pensar fora da caixinha, nós conseguiremos que esse seja um projeto de sucesso”, ressalta Veronica, lembrando que durante a Semana Pedagógica, a equipe participará de várias dinâmicas.

Veronica Monteiro lembra ainda que a expectativa é grande para acolher os alunos e afirmou que a escola está preparada para os desafios que se apresentam com infraestrutura física, tecnológica e de pessoal, além de projetos inovadores e exclusivos e muita disposição. “Nos dias que antecedem a nossa Semana Pedagógica, estamos em reunião a portas fechadas trabalhando na construção de projetos pedagógicos importantes, muitos deles nossos estudantes já conhecem e estão em nossas plataformas digitais”, disse ela, destacando que haverá novidades para 2022.

Colégio AZ João Pessoa fará seleção para bolsas de estudo na próxima sexta-feira

Posted on

Quem deseja ter acesso à uma educação de qualidade e diferenciada e ainda com a possibilidade de bolsas de estudo que vão até 100% de desconto para este ano letivo de 2022 tem uma excelente oportunidade essa semana. É que o Colégio AZ João Pessoa realizará, na próxima sexta-feira, dia 14 de janeiro, um ciclo da Seletiva e Vivência do AZ. O último dia de inscrições é sempre o dia que antecede a seletiva, neste caso, será o dia 13 de janeiro.

Para inscrever seus filhos, os pais ou responsáveis devem acessar as redes sociais do AZ João Pessoa, como o site (azjoaopessoa.com.br) ou o instagram (@azjoaopessoa). No instagram, basta clicar no link que está na bio do perfil que direcionará direto para o site na página da inscrição. No site, será informada a série pretendida, nome completo do responsável do aluno, telefone, data e horário da visita à escola. No topo da página o internauta já encontra o link para a inscrição.

A Seletiva e Vivência, como é chamado o concurso de bolsas de estudo do AZ, incluiu todas as séries, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio. Em todas as seleções, para o Ensino Fundamental anos Finais e Médio serão aplicadas provas. Para a Educação Infantil e Fundamental anos Iniciais será aplicada a vivência com professoras/gestão/direção e pais.

Diferenciais do Colégio AZ João Pessoa destacam escola como espaço de vanguarda na cidade

Posted on

A constante transformação digital vivenciada no mundo inteiro tem levado às escolas uma nova geração de alunos, com comportamentos mais autônomos, comunicativos e em contato com culturas de todo o globo. Em razão disso, muitos pais também tem procurado uma nova escola, capaz de preparar seus filhos para os novos desafios do mundo. O Colégio AZ em João Pessoa é uma escola voltada a esse propósito e que se propõe a ir além do conteúdo pedagógico e, também por isso, se coloca como um espaço de vanguarda na capital paraibana.

E a escola oferece projetos exclusivos e elaborados dentro desta forma mais ampla de educar, tais como, como a Liga das Corujinhas, a plataforma UBBU, o My Life, o Educacross, bem como o próprio “Ciclo PDCA”. A diretora da escola, Verônica Monteiro, explica que a escola está em sintonia com a educação do futuro, que exige protagonismo dos indivíduos. “A sociedade é o ambiente de provocações para essa nova geração. Então, não existe mais aquela sala de aula silenciosa, com conteúdos impositivos. Hoje ela é barulhenta, cheia de protagonismo, atividade, dinâmica e a escola precisa estar em sintonia com esse movimento. No AZ não existe espaço para passividade, nem num método ultrapassado baseado na memorização. Hoje, os alunos são extremamente ativos e posicionados e a escola precisa estar em sintonia com esse movimento”, disse ela.

O método da memorização em que o aluno muitas vezes “decorava” um conteúdo para uma determinada prova é ultrapassado. No AZ o aluno aprenda de verdade o conteúdo antes que novos aprendizados sejam inseridos no seu cotidiano. Trata-se do método PDCA, metodologia muito conhecida no mundo empresarial e que consiste em planejar (Plan), executar (Do), checar (Check) e atuar (Act) na correção das falhas que aparecem no processo. “Esse é um novo modo de pensar sobre a produção do conhecimento e a escola contemporânea estimula isso. No PDCA, o aluno identifica o erro, compreende onde falhou e corrige. Nesse movimento, ele assiste à aula, desenvolve o conteúdo através de exercícios de habilidade, faz testes, obtém o resultado e se ele não atingiu um bom desempenho em algum conteúdo, é porque ele precisa melhorar e faz todo o processo novamente para aprender”, explica a diretora.

Já os outros programas são estímulos para cada tipo de faixa etária. A plataforma Educacross, por exemplo, é formada por mais de 2 mil jogos, com mais de 2 milhões de desafios aliados à inteligência artificial e gamificação para desenvolver o engajamento e a aprendizagem em Matemática, Raciocínio Lógico e, mais recentemente, Português, no Ensino Fundamental. Este ano, o AZ João Pessoa ganhou o 2º lugar no Concurso Educalovers (baseado em cases sobre o uso da plataforma). Na escola o Educacross é utilizado de duas formas pelos alunos: livremente, através do que chamam de “Ilha de Matemática” ou direcionada, através de “Missões”. Nas Missões, os professores selecionam conteúdos específicos para exercitarem e com prazo para ser contabilizado para pontuação.

Aulas de informática? Não. Isso é outra coisa do passado. O AZ trabalha com o que chamam de ‘pensamento computacional’ através de uma plataforma digital chamada Ubbu que ensina Ciência da Computação e Programação usando vídeos, jogos divertidos e projetos desafiadores a crianças dos seis aos 12 anos. O aluno começa a estudar a história do computador até desenvolver programação e chegar a um projeto. Linguagem binaria, coeficientes, algoritmos, robótica, linguagem mesmo de programação. A experiência teve início em 2020, ainda no colégio GEO, e tem “feito a cabeça” das crianças com aulas distribuídas uma vez na semana na grade curricular.

Mas, o conhecimento técnico sem o emocional não adianta. Então, o colégio AZ também pensou nisso. A capacidade de se relacionar bem com os outros e consigo mesmo, mobilizar-se, articular-se e colocar em prática seus conhecimentos, lidar com as diferenças e gerenciar suas emoções são trabalhados no programa My Life de Educação Socioemocional. O projeto é alinhado à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e proporciona a formação integral de seus alunos para que eles desenvolvam seus potenciais e se tornem pessoas de sucesso. Baseado em vivências e conteúdos ampliados, o My Life foi criado através de uma parceria do Instituto Ayrton Senna com o Conexia Educação (Grupo SEB).

E pensando nos pequenininho da Educação Infantil o Colégio AZ também possui uma metodologia própria e inovadora para alcançar os resultados esperados inclusive os descritos na BNCC. A Liga das Corujinhas é um programa alicerçado no brincar e aprender. Ele estimula o desenvolvimento integral das crianças por meio do multiletramento e da multidisciplinaridade com auxílio de uma plataforma digital com jogos lúdicos e envolventes destinados também à promoção da cultura digital escolar.

E por falar em diferenciais, a estrutura física do AZ João Pessoa, voltada para o aprendizado, a troca cultural, o lazer e a convivência também destaca a escola no mercado paraibano da Educação. A nova arquitetura escolar (projeto assinado pelo escritório SZarquitetura) marca externamente a paisagem urbana de quem passar pela avenida Sen. Ruy Carneiro, em Manaíra. Internamente, tem o foco de integrar espaço e projeto pedagógico com criatividade e modernidade. “Nosso proposta é tornar o ambiente escolar mais acolhedor, onde o aluno além de ser estimulado a estudar possa também sentir mais alegria e entusiasmo em estar no colégio. É uma arquitetura escolar moderna que vai fazer muita diferença no dia a dia”, afirma Veronica, destacando que o AZ João Pessoa é uma escola de vanguarda, inovadora, diferenciada, moderna, antenada com a tecnologia e culturalmente engajada. E as matrículas para 2022 já podem ser feitas pelo www.azjoaopessoa.com.br.

Colégio AZ João Pessoa realiza atividades esportivas interclasses como forma de culminância de ano letivo 2020

Posted on

É com o objetivo de celebrar a prática de atividades físicas, fortalecer valores como diálogo, convivência em grupo e respeito mútuo que o Colégio AZ João Pessoa está promovendo, entre os dias 30 de novembro e 03 de dezembro, um torneio interclasse envolvendo todos os alunos do Ensino Fundamental – Anos Finais e do Ensino Médio, nos turnos da manhã e tarde. As modalidades escolhidas pelos alunos são Futsal, Vôlei, Basquete e Handebol. Os jogos estão acontecendo nas quadras desportivas da escola. Nesta terça-feira (30) os jogos começam com o Ensino Médio e 1,2 e 3 de dezembro jogam as turmas do Ensino Fundamental.

Segundo o coordenador do Ensino Médio, professor Sérgio, o evento não tem a característica de Jogos Internos como nos anos anteriores e que teve que ser suspenso em função da pandemia do coronavírus. A ideia é resgatar o esporte como missão educativa e concluir o ano festejando a saúde e o bem estar. “Queremos terminar bem o ano e resgatar essa missão do esporte como princípio educativo, como uma questão de saúde. Um momento de festejar a vida por meio do esporte”, explicou o coordenador.

O Ensino Fundamental – Anos Finais joga entre classes a partir do 1º de dezembro. Milagres Saldanha, coordenadora do segmento confirmou a concepção do evento. “São atividades esportivas que tem cunho recreativo, de culminância do ano letivo, confraternização mesmo. Como eles gostam de esporte, resolvemos fazer o encerramento desta forma”, destacou a coordenadora. Vale lembrar que esses jogos serão um evento interno e que a entrega de medalhas não está condicionada a resultados e sim à participação.

A proposta do evento é fazer com que os alunos festejem a saúde e o bem estar
A proposta do evento é fazer com que os alunos festejem a saúde e o bem estar
Alunos durante a fala da diretora geral, Veronica Monteiro
Alunos durante a fala da diretora geral, Veronica Monteiro
As atividades esportivas acontecem durante quatro dias
As atividades esportivas acontecem durante quatro dias
Entre as modalidades, futebol de salão
Entre as modalidades, futebol de salão
Os alunos do AZ estão se despedindo do ano letivo com jogos de várias modalidades
Os alunos do AZ estão se despedindo do ano letivo com jogos de várias modalidades
Os alunos ganham medalhas não por perfomance, mas pela participação no evento
Os alunos ganham medalhas não por perfomance, mas pela participação no evento
Os jogos acontecem do dia 30 de novembro ao dia 3 de dezembro
Os jogos acontecem do dia 30 de novembro ao dia 3 de dezembro
Os jogos acontecem nas modalidades Futsal, Vôlei, Basquete e Handebol
Os jogos acontecem nas modalidades Futsal, Vôlei, Basquete e Handebol
Os jogos de vôlei são bem disputados
Os jogos de vôlei são bem disputados
Os jogos estão sendo realizados nas quadras da escola
Os jogos estão sendo realizados nas quadras da escola
Os jogos são para todos os alunos
Os jogos são para todos os alunos
Todos os alunos ganham medalhas ao participar
Todos os alunos ganham medalhas ao participar
Um dos times femininos
Um dos times femininos
Um dos times que disputou partidas
Um dos times que disputou partidas

No último dia de provas do Enem alunos do AZ e Geo Sul são recepcionados nos locais de prova por professores e coordenadores

Posted on

“Eu estudei bastante, tive um apoio importante do colégio que me deu uma boa base e fiz dois anos o Enem por experiência e estou agora fazendo para valer. Estou confiante e achei as provas do domingo passado fácil e espero que hoje tudo também dê certo”, disse a estudante Helena Nunes, 17 anos, aluna do AZ João Pessoa que tenta uma vaga para Medicina. Ela foi um dos 152 alunos da escola que, neste domingo (28), encarou o desafio de responder 45 questões objetivas das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. Helena e os demais alunos do AZ e também do Geo Sul contaram com um importante apoio de professores e coordenadores que se distribuíram em três pontos da cidade para dar aquele abraço e desejar boa sorte nos momentos que antecederam as provas.

Em três tendas estrategicamente distribuídas na Uninassau, da Avenida Epitácio Pessoa, e também em frente ao campus da UFPB e do Unipê, os alunos do AZ e Geo Sul não encontravam apenas o carinho e apoio de professores e coordenadores. Eles receberam kits com água mineral, barra de cereal e chocolates e para quem tinha esquecido a caneta preta, o colégio também disponibilizou o item fundamental e exigido pelas regras do Enem.

O estudante Thiago Melo Leal Filho, de 17 anos, aluno da escola desde o infantil, que tenta uma vaga para o curso de Ciência da Computação, estava confiante e disse que estava seguro para enfrentar o desafio do Enem. “A equipe de professores da escola é muito boa, tive uma base excelente e minha expectativa beira os 9,5 numa escala de zero a dez. Fiz boas provas domingo passado e gostei e espero que hoje também sejam boas”, disse ele que fez as provas na sede da Uninassau.

O aluno Alysson Gustavo Cordeiro Gadelha, de 17 anos, aluno da escola desde o 9º ano, tenta uma vaga para Engenharia Civil e disse que está otimista, com uma ressalva apenas para a disciplina de Química. “Nunca gostei muito desta matéria e portanto ela me assusta um pouco, mas, nas demais estou confiante, inclusive, muita gente reclamou do tema da redação, mas, eu gostei muito, pois tinha muita informação sobre essa temática, minha dificuldade foi selecionar o que eu poderia focar, mas gostei de minha redação e também das provas passadas”, disse ele lembrando que o suporte da escola no ensino a distância foi fundamental para que ele não perdesse o foco nos estudos.

A diretora geral do AZ e do Geo, Veronica Monteiro, disse que a escola cumpriu seu papel e agora é aguardar os resultados. “Entregamos para os nossos alunos um conteúdo bem diferenciado e amplo para que eles pudessem ter boas performances e atingirem o objetivo que é o ingresso no curso superior. Estamos muito tranquilos quanto a isso. Agora, é aguardar os resultados e comemorar”, destacou Veronica Monteiro, lembrando que ainda não há data prevista para a divulgação das notas. “Se seguirmos a lógica da última prova, é provável que saia em janeiro do ano que vem. No entanto, não temos como fazer previsões de datas. Precisamos aguardar”, destacou a diretora.

Confiança no processo e nos resultados já alcançados na primeira prova foram a tônica do segundo aulão do Enem do Colégio AZ

Posted on

O Colégio AZ João Pessoa realizou, nesta quinta-feira (25), o seu último aulão com foco no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os alunos terceiro anistas e os que estão fazendo o exame por experiência participaram de uma aula diferente no Cinépolis do Manaíra Shopping e saíram confiantes do resultado que alcançarão nas provas de Ciências da Natureza e Matemática e suas Tecnologias, disciplinas da última prova que será realizada neste domingo (28). As provas de Linguagens, Ciências Humanas e suas Tecnologias, além da redação dissertativa-argumentativa, foram feitas no último dia 21 e os alunos confirmaram o sucesso esperado, afinal, tiveram uma boa equipe de professores e aporte do colégio, além de farto e exclusivo material didático para se prepararem para as provas.

No aulão desta quinta-feira (25), além de conteúdos e dicas, teve mensagens de apoio dos professores. O professor de Matemática, Felipe Allen, por exemplo, após falar sobre plano cartesiano, juros simples e compostos, notação científica, cálculo de tempo de meia-vida dos compostos, contextualizando a matemática com física, química e as vezes até geografia, deixou um recado importante para seus alunos. “Não olhem para a grama do outro. Ela será sempre mais verde. Preocupem-se em planejar o futuro de vocês. Em uma geração de redes sociais, muitos ficam a ver apenas a vida do outros e não se preocupam em agir para fazer a sua própria vida”, disse ele, acreditando que o maior erro do jovem de hoje é a comparação com o outro. “Cada cabeça é um mundo. O melhor planejamento será sempre o seu para sua vida”, disse ele.

Outro professor de Matemática, Jorge Oliveira, destacou a necessidade de respirar e ter calma. “No geral, 14% das questões de Matemática são das quatro operações básicas que aprendemos já no fundamental. O problema maior está na interpretação. Tenham calma”, disse ele. Ao final de sua aula, mais uma mensagem de força. “Vocês são alunos que têm foco nos estudos. Estão desde o ano passado sofrendo com essa pandemia, estudos online, mas vai dar tudo certo”, disse Jorge.

A aluna Amanda Sarmento da 3ª Série fez prova no último domingo e disse que ficou muito satisfeita. Ela agradeceu à equipe GEO/AZ por tê-la conduzida até esse momento. “Eu estudo no GEO desde o Fundamental, então minha base de conhecimento foi formada aqui. Tudo o que foi construído. Acredito que me levará ao sucesso após essas provas”, comentou ela, destacando que realizou uma prova muito “tranquila” de Linguagens e Ciências Humanas. “Só achei cansativa, mas muito tranquila porque eu estudei o conteúdo”, explicou.

Assim como ela, outros alunos também foram bem-sucedidos nas primeiras provas, o que revela que tiveram uma boa base na escola para enfrentar os desafios do Enem. “A prova foi muito cansativa, diferente do ano anterior, mas foi muito boa. Gostei demais”, comentou Lívia Bernardino, também da 3ª Série. Ela acrescentou que está há 13 anos no GEO e que o resultado dela também se deve à equipe que a acompanhou durante todo esse tempo. “Eu fui preparada a vida toda para esse momento. Só tenho a agradecer a todos e ir para a última prova ainda mais confiante”, frisou a aluna.

Paulo Henrique também gostou da prova de Linguagens e Ciências Humanas. Ele acredita que o Colégio ajudou muito com o método de realização de simulados constantes. “Com os simulados a gente pôde ver os erros e acertos e aprendeu mais”, afirmou o aluno, citando no método PDCA- Plan; Do; Check; Act – aplicado pelo AZ e utilizado para o controle e melhoria contínua de processos. Ana Júlia, que vai tentar para Odontologia, também que elogiou a equipe e o colégio. “A escola nos preparou muito bem para esse momento. Espero que eu consiga êxito ao final. Estou confiante”, disse a aluna.

Ao final do aulão, a equipe pedagógica e de professores se despediu dos estudantes com um momento de reflexão conduzido pela professora de Português, Janaína Cunha. “Charles Chaplin dizia que a vida é uma peça de teatro que não permite ensaio. Então viva, ame. Tem gente que está no palco e outras na plateia. Mas, quem ama vocês, está com vocês no placo, vivendo junto. Sentindo junto. A escola está com vocês no palco”, disse ela aos alunos. Em seguida ela cantou uma música “Clareou”, de Diogo Nogueira encerrando o momento que também contou com a participação da diretora geral da escola, Veronica Monteiro. “Nossos alunos estão preparados, pois tiveram acesso a uma bagagem de conhecimentos muito ampla. Agora é torcer para que eles consigam excelentes resultados”, destaca ela.

Paraibano Daniel Azevedo estreia no Campeonato Brasileiro Juvenil de Natação de Verão sendo campeão nos 100 metros Costas

Posted on

O atleta paraibano campeão brasileiro e sul americano de Natação, Daniel Azevedo, agora é também Campeão Brasileiro Juvenil na modalidade 100 metros Costas. A estreia dele no Campeonato Brasileiro Juvenil de Natação de Verão – Troféu Carlos Campos Sobrinho nesta quarta-feira (24) não poderia ser melhor, pois além de conquistar a medalha de Ouro com o tempo de 58,99, ele também conseguiu reduzir seu tempo de prova que era 59,90. Em segundo lugar ficou o nadador Luiggi Cunha e em terceiro o atleta Leonardo Cavenaghi, ambos de São Paulo, que dividiram o pódio com Daniel. O campeonato está sendo disputado na piscina do Grêmio Náutico União, em Porto Alegre (RS).

“Eu gostei muito da prova e foi muito bom constatar que todo o esforço e intensidade de treinamentos dos últimos dias me deu o preparo necessário para que eu tivesse esse excelente resultado e ainda conseguisse reduzir meu tempo na prova. Eu estou muito feliz”, disse Daniel, que subiu ao pódio para receber sua medalha de campeão com um banner do Governo da Paraíba, em retribuição ao apoio que recebe como atleta do Programa Bolsa Esporte, do Governo do Estado, e um boné do Colégio AZ João Pessoa, onde ele estuda a 2ª Série do Ensino Médio.

Nesta quinta-feira, Daniel volta a competir nos 200 Costas como um dos favoritos da prova. Essa é uma modalidade que o atleta se identifica muito bem e que obtém sempre boas performances nos campeonatos que participa. “Eu já estava animado e com esse resultado de hoje fico ainda mais confiante. Vou dar o meu melhor como sempre faço”, afirmou Daniel que tem apenas 16 anos e uma história de sucesso nas piscinas desde pequeno. Ele integra o time do Clube Acqua R1 e é acompanhado pelo treinador Stephano Vieira que, infelizmente, não pôde viajar para dar o suporte ao atleta nesta competição

Alunos do Colégio AZ João Pessoa têm novo encontro para aulão de revisão do ENEM no Cinépolis do Manaíra shopping

Posted on

No próximo domingo, os estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) farão provas  de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, tendo cada uma das áreas 45 questões objetivas. E para dar aquela aquecida para o teste e relembrar conteúdos, os alunos do Colégio AZ João Pessoa têm nesta quinta-feira uma oportunidade e tanto com o Aulão de Revisão que acontecerá no Cinépolis do Manaíra Shopping, das 8h às 12h. No último dia 18 foi realizado o primeiro aulão.

A diretora geral do Colégio AZ João Pessoa, Verônica Monteiro, destaca que o aulão é uma excelente oportunidade de rever conteúdo de uma forma mais dinâmica e descontraida. “É natural essa ansiedade toda que toma conta dos alunos nos dias que antecedem as provas, então pensamos na realização destes aulões especiais, fora da escola e num ambiente diferente, para que nossos alunos revisem questões importantes e recebam algumas dicas que podem fazer a diferença no dia da prova”, destaca ela, que junto com professores estará no local para recepcionar os estudantes.

Vale salientar que tanto o primeiro quanto esse outro aulão do AZ obedecem aos decretos governamentais vigentes e aos protocolos de segurança sanitária orientados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), ou seja, respeita distanciamento, mantém o uso de máscaras e de álcool 70%. O AZ tem 152 alunos do terceiro ano que estão inscritos nas provas do ENEM. Há também outros alunos que estão fazendo por experiência.

Diretora_Geral_do_Colégio_AZ_João_Pessoa,_Veronica_Monteiro,_destaca_importância_do_aulão O_último_aulão_do_AZ_preparatório_para_o_Enem_acontece_nesta_quinta,_no_Cinepólis_do_Manaíra_Shopping

Projeto de fachada e interiores do Colégio AZ João Pessoa valoriza arquitetura existente e cria espaços de convivência e lazer

Posted on

O desafio era imenso e estimulante. Transformar o ambiente externo e interno da escola modernizando a identidade do espaço que formou gerações de paraibanos, mas preservando a arquitetura existente e ao mesmo tempo criando espaços de convivência e lazer mais modernos e harmoniosos que traduzissem a identidade da nova escola. Eis a tônica do projeto arquitetônico da Escola AZ João Pessoa que começa a ser executado ainda este ano para que, em 2022, os alunos AZ já desfrutem deste novo espaço de aprendizado, cultura, lazer e convivência.

A nova arquitetura escolar que vai marcar externamente a paisagem urbana de quem passar pela avenida Sen. Ruy Carneiro, em Manaíra, e internamente impactar positivamente toda a comunidade escolar do AZ João Pessoa, explica a diretora geral da escola, Veronica Monteiro, tem o foco de integrar espaço e projeto pedagógico com criatividade e modernidade. “Esse é o caminho para uma arquitetura escolar moderna que torna o ambiente escolar mais acolhedor, onde o aluno além de ser estimulado a estudar possa também sentir mais alegria e entusiasmo em estar no ambiente escolar”, destaca ela.

O projeto assinado pelo escritório SZarquitetura destaca as cores do AZ em sua fachada principal, com nuances de azul turquesa. Nas laterais da escola e também no pátio interno há uma profusão de tons quentes e vibrantes, mescladas com cores frias, tanto no mobiliário, quanto nas paredes e piso, que também aparecem nos muros externos em tiras verticais. As paletas de cores escolhidas foram inspiradas no colorido dos adereços dos festejos populares da região Nordeste.

O novo pátio interno, que replica a mesma linguagem visual das fachadas externas, com faixas verticais coloridas nas paredes, cria um espaço multi e diversificado que se propõe a dar vida e movimento ao ambiente que pode ser usado para estudos, para lazer nos intervalos das aulas, em eventos, etc. Há parquinho infantil, espaço de lounge jovem com pinturas no solo delimitando ambientes, balanços suspensos, ambiente com mesas para refeição da cantina e também com área de estudo compartilhada e aberta, vários nichos e isso tudo com mobiliário colorido e em sintonia com as cores da marca da nova escola.

As mudanças também acontecem na entrada principal da escola que terá um ambiente de espera e recepção mais amplo, com nova dinâmica para circulação, com outro posicionamento de balcão de atendimento, tudo isso equipado com mobiliário moderno e jovem. Neste espaço, o colorido também estará presente, acrescido de tons cinza e grafite, complementado pelos tons suaves da madeira e as cores marcantes do amarelo e azul. Um expositor com desenho personalizado na forma de hexágonos, formando nichos para exposição de peças e produtos da marca AZ, com mobiliário confortável composto por sofás, poltronas e mesas de apoio, além de TVs estrategicamente distribuídas, dará outra acolhida aos alunos, colaboradores, pais e visitantes.

Veronica Monteiro explica que o projeto arquitetônico conseguiu expressar e traduzir o que é o AZ João Pessoa e qual sua proposta de trabalho. “Somos uma escola de vanguarda, inovadora, diferenciada, moderna, antenada com a tecnologia, culturamente engajada e precisávamos ter essa definição também na estrutura da escola e o projeto arquitetônico é muito coerente com tudo isso”, finalizou a diretora, lembrando que as matrículas para 2022 já podem ser feitas pelo www.azjoaopessoa.com.br.