Unitrans

Sintur-JP não está pleiteando novo aumento das passagens apenas o respeito aos cálculos tarifários que definiu uma tarifa de R$ 3.30

Posted on

A recomposição de preço da tarifa não afetaria população se Prefeitura

custeasse defasagem do preço das passagens de ônibus em vigor

 

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivos Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP) esclarece que não está pleiteando novo aumento de passagens. O motivo da ação na Justiça, impetrada pelos dois consórcios que operam na capital, não é o de definir um novo valor da tarifa, mas, assegurar a cobrança do preço que foi calculado e aprovado pelo Conselho de Municipal de Mobilidade Urbana do órgão gestor que, no caso de João Pessoa, é a Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob). O Sindicato alega que o prefeito Luciano Cartaxo desconsiderou os cálculos da Semob, reduziu a tarifa em R$ 0,10 e provocou um desequilíbrio no setor que já vinha operando com custos defasados.

O diretor executivo do Sintur-JP, Isaac Júnior, lembra que o valor da tarifa é baseado, exclusivamente, em cálculos técnicos, feitos a partir de um software que contabiliza as planilhas com os custos operacionais das empresas de transporte e os divide, proporcionalmente, pelos passageiros de ônibus que pagam seus deslocamentos. “O resultado dessa operação é então apresentado aos membros do Conselho de Transporte e Trânsito da Semob. Após análise das planilhas e definição do valor da tarifa, o Conselho encaminha para o prefeito da capital esse resultado para homologação”, explica Isaac.

No último reajuste, segundo Isaac, em janeiro passado, referente aos custos operacionais de 2016, os cálculos do Conselho apontaram a necessidade de uma tarifa de R$ 3.30, mas, por decisão própria, o prefeito Luciano Cartaxo reduziu esse valor em R$ 0,10, homologando um valor inferior ao definido pela Semob. “Essa redução, que desconsidera os cálculos tarifários, afetou o equilíbrio do sistema de transporte que ingressou na Justiça com um pedido de reconsideração do valor das passagens para que ela seja cobrada como foi calculada, ou seja, respeitando os custos operacionais”, reitera o diretor do Sintur-JP.

Ainda segundo Isaac, o prefeito ao reduzir o valor deveria ter custeado essa diferença. “Caso ele queira manter os R$ 3,20, pode custear essa diferença a menor em desconto nos impostos cobrados às empresas, a exemplo do ISS, cuja alíquota atual é de 5%. Se ele baixar para 2% cobre exatamente os R$ 0,10 que foi suprimido do valor da tarifa que deveria estar em vigor”, destaca Isaac.

No último dia 10, o desembargador João Benedito, do Tribunal de Justiça, acatou a ação dos consórcios e determinou que a tarifa de ônibus seja estipulada em    R$ 3,30. Ele deu um prazo de 10 dias para a Prefeitura implantar o novo valor, sob pena de pagar R$ 10 mil de multa diária em caso de descumprimento da medida. A Procuradoria Geral da Prefeitura (PGM) de João Pessoa, por sua vez, ingressou com recurso junto ao Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, contra decisão da Justiça da Paraíba. O STJ ainda não se manifestou.

Unitrans realiza treinamento de integração dos jovens aprendizes 2017/2018

Posted on

No total, foram selecionados 60 jovens, que irão atuar

nos setores Administrativo e Operacional

            Os candidatos, com  idades entre 18 e 24 anos, que foram selecionados para atuar o Programa Jovem Aprendiz 2017/2018 da empresa de ônibus Unitrans, começaram nesta segunda-feira (02) a conhecer a rotina de suas atividades. Pela manhã, os 60 candidatos que atuarão em sua maioria no Setor Operacional, na função de cobradores, conheceram os coordenadores e gerentes da empresa e se familiarizaram com as normas interna da Unitrans. À tarde, eles participaram de um treinamento prático, onde conheceram o ambiente de trabalho onde desenvolverão seus talentos e habilidades durante o estágio de um ano.

A integração foi conduzida pelo Setor de Recursos Humanos e teve a participação de representantes dos setores de Segurança do Trabalho, Manutenção, de Bilhetagem, Tráfego, Departamento Pessoal, além do próprio RH. Segundo a gerente de RH da Unitrans, Izabela Maria, a integração teve o objetivo de apresentar a empresa e também os responsáveis por cada área. “É importante que antes de começar a estagiar, todos possam conhecer detalhes do funcionamento da empresa, sua missão, valores, etc”, destaca ela.

Pela manhã, a integração que aconteceu no auditório, começou com uma explanação de Herla Albuquerque, do setor de Recursos Humanos, sobre a importância do Programa e da chance que os candidatos têm de iniciar sua vida profissional, aliando estudo e trabalho. Ela abordou direitos e deveres do estagiário, falou sobre comprometimento e da valorização da oportunidade dos jovens selecionados. Em seguida, a gerente de RH, Izabela Maria, deu as boas-vindas a todos, desejou sucesso e falou sobre a importância dos jovens darem o melhor de si.  “Esse estágio pode ser um primeiro passo para abertura de outras oportunidades, pois, um bom jovem aprendiz, quando há vaga para contratação, a empresa naturalmente vai optar por aquele profissional que já conhece a rotina e missão da empresa”, disse Izabela.

Alysson Ricarte, do setor de Tráfego, falou sem seguida, sobre o trabalho do jovem aprendiz na função de cobrador, com orientações técnicas sobre como se portar no dia a dia, incluindo regras sobre gratuidade, abordagem com o passageiro, como agir em situações inusitadas, reforçou a parceria que deve ter entre cobrador e motorista que precisam se ajudar mutuamente, dando como exemplo o momento de fechamento e abertura de portas, quando o cobrador pode auxiliar o motorista, etc. O gerente da Manutenção, Ricardo Galvão, também deu as boas-vindas ao novo grupo. À tarde, a integração incluiu uma atividade prática sobre Bilhetagem Eletrônica, com simulações da operação no dia a dia.

Todos os jovens que participaram da integração são estudantes do ensino fundamental ou do ensino médio ou nível superior. A carga horária do Jovem Aprendiz é de quatro horas de atuação na empresa, de segunda a sexta-feira, mais duas horas de curso, no SEST/SENAT, de segunda a quinta-feira. O contrato de trabalho tem duração de um ano e a remuneração varia de acordo com as horas computadas de serviços prestados.

Profissionais da Unitrans participam de novo módulo do Projeto ‘Operador em Ação’

Posted on

 

Os profissionais que atuam na operação da empresa de ônibus Unitrans começaram, nesta segunda-feira (25), o módulo do terceiro bimestre do projeto ‘Operador em Ação’. Desta vez, os motoristas, manobreiros e cobradores estão revendo assuntos técnicos e operacionais ligados ao cotidiano dos profissionais que atuam diretamente com os passageiros. Os treinamentos deste módulo vão até a próxima sexta-feira (29). Até lá, todos os operadores, dos 49 terminais da empresa, já terão participado da capacitação, que acontece pela manhã e à tarde, no auditório da empresa. O chefe de tráfego da empresa, Allisson Ricartte, é o instrutor deste módulo operacional.

“Os colaboradores foram divididos em turmas, por áreas e terminais de linha possibilitando, assim, que todos participem dos módulos do projeto sem atrapalhar a rotina dos terminais”, explica a gerente de Recursos Humanos da Unitrans, Izabela Maria. Ela lembra que durante os treinamentos e em todos os módulos do projeto, os operadores levam demandas e sugerem melhorias que ajudam a aperfeiçoar o serviço prestado pela Unitrans. “Quanto a sugestão de melhoria depende apenas da empresa, a gente encaminha para a diretoria avaliar e, em seguida, o setor competente é acionado. Mas, quando as ações extrapolam a competência da empresa a gente faz os encaminhamentos devidos”, afirma Izabela.

O ‘Operador em Ação’ é um Programa de capacitação permanente da Unitrans, que existe desde 2012, e aborda temas ligados ao cotidiano dos operadores. A partir deste ano, o treinamento foi dividido em módulos,que abordam questões técnicas/operacionais. “A proposta é ampliar os horizontes de nossos colaboradores, capacitando-os e estimulando-os a desempenhar da melhor forma possível suas funções e, consequentemente, prestar um melhor serviço aos nossos passageiros”, destaca Izabela.

Ela lembra que esse projeto tem também a função de reconhecer o esforço, compromisso, dedicação e empenho dos colaboradores no atendimento e prestação de serviço e também na colaboração de um trânsito mais seguro. “No final do ano, os profissionais que se destacam têm reconhecido seu empenho e dedicação”, finaliza Izabela.

Feira de Serviços da Unitrans disponibiliza serviços gratuitos para funcionários no segundo dia da realização da Sipat

Posted on

Orientação nutricional, sessão de auriculoterapia, ginástica laboral, testes de glicemia, aferição de pressão arterial, pré-consulta odontológica, encaminhamento psicológico, orientações sobre segurança no trabalho e no trânsito. Essas foram algumas das ações realizadas durante a Feira de Serviços da Unitrans, que aconteceu nesta quarta-feira (20), pela manhã e à tarde. A atividade foi a principal ação do segundo dia da Semana Integrada de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT), da empresa de ônibus Unitrans, que ainda incluiu simulações de combate à incêndio e realização de testes de bafômetro, feitos pela equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Para realização da Feira, foi montada uma estrutura especial, composta por várias barracas e lonas impressas com a indicação dos serviços, em um dos pátios externos da empresa, que fica localizada no bairro de Água Fria, em João Pessoa. o início da Feira tinha tudo a ver com a atividade da empresa, já que duas roletas orientavam a passagem dos participantes, tanto na entrada quanto na saída. A partir daí, todos os colaboradores tinham uma sequência a seguir que era iniciada pela triagem e seguia pelas barracas de saúde até chegar a barraca do lanche e distribuição do kit doado pelo Sest/Senat, parceiro da Unitrans no evento.

Na primeira barraca, era feito o cadastramento e cada um recebia uma ficha. Em seguida todos passavam pela aferição de pressão e testes de glicemia. A terceira etapa era uma avaliação nutricional, que incluía uma conversa com a nutricionista e a pesagem. Daí, os profissionais seguiam pela barraca da Psicologia, onde quem desejava recebia orientações de como proceder para ter um atendimento individualizado em outra ocasião. Na barraca da Fisioterapia, os profissionais participavam de ginástica laboral e podiam iniciar a sessão de auriculoterapia (uma técnica dediagnóstico e tratamento baseada na orelha). O motorista Edson Medeiros foi um dos que aproveitou a oportunidade e já fez sua primeira sessão com a fisioterapeuta, Mylena Leite, integrante da equipe do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), da Prefeitura de João Pessoa. “Se funcionar, vou continuar a fazer o tratamento”, disse ele que colocou sementes no lóbulo da orelha esquerda para amenizar dores lombares.

Da barraca da Fisioterapia, o colaborador se dirigia ao espaço da CIPA, onde recebia orientações diversas sobre segurança no trabalho. A passagem pela equipe da PM, PRF e DETRAN, era feita tanto na barraca, onde eram realizados os testes do bafômetro e dada orientações sobre como dirigir melhor, quanto no interior do ônibus da PRF, onde eram projetados vídeos educativos sobre trânsito. O último estágio da Feira de Serviços acontecia na barraca de distribuição dos kits doados pelo Sest/Senat, que são do projeto “Transportando Saúde nas Cidades”, desenvolvido em nível nacional.

O kit era composto por uma sacola, uma lancheira com um conjunto de garfo e faca personalizados, uma bola para realização de exercícios de fisioterapia, além de um kit odontológico, com pasta, escova e fio dental, e uma camisa alusiva ao projeto. A coordenadora do Sest em João Pessoa, Rozimar Firmino, elogiou a organização da Sipat. “Para nós, é um imenso prazer poder contribuir com a Sipat da Unitrans, que é uma empresa referência no segmento onde atuamos”, disse ela, lembrando que toda a estrutura de barraca, além dos profissionais e serviços estão inseridos no projeto “Transportando Saúde nas Cidades” que, em João Pessoa, já foi feito com taxistas e caminhoneiros e agora com os profissionais do transporte urbano.

Após o recebimento do kit, o colaborador ainda recebia um lanche (suco e sanduiche) e encerrava a sua participação na Feira. O manobreiro Leonardo Vasco, da Transnacional, elogiou a oportunidade de ver como estava sua saúde, mas se surpreendeu com os resultados, já que sua pressão arterial deu um pouco acima da média e sua glicemia também. “Minha pressão está um pouco alta e minha glicemia também, então vou me cuidar mais e seguir as dicas dadas pela nutricionista”, disse ele. O cobrador Carlos Antônio também fez os testes e ficou feliz com os resultados. “Minha pressão tá normal, minha glicose também, e foi ótimo poder saber tudo isso aqui na empresa, durante a Sipat que, por sinal, está muito boa”, disse ele, referindo-se também às palestras do primeiro dia da Semana.

Outro que elogiou a Sipat e aproveitou todas as atividades foi o motorista Carlos Antônio, que fez todos os testes que a Feira disponibilizou e passou por todos os profissionais que participaram do evento. “Conversei com a nutricionista, com a psicóloga, fiz os exames, assisti os vídeos, fiz o teste do bafômetro, peguei meu kit, lanchei, enfim, participei e adorei tudo. A empresa, mais uma vez, se superou”, disse o motorista.

Nesta quinta-feira (21), último dia de atividades, haverá palestras sobre o tema “Atitudes que fazem a diferença no trabalho e na vida”, marcada para as 17h30. A feira de Negócios também acontece entre as 8h e 17h.  A diretora da Unitrans, Lorena Dantas, prestigiou a Feira e agradeceu o apoio de todas as instituições parceiras e dos colaboradores que fazem parte da equipe de organização da Sipat. “Tudo isso só foi possível porque contamos com o empenho de nossa equipe, além da colaboração do Sest/Senat João Pessoa, que disponibilizou as barracas, além dos profissionais de saúde, assim como da participação da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Militar, do DER, do DETRAN, da Prefeitura de João Pessoa, da Articêndio, além da Fetronor, através do Despoluir”, finalizou Lorena.

Palestras sobre hábitos no trânsito marcam o primeiro dia de atividades da SIPAT da Unitrans

Posted on

Os números de mortes são alarmantes, somente na Paraíba, entre os anos de 2014 e 2016, foram registrados 3 mil óbitos por acidente de trânsito. E as estatísticas mostram que a imprudência é a principal causa de acidentes desta natureza, mas, as pessoas ainda dirigem sem cinto, após ingerirem bebidas alcoólicas, depois de noites mal dormidas, ultrapassam sem segurança, usam o celular ao volante e correm acima dos limites de velocidade. Essas e outras imprudências foram alvo de palestras e apresentação de vídeos no primeiro dia de realização da Semana Integrada de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT), da empresa de ônibus Unitrans. As palestras aconteceram pela manhã e a tarde, no auditório da empresa, em João Pessoa.

O Técnico de Segurança do Trabalho e coordenador do Sesmt da Unitrans, Paulo Roberto fez a abertura do evento enaltecendo a importância das atividades e da participação de todos os colaboradores. Em seguida, a partir do tema “Como estou dirigindo” representantes do Detran, Semob, DER, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar mostraram que um trânsito mais seguro depende, principalmente, da iniciativa e das escolhas de cada motorista. “Faixas de pedestre, sinalização, leis, limite de velocidade, pista dupla são fatores que influenciam na segurança, mas, o que realmente importa são as atitudes, são as escolhas que fazemos ao volante, como motoristas, e nas ruas, enquanto pedestres, por isso a educação no trânsito é fundamental”, argumenta a chefe do Departamento de Educação no Trânsito do Detran, Abimadabe Vieira, uma das palestrantes do primeiro dia da Sipat.

O diretor da Unitrans, empresário Alberto Pereira, prestigiou a abertura dos trabalhos e enalteceu a importância dos debates e atividades da Semana. “Nós que trabalhamos com o transporte de pessoas temos uma preocupação e cuidado redobrados em relação ao trânsito, a forma como nossos motoristas se comportam ao volante, pois uma direção segura é, sobretudo, uma direção responsável e atenta. Esses debates, como os de hoje, ampliam os nossos conhecimentos e nos estimula a fazer as coisas ainda mais certas”, disse Alberto, agradecendo a presença dos representantes de órgãos de trânsito e segurança da Paraíba.

O agente da Polícia Rodoviária Federal, Eitiel, um dos integrantes da corporação que participou da abertura da Sipat, mostrou estatísticas de mortes no trânsito no Brasil e exibiu o vídeo “Minha escolha faz a diferença”, que mostrava cenas de imprudência que resultaram em diversos tipos de acidentes. “O motorista pode escolher entre saúde, segurança e vida, quando respeita as leis e os limites de velocidade, quando usa o cinto de segurança, ou o contrário, quando usa celular enquanto dirige ou comete outras infrações”, disse ele. Dados apresentados por Eitiel mostraram que, em 2015, 62 mil pessoas perderam a vida em acidentes no trânsito no país. Em 2016, outras 56 mil morreram da mesma causa. “Hoje, no Brasil, morrem todos os dias cerca de 150 pessoas vítimas de acidentes no trânsito. Esse é um número absurdo”, reiterou ele.

A participação do gerente de transporte do Departamento de Estradas e Rodagens da Paraíba (DER), Fleming Cabral, reforçou a responsabilidade do condutor para um trânsito mais seguro. O cabo Saulo de Sá, que representou a Polícia Militar no evento, junto com outros PMs e o major Sidnei, ilustrou as imprudências dos motoristas, a partir da exposição de reclamações recebidas pela corporação. “Se cada um fizer a sua parte, nós atingiremos índices de países de primeiro mundo cujas estatísticas de acidentes de trânsito por negligência quase inexistem”, disse ele. Durante o evento, Abimadabe Vieira, presenteou o empresário Alberto Pereira com uma camisa da Semana Nacional de Trânsito, que acontece entre os dias 18 e 25 deste mês. O consultor Mário Tourinho, ex-diretor do Sintur, também enalteceu a responsabilidade dos motoristas com um trânsito seguro e das empresas diante dos desafios de redução de passageiros e aumento de despesas. “É uma equação difícil, que exige dos sistemas de transporte muita responsabilidade e compromisso com o cidadão”, destacou ele.

Coube a diretora da Unitrans, Lorena Dantas, fazer o encerramento das atividades do primeiro dia da Sipat. “Nós trabalhamos para ficar fora destas estatísticas, tanto que temos uma rotina de treinamentos para que nossos motoristas estejam bem treinados e conscientes de seu papel e dentro deste contexto, a Sipat é um momento importante não apenas de reciclar conhecimentos, mas de nos conscientizarmos, ainda mais, da importância de cada um fazer a sua parte, da melhor forma possível, para tornar nosso trabalho mais seguro”, destacou Lorena, agradecendo a presença dos colaboradores e dos representantes das instituições de trânsito. No final, houve distribuição de algumas camisas alusivas a Sipat 2017, que continua nesta quarta e quinta-feira, com outras palestras e a feira de serviços.

Sipat 2017

Nesta quarta-feira (20), está programada uma feira de serviços, que acontecerá das 8h às 17h, e ainda treinamentos de simulação de combate à incêndios, que acontecerão nos turnos da manhã e tarde. Na quinta-feira (21), último dia de atividades, haverá palestras sobre o tema “Atitudes que fazem a diferença no trabalho e na vida”, marcada para as 17h30. A feira de Negócios também acontece entre as 8h e 17h.  As atividades da SIPAT estão inseridas na programação do projeto ‘Operador em Ação’, desenvolvido pela Unitrans, neste mês de setembro.

Unitrans realiza exames clínicos nos colaboradores que atuam na oficina

Posted on

Cuidados com a saúde e o bem-estar de seus operadores também são ações regulares das empresas de ônibus de João Pessoa Transnacional e Reunidas, que integram o consórcio Unitrans. Um exemplo disso é a realização de exames periódicos. Essa semana está sendo realizado, com toda comodidade e gratuitamente, os exames laboratoriais, a exemplo de hemograma completo e ácido hipurico, metil-hipurico, 2,5 Hexanodiona, em todos os funcionários que atuam no setor de oficina. A coleta do material acontece das 8h às 12h e das 14h às 17h, no ambulatório da empresa, em Água Fria. Essa avaliação também se estende aos operadores de todos os demais setores das empresas, de acordo com o cronograma do Ambulatório Médico. Os exames são encaminhados para o laboratório Pronto Análise.

“Essa aferição periódica é de grande importância, pois, assim podemos agir preventivamente no caso de detectarmos algum problema de saúde”, afirma o médico do Trabalho, Dr. Paulo Helosman. Fizeram os exames os profissionais que atuam como mecânicos, lanterneiros, borracheiros, torneiros mecânicos, eletricistas e capoteiros. Em abril e maio último, todos os profissionais da oficina passaram por exames de audiometria.

As coletas de sangue são feitas no ambulatório da empresa, em seguida, são encaminhadas ao laboratório Pronto Análise para realização dos exames. Depois, os resultados são avaliados por Dr. Paulo, que analisa caso a caso e dá os devidos encaminhamentos caso haja a identificação de alguma anormalidade.

O médico explica que essa assistência oferecida aos funcionários é muito mais que uma formalidade e exigência do Ministério do Trabalho é, sobretudo, o compromisso da Unitrans com a saúde de seus colaboradores. “Agimos preventivamente e com um controle rigoroso e permanente e isso só beneficia nossos profissionais, que ficam com os exames sempre em dia”, finaliza Dr. Paulo.

Operadores da Unitrans têm uma surpresa e são homenageados pelo Dia do Motorista

Posted on

Ao chegarem nesta terça-feira (25), na garagem para pegar os ônibus, ainda de madrugada, os operadores da Unitrans tiveram uma grata surpresa. É que os veículos estavam decorados com bolas e com um cartaz alusivo à comemoração do Dia do Motorista. Cada profissional também ganhou de brinde uma sandália, que além de uma mensagem festiva, era pintada com palavras que descrevem os atributos essenciais para um bom profissional do volante: paciência, respeito, pontualidade e atenção. O brinde também foi entregue aos demais operadores, na noite desta segunda-feira (24), após a jornada de trabalho, no momento de recolhimento dos veículos à garagem. Na ocasião, instrutores do Sest/Senat também divulgaram os cursos e atividades da instituição, além de distribuir brindes e panfletos. A comemoração aconteceu pela passagem do Dia de São Cristóvão, protetor dos motoristas, caminhoneiros, taxistas e de todos os transportadores, que é comemorado em 25 de Julho.

O manobrista da Unitrans, Jailson Prudêncio Veloso, que é motorista profissional, ficou emocionado com a homenagem recebida pela primeira vez em sua vida. “Atuo como motorista há oito anos, na Unitrans estou a apenas três meses, na função de manobrista, e já pude perceber o quanto essa empresa é diferente e valoriza os profissionais. Nestes anos todos, nunca recebi nenhuma homenagem pelo Dia do Motorista. Essa é a primeira vez e achei muito legal essa iniciativa”, disse ele, que pretende seguir carreira na Unitrans e aproveitar as oportunidades do Programa de Ascensão Profissional da empresa e chegar ao cargo de motorista. “Esse é meu desejo e vou lutar para realizá-lo”, disse o profissional.

Na noite desta segunda-feira, funcionários de vários setores da empresa se uniram para decorar os ônibus e fixar os cartazes no interior dos veículos. “Foi um mutirão voluntário e contou com a participação espontânea de colaboradores de vários setores que se revezaram nas ações de enchimento de bolas, decoração dos ônibus, fixação dos cartazes e entrega de brindes. Tudo isso para homenagear nossos operadores”, destaca a gerente de Recursos Humanos da Unitrans, Izabela Maria, que junto com a psicóloga Socorro Aragão, coordenou as atividades tanto na noite desta segunda-feira, quanto na madrugada desta terça-feira. “Foi bonito de ver a alegria e prazer com que todos estavam colaborando para que as homenagens aos nossos operadores fosse a mais bonita possível. Isso expressa o sentimento de família que existe nas pessoas que integram a Unitrans. Não à toa nos referimos a todos como Família Unitrans”, destaca Izabela.

A mudança no formato da comemoração, já que nos anos anteriores era realizado um café da manhã, foi feita a pedido dos próprios funcionários que numa enquete feita durante os treinamentos preferiram ganhar um brinde e também para poder contemplar todos os operadores. “Mesmo convidando todos os operadores para o café da manhã, muitos não participavam porque não estavam em seu turno de trabalho, também por isso optamos por mudar a forma de homenageá-los e este ano estendemos os parabéns também para nossos passageiros, já que os cartazes fixados nos ônibus lembravam a importância de parabenizar o motorista pelo seu Dia”, destaca a gerente de RH da Unitrans.

Unitrans comemora Dia do Motorista homenageando seus operadores com entrega de brindes e outras ações

Posted on

O Dia de São Cristóvão, protetor dos motoristas, caminhoneiros, taxistas e de todos os transportadores, é comemorado em 25 de Julho, mesma data escolhida para celebrar o Dia destes profissionais. Todos os anos, a empresa de ônibus Unitrans, realiza uma ação em sua garagem, em João Pessoa, em homenagem aos seus operadores e, este ano, a comemoração também acontecerá fora da empresa. Neste caso, a ação será uma surpresa para os operadores.  Cada profissional que atua na operação também ganhará um brinde.

Na garagem, a entrega dos brindes acontecerá no dia 24, das 20h às 23h, no horário de recolhimento dos veículos, e também na madrugada do dia 25, das 3h às 6h, no momento de liberação dos ônibus. A gerente de Recursos Humanos da empresa, Izabela Maria, explica que a ideia de expandir a comemoração além da garagem foi uma forma de estimular os passageiros a também darem os parabéns aos profissionais. “Muitos nem sabem que no dia 25 é comemorado o Dia do Motorista e vamos divulgar isso para estimular nossos passageiros a também darem os parabéns aos profissionais, tornando a jornada de trabalho ainda mais prazerosa”, destaca ela.

Além do Dia do Motoristas, outras datas festivas são comemoradas na Unitrans, a exemplo do Dia das Crianças, Dia da Mulher, Dia das Mães e o Natal. “Nestes momentos, celebramos datas importantes e aproveitamos para estreitar os laços com as famílias de nossos colaboradores, já que aqui também formamos a Família Unitrans”, destaca Izabela Maria.

Profissionais da Unitrans serão homenageados pelo Dia do Motorista

Valorização do emprego, cordialidade com os passageiros e melhoria contínua são focos do treinamento do Operador em Ação da Unitrans

Posted on

Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em março deste ano, mostram que o Brasil tem 13,5 milhões de pessoas desempregadas. Comparando esses dados com o mesmo trimestre do ano passado, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) atesta que houve uma alta de 3,2 milhões no número de desempregados no país. E foi justamente a valorização do emprego e o que fazer para manter-se no mercado de trabalho, com foco no atendimento eficaz ao passageiro de ônibus e na melhoria contínua, o enfoque do terceiro módulo do treinamento do projeto Operador em Ação, da Unitrans, que foi retomado nesta segunda-feira (10).

A gerente de Recursos Humanos da empresa, Isabela Maria, iniciou a capacitação com uma homenagem ao ex-gerente de tráfego da empresa, recentemente falecido, Adeilton Nascimento e, em seguida, projetou um vídeo, gravado no início deste ano, onde Adeilton falava da importância de tratar bem o passageiro. “Os nossos clientes é quem nos pagam o salário, mantém a empresa em equilíbrio, sem passageiros não existiríamos, por isso, os tratem bem, sejam cordiais, educados, façam o melhor para prestar um bom serviço”, disse ele no vídeo apresentado.

“A dedicação, o compromisso com a empresa, a responsabilidade em sua conduta profissional e a exata dimensão da importância do passageiro para uma empresa de ônibus nos foi passada por Adeilton, nesta última participação dele no projeto Operador em Ação, um projeto, aliás, muito defendido por ele que sabia que a partir dos treinamentos poderíamos melhorar, ainda mais, nossa prestação de serviços”, destacou Isabela, enaltecendo os diferenciais da Unitrans, que é uma empresa referência de transporte de passageiros. “A Unitrans é uma empresa sólida, que está no mercado há mais de 30 anos, que dá todas as condições necessárias para seus colaboradores atuarem em suas respectivas funções, que paga salários em dia, enfim, em tempos de tanto desemprego é preciso valorizar ainda mais o que nós temos”, destacou a gerente de RH.

Os integrantes da equipe de Tráfego, Allisson Ricarte, Jean Klécio, Edmilson Júnior e Ivan Malaquias também abordaram boas práticas do dia a dia que fazem a diferença no relacionamento com os passageiros, a exemplo de ser cordial, cuidadoso, atencioso e, sobretudo, responsável na condução dos veículos.  “Exemplos como o do motorista Adão Rodrigues, que deu toda a atenção a uma senhora que não estava conseguindo subir no ônibus, indo ajudá-la tanto no embarque, quanto no desembarque, mostra o quanto uma atitude positiva e pró-ativa faz toda a diferença”, destacou Isabela.

Durante o treinamento, que prossegue até o dia 19, foi mostrado a pontuação das metas dos operadores. “Estamos evoluindo bem, com alguns terminais até superando as metas, mas precisamos ter foco na melhoria contínua, sempre haverás uma forma de fazermos melhor”, lembrou o chefe de tráfego, Alisson Ricarte ao apresentar os resultados alcançados em relação ao número de passageiros transportados, biometrias realizadas e consumo de combustível da frota dos operadores que atuam na Área 0428, que compreende os terminais 511,510, 521,600 e 522, que participaram do treinamento desta segunda-feira (10). O terceiro módulo do projeto segue nesta terça-feira (11) com a participação dos profissionais que atuam nos terminais 513, 601,603, 5103, 5104 e 5101

O ‘Operador em Ação’ é um Programa de capacitação permanente da Unitrans, que existe desde 2012, e aborda temas ligados ao cotidiano dos operadores. Após cada módulo, é elaborado um relatório com as colocações e sugestões dos funcionários. O documento é encaminhado para as gerências da empresa, para a diretoria e também para o órgão gestor, a SEMOB, quando fizerem referência a assuntos sob a responsabilidade da Superintendência e ao DETRAN, quando diz respeito a assuntos de competência do órgão. A cada módulo as demandas anteriores são abordadas e são avaliados seus encaminhamentos, desdobramentos e soluções. Nesta segunda-feira, por exemplo, uma das demandas debatidas foi a da segurança dos profissionais que atuam no terminal Val Paraíso, no Bessa, onde os assaltos são uma constante. Neste sentido, a Unitrans já encaminhou ofício à Secretaria de Segurança Pública pedindo soluções para resolução deste problema e vai reiterar sua preocupação com a segurança de seus colaboradores e passageiros.

https://paraibaonline.com.br/secretaria-da-mulher-reune-gestoras-para-discutir-mortalidade-materna-em-jp/

Posted on

Os profissionais que atuam na linha de frente da empresa de ônibus Unitrans vão participar, nesta segunda-feira (10), de mais um módulo dos treinamentos do projeto ‘Operador em Ação’. Mais uma vez, a temática a ser abordada com os motoristas, manobreiros e cobradores terá como foco a área operacional da empresa que envolve, entre outros assuntos, a bilhetagem eletrônica, terminais, atendimento aos clientes, comportamento no trânsito, etc.

Este é o terceiro módulo do projeto e a exemplo dos anteriores, os colaboradores foram divididos em turmas, por áreas e terminais de linha possibilitando, assim, uma abordagem mais direcionada das questões inerentes a realização dos serviços da empresa. A capacitação acontece no auditório da empresa, pela manhã e à tarde, para não prejudicar as escalas.

O treinamento vai começar com os operadores da Área 0428, que compreende os terminais 511,510, 521,600 e 522.  Na terça, participarão os profissionais que atuam nos terminais 513, 601,603, 5103, 5104 e 5101. Os funcionários lotados na Área 5046, que engloba os terminais 101,102, 202, 1500 e 5100 participam do treinamento no dia 12, enquanto que os dos terminais 105,107, 204,208, 3200 e 5204 farão a capacitação na quinta-feira (13). O calendário, por terminais prossegue no dia 14, com os terminais da área 7050. que inclui os terminais301, 2514, 5206, 5600, 207, 2303, 3203, 2307 e 3207. No dia 17 será a vez dos profissionais dos terminais 302, 2509, 5300 e 5603. Na terça-feira (18), participarão os operadores dos terminais 303, 2515, 5210, 5605, 3507 e 5307. Os profissionais dos terminais 201, 304, 517, 3510, 5310, 9902, 1006 e 402 encerram o treinamento no dia 19.

O ‘Operador em Ação’ é um Programa de capacitação permanente da Unitrans, que existe desde 2012, e aborda temas ligados ao cotidiano dos operadores. Após cada módulo, é elaborado um relatório com as colocações e sugestões dos funcionários. O documento é encaminhado para as gerências da empresa, para a diretoria e também para o órgão gestor, a SEMOB, quando fizerem referência a assuntos sob a responsabilidade da Superintendência e ao DETRAN, quando diz respeito a assuntos de competência do órgão. A cada módulo as demandas anteriores são abordadas e são avaliados seus encaminhamentos, desdobramentos e soluções.