Unitrans

Outubro Rosa da Unitrans terá “Chá da Tarde” para orientar colaboradoras sobre prevenção do Câncer de Mama

Posted on

O mês de Outubro bateu à porta e quando ele inicia muitos lembram de uma importante e já clássica ação de saúde que ocorre em todo o país: o Outubro Rosa. E nas empresas do grupo A. Cândido de Campina Grande, João Pessoa, Recife e Natal não poderia ser diferente. Todos os anos, a campanha do Outubro Rosa está na agenda das empresas e em 2019 ela terá início no próximo dia 11 de outubro, quando colaboradores das empresas participarão de um Chá da Tarde. Na empresa de ônibus Unitrans, em João Pessoa, o evento será ás 17h, no auditório. Ao longo do mês, a Unitrans também fará outras atividades alusivas à Campanha, como ajudar ao Hospital Napoleão Laureano, que passa por dificuldade para manter o tratamento de pacientes oncológicos no estado.

O Chá da Tarde promete envolver as colaboradoras da empresa em torno do tema tendo em vista que o câncer de mama é o que mais acomete as mulheres em todo o mundo, sendo 1,38 milhões de novos casos e 458 mil mortes pela doença por ano, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). E os dados alarmantes não param por aí. No Brasil, o Ministério da Saúde estima mais de 52 mil casos novos em um ano. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Mastologia, cerca de uma a cada 12 mulheres terão um tumor nas mamas até os 90 anos de idade.

Assim, a Unitrans deseja alertar suas funcionárias a respeito dos fatores de risco e também estimulá-las para que façam sempre seus exames de rotina, já que quanto mais cedo descoberta a doença, mais chances de cura existem. Segundo a diretora da Unitrans, Lorena Dantas, o Chá da Tarde, será um momento de interação onde o público também ouvirá relatos de quem já passou pela situação de descoberta de um câncer de mama, se tratou, está curada e agora conta sua história de sucesso.

Além do Chá, a Unitrans também pretende adquirir produtos do Hospital Oncológico Napoleão Laureano para distribuir entre as funcionárias da empresa durante o Outubro Rosa. “Além de trabalhar com palestras de orientação para a prevenção e tratamento precoce do câncer de mama, achamos que poderíamos participar de forma mais direta da campanha desta forma. A sociedade tem que se mobilizar também nesse aspecto, pois o Laureano é uma referência no tratamento oncológico”, destacou Lorena.

Unitrans e Santa Maria foram parceiras da I FEPRO do Unipê disponibilizando ônibus para os estudantes que foram participar

Posted on

Estudantes de diversas escolas da região de João Pessoa e cidades vizinhas tiveram a oportunidade de participar, na última quinta-feira (26), da I feira de Profissões (FEPRO) do Centro Universitário de João Pessoa – Unipê. As empresas de ônibus Unitrans e Santa Maria foram parceiras do evento, disponibilizando os ônibus para pegar estudantes de ensino médio, em colégios públicos e privados, e levar os jovens para a FEPRO e, ao final do evento, deixá-los em seus destinos de origem. O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros no Município de João Pessoa – SINTUR JP também esteve presente e disponibilizou diversos serviços como confecção de cartões Passe Legal e realização de recargas nos respectivos cartões de Bilhetagem Eletrônica.

Na ocasião, o SINTUR e as empresas de ônibus estiveram com a Tenda Legal e o Ônibus Legal dando informações sobre o Passe Legal, a RecargaJP e o JampaBus, um aplicativo que permite acompanhar, em tempo real, o deslocamento dos ônibus na capital paraibana. Mais de mil pessoas passaram pelo stand e conheceram mais sobre o site do Passe Legal, onde tem disponível, por exemplo, um ponto de recarga perto de você, já que hoje são mais de 80 pontos de recarga na cidade. “Mostramos que no site pode-se fazer a recarga online do cartão cidadão ou estudante, mas que se a pessoa quiser, hoje também temos parceiros em diversos lugares. São bancas, farmácias, padarias, universidades, lojas, supermercados, todos fazendo recargas”, comentou Inácio Melo, gerente administrativo do SINTUR.

Inácio explicou que esse foi um momento de grande interação com os jovens. “Na ocasião, muitos visitaram o ônibus legal, fizeram recargas, receberam brindes”, disse, acrescentando que a intenção foi mostrar aos clientes que cada vez mais o serviço é facilitado a eles. “Queremos dar mais comodidade ao nosso cliente”, afirmou.

Vale lembrar que o Passe Legal foi o nome designado para representar o Sistema de Bilhetagem eletrônica de João Pessoa. Já o RecargaJP é o sistema de recarga de passagens eletrônicas e o JampaBus é o Aplicativo de previsão de chegada do ônibus desejado pelo usuário.

A diretora da Unitrans, Lorena Dantas, disse que a experiência da parceria foi muito positiva e que o evento possibilitou também que as empresas divulgassem os seus serviços. “Ficamos muito contentes de poder ter participado deste importante evento, que foi fruto de um trabalho conjunto com o Unipê, o Sintur e nossa empresa, com o público que também é nosso cliente”, afirma Lorena, que recebeu da pró-reitoria acadêmica do Unipê um ofício agradecendo a disponibilidade, colaboração e os serviços prestados pela Unitrans. No documento, a instituição agradece a parceria, afirmando que ela foi fundamental para o sucesso do evento.

A FEPRO

A programação da FEPRO foi o dia inteiro, com entrada gratuita, e proporcionou estudantes e futuros vestibulandos de toda a região de João Pessoa cidades vizinhas a conveniência de conhecer mais sobre o mercado de trabalho de 32 profissões. Na ocasião, os visitantes tiraram suas dúvidas sobre as profissões conversando com estudantes do Unipê e com profissionais, colhendo informações sobre mercado de trabalho, carreira e sobre o curso.

Unitrans inicia o terceiro módulo de treinamentos focando normas e condutas no trânsito

Posted on

‘Normas de Circulação e Conduta Comportamental de Trânsito’ é o tema que está sendo trabalhado do terceiro módulo do projeto “Motorista em Ação”, que começou nesta segunda-feira (15) e vai até a sexta-feira (19). O módulo está sendo realizado pelo instrutor Cláudio Martins, que neste primeiro dia de capacitação trabalhou o tema de forma interativa, com a utilização de vídeos e muitos exemplos para motivar os motoristas que atuam nos 55 terminais não só a seguirem as regras de trânsito, mas também a ter uma direção defensiva e ser exemplo para outros condutores. A capacitação do módulo acontece no auditório da empresa de ônibus Unitrans, em Água Fria.

O instrutor Cláudio Martins iniciou a palestra falando que o comportamento de risco no trânsito é influenciado por diversos fatores, dentre eles, o homem, as vias e os veículos. Alguns comportamentos citados por Cláudio foram justamente não sinalizar ao mudar de faixa, não usar o cinto de segurança, não respeitar a sinalização, dirigir com o celular em mãos, não manter a distância mínima de segurança entre os veículos e ultrapassar os limites de velocidade, entre outras infrações e negligências.

“Muitas vezes o motorista usa a previsão. Já vê o que o semáforo vai fechar, então tira o pé. Isso é previsibilidade. Assim é muito mais fácil nos livrar de acidentes”, disse o instrutor, lembrando que a Unitrans realiza cerca de 2.500 viagens ao dia. “Sabemos que vocês têm o conhecimento de muita coisa dita aqui, mas reforçar é bom para evitar acidentes e fechar o mês sem ocorrências”, comentou Cláudio.

Depois, o gerente de Operações da empresa, Allisson Ricartti, assumiu o comando da palestra para mostrar os resultados dos meses de maio e junho no que se refere a número de faltas ao trabalho, ausência de ocorrências de trânsito, entre outros dados, destacando como um dos melhores motoristas do período o Sr. José Carlos Targino, da linha 5307 – Cidade Verde – Epitácio- D. Pedro II.

“É um esforço manter os bons resultados. Não tenho ocorrências de trânsito, também tenho boa quilometragem, atingindo a meta de três quilômetros por litros. Fico muito feliz com isso”, disse José Carlos Targino, que durante o ano todo, até o momento, tem seu nome entre os 25 melhores motoristas no ranking mantido pela empresa que no final do ano, no encerramento do projeto, premia os melhores profissionais.

A gerente de Recursos Humanos, Isabela Maria, lembrou que essa mesma palestra acontecerá todos os dias, até sexta-feira, tendo treinamentos pela manhã e pela tarde. “Como o quantitativo de profissionais é muito grande, os colaboradores são divididos em turmas, por áreas e terminais de linha possibilitando, assim, que todos participem da capacitação sem atrapalhar a rotina dos terminais, nem o serviço prestado ao passageiro”, destaca ela.

Projeto

O ‘Operador em Ação’ é um projeto de capacitação permanente desenvolvido pela Unitrans, que existe desde 2012, e aborda temas ligados ao cotidiano dos operadores. Além de treinar os colaboradores, o projeto tem também o objetivo de reconhecer o esforço, compromisso, dedicação e empenho deles no atendimento e prestação de serviço à população e também na colaboração de um trânsito mais seguro.

Motoristas e Manobreiros da Unitrans participam de novo treinamento do Projeto ‘Operador em Ação’

Posted on

Os Motoristas e Manobreiros da empresa de ônibus Unitrans começam, na próxima segunda-feira (15), o módulo do terceiro bimestre do projeto de treinamento ‘Operador em Ação’. Desta vez, os profissionais vão trabalhar o tema ‘Normas de circulação e conduta comportamental’. A capacitação deste módulo, que acontece no auditório da empresa, em Água Fria, vai até a sexta-feira (19) e, até lá, todos os Motoristas que atuam nos 55 terminais da Unitrans vão passar por mais essa etapa de treinamento. O instrutor Cláudio Martins será o responsável pela capacitação, que terá ainda a participação da gerente de Recursos Humanos, Isabela Maria, e do gerente de Operações da empresa, Allisson Ricartti.

Como o quantitativo de profissionais é muito grande, explica Isabela Maria, os colaboradores são divididos em turmas, por áreas e terminais de linha possibilitando, assim, que todos participem da capacitação sem atrapalhar a rotina dos terminais, nem o serviço prestado ao passageiro. Ainda segundo Isabela, durante os módulos de treinamentos do projeto, os operadores também levam demandas e sugerem melhorias que ajudam a aperfeiçoar o serviço prestado pela Unitrans, além de revisarem questões importantes do dia a dia.

Sobre o projeto

O ‘Operador em Ação’ é um projeto de capacitação permanente desenvolvido pela Unitrans, que existe desde 2012, e aborda temas ligados ao cotidiano dos operadores. Além de treinar os colaboradores, o projeto tem também o objetivo de reconhecer o esforço, compromisso, dedicação e empenho deles no atendimento e prestação de serviço à população e também na colaboração de um trânsito mais seguro. Para tanto, no final de cada ano, os profissionais que se destacam no desempenho de suas funções têm reconhecido sua atuação e ganham prêmios. Além da Unitrans, a empresa de ônibus urbano Santa Maria, que também integra o Grupo A. Cândido, desenvolve o projeto com seus operadores. Os treinamentos deste terceiro bimestre na Santa Maria ocorrerão entre os dias 23 e 25, na sede da empresa, no Distrito Industrial.

Empresas do Grupo A. Cândido realizam louvor em Ação de Graças ao Dia das Mães encerrando as comemorações do mês de Maio

Posted on

Os funcionários das empresas de ônibus Unitrans e Santa Maria, além das demais empresas que integram o Grupo A. Cândido que atuam na Grande João Pessoa, começaram a semana renovando a fé e louvando às mães. Isto porque, no início desta segunda-feira (27), na garagem da Unitrans, em Água Fria, aconteceu um louvor em Ação de Graças na intenção das profissionais mães da empresa e de todas as mães dos colaboradores. A homenagem às mães teve cânticos religiosos, prece, coroação da imagem da Virgem Maria e foi encerrada com um café da manhã coletivo. A ação fez parte das comemorações do Dia das Mães do Grupo e marcou o encerramento do mês Mariano.

A gerente de Recursos Humanos da Unitrans e integrante da equipe organizadora do evento, Isabela Maria, lembra que a comemoração do Dia das Mães nas empresas do Grupo A. Cândido é uma tradição desde a fundação do Grupo, que não tem como foco apenas comemorar uma data especial, mas, celebrar o dom da vida deste ser tão especial chamado Mãe. “Todos os anos comemoramos essa data e, esse ano, fizemos homenagens às mães colaboradoras com uma campanha publicitária de outbus, veiculada nas traseiras dos ônibus, onde as personagens principais foram as nossas funcionárias que posaram com seus filhos”, lembra Isabela.

As colaboradoras que participaram da campanha também foram homenageadas hoje durante o louvor, que teve ainda uma fala da gerente de RH, destacando a importância das mulheres no dia a dia das empresas, e da diretora da Unitrans, Lorena Dantas, que reforçou o papel que a mãe/mulher tem na sociedade. “Somos mulheres. mães, profissionais, nos desdobramos em inúmeros papeis, e em cada um deles levamos a ternura, afeto e amor, tão característicos do universo feminino”, disse Lorena, lembrando da tristeza de não ter mais na convivência da família sua avó materna, a Sra. Gisele Melo (Zelinha), falecida no dia 1º de março deste ano, e que foi um grande exemplo de mãe e mulher.

Um dos pontos de maior emoção do louvor foi a coroação da imagem da Virgem Maria, reconhecida pelos católicos com a mãe das mães, realizada por três funcionárias. Houve ainda a homenagem e os parabéns para os aniversariantes do mês. O louvor foi encerrado com um café da manhã que teve ainda bolos comemorativos e decorados com rosas. O diretor presidente da Unitrans, Alberto Pereira e sua esposa, Gisa Melo, e a diretora da Santa Maria, Larissa Nascimento, também participaram da comemoração.

Operadores da Unitrans começam novo módulo do projeto de capacitação do Grupo A. Cândido

Posted on

Dicas para evitar os vícios de direção, tais como, a aceleração de meia marcha ou não desligar o motor quando chega ao terminal, foram destaques na abertura de mais uma edição do projeto “Operador em Ação”. O evento aconteceu na manhã desta segunda-feira (20), no auditório da Unitrans, na sede da empresa, em Água Fria. Na oportunidade, o instrutor Cláudio Martins, abordou a mecânica dos ônibus, mostrando aos motoristas a melhor forma de conduzir o veículo tanto do ponto de vista do consumo de combustível e preservação do carro, quanto da condução confortável dos passageiros. Os treinamentos acontecem até a próxima sexta-feira (24).

Com o tema “Evolução Profissional e Redução de Consumo”, o projeto de capacitação, que entra no segundo bimestre, teve início com o pronunciamento da gerente de Recursos Humanos da Unitrans, Isabela Maria explicando que além dos treinamentos, o projeto também reconhece seus operadores pelas suas boas práticas. Assim, ela frisou que motoristas e cobradores também são premiados quando se destacam em seus terminais em três itens: km/litro, comprimento de horário e número de passageiros transportados. Nesse módulo do Operador em Ação, o brinde será um guarda-chuva. Quem se mantiver no ranking, no final do ano, tem uma premiação surpresa.

“Temos aqui 55 brindes para cada destaque de nossos 55 terminais”, disse Isabela, acrescentando que ao todo são 600 profissionais atuando nesses terminais e que estão participando do projeto de capacitação permanente do Grupo A. Candido. “Sempre dividimos a ação em dois horários, um pela manhã e outro à tarde, para que todos os operadores tenham a oportunidade de se reciclar e isso acontece em todas as empresas do Grupo, tanto que nosso lema é ‘Um por todos, Todos por um’, para mostrar que estamos balizando todas as nossas ações no que diz respeito a transporte coletivo em João Pessoa, Campina Grande e Natal”, comentou a gerente de RH.

Na ocasião, alguns destaques dos terminais presentes na palestra receberam seus brindes e, um deles foi o motorista Roberto Ferreiro, que trabalha na Unitrans desde 2012, quando teve início o Operador em Ação. “Fico muito feliz em participar sempre do projeto. Incentivo também bastante meus colegas para que sempre se busquem melhorar, tanto na condução dos ônibus, quanto no trato com os passageiros”, disse ele.

Durante a capacitação, o instrutor Cláudio Martins explicou que é preciso conhecer o veículo e também o trânsito para se fazer uma boa condução. “Entender a mecânica do carro e saber, por exemplo, qual o melhor momento para mudar de marcha, é importante para o motorista, que dirige de forma correta, para o passageiro, que não sente solavancos e para o veículo, porque isso aumenta a vida útil das peças.”, disse o instrutor, acrescentando outras dicas para que sejam aplicadas no cotidiano para melhorar a condução e o transporte dos passageiros.

“Trabalhar com excelência envolve vários fatores, como poupar combustível, jogar menos partículas no meio ambiente, conduzir o passageiro com segurança e conforto, cumprimentar o colega com o polegar reto, dando um ‘legal’, não fazer aquela aceleração lá e cima com carro parado, desligar o motor quando parar no terminal, entre outras ações”, frisou Cláudio.

No trânsito, ele lembrou também que velocidade constante, frenagem dosada, distância segura de outro veículo, o uso da faixa exclusiva e dirigir com habilidade, conhecimento e previsibilidade, são condições de uma condução segura e responsável. O gerente de operações da empresa Alison Ricartti, também falou aos presentes e reforçou o que foi repassado por Cláudio. “Nós acompanhamos os resultados de vocês e constatamos que estão se esforçando. “Temos que estar sempre melhorando porque temos zelo pelo nosso cliente, afinal, transportamos vidas”, salientou, passando a palavra para um outro participante do evento, o coordenador de desenvolvimento profissional do SEST/SENAT, Getúlio Alves, que falou um pouco sobre a campanha do Maio Amarelo.

No atual módulo, os motoristas da empresa estão revendo assuntos técnicos e operacionais ligados ao cotidiano deles que atuam diretamente com os passageiros. Os treinamentos vão até a próxima sexta, 24. Até lá, todos os operadores da Unitrans, dos 55 terminais da empresa já terão terminado a capacitação que acontece pela manhã, a partir das 8h30, e a tarde, a partir das 15h30. Além da Unitrans, a Santa Maria também integrante do Grupo a Cândido desenvolve o projeto. Os treinamentos na Santa Maria começam amanhã (20) e se estendem até a próxima sexta-feira (24).

Unitrans inicia novo módulo do Projeto ‘Operador em Ação’

Posted on

 Os profissionais que atuam na operação da empresa de ônibus Unitrans começam, na próxima segunda-feira (20), o módulo do segundo bimestre do projeto ‘Operador em Ação’. Desta vez, os motoristas da empresa estão revendo assuntos técnicos e operacionais ligados ao cotidiano deles que atuam diretamente com os passageiros. Os treinamentos deste módulo vão até a próxima sexta-feira (24). Até lá, todos os operadores, dos 55 terminais da Unitrans, já terão participado da capacitação, que acontece pela manhã (8h30) e à tarde (15h30), no auditório da empresa.

O instrutor da Unitrans, Enos Cunha, será o facilitador deste módulo, que terá ainda as participações do gerente de Operações da empresa, Allisson Ricartti, e da gerente de Recursos Humanos, Isabela Maria, que explica que os colaboradores foram divididos em turmas, por áreas e terminais de linha possibilitando, assim, que todos participem dos módulos do projeto sem atrapalhar a rotina dos terminais.

Ainda segundo Isabela, durante os treinamentos e em todos os módulos do projeto, os operadores levam demandas e sugerem melhorias que ajudam a aperfeiçoar o serviço prestado pela Unitrans, além de revisarem questões importantes. O tema deste módulo será “Evolução profissional e redução do consumo”.

O ‘Operador em Ação’ é um projeto de capacitação permanente e anual da Unitrans, que existe desde 2012, e aborda temas ligados ao cotidiano dos operadores. “A proposta é ampliar os horizontes de nossos colaboradores, capacitando-os e estimulando-os a desempenhar da melhor forma possível suas funções e, consequentemente, prestar um melhor serviço aos nossos passageiros”, destaca a diretora da Unitrans, Lorena Dantas. Ela lembra que o projeto tem também o objetivo de reconhecer o esforço, compromisso, dedicação e empenho dos colaboradores no atendimento e prestação de serviço e também na colaboração de um trânsito mais seguro.

No final de cada ano, os profissionais que se destacam têm reconhecido seu empenho e dedicação e ganham prêmios. Além da Unitrans, a empresa Santa Maria que também integra o Grupo A. Cândido, desenvolve o projeto com seus operadores, só que os treinamentos deste segundo bimestre lá ocorrerão de 21 a 24 deste mês.

Empresas de ônibus homenageiam as mães funcionárias com campanha publicitária que destaca a importância delas no dia a dia das organizações

Posted on

Desde o início deste mês, que alguns veículos das empresas de ônibus Unitrans e Santa Maria circulam pelas ruas de João Pessoa com uma propaganda diferente em suas traseiras. Trata-se de uma campanha publicitária onde os personagens principais são funcionárias de diversos departamentos. A ideia foi fazer uma homenagem às mães enaltecendo a importância da mulher no dia a dia das empresas.

As personagens da campanha posaram com seus filhos e em todos os busdoor há em destaque, além da foto, a frase: “Uma homenagem a todas as mães que embarcam conosco a cada viagem”. Além disso, também em destaque, há a identificação da profissão exercida pela colaboradora na empresa em sintonia com a palavra Mãe, numa referência a multiplicidade de papeis exercida por quem se divide entre a tarefa de educar seus filhos e ser uma profissional no mercado de trabalho. Complementando a peça publicitária, há um desenho de coração com o nome da colaboradora.

“As mães exercem um papel muito importante e sempre celebramos essa data de uma forma muito especial na empresa e, este ano, resolvemos expandir essa homenagem para além da garagem, com essa campanha publicitária que ao mesmo tempo em que homenageia nossas mães colaboradoras, também presta homenagem as mães que utilizam nossos serviços no dia a dia”, explica a diretora da Unitrans. Lorena Dantas.

O critério de escolha das colaboradoras que participaram da campanha foi o tempo de empresa. Os nove busdoor, sendo cinco da Unitrans e quatro da Santa Maria,  circularão até o final de maio e serão substituídos, gradativamente, a partir do início de junho.  Ainda dentro das comemorações do mês de Maio, no próximo dia 27, haverá um louvor especial, na garagem da Unitrans, de coroação da imagem da Virgem Maria. O evento será restrito aos colaboradores da empresa.

Planilhas técnicas da Semob são avaliadas pelo Conselho Municipal de Mobilidade Urbana que define novas tarifas de R$ 3,95 e R$ 3,80

Posted on

Novos valores já passam a vigorar a partir de zero hora deste domingo (13). Postos do

Sintur abrirão neste sábado para vender passagens com os preços atuais

Após uma explanação técnica, com apresentação de análises de custo operacionais do sistema de transporte de João Pessoa, que inclui entre outros itens, o aumento de 4,87% nos salários dos operadores, retroativo a 1º de janeiro, os aumentos de diesel,  etc,  os integrantes do Conselho Municipal de Mobilidade Urbana aprovaram um reajuste no valor das passagens de ônibus de João Pessoa Com isso, o novo valor da tarifa foi estipulado em R$ 3,95 para quem pagar em dinheiro e R$ 3,80 para quem fizer uso do cartão Passe Legal. O valor homologado pelo Conselho já entrará em vigor a zero hora do próximo domingo (13). Portaria neste sentido já foi assinada pelo superintendente da Semob, Adalberto Araújo, que foi quem conduziu a reunião desta tarde, realizada na sede da instituição. Quem tiver carga no cartão Passe Legal poderá utilizar os créditos, por 30 dias, pagando a passagem no valor atual de R$ 3,55. Neste sábado (12), os postos do Sintur estarão abertos para venda de passagens no valor antes do reajuste.

Antes de expor as planilhas, que levaram em consideração os gastos com óleo diesel, pneus, insumos, folha de pessoal, renovação de frota, etc, o superintendente da autarquia, Adalberto Araújo, falou da importância de manter o equilíbrio do sistema que vem perdendo passageiros nos últimos anos. Entre 2013 e 2018, por exemplo, o sistema de transporte de João Pessoa perdeu 26,2 milhões de passageiros. Os custos de operação do sistema, explicou Adalberto, são custeados por apenas 68% dos passageiros que pagam passagem inteira, já que a gratuidade representa 11% dos passageiros, enquanto que os estudantes correspondem a um total de 21%.

Segundo o diretor do Sindicato das Empresas de Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP), Alberto Pereira,  o sistema e a metodologia que calcula os valores das tarifas são altamente confiáveis e acessíveis a qualquer pessoa. “Não há mágica nestes cálculos, nem projeções que não sejam técnicas. Houve aumentos diversos e a tarifa precisa acompanhar esses aumentos, para que não haja um comprometimento da capacidade de manutenção das empresas que, consequentemente, afetaria a qualidade do serviço”, argumentou o empresário.

Durante a reunião, foi apresentado os índices de reajustes já aprovados em outras cidades do país, a exemplo de Aracaju (R$ 4,00), Belo Horizonte (R$ 4,50) e São Paulo (R$ 4.30). “Tivermos sucessivos aumentos de diesel ano passado, que responde por quase 30% dos custos operacionais, além do reajuste do salário dos motoristas que passou de R$ 2.670,00 para R$ 2.800,00”, disse o diretor do Sintur, Isac Júnior Moreira, lembrando que 42,5% do custo do sistema é referente a folha de pessoal. Para se ter ideia deste impacto, basta lembrar que para cada ônibus em circulação é necessário cerca de 5,5 operadores.

Além do superintendente da Semob, Adalberto Araújo, que atua como presidente do Conselho de Mobilidade Urbana, o Sintur-JP, a Seplan, Seman, Seinfra, Secretaria de Educação e Cultura, Secretaria Executiva de Orçamento Participativo, Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Sindicato dos Motoristas da Paraíba, Sindicato Intermunicipal dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários, Taxistas, Caminhoneiros, Escolares e Auxiliares de Condutores (Sindtáxi), Conselho Metropolitano de Carteiras, Conselho Universitário de Carteiras DCE/Unipê, DCE/UFPB participaram da reunião.

Operadores de ônibus de João Pessoa encerram treinamento que trabalhou a harmonização e convivência entre ônibus e ciclistas

Posted on

 

Ao longo deste ano, nenhum dos acidentes envolvendo ônibus e ciclistas ou motociclistas em João Pessoa foi provocado por imprudência ou negligência dos motoristas das empresas de ônibus da cidade. Esse dado divulgado nesta sexta-feira (28), durante o encerramento do terceiro ciclo do Programa de Humanização de Operadores do Sistema de Transporte Coletivo da Capital, ilustra bem a importância da capacitação dos motoristas na busca de um sistema de transporte coletivo que conviva, cada dia mais, harmonicamente com pedestres, veículos pequenos e ciclistas.

O programa, lançado há três anos pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP), encerrou sua terceira etapa, desta vez,  com foco em ações direcionadas para melhorar a convivência entre ônibus e ciclistas. Na manhã desta sexta-feira, representantes da Semob, das empresas de ônibus e do Sest/Senat, parceiros da iniciativa, além de operadores dos dois consórcios que operam na cidade (Navegantes e Unitrans), se reuniram para fazer o fechamento dos trabalhos que, este ano, envolveu a participação nas capacitações de 1031 profissionais, das seis empresas de ônibus da cidade. Os treinamentos começaram no dia 22 de março e terminaram no dia 22 de dezembro, sempre uma vez por semana, todas as sextas-feiras, com turmas pela manhã e à tarde. Tanto o curso, como o encerramento foi feito na Estação Ciências, no Altiplano.

A psicóloga da Semob, Sandra Araújo, destaca que essa etapa do Programa incluiu uma parte teórica e outra prática. “Na parte teórica, os profissionais revisaram regras básicas de convivência no trânsito, as normas gerais de circulação e conduta baseadas no Código de Trânsito Brasileiro, além de receber dicas, conceitos e soluções práticas que ajudam a resolver conflitos que surgem entre motoristas de coletivos e ciclistas no dia a dia. E na parte prática, eles se colocaram no lugar dos ciclistas e pedestres”, destaca Sandra.

“Esse treinamento foi muito bom, pois ele teve o foco de transformar as pessoas para tornarem o sistema de transporte mais humanizado no que diz respeito a condução dos ônibus e os operadores foram muito receptivos, haja vista já colhermos resultados positivos como o de não registrar acidentes com ciclistas este ano por culpa dos operadores”, destaca Sandra. Ela lembra que o conteúdo da capacitação não trouxe nenhuma novidade em relação às regras já conhecidas dos profissionais, apenas reforçou a necessidade de se ter um olhar mais humanizado e atitudes positivas em situações de conflito no trânsito.

O curso foi elaborado e ministrado por instrutores do SEST/SENAT que é parceiro da Semob no Programa e foi dividido em sete tópicos: O papel do condutor no trânsito; Representatividade dos Ciclistas; Normas gerais de circulação e conduta; A responsabilidade do maior pelo menor; Adote a direção preventiva; Pedestres e condutores de veículos não motorizados e Infrações.

A gerente de capacitação de operadores da Semob, Fátima Araújo, lembra que na parte prática do treinamento,  os profissionais foram para o pátio da Estação e vivenciaram situações cotidianas que acontecem nas ruas entre ônibus e ciclistas, só que no papel de ciclistas. Freadas bruscas e próximos das bicicletas, ultrapassagens, situações de perigo, de iminência de batida foram algumas das situações vivenciadas pelos profissionais. “Essa inversão de papéis fez com que eles percebessem o perigo e passassem a encarar os ciclistas de uma outra forma e, a partir daí, passaram a ter uma direção mais preventiva e defensiva, além de mais humanizada e a julgar pelos resultados que obtivemos, isso foi bem assimilado”, afirma Fátima que, na ocasião, agradeceu a participação dos operadores e o apoio das empresas ao Programa.

A gerente de Recursos Humanos da Unitrans, Isabela Maria, e a psicóloga da empresa, Socorro Aragão também participaram do encerramento e entregaram certificados, simbolicamente, a um operador que representou os demais colegas. Isso também foi feito pela diretora da Unitrans, Lorena Dantas, pelo diretor da São Jorge, Marcos Nascimento e pela diretora da Santa Maria, Larissa Nascimento. Para o empresário, o treinamento foi muito oportuno. “Nossos operadores já são muito capacitados e essa qualificação é muito importante e faz muita diferença no dia a dia porque ela dá ainda mais excelência a nossa prestação de serviço. Hoje é um momento de agradecer o empenho e dedicação de todos os operadores que fazem do sistema de transporte de João Pessoa um dos melhores do país”, disse Marcos Nascimento.

A diretora da Unitrans, Lorena Dantas, parabenizou a Semob pela iniciativa e os operadores pelo empenho e dedicação aos treinamentos. “Quero agradecer a todos vocês pelo comprometimento e mais ainda por se mostrarem abertos para se desenvolver não apenas como profissionais, mas, também como pessoas, pois isso é muito importante e mais ainda no segmento onde a gente atua que é o de transportar vidas”, disse Lorena. A diretora da Santa Maria, lembrou que a linha de frente das empresas são os operadores e que é importante que eles estejam capacitados e motivados. “Vocês enfrentam o dia a dia com muita competência e são vocês que fazem o ‘gol’, nós, da retaguarda, damos um suporte importante, mas são vocês que lidam com os nossos passageiros e quanto mais capacitados estiverem, melhor será nossa prestação de serviço”, destacou Larissa, lembrando que a boa mobilidade das cidades está relacionada a um bom sistema de transporte público e que o de João Pessoa faz a diferença.

No encerramento do programa, houve ainda o sorteio de três bicicletas doadas pela empresa São Jorge e a apresentação de um vídeo que provocou uma reflexão sobre a importância do amor e gentileza entre as pessoas. O motorista da São Jorge, Humberto Antônio Soares, falou em nome dos colegas. “Foi muito gratificante esse aprendizado, pois além de valorizar nossa profissão, ainda nos ensinou coisas que farão com que a gente atue ainda mais capacitado, afinal, transportamos vidas e isso aumenta muito a nossa responsabilidade”, disse ele. O diretor de operações da Semob, Cristiano Queiroz, que estava acompanhado do superintendente do órgão, Adalberto Araújo, destacou a importância do Programa na mudança de comportamento dos operadores e assegurou que ele continuará em 2019.