Jeová Campos

Campanha de Jeová Campos ganha expressividade no Vale do Mamanguape com apoio de importantes lideranças da região

Posted on

Candidato a um novo mandato para Assembleia Legislativa, Jeová Campos (PSB), recebeu na noite desta terça-feira (11) expressivas demonstrações de apoio a sua postulação de retomar a ALPB, a partir de 2019. Um encontro com lideranças do Vale do Mamanguape, que teve como anfitrião o vereador, Crisanto Cavalcante (PSB), reuniu mais de 400 pessoas que foram conhecer o parlamentar, suas ações políticas e as propostas para um possível terceiro mandato.

Participaram do momento, o ex-prefeito de Capim, Edvaldo Freire, o ex-vice-prefeito de Cuité de Mamanguape, Helhinho e o ex-vereador de Sapé e advogado, Garibaldi Pessoa, além do líder da bancada de oposição na Câmara Municipal de Capim, Neto Chaves (MDB).

“Quero agradecer a Crisanto, a família dele, a Neto, aos amigos que se fizeram presentes neste encontro que se constituiu numa reunião muito positiva, agradável e prazerosa. Cada dia que passa, nesta minha caminhada, tenho tido gratas e maravilhosas surpresas e a certeza de que os paraibanos estão me enxergando como um legítimo representante na ALPB”, disse Jeová, agradecendo a presença e apoio dos presentes.

Na ocasião, o parlamentar fez uma retrospectiva de seu mandato, reiterou seus compromissos e falou como pretende atuar e das ações que vai defender num possível terceiro mandato. E não é só na região do Vale do Mamanguape que a campanha de Jeová se consolida, se expande e ganha força. No sertão, região onde ele tem uma atuação mais forte, ele tem conseguido arregimentar muitos apoios, assim como no litoral e região metropolitana de João Pessoa. A expectativa é que ele seja um dos mais bem votados nas próximas eleições, pelo menos, isso é o que aponta pesquisas internas e as demonstrações de carinho e apoio que ele vem recebendo e que crescem, espontaneamente, dia após dia.

Por que 145 pessoas que estavam na mesma situação jurídica de Lula tiveram direito de candidatar-se e a ele isso foi negado? questiona Jeová

Posted on

“Em 2016, 145 pessoas foram candidatas e estavam na mesma situação jurídica de Lula e se candidataram sob efeito de liminares, liminares essas concedidas pela Justiça eleitoral e pelo Supremo Tribunal Federal e tiveram seu direito preservado. Destes 145, 98 foram eleitos e continuam a exercer seus cargos até hoje, sob efeito de liminares, mas não tiveram seu direito de poder colocar seus nomes para que o povo os escolhessem. Por que foi diferente com Lula?”, questionou hoje (12), o deputado estadual Jeová Campos (PSB), durante discurso na tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba.

“Ai eu pergunto: por que esses cidadãos tiveram seu direito preservado e por que que Lula não teve? Qual é a resposta do TSE? A verdade,  que dói demais, é ver a Justiça atuando como partido e também parte do Ministério Público”, disse o parlamentar. Em seguida, Jeová criticou a postura da Rede Globo e de outros veículos de comunicação que, segundo ele, ‘estimulam essa vergonha nacional e ajudam a disseminar inverdades’.

Segundo o parlamentar, esse episódio do Supremo Tribunal Federal (TSE) que proibiu o ex-presidente Lula ser candidato à Presidência da República coloca a Justiça Eleitoral e a Justiça Brasileira na maior e na mais profunda crise da história do judiciário brasileiro. “O judiciário está exposto, com fissuras abertas e sangrando profundamente”, disse o deputado, que também é advogado.

De acordo com o deputado, cabe ao povo brasileiro não aceitar essa intervenção branca do judiciário brasileiro e a massificação de informações distorcidas dos grandes veículos de comunicação. “Vamos reagir e dar a resposta nas urnas e eleger Haddad. Peço a todos os meus companheiros, que seguem minha orientação política, para que façam essa opção porque não podemos conviver com 12 milhões de desempregados, com programas importantes como o Bolsa Família tendo seus recursos reduzidos, com a redução de investimentos em setores fundamentais como Saúde e Educação”, destacou ele.

O parlamentar mostrou preocupação com a descrença de boa parte dos eleitores, mas, reiterou que não se deve perder a esperança e achar que não tem mais jeito. “Tem jeito sim, é só lembrar que quando Lula assumiu o primeiro mandato, o maior problema do país era o desemprego e, em 2012, depois de uma década de PT, o Brasil exibia o menor índice de desemprego da história deste país. Se formos analisar os índices do pais, a partir de uma análise meramente técnica e numérica, constatamos que o pais avançou e muito em seus indicadores, sobretudo, econômicos e sociais. É preciso crer neste caminho de novo, é preciso injetar crédito na pequena atividade produtiva, é preciso que o povo brasileiro volte a sonhar e isso será possível com Haddad”, finalizou Jeová.

Jeová Campos propõe audiência com o TRT para debater fechamento de Vara de Trabalho e convida prejudicados a comparecer ao debate

Posted on

 

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) que, recentemente, foi decisivo na articulação que contribuiu para o Tribunal de Justiça da Paraíba decidir arquivar o projeto de desinstalação de Comarcas na Paraíba, coloca-se novamente numa frente de embate em defesa dos direitos dos cidadãos paraibanos. Desta vez, o parlamentar está propondo a realização de uma Audiência Pública, com representantes do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região, se posicionando contra o fechamento da 17ª Vara do Trabalho, em Cajazeiras. O presidente da seccional da OAB, em Cajazeiras, Airton Gonçalves de Abrantes, reforçou o pedido do parlamentar e encaminhou documento à ALPB pedindo que a Casa lidere um movimento pelo não fechamento da Vara.

De acordo com Jeová, se isso for colocado em prática vai prejudicar muitos paraibanos, especialmente, a população de Cajazeiras e de municípios circunvizinhos. “Estão querendo fazer na Justiça do Trabalho o que se pretendia fazer com a extinção de comarcas.  Isso faz parte de uma política nacional de reduzir zonas eleitorais, comarcas e agora vara do trabalho. Isso é muito grave, pois quando se fecha as portas da Justiça, automaticamente, se abre uma grande injustiça”, destacou Jeová. A 17ª Vara fica localizada na cidade de Cajazeiras, mas sua área de abrangência atinge muitos municípios da região sertaneja do estado, a exemplo de Bonito de Santa Fé e Uiraúna.

 “O fechamento desta Vara vai comprometer as ações trabalhistas de uma maneira muito ampla e não vai apenas prejudicar os empregados, mas, também os empregadores, pois ambos terão que sair de Cajazeiras para produzir suas defesas fora da cidade”, esclarece Jeová, que nesta terça-feira (11), protocolou o requerimento         Nº 9.351, para realização da Audiência Pública. Além do TRT, o parlamentar pretende convocar também representantes do Tribunal Superior do Trabalho, da OAB, e de outras instituições e entidades afins.

Militância da candidatura de Jeová Campos era maioria dos mais de 15 mil presentes ao ato político realizado neste domingo em Cajazeiras

Posted on

A força da militância do deputado estadual Jeová Campos (PSB), que tenta a renovação de seu mandato na ALPB, fez a diferença no ato político realizad9o na noite deste domingo (09), em Cajazeiras. Boa parte das mais de 15 mil pessoas que compareceram ao evento, realizado no bairro das Capoeiras e que contou com a presença do candidato do PSB ao Governo do Estado, João Azevêdo, dos postulantes ao senado, Veneziano Vital do Rêgo e Luiz Couto, além de Gervásio Maia, que disputa uma vaga na Câmara Federal e faz dobradinha com Jeová no município, eram eleitores de Jeová.

Querido pelos cajazeirenses, porque é filho da terra e tem uma forte atuação na região, Jeová era saudado, abraçado e recebeu inúmeras declarações de apoio e voto. “Estou muito feliz com essa receptividade ao nosso grupo político. O povo Já percebeu que é preciso continuar com esse grande trabalho pela Paraíba e que só há uma forma de nosso estado continuar avançando que é com os candidatos apoiados por Ricardo”, destacou Jeová.

Durante os discursos, Jeová e Gervásio Maia, reiteraram publicamente o compromisso que têm com questões importantes para a região, a exemplo da luta pela implantação do Hospital Geral Universitário do Sertão, em Cajazeiras, o asfaltamento da estrada de Boqueirão, a implantação do polo de confecções de Cajazeiras, da UTI Neonatal e ainda de construir uma política nova para a agricultura familiar da Paraíba sob a perspectiva de uso das águas que chegarão ao sertão, a partir da conclusão das obras do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco.

O ato político em Cajazeiras culminou com o término de mais uma Caravana do Trabalho, que percorreu várias cidades do Alto Sertão paraibano, na semana passada. Antes do comício, os candidatos fizeram uma carreata que ao passar pelas principais ruas da cidade era saudada com gritos de ‘o trabalho vai continuar’ e ‘João é o melhor’. “Quero agradecer a receptividade do povo cajazeirense, desta cidade que ensinou a Paraíba a ler e também está ensinando a Paraíba a fazer política, ao escolher o lado do trabalho nestas eleições”, disse João Azevêdo.

Entrega de Comenda Verde a pessoas que se destacam na defesa do Meio Ambiente reforça que tema não deve se restringir a ambientalistas

Posted on

A preocupação com o Meio Ambiente e também do uso das energias renováveis não deve se restringir à pessoas ou entidades que lutam pela preservação da natureza e suas fontes esgotáveis ou não de energia. Esse é um assunto que deve estar em pauta em todos os setores da sociedade, especialmente, daqueles que se preocupam com o futuro do planeta e, consequentemente, com a qualidade de vida dos seres vivos que nele habita. Essa foi a principal mensagem da sessão solene de outorga da Comenda Verde, realizada nesta quinta-feira (06), pela Assembleia Legislativa. A iniciativa foi do deputado estadual Jeová Campos (PSB).

“Além de homenagear, reconhecer o trabalho e fazer justiça a uma luta de uma vida inteira em defesa do meio ambiente e do bom uso da energia renovável, o meu objetivo em realizar essa sessão solene era chamar atenção para essa questão que deve interessar a toda a sociedade”, destacou o deputado Jeová ao abrir a sessão, que foi prestigiada pelo deputado federal Luiz Couto e pelo vereador, Marcus Vinicius, que integraram a mesa dos trabalhos, e ainda por professores, pesquisadores e representantes de diversas entidades, além de convidados.

Os homenageados que integram o CERSA – Comitê de Energia Renovável do Semiárido, e têm um vasto currículo tanto como profissionais reconhecidos, como  defensores do Meio Ambiente – Júlio Cesar Nóbrega, Walmeran José Trindade Júnior e Heitor Scalambrini Costa, agradeceram a homenagem e enalteceram a importância de rever a premissa que em nome do crescimento e desenvolvimento tudo seja permitido, inclusive, a destruição do meio ambiente.

“Estamos recebendo sinais que a Terra está reagindo negativamente a quantidade de gás emitidos, principalmente oriundos dos combustíveis fósseis, que causam o efeito estufa. O aquecimento global tem provocado aumento na frequência e intensidade dos desastres naturais e a concentração de CO2 na tênue atmosfera que nos protege está por demais elevado”, alertou Heitor Scalambrini, lembrando que a temperatura do planeta deverá crescer de 2 a 3 graus centígrafos até o final do século e isso provocará a aceleração do degelo, tempestades mais violentas, impactos graves sobre a biodiversidade e a inevitável extinção de espécies. Na opinião de Scalambrini, que é físico e doutor em energética, as mudanças climáticas e o aquecimento global são os maiores desafios a serem enfrentado nos próximos anos.

O professor titular do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Walmeran José Trindade, iniciou seu discurso destacando que ficou meio desconfiado quando o deputado Jeová Campos se aproximou do CERSA, mas, que com o tempo e a conduta do parlamentar percebeu que o objetivo não era se aproveitar da imagem do Comitê, mas, agregar valor à causa e a defesa do bom uso da energia renovável. “Jeová ganhou minha confiança porque abraçou a luta por uma energia mais limpa, mais democrática, mais justa e tem feito um bom trabalho neste sentido”, disse Walmeran, lembrando que desde 2002, época da introdução do curso de eletrotécnica, no IFPB, ele trata do assunto de energias renováveis. O professor aproveitou e fez uma ressalva em relação a como a propaganda de campanha de Jeová o denomina. “Você não é só o deputado das águas, como tão bem destaca sua propaganda eleitoral, mas, eu acrescentaria também o da energia”, disse ele, agradecendo a homenagem.

Já Cesar Nóbrega, que iniciou seu discurso com um poema de Roberto Valbério que entre as estrofes destacava que ‘o sol que castiga é o mesmo sol que gera a vida’, lembrou que a energia não pode ser encarada como uma mercadoria, porque ela é um bem essencial. “A energia deve ser produzida de forma descentralizada, distribuída de forma racional e democrática e deve ser vista e tratada como um bem essencial, cujo valor chega a ser até imaterial”, disse César, lembrando a importância do papel do CERSA na cobrança de políticas públicas e ações que propiciem um melhor aproveitamento das potencialidades energéticas do Semiárido. Reiterando como o trabalho do Comitê é referência, ele destacou que entre os dias 09 e 17 de outubro, a Paraíba, sediará uma oficina de montagem do sistema fotovoltaico. A capacitação acontecerá na cidade de Cajazeiras.

No final da solenidade, que teve ainda falas do deputado federal Luiz Couto e do vereador, Marcus Vinícius, ambos reforçando a importância do aproveitamento das energias renováveis e de políticas públicas que preservem o patrimônio ambiental do país, Jeová disse que estava muito alegre de poder ter feito uma justa homenagem aos integrantes do CERSA. “Essa comenda simboliza um ato de reconhecimento e de justiça com o belo e importante trabalho desenvolvido pelos três homenageados, em nome de quem eu saúdo todos os demais que lutam para preservar o meio ambiente e melhorar a vida em nosso planeta”, disse o parlamentar, encerrando a sessão.

Os homenageados

          Júlio Cesar Nóbrega, natural de Sousa-PB, é advogado atuante, especialista em gestão ambiental para o semiárido nordestino, militante ecossocialista, articulador do movimento cidade semiárida, membro do Comitê de Energia Renovável do Semiárido – CERSA, profundo conhecedor da região semiárida brasileira e do projeto do PIVAS, um dos primeiros defensores da transposição de águas do Rio São Francisco para os Estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte, e acima de tudo, um defensor intransigente do meio ambiente sustentável.

          Walmeran Jose Trindade Junior, possui graduação em engenharia elétrica pela Universidade Federal da Paraíba (1991), mestrado em engenharia elétrica pela Universidade Federal da Paraíba (1994) e doutorado em engenharia elétrica pela Universidade Federal da Paraíba (2001). Atualmente é professor titular do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. Tem experiência na área de engenharia elétrica, com ênfase em Transmissão da Energia Elétrica, Distribuição da Energia Elétrica, atuando principalmente nos seguintes temas: harmônicos, circuitos não-lineares, qualidade da energia elétrica, distribuição de energia elétrica, geração distribuída.

Heitor Scalambrini Costa é graduado em física pela Universidade de Campinas/SP, mestrado em Ciências e Tecnologias Nucleares na Universidade Federal de Pernambuco e doutorado em energética – Université d’Aix-Marseille III (Droit, Econ. et Sciences (1992). Atualmente é professor associado da Universidade Federal de Pernambuco. Tem experiência na área de engenharia elétrica, com ênfase em desenvolvimento rural, atuando principalmente nos seguintes temas: aplicações da conversão fotovoltaica, política energética, desenvolvimento sustentável, relação energia-meio ambiente. Atua mais recentemente na área de design de produtos e “lighting design” utilizando energia solar fotovoltaica.

Deputado Jeová Campos vai propor Voto de Aplauso ao governador pela inauguração do Hospital do Bem em Patos

Posted on

“O Hospital do Bem fará um bem danado à Paraíba, especialmente, aos pacientes que são acometidos desta doença que carrega em si, sobretudo, muitas incertezas. Essa unidade que era esperada com muita esperança pelos pacientes do sertão do Estado agora é uma realidade graças ao compromisso e determinação do governador Ricardo Coutinho que tem feito uma verdadeira revolução na área de saúde equipando o Estado com hospitais referência, a exemplo do Metropolitano, em Santa Rita, e agora o Hospital do Bem, em Patos”, destacou hoje (04) o deputado estadual Jeová Campos, ao anunciar que vai propor um Voto de Aplauso na ALPB ao governador pela obra que vai mudar a dinâmica do tratamento oncológico na Paraíba.

O parlamentar, que não é muito afeito a esse tipo de distinção, explica que vai abrir uma exceção para o governador porque entende que a inauguração do primeiro hospital de média e alta complexidade em oncologia, numa cidade do interior do Nordeste, justifica essa homenagem. “A disponibilidade deste tipo de tratamento que é muito caro, pois tudo nesta área exige altos investimentos, mais próximo do domicilio das pessoas que não mais precisarão se deslocar para fazer tratamento em Campina Grande ou João Pessoa, além de diminuir o sofrimento, ainda gera empregos, movimenta a região e, sobretudo, traz mais dignidade aos pacientes, especialmente, numa estrutura como a do Hospital do Bem.

Segundo o deputado que ainda não teve a oportunidade de conhecer in loco a unidade, mas já viu fotos de todos os setores divulgadas pela Imprensa e que, recentemente, teve alta de um tratamento feito no Hospital Laureano, em João Pessoa, é um privilégio para a Paraíba ter um governador que prioriza setores que fazem a diferença na vida das pessoas, como saúde, educação e infraestrutura e que mesmo em tempos de crise e com a retaliação do governo federal na remessa de recursos consegue entregar à população obras tão importantes como essa do Hospital do Bem.

Ainda de acordo com o parlamentar, esse é um momento propício para se lembrar da grande responsabilidade que tem os paraibanos nas próximas eleições. “No dia 07 de outubro, nós teremos a chance de dar continuidade a um projeto político que dotou a Paraíba de equipamentos, estradas, iniciativas de desenvolvimento, de unidades educacionais, de novos hospitais, além de uma infinidade de intervenções e ações que melhoraram nosso estado. É optar pela continuidade deste projeto ou voltar a um passado que a gente não gosta nem de lembrar”, finalizou o deputado.

Deputado Jeová Campos se solidariza com a luta dos funcionários da Cagepa e abraça causa do Sindiágua-PB contra privatização

Posted on

O deputado estadual Jeová Campos (PSB), que está no sertão do Estado, e não pôde comparecer ao ato público promovido pelos dirigentes do Sindiágua-PB, nesta manhã de quinta-feira (30), se fez representar no evento pelo seu filho, o advogado Vitor Campos que usou o parlatório da ALPB, onde foi realizada a manifestação, para reiterar o apoio de Jeová a essa causa e a todas as outras que tirem direitos dos trabalhadores e comprometam instituições e entidades importantes da sociedade.

“Quero parabenizar os Cagepianos e a direção do Sindiágua pela resistência a esse golpe que feriu a democracia brasileira e pretende privatizar bens que são do povo. Água e saneamento básico não podem ser entregues aos especuladores. Sou contra  a Medida Provisória 844 que pretende entregar ao capital especulativo o que é do povo”, disse Jeová, em mensagem postada em suas redes sociais.

Vitor Campos reforçou a mensagem do deputado e ao usar o parlatório lembrou que água não tem preço, mas valor. “Esse governo Temer que está ai não nos representa, é um governo golpista, que não defende o povo e suas causas e não tem compromisso com questões essenciais da população como água e saneamento básico. Esses itens não têm preço, mas valor para a sociedade. Lutemos contra essa MP e o mandato de Jeová, podem ter certeza, está do lado de vocês. Podem contar com ele”, reiterou Vitor Campos.

Ato de campanha de Jeová Campos em Cajazeiras reascende as esperanças de que nem tudo está perdido na política

Posted on

 

 Era para ser uma atividade rotineira de campanha, certamente, com grande expectativa de público, porque além de ser da região, ter sido sempre bem votado na localidade, o deputado estadual e candidato a um novo mandato na ALPB, Jeová Campos (PSB) é um político respeitado e muito querido, mas o que se viu nas ruas do bairro de São Francisco, em Cajazeiras, na noite desta quarta-feira (29), superou expectativas e vai ficar registrado com um dos momentos mais lindos desta caminhada do parlamentar junto com seu eleitorado, sua militância e os simpatizantes de sua candidatura.

Sorrisos largos, abraços sinceros, afagos espontâneos, palavras de apoio, manifestações de carinho, olhares vibrantes e um entusiasmo que há muito não se via nas pessoas com a política e os políticos, salvo raras exceções. E Jeová provou neste ato de campanha, realizado com apoio dos vereadores Marcos Barros e Alysson Voz e Violão, além de outros políticos e lideranças da região, que é, de fato, um político diferenciado, que pode andar no meio do povo sem receio e que não precisa fazer poses caricatas para aparecer bem na foto.

O que se viu no bairro de São Francisco, nos discursos e nas manifestações de apoio, foi um povo que reconhece o trabalho deste parlamentar que, diuturnamente, defende e cobra a conclusão das obras do projeto de integração do Rio São Francisco, que critica as reformas propostas pelo governo federal de tirar direitos dos trabalhadores, que busca caminhos para fortalecer o polo têxtil de Cajazeiras, que se colocou contra o fechamento de comarcas na Paraíba, que tem projetos que mudaram a realidade das pessoas para melhor, enfim, que trabalha, honra o mandato, concilia discurso e prática e que, sobretudo, não se locupleta da política e faz de seu mandato uma força transformadora da sociedade.

As muitas pessoas, crianças, jovens, adultos e idosos que participaram na noite desta quarta-feira do ato político promovido em prol da candidatura de Jeová Campos nem se importaram que a ação tenha acontecido à noite, no meio da rua, num dia de semana, sem nenhuma grande estrela partidária, nem atrativos musicais. A presença marcante deste político honesto, trabalhador, incansável na defesa dos mais humildes e que honra o privilégio de representar os paraibanos no parlamento estadual, bastava por si só. Elas foram ouvir o discurso dele e reiterar o apoio para reconduzí-lo a mais um mandato. Simples assim, como deveria ser, mas, infelizmente, em meio a tantos escândalos, ir prestigiar seu representante político, com tanto entusiasmo, alegria e esperança, se torna cada vez mais um ato raro de se ver.

Com Jeová é diferente. Foi ontem no bairro de São Francisco e será sempre, por onde ele caminhar, porque embora nem tudo na vida seja retilíneo, a trajetória política de Jeová o é e o povo reconheceu isso ontem e reconhecerá sempre, principalmente, no dia 07 de outubro quando for votar e confirmar o 40456!

Deputado Jeová defende implantação de laboratório de histopatologia e ampliação do teste do pezinho na rede estadual de saúde

Posted on

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta terça-feira (28), durante o pequeno expediente, para lembrar do empenho dele junto a Secretaria de Saúde e em entendimento com a direção do Hospital Napoleão Laureano, para viabilizar a implantação de um laboratório de histopatologia no Laureano. O parlamentar também destacou a importância da ampliação do teste do pezinho na rede pública de saúde. Essa última proposta é, inclusive, objeto de um Projeto de Lei da autoria de Jeová.

“O laboratório de histopatologia permitirá que a Paraíba passe a ter tecnologia adequada para fazer o que se chama de compatibilidade, para efeito de transplante de órgãos. Atualmente, é feita a coleta aqui na Paraíba, mas a análise do material é feita em um laboratório em Barretos, São Paulo”, destacou o parlamentar. Na semana passada, Jeová conversou com a secretária de Saúde da Paraíba, Claudia Veras, para tratar desta pauta. Ele disse ainda que a sede do futuro laboratório, com mil metros de área, já está sendo construída, em João Pessoa.

Ainda segundo Jeová, para viabilizar o laboratório é preciso que a Comissão tripartite na SID acolha a reivindicação de destinar parte dos exames que hoje são encaminhados para Barretos para serem realizados na Paraíba. “Essa questão é muito positiva e muito promissora e eu acredito que isso será aprovado pelos membros da Comissão”, disse o parlamentar, adiantando que a secretária Cláudia Veras se comprometeu a incluir na pauta da Comissão, em outubro, a apreciação desse pedido de credenciamento do laboratório que funcionará na Paraíba.

Outra questão levantada pelo deputado na sessão desta terça-feira foi a ampliação do teste do pezinho na modalidade ampliada, em toda a rede estadual de saúde. Hoje, segundo Jeová, o teste do pezinho diagnostica apenas nove doenças e com a ampliação ele poderá identificar até 30 patologias. “Nós defendemos que essa política pública de saúde seja adotada na rede estadual da Paraíba tanto que temos um Projeto propondo essa ampliação”, finalizou o parlamentar.

Deputado Jeová Campos foi convidado e aceitou assumir coordenação da campanha de Lula no sertão da Paraíba

Posted on

 

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) foi convidado pela direção do Partido dos Trabalhadores e vai assumir a função de coordenador da campanha de Lula à Presidência da República no sertão paraibano. O parlamentar, que está em campanha por um novo mandato na ALPB, aceitou o desafio e, a partir de hoje (23), vai conciliar suas andanças em busca de votos com a responsabilidade de coordenar a campanha do favorito nas pesquisas eleitorais ao Palácio do Planalto.

“Muito me honra essa convocação porque eu sempre defendi a participação de Lula como candidato, avalio que ele é o melhor nome que está posto ai e sempre disse que para o Brasil ter eleições livres é preciso que se deixe Lula concorrer, portanto, essa missão, que assumo agora, além de me alegrar não me sobrecarrega porque eu já vinha fazendo isso voluntariamente e agora o farei também como coordenador”, afirma Jeová que, nesta quinta-feira cumpre agenda junto com o candidato a vice-presidente da chapa de Lula, Fernando Haddad, em João Pessoa.

Pela manhã, no Clube Cabo Branco, Jeová participou de um encontro de Haddad com professores e militantes. Na ocasião, Haddad reiterou que o PT ainda espera que Lula possa concorrer às eleições. “Eu não sou o candidato, sou vice na chapa de Lula e espero que o TSE decida baseado no que orientou a ONU e não no que quer o governo Temer e seus aliados”, destacou Haddad. Ele lembrou ainda que o PT queria uma composição com o PDT de Ciro Gomes, mas que o partido decidiu por candidatura própria e que o PT respeita essa decisão e espera compor com o PDT num eventual segundo turno. À tarde, Jeová foi participar da caminhada com Haddad por eleições livres e com Lula.

No encontro do Clube Cabo Branco ainda estavam e discursaram o governador Ricardo Coutinho, os candidatos a senador, Veneziano Vital do Rêgo e Luiz Couto e  o candidato ao governo da Paraíba, João Azevedo. Em todas as falas, a importância da participação de Lula no pleito, os avanços sócio econômicos e sociais dos governos do PT e a importância de eleger políticos comprometidos com a Paraíba, a democracia e a defesa da soberania nacional. Estudantes e professores também se manifestaram no início do encontro.