Hospital do bem

Hospital do Bem realizou mais de 3 mil atendimentos em 2019

Posted on

O Hospital do Bem – unidade de oncologia do Sertão, que integra o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos, está cumprindo sua missão de acolher e tratar os pacientes de câncer no interior do Estado. Absorvendo boa parte do contingente de pessoas que antes da unidade só tinham a opção de tratamento de câncer em Campina Grande ou em João Pessoa, o Hospital contabilizou, a longo de 2019, a realização de 1.296 sessões de quimioterapia, 3342 consultas por especialidades e ainda 534 cirurgias, em pacientes de 84 municípios do sertão paraibano.

O Hospital tem atendimento ambulatorial, tratamento quimioterápico e cirúrgico, para quatro tipos de câncer: pele, próstata, mama e colo de útero. A sala de quimioterapia da unidade tem capacidade para atender dez pacientes simultaneamente. Das 3342 consultas por especialidade, a maior parte delas foi de Oncologia Clínica, com 1.939 casos, seguido de Mastologia com 419, Colo Uterino com 407, Pele com 391 casos e Urologia com 186.

A diretora geral do Complexo, Liliane Sena, reitera a importância do Hospital do Bem no atendimento de pacientes próximos de suas cidades. “Antes da disponibilidade de nossos serviços, os pacientes oncológicos do interior viviam uma dura rotina de ter que se deslocar cerca de 350 km até a Capital ou Campina Grande, para realizarem seus tratamentos. Com a disponibilidade dos serviços oncológicos de média e alta complexidade em Patos, esse tratamento pode ser feito mais próximo da residência dos pacientes, o que impacta positivamente na melhoria da qualidade de vida dessas pessoas, que não mais precisam enfrentar o tratamento, seguido do desgaste do deslocamento destas viagens muito longas, tendo toda a assistência necessária no Hospital do Bem que segue os mesmos protocolos de hospitais que tratam o câncer”, destaca Liliane.

Hospital do Bem, lembra Liliane, só atende pacientes regulados, ou seja, com consultas e procedimentos já agendados previamente, via Secretarias de Saúde dos municípios, através da Central de Regulação do Estado. Desde que foi fundado, em 03 de setembro de 2018, os tipos de maior incidência de câncer atendidos na unidade foram os de mama e colo uterino.

Público já pode ver a exposição ‘Bruta Flor’ no hall do Hospital do Bem em Patos

Posted on

Ressignificar o sofrimento e angustia de mulheres que fazem tratamento contra o câncer de mama transformando esse processo de cura em arte e mostrar que a beleza existe e resiste mesmo em condições adversas. Essa é a tônica da exposição fotográfica ‘Bruta Flor’ que utilizou como personagens 13 pacientes do Hospital do Bem, de Patos, que fazem tratamento contra câncer de mama na unidade. A mostra, que já foi exposta em uma Livraria na cidade, está exposta a partir desta quinta-feira (26) ao hall de entrada do Hospital do Bem e pode ser apreciada pelo público no horário comercial. As fotos das pacientes foram feitas pela fotógrafa Thayse Gomes e ficarão expostas na unidade até o início de janeiro.

A diretora geral do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC), Liliane Sena, disse que ter a mostra na unidade é uma forma de prestigiar não apenas as pacientes que se tornaram personagens da exposição, mas todas as outras que não se deixam abater pelo diagnóstico. “Essa exposição é uma espécie de resgate da autoestima dessas mulheres que se reinventam e se reencontram consigo mesma e mesmo com o sofrimento de um tratamento oncológico não se deixam abater pela doença e descobrem que continuam belas, pois as fotos valorizam de uma forma muito singular a beleza dessas mulheres que ressignificam o sofrimento com o sorriso, com a alegria de viver. Portanto, a mostra é uma homenagem a essas mulheres de fibra”, destaca Liliane.

A mostra foi uma iniciativa da médica Marcília Lopes que produziu, em parceria com a ONG ‘Amigas Viva a Vida’, um calendário com as modelos paciente. Como o resultado ficou muito bonito, o projeto inicial foi ampliado para uma exposição itinerante. Os calendários com as fotos estão à venda e toda a renda é revertida para a ONG ‘Amigas Viva a Vida’, uma entidade bem atuante em Patos que dá um suporte multiprofissional, incluindo de acolhimento em sua sede, às pacientes que se tratam no Hospital do Bem.

Hospital do Bem realiza 160 cirurgias no serviço de mastologia

Posted on

O Hospital do Bem – unidade de oncologia do Sertão, que integra o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos, está cumprindo seu papel de acolher e tratar os pacientes de câncer no interior do Estado. Na área de Mastologia, por exemplo, a unidade já contabiliza a realização de 160 procedimentos cirúrgicos, em 42 semanas de atividades deste setor, o equivalente a uma média de três intervenções/semana neste período. Além disso, no primeiro ano de funcionamento, o Hospital realizou 759 sessões de quimioterapia, 3331 consultas ambulatoriais, 726 internamentos e ainda 422 cirurgias em pacientes de 80 municípios do interior.

Dados do serviço de Mastologia atestam que foram realizadas na unidade 77 cirurgias, 20 mastectomias radicais (quando é retirado ambas as mamas), 17 mastectomias simples com biopsia de sentinela (técnica que permite um estadiamento linfonodal mais acurado e sem a morbidade de uma linfadenectomia total ou radical), oito quadrantectomias com biopsia de sentinela, seis esvaziamentos axilares e ainda 32 setorectomias (excisão de ductos, biopsias incisional e excisional).

Mastologista do Complexo, o médico Thiago Pereira, reitera a importância deste serviço numa unidade no sertão do Estado e reforça a forma acolhedora e humanizada como os pacientes do Hospital do Bem são atendidos, lembrando que os bons resultados espelham o trabalho de uma equipe comprometida. “Esses dados só foram alcançados porque há toda uma equipe comprometida com o melhor atendimento possível aos pacientes e aqui eu aproveito para agradecer a todos que fizeram com que isso acontecesse. Ao anestesista Augusto Márcio, sempre empenhado na realização das cirurgias, além de muito zelo e profissionalismo. Ao nosso corpo de enfermagem que, diante de todas as dificuldades da nossa superlotação, consegue dar uma grande assistência aos nossos pacientes, com humanização e amor. A Thiago Viana, que sempre resolve o que se pede, com boa vontade, simpatia e educação e sei que também é assim com as pacientes. A Keyla Montenegro que também se empenha para resolver problemas além de sua obrigação, como buscar junto aos secretários municipais de saúde o transporte para quem precisa. As recepcionistas que são defensoras dos pacientes e fornecem até os seus telefones, fazendo um elo importante entre eles e o serviço e a nossa diretora, Liliane Sena, que tem um coração de mãe e se desdobra para atender da melhor forma possível nossas pacientes”, destacou o médico, lembrando que ainda há coisas por ajustar. “Estamos no começo e com essa equipe tenho certeza que estamos no caminho certo e cresceremos juntos, cada vez mais”, reiterou Dr. Thiago.

A diretora geral do Complexo, Liliane Sena, ressalta a importância do Hospital do Bem no atendimento de pacientes próximos de suas cidades. “Antes da disponibilidade de nossos serviços, os pacientes oncológicos do interior viviam uma dura rotina de ter que se deslocar cerca de 350 km até a Capital ou Campina Grande, para realizarem seus tratamentos. Com a disponibilidade dos serviços oncológicos de média e alta complexidade em Patos, esse tratamento agora é feito mais próximo da residência de nossos pacientes, o que impactou positivamente na melhoria da qualidade de vida dessas pessoas, que não mais precisam enfrentar o desgaste do deslocamento destas viagens muito longas, tendo toda a assistência necessária no Hospital do Bem”, destaca Liliane. Ela lembra que o Hospital do Bem só atende pacientes regulados, ou seja, com consultas e procedimentos já agendados previamente, via Secretarias de Saúde dos municípios, por meio da Central de Regulação do Estado.

Sobre o Hospital – O Hospital tem atendimento ambulatorial, tratamento quimioterápico e cirúrgico, para quatro tipos de câncer: pele, próstata, mama e colo de útero. A sala de quimioterapia da unidade tem capacidade para atender dez pacientes simultaneamente. A unidade tem 25 leitos e disponibiliza ainda diversos exames de ultrassonografia com Doppler; tomografia; colposcopia, colonoscopia, endoscopia; eletrocardiograma; exames laboratoriais e Raio X, que são feitos no Centro de Diagnóstico, que funciona dentro das instalações do Complexo Hospitalar de Patos.

“Aqui, temos do ambulatório à cirurgia, ou seja, toda a assistência necessária para o tratamento de nossos pacientes”, finaliza Liliane. Apenas os pacientes que precisam complementar o tratamento com radioterapia são encaminhados para Campina Grande ou João Pessoa.

Exposição ‘Bruta Flor’ transforma sofrimento em arte e retrata a beleza de pacientes do Hospital do Bem que ainda estão em tratamento

Posted on

Ressignificar o sofrimento e angustia de mulheres que fazem tratamento contra o câncer de mama transformando esse processo de cura em arte e mostrar que a beleza existe e resiste mesmo em condições adversas. Essa é a tônica da exposição fotográfica ‘Bruta Flor’ que utilizou como personagens 13 pacientes do Hospital do Bem, de Patos, que fazem tratamento contra câncer de mama na unidade. A mostra, que está na Livraria Nobel, no Guedes Shopping, até o próximo dia 21, na sequência, com data a ser definida, estará exposta no hall de entrada do Hospital do Bem. Depois segue em exposição itinerante. As fotos foram feitas por Thayse Gomes.

A mostra foi uma iniciativa da dermatologista Marcília Lopes, que produziu para sua Clínica, que leva seu nome, em parceria com a ONG ‘Amigas Viva a Vida’, um calendário com as modelos paciente. Como o resultado ficou muito bonito, o projeto inicial foi ampliado para a exposição que deve passar a ser itinerante, tendo como segundo local de apresentação o Hospital do Bem. Os calendários serão vendidos e toda a renda revertida para a ONG.

A diretora geral do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC), Liliane Sena, foi quem solicitou que a mostra também fosse exposta na unidade. “O resultado ficou muito lindo. As fotografias ficaram maravilhosas e valorizam de uma forma muito singular a beleza dessas mulheres que ressignificam o sofrimento com o sorriso, passando uma mensagem de otimismo diante do enfrentamento de todos os percalços da doença”, destaca a diretora. O Hospital do Bem integra o Complexo e atende não apenas casos de câncer de mama, como de pele, próstata e útero.

A presidente do grupo ‘Amigas Viva a Vida’, Gerusa Delfino, ficou muito contente com o calendário e com o resultado final da mostra e mais ainda com a mensagem que passa a exposição. “Essas fotos passam esperança e alegria, exaltam a beleza dessas mulheres guerreiras e mostra que é possível sorrir e se achar bonita mesmo passado por um tratamento oncológico. Essa mostra é, na realidade, uma fonte de inspiração para todos nós”, disse Gerusa.

Ficha técnica

A fotografa Thayse Gomes foi quem fez as imagens e toda a produção em estúdio, a maquiagem foi Philip Aires e Chaiane Mendes. A iniciativa contou ainda com o patrocínio de Maciel Martins- Cabelos, da Casa Pronta, Pharmapele, Colégio Geo, Rei dos Salgados, Mithus Jóia, Afetto, Carolina Presentes Rebeca da Maison A, Guedes Shopping e Livraria Nobel.

Paciente com tipo raro de câncer de mama recebe diagnóstico de cura após fazer cirurgia e tratamento no Hospital do Bem

Posted on

Essa quarta-feira (04) marca um momento muito especial para a Sra. Marineide de Sousa Lima, 39 anos, da cidade de Pombal, que foi diagnosticada com um tipo raríssimo de câncer de mama: um carcinoma metaplásico de células fusiformes, responsável por menos de 1% dos diagnósticos, sendo, este o 9° caso em todo o mundo. Mas, o marco da data para Marineide, que hoje tocou o sino da cura do Hospital do Bem, não está atrelado ao diagnóstico do câncer, e sim a batalha vencida, ao tratamento de sucesso e a volta por cima, com um recomeço surpreendente. Todo o tratamento da paciente foi feito no Hospital do Bem, em Patos, desde a cirurgia de mastectomia, realizada pelo mastologista Thiago Pereira, logo após a identificação da doença, em junho, e depois todo o acompanhamento das sessões quimioterápicas, pela oncologista, Nayarah Castro. “Eu nasci de novo e só tenho gratidão em meu coração por todos deste hospital”, disse Marineide após tocar o sino.

A médica que acompanhou a Sra. Marineide destaca que o caso dela tem uma importância destacada em função da natureza rara do tumor, o que motivou, inclusive, que equipes de centros oncológicos de São Paulo acompanhassem a evolução da paciente. “O Carcinoma ductal infiltrante é um tipo mais frequentem histologicamente falando em relação aos tumores da mama, porém o tumor de nossa paciente se trata de um carcinoma metaplásico de células fusiformes e por isso ele se tornou especial, além de raro é agressivo e muito provavelmente tem relação genética por conta do histórico familiar dela, que teve sua mãe, uma prima e uma tia acometidos da mesma doença. Diferente de suas parentes que não resistiram à doença, além de ter tido um diagnóstico precoce, ela teve uma abordagem rápida, tanto da cirurgia como o tratamento adjuvante o que culminou com a cura”, disse Dra. Nayarah.

Ainda segundo a médica, após exames específicos que incluíram o Linfonodo Sentinela, que apontou que a doença estava no estágio inicial e localizado, foi feita a cirurgia e, posteriormente, as sessões de quimioterapia que consistiram de 12 aplicações semanais de Carboplatina e Paclitaxel, seguido de mais quatro ciclos de Adriarrubicina, mais Ciclofosfamida, a cada catorze dias. O tratamento quimioterápico foi iniciado no dia 10 de junho e encerrado no dia 13 de novembro. Segundo a médica, o tratamento foi mais intenso exatamente por causa da agressividade do tumor eu necessitava desse tipo de conduta.

O fato da paciente ser jovem, com apenas 39 anos, não ter doenças pré-instaladas como diabetes ou hipertensão, ter sido bem acompanhada, e ter descoberto a doença no estágio inicial, facilitou o sucesso de seu tratamento, segundo a Dra. Nayarah. Ela lembra que cerca de 80% dos diagnósticos de câncer de mama são carcinomas ductais invasivos, que se inicia em um duto de leite, rompe a parede desse duto e cresce no tecido adiposo da mama. “No caso da Sra. Marineide era uma variante muito rara e agressiva, mas com o tratamento adequado conseguimos superar a doença e hoje ela está curada”, reitera a médica.

O exame que identificou o tipo de câncer da paciente foi o imuno-histoquímico (uma biópsia), realizado através do próprio Hospital do Bem. Esse é um método de análise dos tecidos via microscópio para identificar características moleculares das doenças. A análise tem diversas aplicações, como o diagnóstico de doenças inflamatórias, infecciosas e neoplasias, sendo determinante também no prognóstico do câncer, já que o exame pesquisa moléculas associadas a diferentes tipos de tumor. Já o exame que identificou a cura foi o Estadiamento Tomográfico de corpo inteiro.

Para a diretora do Complexo, Liliane Sena, ouvir o sino tocar novamente e num caso tão raro como esse enche de esperança toda a equipe. “Todo paciente que atinge a cura, nos enche de alegria e nos impulsiona ainda mais, porque essa é uma vitória do paciente, que acredita e se trata, mas, também é de toda uma equipe que direciona seus esforços, talento, competência e instrumentos para que isso aconteça. Ouvir o badalar do sino toca os nossos corações profundamente porque isso resignifica a vida para todos nós”, disse Liliane, lembrando que o toque do sino foi criado para marcar simbolicamente cada história de sucesso após tratamento na unidade.

O Hospital do Bem faz parte do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos e oferta serviços de diagnóstico, tratamento ambulatorial com consultas médicas, cirurgias oncológicas e quimioterapia para os casos de câncer mais incidentes na região que são os de próstata, mama, colo de útero e pele.

Hospital do Bem encerra ações do Novembro Azul com uma grande celebração em jogo amistoso e solidário

Posted on

O placar do jogo pouco importou porque o objetivo da partida não era o resultado final, mas, sim, fazer um alerta sobre a importância da prevenção e fechar o ciclo de atividades alusivas ao Novembro Azul e Outubro Rosa do Hospital do Bem, de Patos, que movimentou a unidade durante todo o mês passado e retrasado. O amistoso solidário, realizado na noite da última sexta-feira (29), no Estádio Municipal José Cavacante, entre os colaboradores do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, e a equipe do NS Soccer encerrou as atividades de prevenção e promoção da saúde da população, especialmente, do público masculino. A entrada da partida era um quilo de alimento e toda a arrecadação será doada ao Lar de Idosos.

Antes do início da partida, a diretora do Complexo, Liliane Sena reforçou o cuidado na detecção precoce do câncer através dos exames de rotina e prevenção, como também a importância do Hospital do Bem no tratamento dos pacientes que assim necessitam. “Esse jogo representa uma grande celebração e o encerramento de dois meses de atividades intensas, primeiro o Outubro Rosa e agora o Novembro Azul, e hoje estamos aqui fazendo o fechamento deste ciclo de muito sucesso, tanto para a população, quanto para os nossos profissionais”, disse Liliane, lembrando que já há projetos para que em 2020 as atividades sejam ampliadas, inclusive, com apoio de outras instituições.

A Oncologista do Hospital do Bem, Nayarah Castro, prestigiou a partida e ressaltou a importância que deve ter os cuidados preventivos com a saúde que no caso dos homens, em se tratando de câncer de próstata, se refere a realização do exame de toque. “A gente sabe que em se tratando de cuidar da saúde, isso não é muito prioridade dos homens, e nesse jogo pudemos alertar e reforçar a importância da prevenção”, disse a médica.

Antes da partida, cujo placar foi 8×4, foi realizado um minuto de silêncio em respeito à memória do médico Edvan Benevides de Freitas, que foi colaborador do Complexo por muitos anos e que havia falecido no mesmo dia da partida. Também foi realizada uma homenagem onde foram lançados balões com representações específicas: o balão preto simbolizava os pacientes que não venceram à doença e os balões rosa e azul, representando todos aqueles pacientes que continuam em tratamento contra o câncer ou que já se curaram.

Ação do Hospital do Bem oferta serviços diversos à população de Patos em pleno domingo

Posted on

A união de forças entre o Governo do Estado, através do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro – Hospital do Bem, e a Prefeitura de Patos tornou o domingo de muita gente diferente. Isto porque, as pessoas que foram até o Hospital do Bem usufruíram de diversos serviços e participaram de várias atividades. A ação, alusiva o Novembro Azul, que não se limitou ao atendimento do público masculino, que era o alvo da ação, contou com a presença do prefeito Interino, Ivanes Lacerda, do Secretário de Saúde do Município, Umberto Joubert e da Diretora do CHRDJC, Liliane Sena. A abertura da ação foi com uma apresentação da Banda Filarmônica 26 de Julho. A UNIFIP e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica também foram parceiros do evento.

Foram realizados na Ação consultas especializadas com 15 atendimentos Médicos de Urologia, outras 15 consultas de Dermatologia e a mesma quantidade de atendimentos de Cirurgia Oncológica. No total 22 testes Rápidos foram realizados, nove pessoas tomaram vacina, outras seis fizeram exames de tipagem sanguínea, onze pessoas tiveram atendimento Odontológico, 16 participaram de sessões de Auricoloterapia, 15 homens fizeram coleta de PSA, 11 pessoas passaram por avaliação de Composição Corporal e Orientações Nutricionais, outras 18 receberam orientações da Liga de Oncologia UNIFIP sobre Exame de Próstata e 23 sobre Auto Exame da Mama.

Os serviços gerais de saúde foram disponibilizados pela Prefeitura, já as consultas especializadas foram realizadas pela equipe do Hospital do Bem, com o urologista Dr. Antônio Segundo, o Dr. Umberto Joubert que fez atendimentos em dermatologia e triagem para cirurgia de câncer de pele e o diretor técnico do Hospital do Bem e cirurgião oncológico, Dr. Wostenildo Crispim, que fez outras consultas especializadas.

A diretora do Complexo Liliane Sena, avaliou como muito positiva as atividades deste domingo. “A ação do Bem foi um evento de sucesso, onde pudemos ofertar diversos serviços, principalmente, para o público masculino, embora nós não tenhamos restringido os atendimentos aos homens. Foi um mutirão de serviços e uma ação preventiva também, pois muitas das informações repassadas servirão de alerta para que as pessoas busquem se cuidar mais”, destaca a diretora, lembrado que a parceria com a Prefeitura, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica e UNIFIP foi fundamental para a amplitude e sucesso da ação.

“Ficamos muito felizes de poder participar desta ação que foi um sucesso haja vista a participação das pessoas e a importância dos trabalhos desenvolvidos”, destaca o secretário de saúde de Patos, Umberto Joubert, A ação do Bem ainda teve atividades lúdicas, como a bela apresentação da cantora Helô Wanderley. Todas as atividades foram realizadas na recepção d Hospital do Bem que integra o Complexo Regional de Patos.

Posted on

A união de forças entre o Governo do Estado, através do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, e a Prefeitura de Patos vai possibilitar que no próximo domingo (24) a população masculina da cidade possa usufruir de vários serviços e participar de diversas atividades alusivas ao Novembro Azul. As ações serão realizadas no Hospital do Bem e na rua defronte a unidade, das 8h às 11h. O evento ‘Ação do Bem’ disponibilizará vários serviços de saúde e consultas especializadas, além de atividades lúdicas e de relaxamento. A UNIFIP e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica também são parceiros do evento.

Os atendimentos gerais não terão limite de atendimentos, diferente das consultas especializadas que terão vagas limitadas, explica a diretora geral do Complexo Liliane Sena. “A Estação do Bem é uma ação cujo objetivo é chamar atenção da população masculina para a importância do se olhar e se cuidar, de forma preventiva. Esse é um momento de chamar atenção para o diagnóstico precoce e tratamento do câncer de próstata e da oncologia de maneira geral e ainda sobre os cuidados com a saúde integral do homem”, destaca Liliane, lembrado que a ideia central da iniciativa é fazer um alerta e conclamar os homens a se prevenir.

Os serviços gerais de saúde disponibilizado pela Prefeitura serão vacinação, testes rápidos de glicemia, verificação de pressão, além de atividades lúdicas, corte de cabelo, designer de sobrancelhas, atividades de relaxamento, entre outras. As consultas especializadas serão realizadas pelo urologista Dr. Antônio Segundo, pelo Dr. Umberto Joubert que fará atendimento em dermatologia e triagem para cirurgia de câncer de pele, e o diretor técnico do Hospital do Bem e cirurgião oncológico, Dr. Wostenildo Crispim também participará desta ação. Nutricionistas, enfermeiros, médicos e outros profissionais estarão integrante essa ação do bem com vários atendimentos. O momento também contará com apresentações culturais da Filarmônica 26 de Julho e da cantora mirim Helô Wanderley.

“A Secretaria de Saúde de Patos estará com sua equipe na ação, mesmo sendo um domingo, para contribuir com o sucesso da iniciativa e fortalecer essa parceria com o Complexo para fazer uma bela atividade que, sobretudo, busca conscientizar os homens da necessidade de seu cuidarem preventivamente”, destaca o secretário de saúde de Patos, Umberto Joubert, convidando a população masculina a prestigiar a ‘Ação do Bem’.

Cartaz da ação do domingo
Cartaz da ação do domingo

Várias atividades marcarão o Novembro Azul do Hospital do Bem em Patos

Posted on

Rodas de Conversas, Bates Papos, Dia de Beleza e Fotografias, Musicoterapia, Dia de Atividades Lúdicas e Happy Day. Essas atividades vão movimentar o Novembro Azul do Hospital do Bem entre os dias 04 e 27 deste mês. Na abertura das ações, na manhã desta segunda-feira, colaboradores, pacientes e acompanhantes foram recebidos com músicas na recepção da unidade, que integra o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos.

“A exemplo do que fizemos no Outubro Rosa, quando conscientizamos as mulheres a se cuidarem, também realizaremos muitas ações ao longo do Novembro Azul, desta vez, com direcionamento de atividades para a conscientização da importância dos homens cuidarem da sua saúde como um todo, com ênfase para eles realizarem o exame de próstata”, destaca a diretora geral do Complexo, Liliane Sena.

Programação

A programação do Novembro Azul segue no dia 07, com uma Roda de Conversa às 8h, com profissionais da UNIFIP, sobre o tema ‘Cuidado do Cuidador’, e às 15h, com um Bate Papo, sobre ‘Oncologia voltada para a saúde do homem’, com o enfermeiro Fernando Régis. Na sexta (08) outra Roda de Conversa, desta vez, com a oncologista Nayarah Castro e a psicóloga, Pryscilla Guedes, vai abordar o tema ‘Valorização da vida após o diagnóstico’.

Na segunda (11), às 9h, os Doutores Sorrisos preparam surpresas para pacientes e colaboradores do Hospital do Bem no Happy Day. No dia seguinte, haverá outro Bate Papo, às 15h, sobre ‘Acolhimento multiprofissional ao paciente oncológico’, com a Dra. Nayarah Castro e a enfermeira Aretusa Delfino. A programação segue no dia 14, com duas Rodas de Conversa, sendo às 8h, sobre ‘Direitos dos pacientes oncológicos’ e, às 14h, com o tema ‘Ética no serviço de saúde com ênfase no sigilo das informações’. As duas atividades serão conduzidas por profissionais da UNIFP.

Na segunda-feira (18), haverá um dia de beleza e fotografias, às 9h. Na terça, a programação continua, às 9h, com uma Roda de Conversa sobre ‘Relação alimentação x câncer’, com a nutricionista Riama Sobral. Na quinta, haverá um Bate Papo sobre ‘Oncologia para não oncologistas’, com a Dra. Nayarah Castro.

No domingo (24), o Hospital do Bem fará um Dia de Atividade Social, com consultas, massoterapia, musicoterapia, entre outras atividades e na última semana de ações, a programação começa no dia 25, às 9h, com um dia de Atividades Lúdicas. Na terça-feira (26), acontecerá um Bate Papo sobre ‘Fitoterapia na prevenção e tratamento do câncer’, com a Dra. Nayarah Castro e o coordenador de quimioterapia do Hospital do Bem, Thiago Viana.

E no encerramento das ações, no dia 27, está programado uma Roda de Conversa, a partir das 9h, sobre ‘A importância da equipe multidisciplinar’, com a diretora do Complexo, Liliane Sena e a oncologista, Nayarah Castro e, em seguida, outro momento, sobre ‘A ética do cotidiano e o sigilo profissional’, com Anarita, coordenadora do curso de Serviço Social da Universidade, que conduzirá o momento junto com alunos da instituição. Essas atividades acontecerão no auditório da Gerência Regional de Saúde.

As atividades do Novembro Azul começaram hoje no Hospital do Bem, de Patos
As atividades do Novembro Azul começaram hoje no Hospital do Bem, de Patos
Dra. Nayarah Castro participou da abertura do Novembro Azul
Dra. Nayarah Castro participou da abertura do Novembro Azul
Os pacientes e funcionários do Hospital do Bem foram recebidos hoje com musica
Os pacientes e funcionários do Hospital do Bem foram recebidos hoje com musica

Programação do Outubro Rosa do Hospital do Bem incluiu debate sobre a importância da humanização nos serviços de saúde

Posted on

No Brasil, os principais marcos regulatórios da construção da saúde pública são a Constituição Federal de 1988 e o Projeto da Reforma Sanitária, os quais foram os responsáveis pela idealização e implantação do Sistema Único de Saúde – SUS.
A razão da existência de um sistema de saúde é o cuidar dos pacientes nas suas múltiplas necessidades de atendimento e, na atualidade, esse cuidar precisa ser feito de maneira humanizada. E foi justamente para debater sobre a importância da “Humanização na Área de Saúde”, que no último dia 23, a programação do Outubro Rosa, do Hospital do Bem, de Patos, incluiu um Bate Papo com essa temática.

E quem conduziu essa conversa foi a psicóloga Paula Santos e alguns alunos concluintes do Curso de Psicologia da UNIFIP. Durante boa parte da manhã, eles colocaram para os colaboradores da unidade, que integra o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, muitas informações sobre os diferenciais que a humanização promove nos serviços de saúde e realizaram dinâmicas que facilitam o entendimento da necessidade de tais iniciativas.

“Por mais especialistas que disponhamos, por melhores estruturas físicas que tenhamos, e com todos os recursos tecnológicos, precisamos também ter uma equipe que esteja pronta a acolher, a partilhar sentimentos e a, sobretudo, tratar com dignidade e afeto nossos pacientes e também fortalecer e estimular relações saudáveis de trabalho. Esse é o sentido da humanização”, argumenta a diretora geral do Complexo, Liliane Sena, lembrando que, conceitualmente, a humanização baseia-se numa visão holística, e requer um esforço individual dos prestadores de serviços. “À medida em que o homem passa a adquirir um maior conhecimento técnico, tende a esquecer de que também precisa valorizar o lado humano, por isso, os valores da humanização devem ser resgatados”, reitera Liliane.

Programação

Até o dia 30, ainda haverá algumas atividades dentro da programação do Outubro Rosa no Hospital do Bem. No próximo dia 28, a partir das 15h, acontecerá outra Roda de Conversa com o tema “Autoestima e enfrentamento do câncer” e no dia 30, último dia de atividades, às 8h, acontecerá momentos de maquiagem, musicoterapia e sessões de fotos. Logo em seguida, às 10h, será realizada outra Roda de Conversa. Ambas as ações acontecem no hall da unidade. E a tarde, haverá uma sessão de cinema especial, no Guedes Shopping, exclusiva, para pacientes, acompanhantes e colaboradores. O filme em exibição será ‘Malévola’.