Hospital Regional de Patos

Área Verde do Complexo de Patos ganha novas cadeiras reclináveis para dar maior conforto aos pacientes

Posted on

A partir desta sexta-feira (04), os pacientes que procurarem os serviços do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) e precisarem ficar na Área Verde da unidade sentirão uma grande diferença. Isto porque dentro do processo de melhoria contínua e de mudanças internas que tornem o atendimento mais humanizado e eficaz, o espaço ganhou 12 novas cadeiras reclináveis, destinadas aos pacientes que precisarem de cuidados pouco urgentes. O local também passou por revisões hidráulica e elétrica, assim como pintura.

“Com essa melhoria e aquisição das cadeiras reclináveis tornamos o ambiente da Área Verde mais humanizado, melhoramos fluxos internos e a própria apresentação do ambiente que ficou mais claro, funcional e agradável, melhorando sensivelmente o atendimento aos pacientes que precisem de cuidados nesta área de nossa unidade”, destaca o diretor geral da unidade, Francisco Guedes. Antes o hospital dispunha de seis cadeiras. Agora tem doze.

Complexo de Patos está com 90% de sua capacidade de UTI Covid ocupada

Posted on

O Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC), um dos hospitais de referência da rede pública estadual para casos de coronavírus no sertão paraibano, continua registrando aumento na ocupação de seus leitos de isolamento. Nesta sexta-feira (04), a unidade tem 19 pacientes internados na UTI Covid, o equivalente a 90% de sua capacidade para doentes que precisam de cuidados intensivos, e mais 14 pacientes nas enfermarias clínicas Covid. A unidade tem 20 leitos de UTI Covid e 23 Enfermarias Clínicas destinadas, exclusivamente, para casos de coronavírus e nos próximos dias ganhará mais seis leitos de UTI Covid, conforme anunciou essa semana o governador João Azevêdo.

O diretor geral do Complexo, Francisco Guedes, alerta que o território onde está inserido o Complexo voltou a bandeira vermelha e a população precisa colaborar para evitar um aumento ainda maior no número de casos da doença. “O aumento no número de casos de Covid é uma realidade e a gente percebe isso com a demanda crescente de internações e o grande perigo, além do agravamento do quadro em muitos casos, é uma procura grande e num mesmo momento por leitos provocando o colapso do sistema de atendimento e para evitar isso, a população precisa fazer a sua parte, ou seja, manter os cuidados preventivos de segurança e higienização”, reitera o diretor, enaltecendo que não é hora de relaxar nestes aspectos.

Com 90% de sua capacidade ocupada direção do Complexo de Patos comemora anúncio de mais seis leitos de UTI Covid para a unidade

Posted on

Nesta terça-feira (01), a ocupação dos leitos de UTI Covid do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) atinge 90% de sua capacidade, com 19 pacientes internados precisando de cuidados intensivos no isolamento. Com 20 leitos de UTI destinados, exclusivamente, para pacientes com Coronavírus, a direção do hospital recebeu com muito entusiasmo a notícia de que os leitos de UTI serão ampliados. A boa notícia foi dada nesta segunda-feira (30), pelo governador João Azevêdo, que anunciou a ampliação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Estado. No total, serão mais 36 leitos abertos nos próximos 15 dias, seis deles para o Complexo.

Além dos 19 pacientes na UTI, o Complexo está com mais 11 pacientes no isolamento Covid nas Enfermarias Clínicas. “De ontem para hoje, já internamos mais um paciente na UTI e mais três pacientes na enfermaria clínica. Os casos estão subindo e é preciso que a população também faça a sua parte, evitando aglomerações e usando máscaras e mantendo as medidas protetivas e preventivas de higienização das mãos frequentemente”, destaca o diretor geral do Complexo, Francisco Guedes.

Para Francisco, o anúncio da instalação de mais seis leitos de UTI Covid na unidade foi uma notícia alentadora. “Ampliar nossa capacidade de atendimento, principalmente, na questão dos leitos de UTI Covid nos traz mais tranqüilidade, uma vez que sabemos que pacientes graves de Covid não têm outra alternativa à sobrevivência que não contar com o suporte de equipamentos avançados que somente uma UTI pode propiciar”, disse o diretor, agradecendo a sensibilidade e iniciativa do governador João Azevêdo e do secretário de saúde do Estado, Dr. Geraldo Medeiros, que se anteciparam ao crescimento da demanda provocada pelo aumento de casos da Covid -19 em toda a Paraíba.

Segundo divulgação do Governo, além do Hospital de Patos ganharão novos leitos de UTI Covid o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, com mais 10 leitos, o Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, com a oferta de cinco vagas até o próximo dia 10 de dezembro, e ainda o Hospital de Clínicas de Campina Grande, com a abertura de mais 15 leitos a qualquer momento.

Hospital de Patos ganhará mais seis leitos de UTI Covid

UTI Covid de Patos está com 80% de seus leitos ocupados

Posted on

Com 20 leitos de UTI destinados, exclusivamente, para pacientes com Covid, nesta segunda-feira (30), o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) está com ocupação de 80% de sua capacidade para internação na Unidade de Terapia Intensiva para coronavírus. O boletim do setor de isolamento da unidade aponta ainda que além dos 18 pacientes sob cuidados na UTI Covid, outros oito estão nas enfermarias clínicas do isolamento. O Complexo, que é um dos hospitais referência para casos de coronavírus no sertão, tem 23 leitos de enfermaria.

O diretor geral do Complexo, Francisco Guedes, voltou a faz um alerta sobre o aumento da ocupação dos leitos de Covid da unidade, especialmente, na UTI do isolamento. “Nesta segunda-feira estamos com 18, dos 20 leitos de UTI Covid ocupados e mais oito leitos da enfermaria clínica Covid com pacientes. Mais uma vez fazemos um alerta à população para não relaxar nas medidas preventivas, pois ainda não temos vacina e a única forma de evitar a ampliação do contágio é mantendo a rotina de cuidados de higienização das mãos, do uso da máscaras e, sobretudo, evitar aglomerações. O tempo não é de festas e comemorações, mas de cautela e prevenção”, reforçou Francisco.

Hospital Regional de Patos registra 188 atendimentos e mais 18 cirurgias na Urgência e Emergência durante o final de semana

Posted on

O Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) teve um plantão movimentado entre às 18h do dia 27 de novembro até a meia noite do domingo (29). Neste período, a unidade que integra a rede estadual de saúde, atendeu 188 pacientes e realizou 18 cirurgias, sendo quatro procedimentos de emergência e 14 cirurgias eletivas. O dia de maior movimento foi o sábado (28), quando 89 atendimentos foram realizados na Urgência e Emergência da unidade, seguido do plantão do dia 29, quando foram atendidos 76 pessoas. No dia de menor movimento, na sexta (27) foram atendidos 23 pessoas. Os acidentes de trânsito vitimaram 38 pessoas, das quais 36 envolveram vítimas de motocicletas. No último final de semana os atendimentos/dia da unidade ficaram abaixo da média cotidiana que gira em torno de 100 pacientes.

Na emergência, além dos casos envolvendo os acidentados com motos, os demais principais motivos dos atendimentos da unidade neste final de semana foram de pacientes com dor abdominal, queda da própria altura, sintomas de síndrome gripal, dor de cabeça, dificuldade de respirar, queda de nível, acidentes perfuro cortante, contusões diversas, dor na coluna, reação alérgica, entre outros motivos. Dos pacientes atendidos por acidentes de trânsito, 36 foram com motos, um com automóvel e outro um atropelamento. Das 18 cirurgias realizadas, oito foram de oncologia, cinco de cirurgia geral, três de ortopedia e duas vascular.

A maior demanda de acidentados foi oriunda da cidade de Patos, com 14 casos no total, seguida de Água Branca, Cacimbas, Malta e São José de Espinharas, com três casos cada um destes municípios. Das cidades de Juru, Matureia e São Bento foram encaminhados dois pacientes de cada localidade. O Hospital atendeu ainda pessoas das cidades de Brejo dos Santos, Cacimba de Areia, Nova Olinda, Santa Luzia e Vista Serrana, sendo um paciente de cada uma destas localidades.

Câmara Municipal de Patos outorga Votos de Aplausos à direção do Complexo Hospitalar de Patos

Posted on

Os diretores Geral, Francisco Guedes, e Administrativo, Isabella Cristina dos Santos, foram homenageados essa semana pela Câmara Municipal de Patos e receberam Votos de Aplausos pela gestão do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC). A propositura foi do vereador Ramon Pantera e os Diplomas foram entregues pelo parlamentar nesta quinta-feira (26).

“A homenagem é o reconhecimento público de um belo e competente trabalho dos gestores do Complexo que têm se mostrado competentes profissionais e dignos de estarem a frente de tais cargos. Sendo assim, em nome da população Patoense e da Casa Juvenal Lúcio de decidi reconhecer o empenho que eles têm mostrado à frente da administração da unidade, lembrando que isso reflete na boa prestação de serviços prestados à população”, destacou o vereador em sua justificativa.

Para Francisco, que assumiu a direção geral do Complexo em junho último, receber essa homenagem é muito gratificante. “A gestão de uma unidade hospitalar do porte do Complexo de Patos requer muita dedicação e sobretudo a consciência de que o serviço público precisa ter eficiência e excelência e é isso que buscamos cotidianamente na unidade, que tem uma equipe multiprofissional comprometida e competente. De forma que essa homenagem não é um reconhecimento apenas à direção, mas a todos que integram o Hospital”, destacou Francisco.

A diretora Administrativa, Isabella Cristina, reiterou o compromisso e foco de todos os que integram o Complexo na melhoria contínua da prestação de serviços. “Buscamos no nosso dia a dia melhorar processos, atender bem nossos pacientes em suas demandas, ofertar condições de trabalho dignas, enfim, prestar um serviço de qualidade e eficaz”, disse Isabella, que responde pelo cargo desde maio de 2016.

Hospital de Patos comemora o Dia Mundial de Prevenção de Lesão por Pressão com ação com equipe de Enfermagem

Posted on

A lesão por pressão é um dano na pele causado pela pressão exercida em regiões com protuberâncias ósseas ou áreas com dispositivos médicos, por um tempo prolongado o que impede a circulação sanguínea e causa a destruição do tecido. Acomete principalmente pessoas acamadas, cadeirantes ou aquelas com restrições ou impossibilitadas de mudar de posição. A redução desse evento adverso é uma das seis Metas Internacionais de Segurança do Paciente da Organização Mundial da Saúde (OMS). Na última sexta-feira (20), quando se comemorou o Dia Mundial de Prevenção de Lesão por Pressão, a equipe de Enfermagem do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) participou de uma campanha para lembrar a importância desta prevenção.

Organizado pela Comissão de Proteção e Tratamento da Pele do CHRDJ, a ação aconteceu durante todos os plantões do dia, em todos os postos de Enfermagem. Neles, os profissionais foram abordados e receberam informações e orientações quanto à importância da mudança de decúbito na prevenção da LPP, bem como de demais cuidados com a pele dos pacientes acamados. Como forma de reforço das orientações, foi colocada uma fita rosa no braço de todos os profissionais da Enfermagem da unidade, simbolizando a adesão a campanha: Mude de lado – evite a pressão!

A Presidente da Comissão de Prevenção e Tratamento de Pele do CHRDJC, Aretusa Delfino, reforça a importância das orientações para melhorar, ainda mais, a assistência ao paciente da unidade. “A idéia foi comemorar a data e reforçar com todos da equipe de Enfermagem as ações que devemos adotar no nosso dia a dia para que a LPP seja evitada nos pacientes admitidos no nosso serviço”, reforça ela. Aretusa lembra ainda que cada profissional, a partir das orientações, tornou-se multiplicador desse ato de prover assistência de qualidade aos pacientes atendidos no serviço de saúde do Complexo. “Isso deve ser sistemático em nosso serviço, independente, de data comemorativa”, finaliza Aretusa.

Complexo de Patos está com 75% de sua capacidade de UTI Covid ocupada com pacientes que necessitam de cuidados intensivos

Posted on

O Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC), um dos hospitais de referência da rede pública estadual para casos de coronavírus no sertão paraibano, já sente no aumento da ocupação de seus leitos de isolamento o que outras unidades de saúde referência para a doença também registram, ou seja, o aumento do número de casos que precisam de internação hospitalar. Nesta segunda-feira (23), a unidade tem 16 pacientes internados na UTI Covid, o equivalente a 75% de sua capacidade para doentes que precisam de cuidados intensivos, e mais 13 pacientes nas enfermarias clínicas Covid. A unidade tem 20 leitos de UTI Covid e 23 Enfermarias Clínicas destinadas, exclusivamente, para casos de coronavírus.

O diretor geral do Complexo, Francisco Guedes, que vem reiteradas vezes chamando atenção da população para a necessidade de cuidados preventivos, a fim de que se diminua o contágio e, consequentemente, o número de casos da doença, alerta para o perigo dos hospitais colapsarem, caso haja uma alta demanda de pacientes necessitando de internação hospitalar ao mesmo tempo. “Estamos percebendo um aumento do número de casos de Covid em nossa unidade e sabemos que isso não é uma questão isolada, por isso, chamo atenção da população para não relaxar nas medidas preventivas que é a única forma de evitarmos uma grande onda de contágio, já que toda a rede referenciada, pública ou privada, tem um limite de atendimento”, destaca Guedes. Ele lembra que se muita gente procurar o serviço ao mesmo tempo, pode ocorrer que não haja disponibilidade de leitos. “Não é hora de relaxar nos cuidados preventivos”, reforça Francisco Guedes.

Hospital Regional de Patos tem movimento abaixo da média no final de semana

Posted on

O Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro (CHRDJC), de Patos, teve um plantão tranquilo entre as 18h do dia 13 de novembro e as 6h da manhã desta segunda-feira (16). Neste período, a unidade, que integra a rede estadual de saúde, atendeu 202 pacientes. O dia de maior movimento foi o sábado (14), quando 98 atendimentos foram realizados na Urgência e Emergência da unidade, seguido do plantão do dia 15, quando foram atendidas 84 pessoas.

Do total de atendimentos nesse período, 43 foram a vítimas de acidentes de trânsito, das quais 40 foram de pessoas com motocicletas. O relatório aponta que nesse plantão, excepcionalmente, o Hospital ficou abaixo da média de atendimento diário, que chega a 100 atendimentos/dia.

O diretor geral da unidade, Francisco Guedes, credita a tranquilidade do plantão às eleições municipais, principalmente no tocante a acidentes que acontecem devido ao excesso de ingestão de bebidas alcoólicas. “Esse foi um final de semana atípico, por causa das eleições. Como tivemos um período de Lei Seca, muita gente não bebeu do sábado para o domingo, daí a procura pelos nossos serviços ter sido menor que em finais de semana anteriores, especialmente, no tocante aos acidentes”, disse Francisco. Ele, no entanto, chamou atenção para o alto índice de acidentes envolvendo motos. Dos 43 pacientes atendidos na unidade vítimas de acidentes de trânsito, 40 foram vítimas que estavam em motos.

Na emergência, além dos casos envolvendo os acidentados com motos, os demais principais motivos dos atendimentos da unidade neste final de semana foram de pacientes vítimas de queda, dor abdominal, dor de cabeça, dificuldade de respirar, sintomas de síndrome gripal, agressão física, hipertensão, dor na coluna, queda de nível, e contusão diversas, entre outros motivos.

A maior demanda de acidentados foi oriunda da cidade de Patos, com 17 casos no total, seguida de São José do Bonfim (05), Matureia (03), Santa Luzia (02) e Água Branca (02) e Cacimba de Ateia (02). Ainda foram atendidos pacientes oriundos das cidades de Areia de Baraúnas, Brejo do Cruz, Catingueira, Catolé do Rocha, Conceição, Coremas, Diamante, Imaculada, Malta, São José do Espinharas, São Mamede e Teixeira. Cada uma destas cidades com um paciente.

Complexo de Patos melhora sistemática de recepção e atendimento de pacientes

Posted on

Com uma média de 100 atendimentos/dia, nas áreas de Urgência, Emergência e Clínica Médica, a porta de entrada do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos sempre é um local de grande movimentação de pessoas. E foi, justamente, para melhorar a dinâmica de recepção aos pacientes, o fluxo interno de atendimento e dar ainda mais conforto a quem precisa dos serviços da unidade que, a partir desta semana, uma nova dinâmica de acolhimento foi adotada. Além da mudança de processos e instalações, a recepção foi climatizada e agora é equipada com uma TV.
O diretor geral do Complexo, Francisco Guedes, destaca que antes de ser colocada em prática, as mudanças foram debatidas com as equipes médica, de enfermagem e também do setor administrativo para que as alterações, de fato e efetivamente, melhorassem a dinâmica de atendimento aos pacientes da unidade e também de seus acompanhantes.
“Antes, a recepção funcionava dentro do hospital, já interligada as Áreas Vermelha e a Verde e isso dificultava ou de certa forma complicava o fluxo de pacientes, porque eles se misturavam uns aos outros, dificultando até os processos internos. Não raro, aconteciam aglomerações, num pequeno espaço físico”, explica o diretor. Com as mudanças, destaca ele, a recepção ficou melhor posicionada, a dinâmica de classificação de risco melhorou e quando o paciente entra, ele já segue para o local onde, efetivamente, ele terá os cuidados que necessita”, reforça o diretor.
Isto porque, ao chegar à recepção e preencher a ficha, o paciente é direcionado diretamente para a classificação de risco que, por sua vez, já o encaminha para o serviço que ele necessita, seja ortopedia, exames, urgência ou emergência, e ainda clínica médica. “Isso já existia antes, mas acontecia num mesmo ambiente o que tumultuava, de uma certa forma, os processos internos. Com essa nova dinâmica, além de tornarmos o atendimento mais eficaz e eficiente, aumentamos a segurança e proteção ao paciente, inclusive, reduzindo riscos de infecção já que, desta forma, não teremos mais aquelas aglomerações, num mesmo espaço físico, que tínhamos antes”, reitera o diretor.
E não foi somente os pacientes que ganharam com as mudanças. “Os pacientes estáveis, poderão aguardar seu atendimento assistindo TV, mas, essas mudanças beneficiarão também os acompanhantes que poderão usufruir da sala climatizada e da TV enquanto aguardam”, finaliza Francisco Guedes.