Hospital Regional de Patos

Hospital Regional de Patos vai ganhar novos espaços e equipamentos que melhorarão ainda mais o serviço de nutrição da unidade

Posted on

            Dentro de cerca de 40 dias, o serviço de nutrição do Complexo Hospitalar Regional Dep. Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) vai ganhar novos equipamentos e um novo espaço para preparo das refeições servidas a pacientes, funcionários e acompanhantes. Isto porque, as obras que vão ampliar o refeitório e modernizar a cozinha industrial da unidade começaram a ser realizadas essa semana. Essa é uma das ações de melhoria na unidade que o Instituto Gerir, que passou a administrar o Hospital em maio último, pactuou com a Secretaria de Saúde do Estado.

            Enquanto as obras da cozinha e do novo refeitório estão sendo realizadas, apenas os lanches estão sendo produzidos no Hospital. Todas as demais refeições estão sendo feitas na cozinha industrial da Maternidade Dr. Peregrino Filho, que também integra a rede estadual de saúde. Segundo a responsável pelo setor de Nutrição do Hospital, Karen Folly, não há nenhum prejuízo de qualidade, quantidade ou segurança das refeições com essa logística provisória em função da obra. “O preparo das refeições segue todas as normas padrões, o acondicionamento é realizado em caixas isotérmicas que facilitam a manutenção da temperatura e em veículo fechado, para garantir a qualidade do alimento até a sua entrega”, explica Karen.

            O café da manhã, almoço e jantar, ou seja, todas as refeições cozidas estão sendo acondicionadas em quentinhas com divisões, que são hermeticamente fechadas após preenchidas. Apenas os pequenos lanches, que não necessitam de cozimento, são preparados em uma copa de apoio no Hospital Regional. No almoço as quentinhas tem, aproximadamente, 450 a 500g e no jantar 400g. São servidas, aproximadamente, 700 refeições/dia no Hospital, entre café da manhã, almoço, janta e lanches.

A distribuição das refeições no hospital começa às 7 da manhã, com a entrega do café da manhã para paciente e acompanhantes. Às 8h, acontece o café da manhã para os funcionários e as 9h30 é servido uma colação aos pacientes (lanche da manhã). Ao meio dia é feito a entrega do almoço para todos. Às 15h, começa a ser servido o lanche dos pacientes, as 18h30, é servido o jantar dos pacientes e, em seguida, as 19h30, o jantar dos funcionários. O serviço de nutrição do dia é finalizado somente as 20h30, com a entrega da última refeição do dia que é a ceia dos pacientes.

De acordo com nutricionista responsável pelo serviço, todo o cardápio é mudado a cada 30 dias, sempre com o objetivo de ofertar produtos de qualidade e refeições balanceadas, nutritivas e saborosas. Onze profissionais, sendo cinco copeiras, três auxiliares de cozinha, um cozinheiro, um auxiliar de serviços Gerais e uma nutricionista por plantão, são responsáveis pelo serviço, que é acompanhado pelas nutricionistas Fiama Rodrigues Medeiros Cunha e Rhaiane Cristina Medeiros Nunes Nóbrega.

Profissionais do RH do Gerir e da empresa Grant Thomton fazem mutirão de trabalho para admissão de celetistas do HRP

Posted on

 

A equipe de Recursos Humanos do Instituto Gerir e os profissionais da terceirizada Grant Thomton realizaram um esforço concentrado, neste final de semana (23 e 24/06), para concluir o cadastramento dos 350 profissionais celetistas que atuam noComplexo Hospitalar Regional Dep. Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) e fechar a folha de julho. Desde o dia 04 de maio que a unidade estadual de saúde passou a ser administrada pela Organização Social Instituto Gerir e a partir de então todo o gerenciamento da unidade fica sob a responsabilidade da OS.

A coordenadora de Recursos Humanos do Gerir na PB, Yanna Monteiro, explica que esse cadastramento obedece a legislação da CLT e que todos os 350 profissionais das equipes multiprofissionais e de apoio passam a ser geridos desta forma com todos os direitos trabalhistas assegurados aos celetistas. Além destes funcionários, o Hospital tem outros 174 profissionais efetivos, 96 médicos, além das empresas terceirizadas. Os celetistas assinarão contratos de trabalho de experiência de 45 dias, renováveis por mais 45 dia, como é praxe em contratações desta natureza.

Todos os contratos são retroativos ao dia 1º de junho e devem ser assinados ainda na próxima semana e os pagamentos da folha de junho serão feitos até o quinto dia útil de julho. Yanna explica que a demora no processo de contratação se deu em função da necessidade de se fazer um dimensionamento de quadro de pessoal interno e que a partir de julho a folha já estará adequada a realidade do hospital.

Hospital Regional de Patos está estruturado para atender demanda de pacientes durante os festejos juninos

Posted on

O Complexo Hospitalar Regional Dep. Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) está estruturado para atender a demanda de pacientes que, normalmente, aumenta em épocas dos festejos juninos, em função da cidade de Patos e municípios da região serem grandes polos receptivos de turistas e visitantes neste período. O esquema de plantão nesta época junina se mantém normalmente, com escalas de 24h, para atendimentos de urgência e emergência. Por precaução, médicos, enfermeiros, auxiliares e outros profissionais ficarão em regime de sobreaviso caso haja necessidade de reforçar as equipes.

De acordo com a diretora geral do hospital, Liliane Sena, o número de plantonistas e as escalas de plantões já foram todas confirmadas,  afim de atender as urgências e emergências que ocorrerem, principalmente, nos dias que possivelmente devem ter maior movimento, que é entre os dias 19 e 23 de junho. “Nos balizamos pelos atendimentos dos três anos anteriores e temos um quantitativo de profissionais capaz de suprir os atendimentos”, afirma a diretora. Ela lembra que por medida de precaução alguns profissionais que não estão na escala ficarão de sobreaviso a fim de, se houver necessidade, serem acionados para garantir o pleno atendimento aos pacientes.

Segundo a diretora do hospital regional, a unidade não tem ala especifica para queimados, mas, atende os casos de queimaduras leves. “Os casos de queimaduras mais graves, que precisam de cuidados intensivos, a referência é o Hospital de Trauma de Campina Grande, que também integra a rede estadual de saúde”, finaliza Liliane Sena.

Na Maternidade de Patos

Na Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos, que integra a rede estadual de saúde, a rotina de trabalho não sofrerá alteração, funcionando 24 horas. A escala de profissionais será mantida.

Hospital Regional de Patos adota novos horários e fluxo de visitantes para preservar os pacientes e melhorar dinâmica da unidade

Posted on

Funcionando há mais de seis décadas, o Complexo Hospitalar Regional Dep. Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC), é referência em urgência e emergência para cerca de 60 municípios da Paraíba, da 3ª e 4ª macro região. Desde o dia 15 de Maio, a unidade que integra a rede estadual de saúde, passou a ser administrada, através de um contrato de pactuação, pela Organização Social Instituto Gerir e desde então, algumas mudanças estão sendo implementadas com o aval da Secretaria de Saúde Estadual com o objetivo de melhorar o atendimento aos pacientes e a dinâmica da unidade. Uma dessas mudanças diz respeito aos novos horários e fluxo de visitantes que começa a ser adotada a partir da próxima segunda-feira, dia 18.

A legislação em vigor determina que menores de 18 anos e pacientes idosos maiores de 60 anos tenham direito a um acompanhante enquanto estiverem internados em unidades de saúde pública. No entanto, e em respeito a adoção de práticas humanizadas, que é uma referência em todas as unidades públicas da rede estadual de saúde na Paraíba, os pacientes, independentemente da idade, têm direito a um acompanhante e no hospital de Patos não é diferente.

As mudanças em relação a horários de visita e fluxo de visitantes que serão adotadas a partir do dia 18, explica a diretora geral do hospital, Liliane Sena, foram pensadas para melhorar a dinâmica da unidade e, sobretudo, para preservar os pacientes.  “Com 114 leitos, cada paciente, atualmente, recebe em média a visita de três pessoas e num universo deste quantitativo de leitos isso significa que temos uma circulação de 342 pessoas de uma só vez, a cada horário de visita. Avaliamos que isso expõe muito os pacientes e eleva o risco de contaminação, por isso decidimos reduzir esse quantitativo, mas sem prejuízos de visitação”, explica a diretora.

Com a mudança, cada paciente poderá receber até duas visitas ao mesmo tempo e não três como antes. “Essa redução, não impede que três ou mais pessoas participem da visita, só que não mais será permitido que isso aconteça simultaneamente”, esclarece Liliane Sena. Essa semana, essa nova dinâmica está sendo divulgada internamente para, a partir da próxima semana ser implementada.

Novos Horários

Em relação aos novos horários de visita, houve apenas readequação de hora, sem prejuízo algum de tempo de permanência. Para pacientes das áreas Amarela, Vermelha, UTI e AVC, as visitas pela manhã serão das 11h às 11h30 e, à tarde, das 15h às 15h30. As visitas nas Enfermarias acontecerão pela manhã, das 9h às 10h e, à tarde, das 14h às 15h.