Colégio GEO

Diretor do AZ visita Geo Tambaú e conversa com alunos sobre nova metodologia exclusiva na Paraíba de ensino/aprendizagem

Posted on

Imagine uma metodologia de ensino/aprendizagem que engaja e motiva os estudantes desenvolvendo neles o gosto pelos estudos, os estimula a ter uma rotina mais eficaz de revisão de conteúdo e atividades e, consequentemente, atinge uma alta performance acadêmica. Esse método existe e foi utilizado, de maneira pioneira na Paraíba, no ano passado, com alunos das 3ª series do Ensino Médio do colégio Geo Tambaú. E foi para falar desta metodologia, que a partir de 2020 está disponível para todos os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do EM do Geo Tambaú, que o diretor do AZ, Felipe Sundin, visitou nesta quinta-feira (23) as turmas do 6º, 7º, 8º e 9º ano e conversou com alunos sobre essa nova metodologia já utilizada em outras 46 escolas no Brasil e, com exclusividade, em João Pessoa pelo colégio Geo Tambaú.

Durante sua passagem pelas salas de aula, acompanhado da coordenadora do Fundamental II, Maria dos Milagres, Felipe conversou com os alunos e buscou informações sobre as primeiras impressões do novo material que alia o livro físico (quatro volumes/ano, além do livro de Inglês e Filosofia) a uma plataforma digital de conteúdo amplo com todas as disciplinas, que disponibiliza vários recursos, entre eles, 40 mil vídeos aulas e uma infinidade de exercícios e atividades. “A proposta do AZ é tornar o estudo mais dinâmico e interessante e dar mais autonomia ao aluno que pode estabelecer com o método uma rotina mais eficaz de estudos, utilizando também uma plataforma digital com um conteúdo muito amplo de todas as disciplinas”, destaca o diretor que gostou do que ouviu dos estudantes essa manhã.

Entre outras observações positivas, os estudantes declararam que o material AZ é ‘mais fácil de estudar, é mais bonito graficamente, mais moderno, tem um conteúdo mais interessante e que ele é mais prático, completo e organizado’. “Gostei muito desse feedback inicial. É logico que os alunos estão começando a utilizar o material agora e que, portanto, essas primeiras impressões ainda são muito superficiais, mas, elas nos dão um norte positivo da receptividade deles e isso já é um pontapé inicial que nos anima”, afirma Felipe.

O diretor geral do Geo Tambaú, Danilo Abdala, que se reuniu antes do início das visitas com Felipe, lembra que todo o material AZ está em sintonia com o que preconiza a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e que o método é o que há de mais moderno e atual em termos de metodologia pedagógica. “O AZ oferece uma infinidade de possibilidades de aprendizado, tem um conteúdo fantástico, ferramentas que interagem com o aluno e os estimula a gostar de estudar e, sobretudo, é uma metodologia que ressignifica tanto a prática do professor em sala de aula, quanto o aprendizado do aluno que passa a ser protagonista de seu próprio aprendizado”, reitera Danilo. Ele lembra que o conteúdo AZ pode ser acessado com login e senha pelos professores e alunos e também pelos pais ou responsáveis.

O estudante Petly do Egito, do 7º ano, não perdeu tempo e de posse de seu login e senha já acessou o conteúdo do aplicativo e até viu alguns vídeos aulas. “Eu gostei. Tem bastante coisa para ver e os vídeos não são tão longos e são bem interessantes”, disse ele. O aluno Felipe Vieira, do 8º ano, filho da professora de Matemática Viviane, disse que o material tanto ajuda alunos quanto professores. “Eu gostei bastante e minha mãe que é professora daqui também. Então ele ajuda a todos, alunos e também professores”, afirmou o aluno, que gostou de encontrar os exercícios do livro físico também na plataforma digital, com a vantagem de no aplicativo ele ter explicações sobre a metodologia de resolução dos desafios propostos nas atividades. O aluno Samuel Targino, do 6º ano, foi outro que elogiou o AZ. “O livro é muito bom e o aplicativo também é importante”, disse ela ao diretor do AZ, mostrando o livro físico com exercícios já feitos até a página 36, de forma adiantada, além da solicitação do professor.

Nesta quinta-feira à tarde, o diretor do AZ se reuniu com os coordenadores do colégio para alinhar questões técnicas e aprofundar a nova metodologia de ensino e na manhã desta sexta-feira (24) ele vai conversar com os alunos do Ensino Médio sobre quais são as impressões deles neste início de ano. “Esse material do AZ que está sendo utilizado pelo Geo Tambaú é pioneiro e a escola é a única na Paraíba que dispõe de nosso método, de forma que os alunos do Geo Tambaú estão tendo um diferencial exclusivo e uma plataforma única que alia conteúdo e tecnologia em favor do aprendizado”, finalizou Felipe Sundin, lembrando que a estudante paraibana Damirys de Fátima Maciel, aluna Geo Tambaú, que foi nota 1000 no Enem, utilizou o método AZ ano passado.

GEO Tambaú recebeu novatos e veteranos no retorno às aulas com atividades diferenciadas

Posted on

às aulas com atividades diferenciadas

Integrar os alunos novatos, acolher os veteranos e ter a certeza de que todos tenham um primeiro dia de aula agradável e cheio de expectativas positivas. Esse é o grande desafio de toda escola no início de um novo ano letivo e o GEO Tambaú deu uma atenção especial a esse momento. Nesta terça-feira (21) foi o dia em que todos os alunos, da Educação Infantil à 2ª Série do Ensino Médio, iniciaram sua jornada 2020 e o clima foi de total acolhimento. Em cada turma, uma atividade diferente, uma dinâmica, apresentação de equipe pedagógica e de professores, aquela palavra amiga de coordenação e direção da escola sobre os novos desafios e objetivos a serem alcançados ao longo do ano letivo.

Na turminha do 5º Ano do Fundamental, por exemplo, os alunos experimentaram uma dinâmica integradora em que, divididos em grupos de meninos contra meninas, eles tiveram o desafio de juntos – cada um conduzindo um cordão, colocar uma caneta dentro de uma garrafa. Alunos novatos e veteranos unidos por um objetivo comum. A alegria e o aprendizado sobre a importância do trabalho coletivo e em grupo marcaram o dia dos pequenos.

Os 6º anos, que acabam de passar pela transição de Fundamental – Anos iniciais para Fundamental – Anos finais, foram recepcionados pela coordenadora Milagres Saldanha, que conversou com os alunos sobre essa nova etapa da vida e apresentou a equipe de apoio do Fundamental II. Na oportunidade, os estudantes também receberam um brinde de boas-vindas (um marca livro e um chocolate) com os dizeres: “Bem-vindo (a)! Sem o esforço da busca é impossível a alegria do encontro!”.

Já os alunos dos 7º anos ficaram entretidos no auditório do GEO criando um aplicativo no celular durante uma aula especial com os professores de Matemática. As turmas do Infantil também tiveram dinâmicas e outras saíram para conhecer o ambiente escolar nos seus mais variados detalhes.

Ao final da manhã, as 1ª e 2ª Séries do Ensino Médio (que iniciaram suas aulas nesta terça-feira, diferente das 3ª Séries que já estão tendo aula desde a semana passada), foram recebidas no auditório pelo coordenador André Luiz. Na ocasião, ele deu as boas-vindas aos novatos e veteranos e falou sobre alguns projetos do GEO que podem dar apoio para os alunos em seus estudos. André também falou dos resultados e o último ENEM, em especial sobre a aluna GEO nota 1.000 na redação. “Ela conseguiu 200 pontos, ou seja, nota máxima, nos 5 quesitos exigidos pela banca e vamos trabalhar tudo isso com vocês”, garantiu o coordenador.

Para encerrar o diretor do GEO Tambaú, Danilo Abdala, também deixou suas palavras de acolhimento do novo Ensino Médio. Além de apresentar os conteúdos e projetos pedagógicos que serão trabalhados durante o ano letivo, o diretor também lembrou que as turmas terão á disposição o melhor material didático do país. “O material AZ é excelente e vocês estão muito bem assistidos com essa equipe de professores que o GEO tem e, não à toa, temos uma aluna nota máxima na redação. Isso nada mais do que o arcabouço que ela formou e, lógico, a técnica que ele desenvolveu, para vencer esse desafio. Então, vamos juntos”, afirmou o diretor, confiante no planejamento feito e na retomada do calendário escolar e no potencial da escola de fazer diferente em relação ao crescimento dos seus alunos.

Damirys de Fatima Machado Maciel, aluna do GEO Tambaú teve nota 1000 na Redação do Enem

Posted on

Segundo dados oficiais do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas – INEP, a estudante paraibana Damirys de Fatima Machado Maciel, 16 anos, aluna do GEO Tambaú, obteve nota máxima na redação da edição 2019, do Exame Nacional do ensino Médio (ENEM). “A avaliação com nota 1000 da nossa aluna respalda o nosso papel enquanto escola e nos deixa muito felizes”, destaca o diretor geral do GEO Tambaú, Danilo Abdala.

Damirys ficou surpresa com a colocação. Mas, as notas que a aluna sempre obteve no GEO, onde estuda desde a 1ª série do Ensino Médio, já eram um prenúncio de que ela se sairia muito bem em qualquer avaliação. Ela foi 1º lugar no 1º, 2º, 3º e 4º bimestres do prêmio Chaplin quando cursou a 1ª Série do EM, em 2017, e repetiu as avaliações no ano seguinte, quando cursou a 2ª Série. O Chaplin é um programa de avaliação e reconhecimento do Colégio GEO que premia alunos com alta performance de notas com bolsas de estudo.

Com um tema muito específico – “Democratização do acesso ao cinema no Brasil” – Damirys conseguiu obter a nota máxima na redação defendendo o acesso a sétima arte como essencial para o crescimento das pessoas e uma ação muito importante para a sociedade contemporânea. “Eu gosto de estudar e acho importante ter foco nos estudos e desta forma os resultados chegam naturalmente. O método AZ de estudos do GEO e outros recursos disponibilizados pelo colégio também fez muita diferença nessa conquista”, afirma Damirys que pretende cursar Jornalismo.

Para o diretor do GEO Tambaú, Danilo Abdala, ter uma aluna nota 1000 e tantos outros alunos com performances tão boas no Enem e em outros concursos só atesta a excelência e diferenciais do GEO neste processo de aprendizado. “Lógico que o esforço individual conta muito numa situação desta como o Enem, mas, se o estudante tem um aporte como o que damos aqui no GEO as conquistas ficam, com certeza, até mais fáceis”, afirma o diretor parabenizando a aluna Damyres e os demais estudantes da escola pelos excelentes resultados.

Alunos novatos do GEO foram recebidos nesta segunda-feira na quadra da escola para apresentação da escola e equipe

Posted on

Uma recepção calorosa para o início do ano letivo de 2020. Foi dessa forma que os alunos novatos do GEO Sul do 6º ano até a 2ª Série do Ensino Médio foram recepcionados na manhã desta segunda-feira (20). Os novos alunos receberam as boas-vindas na quadra da escola e também foram apresentados a todos os professores, coordenadores e supervisores que os acompanharão durante o ano. Nesta segunda-feira também foram iniciadas as aulas de toda a Educação Infantil e também do Ensino Fundamental – anos iniciais. Na terça-feira (21) retornam os alunos veteranos do 6º ano do Fundamental à 2ª Série do Ensino Médio. No Geo Tambaú todos voltam às aulas amanhã.

Logo que chegaram à escola, os alunos do Fundamental – anos finais sentaram-se nas cadeiras colocadas na quadra para que recebessem as palavras do diretor do GEO Sul, Roberto de Oliveira, “Quero aqui dar as boas-vindas a todos vocês e dizer que esse será o melhor ano letivo de suas vidas”, disse ele, passando o microfone a cada um dos professores que se apresentaram e falaram da disciplina que ministrarão em 2020. Regras como horários de entrada e saída, portões a serem utilizados por pais e alunos e detalhes do regimento interno da escola também foram repassados aos novos alunos.

Em seguida todos os alunos foram encaminhados para suas salas. Mas, não sem antes passarem em um corredor de professores que vibraram com a passagem dos estudantes. No primeiro dia de aula todos os novatos dos 6º, 7º anos até a 2ª Série do EM ficaram juntos para se conhecerem melhor. Entre uma aula e outra, professores também se uniram para trabalhar algumas dinâmicas com os novatos. Uma delas foi com o 8º ano na quadra do GEO, onde, cada aluno posicionado em fileiras, avançou e falou seu nome.

Para o professor Roberto, esse ano de 2020 será realmente diferente, tendo em vista os treinamentos pelos quais os professores passaram durante o planejamento pedagógico e também em função do foco da escola para este novo ano letivo. “Esse será o ano das melhores entregas. Entrega pedagógica total. Nos treinamentos que tivemos deixamos claro que nosso foco era no processo de aprendizagem do nosso aluno e também de entrega. Esse é o nosso norte em 2020: melhores entregas”, explicou o diretor do GEO.

Alunos das terceiras séries do GEO Sul são recebidos com acolhida especial no primeiro dia de aula

Posted on

Todo início de ano escolar faz parte do ritual de crescimento, imagina quando esse começo é da última etapa da Educação Básica e do último ano do Ensino Médio e que materializa o peso da responsabilidade de fazer escolhas para a vida profissional e com a expectativa de conquistar a tão sonhada vaga na universidade. Nesta terça-feira (14), os alunos das três turmas da terceira série do Ensino Médio do Geo Sul iniciaram sua jornada e foram recebidos, no primeiro dia de retorno das férias, com uma acolhida bem especial, com professores, coordenadores e o diretor geral da escola, professor Roberto Oliveira. Na entrada da quadra, onde eles se concentraram antes de ir para as salas de aula, eles foram recebidos com a entrega de chocolate com a seguinte mensagem: A Escola é o primeiro degrau de uma caminhada! Lá, eles também ouviram discursos de boas-vindas.

E coube ao professor Roberto abrir a acolhida para os alunos terceiro anistas. Ele lembrou que ano passado, na acolhida da segunda série, ele pediu que os alunos fizessem o melhor ano de suas vidas. “Mas, esse ano eu reitero o pedido. Quero que vocês façam um ano ainda melhor que 2019”, disse Roberto. Ele lembrou ainda o significado e poder da palavra ‘Propósito’ destacando que ela significa algo muito maior que objetivo. “Eu peço que essa semana vocês pensem no propósito de vocês para 2020”, afirmou o diretor que, na ocasião, também reiterou o compromisso da escola em estar junto com seus alunos dando-lhes as melhores condições possíveis para que eles atinjam seus objetivos. Nesse sentido, ele anunciou que além das cabines de estudo e outros instrumentos pedagógicos para favorecer o aprendizado, a escola disponibilizará salas de aula para que os alunos do terceiro ano possam dispor de um ambiente de estudo fora do horário regular das aulas.

O supervisor Antônio Trevisol falou em seguida e destacou o papel da escola nesta caminhada rumo ao aprendizado e à universidade. “A escola não é apenas um primeiro degrau de uma caminhada, mas quase uma escada toda que é construída junto com vocês e com a família”, disse Trevisol. Ele lembrou ainda o significado das palavras solitário e solidariedade. “Esse processo de estudo é muito solitário, pois o esforço é individual, mas neste processo não esqueçam de serem solidários, de compartilhar, dividir, distribuir o conhecimento e dividam com o colega o que achar importante, porque isso faz a gente crescer como pessoa, como estudante e, futuramente, como profissional”, disse Trevisol.

Depois ainda houve falas dos professores presentes, da coordenação, da assistente de coordenação, todas focando a importância do foco nos estudos, dos diferenciais do ano do Enem, da responsabilidade e das inúmeras atividades que os alunos da terceira série terão ao longo de 2020. “Será sem dúvida um ano desafiador, mas estamos junto com vocês para enfrentarmos os desafios que virão. Contem com toda a equipe GEO”, finalizou o professor Roberto Oliveira. Em seguida os alunos das turmas A, B e C foram chamados nominalmente e se dirigiram às suas respectivas salas de aula para dar o start de um ano que promete gratas surpresas e grandes vitórias.

GEO Tambaú abre ano letivo 2020 recepcionando alunos das 3ª Séries do EM com café da manhã e aula inaugural

Posted on

As aulas gerais do GEO Tambaú só vão começar na próxima segunda-feira (20), mas os alunos das 3ª séries do Ensino Médio já tiveram seu ano letivo 2020 oficialmente aberto nesta terça-feira (14). Como já era de se esperar, eles foram recebidos com muito entusiasmo em seu primeiro dia como pré-universitários pela equipe pedagógica, coordenação e direção do GEO. Na ocasião, os alunos tiveram uma aula inaugural no auditório, mas, antes, aproveitaram um farto café da manhã que foi servido na quadra da escola. O diretor do Tambaú, Danilo Abdala, deu as boas-vindas aos estudantes e reafirmou o compromisso da escola em oferecer o melhor material didático e a melhor preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM.

O café da manhã servido na quadra do GEO foi montado com vários tipos de bolos, pão de queijo, salgadinhos, sucos, café e água. Depois de servirem-se e de registrar o momento em uma foto conjunta de retorno às aulas, os alunos voltaram para o auditório onde o diretor Danilo Abdala, abriu o ano letivo de 2020. “Vocês serão os líderes dessa cidade. Temos excepcionais alunos. Não estou falando de inteligência, estou falando de garra, de entusiasmo, de vontade que vocês têm de superar desafios”, salientou Abdala.

“Além disso, estamos com as melhores turmas esse ano. Digo isso porque reunimos três elementos importantes: os melhores alunos, os melhores professores e o melhor material didático”, continuou o diretor, frisando que o GEO não é só conteúdo. “Também daremos todo o apoio emocional para vocês nesse processo rumo ao ENEM. Tenham tranquilidade. Entrar na faculdade é importante, mas não é só isso que resume a vida de vocês”, salientou.

Ainda durante a abertura do ano letivo, o coordenador do EM, André Luiz, falou sobre algumas novidades, como a mudança para a trimestralidade, das aulas de sociologia e filosofia que não serão mais no contra turno, e a necessidade do compromisso do aluno com o ENEM. Além disso, André também lembrou que cada um tem uma história até ali e que toda equipe do GEO acompanha e torce.

“Aqui vocês são chamados pelos seus nomes. Cada um de vocês recebe nosso bom dia sabendo que conhecemos vocês. E eu digo mais: digo a vocês o que eu falo para os meus filhos. Aqui vocês têm abraço, carinho, mas também vamos puxar a orelha de quem a gente perceber que está se atrapalhando no processo e fugindo do foco”, disse o coordenador. Em seguida, os alunos tiveram aula de Redação. Durante o intervalo, receberam o material didático e voltaram para o auditório para as aulas de Biologia e Geografia até às 12h30, horário habitual.

Demais turmas

As aulas das demais turmas do Ensino Médio, bem como a Educação Infantil, Fundamental – Anos Iniciais e Fundamental – Anos Finais, terão início da próxima segunda-feira (20).

GEO Tambaú abre ano letivo 2020 recepcionando alunos das 3ª Séries do EM com café da manhã e aula inaugural

Posted on

As aulas gerais do GEO Tambaú só vão começar na próxima segunda-feira (20), mas os alunos das 3ª séries do Ensino Médio já tiveram seu ano letivo 2020 oficialmente aberto nesta terça-feira (14). Como já era de se esperar, eles foram recebidos com muito entusiasmo em seu primeiro dia como pré-universitários pela equipe pedagógica, coordenação e direção do GEO. Na ocasião, os alunos tiveram uma aula inaugural no auditório, mas, antes, aproveitaram um farto café da manhã que foi servido na quadra da escola. O diretor do Tambaú, Danilo Abdala, deu as boas-vindas aos estudantes e reafirmou o compromisso da escola em oferecer o melhor material didático e a melhor preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM.

O café da manhã servido na quadra do GEO foi montado com vários tipos de bolos, pão de queijo, salgadinhos, sucos, café e água. Depois de servirem-se e de registrar o momento em uma foto conjunta de retorno às aulas, os alunos voltaram para o auditório onde o diretor Danilo Abdala, abriu o ano letivo de 2020. “Vocês serão os líderes dessa cidade. Temos excepcionais alunos. Não estou falando de inteligência, estou falando de garra, de entusiasmo, de vontade que vocês têm de superar desafios”, salientou Abdala.

“Além disso, estamos com as melhores turmas esse ano. Digo isso porque reunimos três elementos importantes: os melhores alunos, os melhores professores e o melhor material didático”, continuou o diretor, frisando que o GEO não é só conteúdo. “Também daremos todo o apoio emocional para vocês nesse processo rumo ao ENEM. Tenham tranquilidade. Entrar na faculdade é importante, mas não é só isso que resume a vida de vocês”, salientou.

Ainda durante a abertura do ano letivo, o coordenador do EM, André Luiz, falou sobre algumas novidades, como a mudança para a trimestralidade, das aulas de sociologia e filosofia que não serão mais no contra turno, e a necessidade do compromisso do aluno com o ENEM. Além disso, André também lembrou que cada um tem uma história até ali e que toda equipe do GEO acompanha e torce.

“Aqui vocês são chamados pelos seus nomes. Cada um de vocês recebe nosso bom dia sabendo que conhecemos vocês. E eu digo mais: digo a vocês o que eu falo para os meus filhos. Aqui vocês têm abraço, carinho, mas também vamos puxar a orelha de quem a gente perceber que está se atrapalhando no processo e fugindo do foco”, disse o coordenador. Em seguida, os alunos tiveram aula de Redação. Durante o intervalo, receberam o material didático e voltaram para o auditório para as aulas de Biologia e Geografia até às 12h30, horário habitual.

Demais turmas

As aulas das demais turmas do Ensino Médio, bem como a Educação Infantil, Fundamental – Anos Iniciais e Fundamental – Anos Finais, terão início da próxima segunda-feira (20).

Início do ano letivo para os alunos das 3ª Séries do Ensino Médio do GEO Tambaú e Sul será nesta terça-feira

Posted on

Depois de investir em uma semana de intensa atividade de capacitação profissional e de planejamento pedagógico, o GEO Sul e Tambaú darão início às suas aulas do período letivo 2020. Nesta terça-feira (14) as duas unidades do GEO já receberão seus alunos das 3ª Séries do Ensino Médio. No GEO Sul, no próximo dia 20 será a vez de dar início às aulas das demais turmas em todos os níveis, para os alunos novatos. Dia 21, retornam também todos os veteranos. No Tambaú, novatos e antigos alunos, recomeçam as aulas no dia 21 de janeiro.

Segundo o diretor do GEO Tambaú, Danilo Abdala, nesta terça-feira os alunos serão recepcionados em alto estilo. “Teremos um café da manhã e depois haverá uma apresentação de toda a equipe e só depois todos vão para suas salas”, comentou Danilo, que tem ótimas expectativas para esse ano que se inicia. “Fizemos uma Semana Pedagógica muito proveitosa, com bastante informação e troca de conhecimento. Estamos todos muito animados com esse ano de 2020”, concluiu o diretor.

O professor Roberto de Oliveira, diretor do GEO Sul, ao final da semana de planejamento pedagógico, reforçou os objetivos da escola para 2020 junto aos professores. “Lembrem-se: foco no processo de aprendizagem, foco no aluno e foco nas boas entregas, ou seja, reforços positivos”, salientou Roberto, que recepcionará junto com sua equipe os alunos das terceiras séries do EM que começam a estudar já a partir de amanhã (14).

Professores do GEO Sul participam de composição de projeto de Inteligência Socioemocional da escola fundamentado na BNCC

Posted on

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) define que concepção de Educação orientará as escolas brasileiras. E, de cara, o documento já traz a informação de que a escola deve promover a formação e o desenvolvimento humano global dos alunos, para que sejam capazes de construir uma sociedade mais justa, ética, democrática, responsável, inclusiva, sustentável e solidária. Isso significa orientar-se por uma concepção de Educação Integral (intelectual, física, emocional, social e cultural). E foi com essa concepção mais ampla do que é educar que o GEO Sul promoveu, na manhã desta segunda-feira (13), um grande encontro com professores de todos os níveis para a formulação de um projeto piloto de Inteligência Socioemocional.

Vale lembrar que o foco das escolas, segundo o documento da BNCC, não é mais o de transmissão de conteúdos, mas o desenvolvimento de competências, compreendidas como a soma de conhecimentos, habilidades, atitudes e valores. O planejamento pedagógico de 2020 do GEO Sul vai contemplar essas competências. E, para isso, todos os orientadores educacionais – Rosângela Régia, Raquel Guerra, Cláudio Campos e Lis Gomes – trabalharam o tema com os docentes. No início do evento, o professor Cláudio Campos, levantou, através de votação entre professores, os principais temas a serem trabalhados em sala de aula, sendo o principal deles, unânime em todos os níveis de educação, ‘Autonomia e Responsabilidade’.

A partir de agora professores e orientadores vão se reunir para criar cronogramas com situações cotidianas que trabalhem os temas. “Autonomia e Responsabilidade” foi o único tema que se repetiu na Educação Infantil, no Ensino Fundamental – anos iniciais, Ensino Fundamental – anos finais, bem como no Ensino Médio, ao todo, para cada nível, foram elencados temas a serem trabalhados trimestralmente. No ensino Fundamental – anos finais, por exemplo, ficaram “Autonomia e responsabilidade”; “Desafio de amar ao próximo”; “Inteligência Emocional” e “Adolescência – perdas e danos”.

Em seguida, a orientadora educacional do Ensino Médio, Lis Gomes, assumiu e deixou a mensagem que todos precisam se comprometer com a formação cidadã e para o trabalho. “Temos que trabalhar as competências, as dez macrocompetências, preparar o aluno para suas escolhas”, comentou Lis, passando o comando para Raquel Guerra, orientadora do Fundamental – Anos iniciais, que, seguindo a mesma linha de raciocínio, afirmou que os alunos precisam de pessoas que os ouçam e falou sobre as “práticas” dentro do projeto como a abertura de fala, saber como os alunos se sentam, a observação da cooperação e tudo que ajude o estudante a ter um maior domínio sobre suas emoções.

Ao final do evento, a orientadora Rosângela Régia, tratou sobre as principais dificuldades e transtornos de crianças em sala de aula a exemplo do autismo, do Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade – TDHA, da dislexia, disortografia, discalculia. Ela demonstrou ao público como ajudar esses alunos e como oferecer estímulos positivos a eles. “Por exemplo, evitar o uso intenso da caneta vermelha durante a correção de provas. O vermelho, culturalmente em nosso contexto, está associado a estímulo negativo”, disse ela, lembrando quando os boletins vinham com a cor vermelha quando as médias ficavam abaixo da média 7,0.

O diretor do GEO Sul, Roberto de Oliveira, chamou a atenção de todos para o planejamento que estava sendo montado para o ano de 2020 e que nele havia o viés da inteligência emocional, que deve guiar cada decisão em sala de aula. “Vamos construir uma entrega pedagógica excepcional. Esse é o nosso foco”, destacou Roberto. Antes de dispensar o grupo, o professor também fez alguns pedidos aos professores, como o de tornar a aula mais prática para que o aluno fixe mais o conhecimento e a abolir o uso da caneta vermelha na correção de provas. “Vamos tentar esse ano? Algo diferente para cortar o estímulo negativo que é a nota vermelha na prova”, concluiu.

Professores do GEO Sul assistem palestra sobre a afetividade um importante componente no processo de ensino-aprendizagem

Posted on

A afetividade vem da raiz afficere, que corresponde a afetar, fazer algo em prol de um ser ou de algo que nos tocou, afetou, interessou. Esse foi o tema de uma palestra que marcou o penúltimo dia de planejamento pedagógico do GEO Sul nesta sexta-feira (10). A palestra foi da professora e psicopedagoga Maria Socorro Caju, que falou para todos os professores da escola como a afetividade influi no processo de ensino-aprendizagem. Sob o titulo “Afetividade, ensino e aprendizagem: Reflexões Docentes”, a palestrante destacou, porém, que o professor precisa cuidar de sua própria afetividade para “dar” ao seu aluno o que ele precisa. A semana pedagógica do Sul ainda será concluída na segunda-feira (13) com reunião da direção com a equipe de coordenadores.

Socorro começou sua apresentação com uma provocação: Nós cuidados dos outros, mas quem cuida de nós? A professora deu inúmeros exemplos de sala de aula e de reunião de pais e mestres que lançaram para os professores um desafio: o de cuidarem de seus afetos, do seu corpo e espírito para que possam “transbordar como leite”, ou seja, ter amor próprio significa ter amor o suficiente para poder “dar” aos outros. “Que pessoas estão ao nosso aguardo quando saímos da escola? Precisamos cuidar das nossas vidas também para que sejamos saudáveis emocionalmente também”, comentou ela, frisando que muito se fala que o professor precisa ser mais “afetivo” com seus alunos, mas esquecem que o professor precisar cuidar de sua vida pessoal e de si mesmo para se voltar às necessidades do seu aluno.

Assim, no decorrer de sua palestra, foram repassados exercícios que vão ajudar cada um em sala de aula, a exemplo da terapia do abraço. “A gente hoje não sabe mais abraçar. O abraço serve para que possamos sentir o batimento cardíaco um do outro. Quem tem feito isso aqui?”, provocou a professora.

Ao final da palestra, todos saíram satisfeitos e disseram que vão trabalhar as questões pontuadas pela psicopedagoga. “A palestra foi maravilhosa, de muito aprendizado. Uma coisa que me chamou a atenção foi a do equilíbrio do corpo. O exercício que ela nos passou de unir as mãos para alcançar o pH ideal de nosso sangue”, frisou a Assistente de Ensino do Infantil V, Carla Patrícia.

Na segunda-feira (13) a equipe de direção se reunirá com a equipe de coordenadores para encerramento da Semana Pedagógica. Desde a última terça-feira (07) que o GEO Sul está realizando sua semana de planejamento pedagógico. Durante esses dias, os professores e direção alinharam o projeto pedagógico da escola e também fizeram treinamento para implantação em algumas turmas do material Ético. Em outras turmas foi feito o aprofundamento e consolidação do mesmo material didático que será usado em 2020.