Clientes Freelancer

Opera Paraíba: Hospital de Queimadas realiza 100 cirurgias eletivas

Posted on

A segunda etapa do programa Opera Paraíba, no Hospital Regional de Queimadas, possibilitou que cerca de 100 pacientes de cirurgias eletivas pudessem realizar o procedimento cirúrgico. Os procedimentos foram realizados entre os dias 17 e 25 de outubro e incluíram cirurgias de hérnias, vesícula, histerectomia, fimose, entre outros.

O Opera Paraíba estava suspenso desde março, em virtude da pandemia do coronavírus, e foi retomado, inicialmente, nos hospitais de Queimadas e Mamanguape. Dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES) atestam que só este ano foram realizadas 2.625 cirurgias e a estimativa da SES é de realizar 12 mil cirurgias até o fim do Programa.

O diretor geral do Hospital de Queimadas, Flávio Daniel, lembra que o Opera Paraíba foi lançado há um ano com a meta na redução das filas de espera por cirurgias eletivas no Sistema Único de Saúde (SUS). “Com o Opera Paraíba estamos zerando as filas de espera por procedimentos cirúrgicos, beneficiando milhares de pacientes que não mais precisarão esperar para realizar suas cirurgias”, destacou Flávio, comentando que o mutirão realizado em Queimadas foi um sucesso. O diretor parabenizou toda a equipe da unidade que se uniu, num esforço coletivo, para que todos os procedimentos programados pudessem ser realizados.

Sobre o Opera Paraíba – Ao todo, 12 hospitais da Rede Estadual integram a força-tarefa para a realização dos procedimentos cirúrgicos, que contemplam as especialidades de ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia, proctologia e cirurgia geral. Em contrapartida, os municípios com a população beneficiada pelo programa realizam os exames pré-operatórios e o transporte até a unidade hospitalar responsável pelo procedimento cirúrgico.

Hospital Regional de Queimadas ganha nova ambulância e reforça atendimento aos pacientes

Posted on

O Hospital Regional de Queimadas acaba de ganhar um reforço significativo para atendimento aos pacientes da cidade e região. Trata-se de uma nova ambulância adquirida com apoio do senador Veneziano Vital do Rego, que através de emenda parlamentar conseguiu destinar recursos para aquisição do novo equipamento, A nova ambulância foi entregue ao hospital na última sexta-feira (23). A solenidade contou com a presença do senador e do secretário estadual de saúde, Geraldo Medeiros que, na ocasião, falaram sobre a importância do veículo no atendimento dos pacientes.

“O Hospital de Queimadas é referência para a população do Cariri e o aporte desta ambulância permitirá uma segurança maior para os pacientes e uma maior agilidade no transporte de pacientes graves, de forma, que essa aquisição soma de forma muito positiva na prestação de serviço ofertado à população daquela localidade”, destacou o secretário Geraldo Medeiros.

O diretor geral do Hospital de Queimadas, Flávio Daniel, esclareceu como a nova ambulância dará suporte aos pacientes que são atendidos diariamente pela unidade. “Essa ambulância chega num momento importante, tendo em vista que o Hospital de Queimadas hoje presta serviços não apenas a população de Queimadas, mas de outros municípios circunvizinhos, que englobam 14 municípios, então esse novo equipamento vem contribuir com a eficácia e agilidade no transporte de pacientes não apenas para a nossa unidade, como para o remanejamento destes para outros hospitais quando houver necessidade”, disse Flávio Daniel.

“Esse é um momento de alegria e contentamento e, para mim, particularmente, na condição de agente político que possibilitou essa aquisição, isso muito me alegra porque sei que o exercício de meu mandato está ajudando a essa unidade a melhorar o atendimento à população”, disse o senador autor da emenda.

O deputado estadual Doda de Tião, que é natural de Queimadas, também prestigiou a entrega da nova ambulância e, na ocasião, agradeceu ao governador João Azevêdo, pelo excelente trabalho na gestão da saúde dos paraibanos, e ao senador pela emenda que possibilitou a aquisição do novo equipamento. “Esse equipamento é muito importante para o hospital e quero de público agradecer o compromisso do nosso governador com a região e também de seu secretário de saúde, Dr. Geraldo que vem desenvolvendo um trabalho muito bom à frente da Secretária de Saúde e também lembrar do compromisso do senador Veneziano com a nossa região”, finalizou Doda de Tião.

Vereador e candidato a novo mandato Renato Martins se diferencia pela formação, visão política e sobretudo pela produção parlamentar

Posted on

Com foco numa gestão pública com qualidade, o vereador pessoense e candidato a novo mandato na Casa de Napoleão Laureano pelo Avante, Renato Martins, aproveitou o afastamento da vida púbica, num hiato entre o ex-mandato (2013 a 2016) e o atual, para concluir o mestrado em gestão pública e cooperação internacional pela UFPB. Suplente da coligação do PSD, Renato reassumiu o mandato na Câmara Municipal de João Pessoa, no dia 2 de abril deste ano. Um dos parlamentares mais atuantes da Casa, com uma das maiores produções legislativas do órgão, Renato está no páreo da disputa eleitoral com um discurso diferenciado, uma visão política com embasamento técnico e com uma folha de serviços prestados à população.

“A experiência do primeiro mandato, com a formação na UFPB, me deram ainda mais consistência técnica para atuar no legislativo. Hoje, tenho uma visão mais ampla do que é fazer política. A gestão pública só tem avanços significativos quando ela acontece sem personalizações, as boas propostas deixam de ser da gente para ser patrimônio público, porque é para a sociedade que a gente trabalha, atua e precisa direcionar nossa energia. E é, justamente, com esse novo olhar que busco renovar meu mandato na Câmara Municipal de João Pessoa. As boas ideias, venham de onde vier, precisam ser apoiadas. No próximo mandato, me comprometo a estar ao lado do povo, trabalhando em prol da sociedade e defendendo o bem público”, destaca o parlamentar candidato.

A retomada deste segundo mandato, segundo Renato, se deu em situação adversa, em plena pandemia do Covid, o que impediu de retomar suas ações cotidianas de idas ao Ministério Público, Estadual, Federal, CGU para fazer denúncias e cobrar providências em prol de melhorias para a população pessoense. “De fato, a pandemia mudou a rotina da Câmara, dos órgãos, das instituições, da vida de um modo geral, o que também nos restringiu os passos e ações que ficaram muito voltados para esse momento de pandemia, mas, estamos na luta para renovar nosso mandato e retomar as lutas, as ações, a produção parlamentar de qualidade, os discursos na tribuna, enfim, dar nossa contribuição para melhorar a gestão pública municipal”, reitera Renato.

Apoio de Moacir Rodrigues

Essa semana, o vereador Renato recebeu mais uma adesão de peso a sua campanha. Trata-se do deputado Moacir Rodrigues, irmão do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, que declarou em suas redes sociais que apoia a candidatura de Renato na capital paraibana. “Ele já tinha me dito que o candidato dele aqui seria eu e essa semana ele publicou nas redes sociais que me apoia aqui em João Pessoa, inclusive, falando com eleitores dele aqui e pedindo para votar em mim. Esse apoio, muito me honra, fortalece nossa caminhada e será muito importante para a nossa vitória”, destaca Renato.

Jeová faz relato da visita às obras da Transposição e propõe que todos os deputados paraibanos façam uma visita técnica no início de 2021

Posted on

Em pronunciamento durante sessão remota da ALPB, na manhã desta quarta-feira (9), o deputado Jeová Campos fez um breve relato sobre a visita técnica as obras do Eixo Norte da Transposição, na última sexta-feira, agradeceu o apoio logístico que teve da Mesa Diretora da Casa e fez uma proposta para que todos os deputados paraibanos, sob o comando do presidente da ALPB, Adriano Galdino, possam ver in loco, no início do próximo ano, as obras que já estão prontas em Jati (CE) e em bom ritmo no interior da Paraíba e do Rio Grande do Norte.

“Foi uma emoção singular ver a barragem de Jati cheia, tanto que não resisti e entrei nas águas do Velho Chico. Penso que emoção similar irão sentir os meus colegas diante de tão majestosa e importante obra para nossos irmãos nordestinos. Não tenho dúvidas que essa é a construção do milênio em nosso país”, disse o parlamentar. Jeová lembrou que a água da barragem de Jati, que vai chegar em Açu, no Rio Grande do Norte, passando pela barragem de Engenheiro Ávidos, é tudo por gravidade e as obras estão praticamente prontas. Segundo ele, as obras de construção do canal Caiçara Engenheiro Ávidos, em Cajazeiras, deverão estar concluídas em meados do próximo ano.

“Eu quero deixar uma proposta aqui, para que no início de 2021, sob o comando do presidente da Casa, Adriano Galdino, todos os deputados da Paraíba possam visitar as obras da Transposição”, reiterou o parlamentar que, na sequência de sua fala, elogiou o trabalho que vem sendo feito pelo secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, no que diz respeito ao combate ao COVID-19, solicitando do mesmo que tenha um olhar especial e comece a adotar as providência para cumprir a Lei 11.566, que ampliou o teste do pezinho na Paraíba, dotando a rede pública estadual com condições para as unidades fazerem o teste do pezinho ampliado nas maternidades e hospitais públicos paraibanos.

Complexo Hospitalar de Patos realiza ação educativa para colaboradores trabalharem melhor o estresse na pandemia

Posted on

Diante da situação de pandemia que o mundo vive há meses, é inevitável o sentimento de insegurança, incerteza e, principalmente, ansiedade. Isso em qualquer ramo de atividade, imagina no setor de saúde, onde as atribuições dos profissionais estão diretamente ligadas a essa questão. E foi para ajudar os colaboradores do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, a superar esse momento que o setor de Psicologia realizou, nesta segunda-feira (10), uma atividade cujo objetivo foi orientar os profissionais da unidade a controlar a ansiedade, trabalhando acolhimento, autocuidado, saúde mental e física. A ação foi coordenada pela psicóloga Pryscila Guedes e incluiu abordagens e distribuição de material educativo.

            “A demanda de funcionários com questões ligadas a ansiedade aumentou, o que é perfeitamente natural na atual conjuntura e diante de tais colocações, elaborei um material para distribuir não só com os profissionais de saúde, mas também com todos os nossos colaboradores envolvidos nessa luta contra o Covid-19”, explica a psicóloga.  O material reúne sete dicas de como controlar a ansiedade, destacando a importância do cuidado com a saúde mental durante períodos de grande estresse como o que se vive nesta pandemia.

            Entre as dicas destaca-se a que orienta a pessoa a estabelecer limites para as notícias que consome. “Apesar de ser importante nos manter informados, monitorar isso constantemente não nos faz bem. Permitir-se fazer pausas é importante”, reitera a psicóloga, lembrando que é fundamental que se busque informações de fontes oficiais, evitando fake News e orientações em grupos que não trazem informações científicas. Uma outra dica é o cuidado que cada um deve ter em si próprio. “O Auto cuidado inclui focar nas coisas que você pode controlar, como comer e dormir bem, fazer coisas que dêem prazer. Caminhar, meditar, se exercitar tem um impacto positivo nos sentimentos”, reitera Pryscila.

            Aceitar os próprios sentimentos também é salutar em períodos de grande estresse destaca o material distribuído. “É natural ficar estressado, ansioso e facilmente chateado passando por todo um espectro de emoções em pouco tempo. É, portanto, importante permitir-se parar para entender as próprias emoções e sentimentos e expressá-los. Começar um diário e colocar no papel o que se está sentindo pode ajudar”, orienta a psicóloga. E por fim, quando não estiver conseguindo manter o equilíbrio, destaca a última dica do material educativo, não hesite em procurar ajuda de um profissional. “É importante que as pessoas entendam que é normal não se sentir 100% nesse momento. afinal, vivemos um tempo de muitas incertezas e angústias. Procurar um psicólogo e fazer uma terapia pode ajudar a entender melhor o que se passa e trabalhar emoções, sentimentos e comportamentos”, reitera Pryscila Guedes.

Todos os setores foram contemplados com a ação educativa Profissionais de todos os setores receberam o material educativo Os funcionários receberam orientações de como lidar com o estresse em tempos de pandemia Os funcionários receberam orientações (1) Os funcionários foram orientados a como aliviar a tensão em momentos de pandemia Os funcionários receberam orientações  e material educativo A ação também contemplou os funcionáros do Hospital do Bem que integra o Complexo A ação educativa conteplou todos os setores do hospital

Bem-vindo ao novo normal

Posted on

Com o comércio retomando lentamente a sua atividade, me pus a pensar que tipo de consumidor as marcas e negócios estão reencontrando. Que mundo é e será esse, com profusão de máscaras, álcool-gel, cancelas especiais, tapetes sanitizantes, câmeras com infravermelho, distanciamento seguro entre os clientes e olhares enviesados para quem espirra de forma exagerada.
Acima de tudo, qual mentalidade adotou “novo consumidor” ou “o consumidor do Novo Normal”.
Por sua combinação poderosa de receios, a pandemia do novo coronavírus se mostra diferente de todas as crises anteriores. Ela nos amedronta pela fraqueza da nossa saúde pública, pela transmissibilidade do vírus, pela roleta russa que ele nos impõe, pela imprevisibilidade do tempo que a pandemia irá durar, pelo medo de não pagarmos as contas, de vermos nossos negócios morrerem e por imaginarmos como será a próxima.
Essas profundas mudanças de valores e mentalidades redefiniram hábitos e influenciaram comportamentos.

Se ficou claro que estamos em barcos diferentes, apesar de navegarmos na mesma tempestade, e é nítido que há gente que nem barco tem, cooperar, se adaptar, inovar e se reinventar são premissas básicas para não sucumbir.

Enquanto algumas marcas fazem o óbvio exercício de se questionar em como podem gerar valor para este novo consumidor, outras ainda pensam e agem em padrões pré-pandêmicos — e essa atitude cobrará seu preço.

10 mudanças

Impactado por mais de 90 dias em confinamento, convivendo com a infoxicação (escrevi sobre nesta mesma coluna, semanas atrás) e tendo as emoções massacradas pela rotina diária absolutamente modificada, o consumidor do Novo Normal já consome de maneira diferenciada produtos, serviços, notícias, conteúdos e pessoas.

Está mais criterioso, cuidadoso, digital, coerente, questionador, econômico, voltado para a família e menos tolerante a cold calls e ao “consumir por consumir”.

Em estudo recente, a McKinsey & Company listou as 10 mudanças de comportamento de consumo esperadas para o Novo normal. São elas:

1. O digital será onipresente

2. O consumo será repensado

3. A fidelidade e a infidelidade caminharão juntas

4. O consumo será mais seguro

5. Qualidade de vida é o que interessa

6. O Novo Normal será caseiro

7. E mais confortável também

8. Sustentabilidade será critério determinante

9. Propósito importa, sim

10. Metrópoles estão menos valorizadas

Segundo a McKinsey, “empresas resilientes” se sustentam em três 3Rs, simultaneamente, para não ceder à crise:
Retornar: quando elas gerenciam o período de crise e endereçam oportunidades para uma retomada mais saudável e rentável.

Reimaginar: como será o Novo Normal.

As mudanças de comportamento vieram para ficar e marcas e negócios precisam ter clareza de suas promessas e propostas de valor.

Quem aspira seduzir e reter o “novo consumidor” terá de prestar contas de suas atitudes e valores.

“Entender para atender”, definitivamente, deu lugar ao “acolher para atender”.

Serviço de informações aos familiares de pacientes com Covid-19 tranquiliza parentes e ameniza saudade e ansiedade

Posted on

     Imagina ficar sem poder ver alguém querido que está doente num hospital e em isolamento. Só o fato de supor essa situação, já dá um frio na barriga, imagina ter que encarar esse momento. Isso é o que está acontecendo com os parentes de pacientes diagnosticados com a Covid-19 e que precisam se internar para tratar da doença. Altamente contagiosa, a Covid-19 requer um isolamento rígido, por isso os doentes, inclusive idosos e crianças, não podem ter acompanhantes enquanto se tratam. Para atenuar essa angustia, o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, implantou um setor específico para cuidar desta questão: a Unidade de Comunicação Familiar (UCF).
E é justamente o serviço da UCF que está amenizando a saudade e a angústia da família do aposentado Hilton Martins Medeiros, de 75 anos, que desde o último dia 15, está sob os cuidados da equipe do isolamento Covid, do Hospital de Patos. A filha do paciente, a Sra. Idelvita Medeiros Santos, já falou com o pai em vídeo chamada e elogiou a iniciativa do hospital. “É um serviço ótimo, porque a gente não pode visitar, ficar perto, acompanhar, não pode ver, enfim, essa vídeo chamada tranquilizou todo mundo e foi muito bom poder não apenas conversar com meu pai, mas, também vê-lo e ter a certeza de que ele está sendo bem tratado”, disse Idelvita elogiando a iniciativa do hospital.
A diretora geral do Complexo, Liliane Sena, reforça que a implantação do serviço na unidade melhorou o fluxo de informações entre a instituição e os familiares dos pacientes. “Com a criação e implantação da UCF, nós conseguimos aperfeiçoar essa rotina de repasse de informações para os familiares dos pacientes com Covid-19 e temos recebido muitos elogios pela iniciativa”, diz Liliane, lembrado que o serviço é restrito aos pacientes do isolamento, porque todos os demais ficam com acompanhantes. Ela ressalta ainda que as vídeo chamadas não são rotina da UCF, mas, que, eventualmente, as transmissões poderão ser feitas, caso a caso.
Antes da implantação da UCF, as informações do quadro e evolução dos pacientes eram repassadas de maneira presencial, pelo médico do setor Covid, que em determinado horário do dia cumpria essa rotina de forma individual com os familiares dos pacientes. Mas, essa sistemática sofria reiteradas mudanças, porque em alguns momentos marcados, o médico tinha que atender uma intercorrência, atrasava e não tinha a regularidade que a unidade pretendia estabelecer. Além disso, os familiares de pacientes que não moram em Patos também ficavam com dificuldades de estar na unidade no horário marcado para poder participar deste momento diariamente.
A UCF funciona de domingo a domingo, com plantões diurnos, com a disponibilidade de um profissional plantonista que fica, exclusivamente, com essa missão de levantar o histórico e quadro clínico de cada paciente, através de seu boletim médico, e ligar para as famílias e passar as informações mais atualizadas sobre a situação do paciente. Quando o paciente tem condições de falar, é feito a vídeo chamada, como foi o caso do Sr. Hilton, nesta segunda-feira (22), que permanece internado e se recuperando numa enfermaria do isolamento Covid.

 

Sr. Hilton durante vídeo chamada com sua filha na última segunda-feira
Sr. Hilton durante vídeo chamada com sua filha na última segunda-feira

 

 

Deputado Jeová comemora autorização do início das obras de pavimentação da PB-394

Posted on

“Foi com grande felicidade que recebi a notícia, nesta terça-feira (16), de que o Departamento de Estradas e Rodagens da Paraíba (DER-PB) autorizou a empresa Tapajós Terraplanagens de Estradas e Rodagens a dar início às obras de pavimentação asfáltica da PB-394, que liga a BR-230 ao Distrito de Engenheiro Ávidos, no município de Cajazeiras. “Essa é a etapa definitiva de uma grande luta nossa, uma das principais reivindicações que remonta ao meu primeiro mandato. O asfaltamento dessa estrada é uma conquista dos moradores de Cajazeiras e de São José de Piranhas”, salientou Jeová. A obra está orçada em cerca de R$ 13 milhões.

O parlamentar lembra que uma de suas maiores satisfações é ver seu trabalho como agente político transformar a vida das pessoas para melhor. “Eu entendo e milito na política através de meus mandatos como deputado sendo um instrumento facilitador para conquista de melhorias para a população, como um agente que busca através de muito trabalho a implementação de ações que mudam para melhor a qualidade de vida das pessoas e essa obra da PB-394, sem dúvida, fará isso com a população destas cidades que serão beneficiadas com essa pavimentação”, destaca Jeová.

O deputado lembra que com a chegada das águas oriundas da transposição do Rio São Francisco ao Açude Engenheiro Ávidos, essa obra possibilitará ainda mais desenvolvimento para a população da região. “Estou feliz em transmitir essa boa notícia aos meus conterrâneos e dizer que em breve veremos novos tempos em nossa região. Estrada, água e desenvolvimento sustentável para nossa gente. Essas são bandeiras de nosso mandato popular”, concluiu Jeová, agradecendo ao governador João Azevedo pelo empenho em dar prosseguimento à realização das obras de pavimentação, mesmo em meio a tempos tão difíceis como esse do enfrentamento da pandemia do Covid-19.

Festejos Juninos curiosidades e muito mais!

Posted on

A Festa Junina tem suas origens na cultura europeia da época da Idade Média. Foi trazida para o Brasil pelos colonizadores portugueses, porém sofreu várias adaptações em nosso território, onde foram incorporadas tradições brasileiras.

Para cada santo há um tipo de fogueira diferente. Na fogueira de São João as madeiras são colocadas em formato de cone. Na fogueira de Santo Antônio, as madeiras são colocadas em formato de quadrado. Já na fogueira de São Pedro, as madeiras ficam na posição de triângulo.

Há muitos anos, em Portugal, a Festa Junina era chamada de “Festa Joanina”, em homenagem a São João Batista.

As canções de Luiz Gonzaga (“o rei do Baião”) são as mais tocadas nas Festas Juninas brasileiras.

A Festa Junina é a segunda mais importante festa popular brasileira da cultura brasileira (fica atrás somente do Carnaval).

O milho é a base de muitas comidas da Festa Junina, pois é neste mês que ocorre a colheita dele.

A região Nordeste do Brasil é a que mais comemora a Festa Junina.

A quadrilha é um dos destaques da Festa Junina no Brasil. Esta dança surgiu como uma forma de agradecimento aos três santos católicos (São João, São Pedro e Santo Antônio) pela colheita realizada.

A maior Festa Junina do Brasil ocorre na cidade paraibana de Campina Grande, reunindo milhares de pessoas todos os anos.

Antigamente, imagens dos três santos católicos da Festa Junina eram pintadas em bandeiras e espalhadas pelos locais da festa. Com o tempo, estas bandeiras foram transformadas em bandeirinhas, que até hoje são usadas para decorar os ambientes da festa.

As roupas típicas da Festa Junina estão relacionadas ao modo de se vestir dos habitantes da zona rural de décadas atrás.

A fogueira, símbolo marcante das festas juninas, é uma tradição de origem pagã, que servia para comemorar o solstício de verão no hemisfério norte.

Os instrumentos musicais mais utilizados para acompanhar as músicas das festas juninas são: violão, viola, triângulo, sanfona, zabumba, pandeiro e cavaquinho.

 

O que é coronavírus? (COVID-19)

Posted on

O que é o coronavírus?

coronavírus é uma família de vírus que se manifestou pela primeira vez em 1937. Em 31 de dezembro de 2019, foi identificado um novo tipo de coronavírus, que teve origem no mercado de frutos do mar e de animais vivos da cidade de Wuhan, na China.

Por causar graves infecções respiratórias, o vírus ficou conhecido pela sigla SARS (Severe Acute Respiratory Syndrome ou Síndrome Respiratória Aguda Grave, em tradução livre).

Os tipos de coronavírus

O coronavírus foi se modificando ao longo do tempo, por isso, os profissionais de saúde viram a necessidade de nomear cada um dos tipos do vírus de maneira diferente.

No caso do último vírus descoberto, seu nome inicial era novo coronavírus ou SARS-CoV-2, porém, a Organização Mundial da Saúde (OMS), no dia 30 de Janeiro de 2020, anunciou a mudança da nomenclatura do vírus para COVID-19.

O nome foi alterado para se adaptar às diretrizes da OMS, que aconselham os estudiosos a não darem nomes que referenciem animais, objetos, indivíduos ou grupo de pessoas para os vírus descobertos.

Conheça abaixo os tipos conhecidos:

  • Beta coronavírus OC43 e HKU1;
  • Alpha coronavírus 229E e NL63;
  • MERS-CoV (causador da Síndrome Respiratória do Oriente Médio ou MERS);
  • SARS-CoV (causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave ou SARS);
  • COVID-19 (o tipo mais recente descoberto). 

Quais são os sintomas do coronavírus?

  • Febre;
  • Espirros;
  • Tosse;
  • Coriza;
  • Falta de ar.

 

Como ocorre a transmissão do coronavírus?

Inicialmente, se pensava que a transmissão da doença acontecia de animais para pessoas, mas com os últimos acontecimentos na China, sabemos que a transmissão também pode ocorrer de pessoa para pessoa.

O coronavírus é de fácil transmissão e pode se disseminar das seguintes formas:

  1. Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos;
  2. Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;
  3. Tosse;
  4. Espirro;
  5. Contato com secreções respiratórias.

Qualquer pessoa que se aproxime um metro de uma pessoa infectada corre o risco de ser contaminada com a infecção.

5 formas de se prevenir do coronavírus

A médica infectologista da Unimed Fortaleza Dra. Lícia Borges Pontes, separou 5 cuidados que você e sua família devem ter para se prevenir do coronavírus.

A sigla, em inglês, W-U-H-A-N indica ações que você deve ter no dia a dia para se manter protegido. Confira a tradução abaixo e comece a praticá-las para manter o vírus longe da sua casa:

  1.  Lave as mãos;
  2. Use máscaras de proteção adequadamente;
  3.  Verifique sua temperatura regularmente;
  4.  Evite grandes multidões;
  5.  Nunca toque seu rosto com as mãos sujas.

Pessoas gripadas ou resfriadas

No caso de pessoas com sintomas característicos de gripes ou resfriados, a prevenção também deve ser feita, porém, com algumas particularidades quanto ao que deve ser feito

Listamos abaixo algumas dicas para que você e sua família saibam como proceder se já estiverem doentes:

1- Use máscaras de proteção em lugares públicos ou quando for conversar com alguém;

2- Ao tossir ou espirrar, use lenços de papel e, em seguida, jogue-os no lixo ou cubra a boca e o nariz utilizando o braço;

3- Evite cumprimentos com abraços, apertos de mão e beijos;

4- Evite visitas a entes queridos caso esteja gripado.

O coronavírus tem cura?

Mesmo sem haver tratamentos específicos para o vírus, a grande maioria das pessoas contaminadas evolui para a cura. Mas, apesar dessa informação, não se pode diminuir a gravidade das complicações que esse vírus pode trazer, já que os sintomas são muito agressivos para o corpo.

O tratamento para as doenças causadas pelo vírus, por enquanto, ainda é o de suporte, ou seja, o foco é o tratamento dos sintomas da infecção, como a febre e a tosse.

Fique atento!

Agora que você já sabe como se prevenir do coronavírus, aplique as ações de prevenção na sua rotina e da sua família.

Apesar de ainda não existirem casos da doença confirmadas no Ceará, é importante estar atento aos sintomas.