Clientes Freelancer

Rossandro Klinjey faz palestra em João Pessoa e aborda os desafios, responsabilidades e papel dos pais para educar seus filhos

Posted on

“Os pais, de um modo geral, têm um desejo de que a escola seja uma segunda família e as escolas, de um modo geral, tentam fazer esse papel, mas, ela só consegue se a família se propuser e cumprir o seu papel de ser a primeira escola. Se dentro da própria casa não existe um valor para educação e não existe pais que estão responsáveis por aquela criança,  ele vai chegar na escola com essa falta e embora a escola possa colaborar com essa educação moral, ela tem as obrigações de formação intelectual e cognitiva com as crianças, então é preciso que a escola e a família tenham uma parceria para que tudo isso dê certo”. Essa citação é do escritor e psicólogo Clínico, Rossandro Klinjey, que fez uma palestra, na noite desta terça-feira (26), para um público de quase duas mil pessoas, todas pais e educadores do Colégio GEO, promotor do evento, e de outras instituições de ensino da cidade.

Segundo Rossandro, se os pais não cumprem seu papel, dificilmente a educação desta criança terá êxito. “Muitos pais estão meio que terceirizando a educação dos filhos, se para smartphones, internet, para as escolas e estão deixando de cumprir com seu papel e isso não funciona. É preciso acordar os pais para indiferença que muitos estão tendo na educação dos filhos e os prejuízos que têm acarretado na vida destas crianças e adolescentes”, disse Rossandro.

O palestrante deixou claro, em quase uma hora e meia de apresentação, que sua abordagem não tinha a intenção de fazer com que os pais se sentissem culpados por essa distorção, mas, que refletissem e revissem posturas que, num primeiro momento parecem ser as mais corretas, mas, que não são o melhor caminho. “A ideia não é fazer com que os pais se sintam culpados, mas que reflitam e voltem para casa com o sentimento de recuperar o seu lugar, de assumir o seu papel, para fazer a família funcionar”, reiterou Rossandro.

Ele lembrou ainda que o exemplo é a única forma de educar. “Não adianta você pedir a seu filho para fazer uma coisa e você tem outro comportamento. Criança imita o comportamento e a conduta e se você quer ter um filho que vai te dar a sensação de prazer e de dever cumprido, de construir uma vida funcional, você tem que ser um professor de exemplo para ele, senão hoje você está abrindo mão de seu papel e amanhã você vai chorar muito”, reforçou o psicólogo.

A palestra direcionada, prioritariamente, para pais de alunos e professores do Colégio GEO, mas que contou ainda com a participação de educadores de outras escolas, aconteceu no Teatro Pedra do Reino, e foi aberta com apresentações de danças feitas por alunas, em seguida, o Diretor Administrativo, responsável pelo GEO, Alessandro Marques, abriu o evento agradecendo a receptividade dos pais que, em plena semana, após um dia de trabalho, se dispuseram a ir ao teatro atendendo um chamamento da escola. “Quero agradecer a presença de todos vocês e reiterar que este novo momento, de interação escola-família, vai enriquecer essa relação cujo propósito é comum a todos nós, ou seja, darmos aos seus filhos, nossos alunos, uma conjunção de forças e papeis, uma educação que os prepare para todos os desafios que eles enfrentarão não apenas no campo educacional, mas na sociedade onde estão inseridos”, disse Alessandro.

O diretor do GEO lembrou ainda que a ideia de trazer um palestrante para debater essa temática do papel da escola e dos pais na condução deste processo educacional, dentro de uma realidade plural de informações, faz parte do novo projeto pedagógico da instituição, e que a palestra do Rossandro, aliada a outras ações, a exemplo da formação dos comitês de pais do GEO Sul e Tambaú, era o começo deste novo projeto.

“Achei a palestra maravilhosa. Chegamos atrasados e com medo de ter perdido alguma coisa, mas adoramos tudo. Saímos daqui penosos do fim. Foram muitas lições importantes”, comentou Irineia Reis, mãe duas ex-alunas e de uma aluna. Para ela, a ação do GEO a deixou ainda mais confiante na proposta do colégio. “Minhas três filhas estudaram no GEO. Uma já está formada em Direito e concursada. A outra está estudando Direito e a menor está no 6º ano e também vai no mesmo caminho. Sempre confiamos no GEO e no potencial de nossas filhas que a escola ajudou a desenvolver”, comentou Irineia, que estava acompanhada do esposo, Sebastião Leite.

Cláudio Hélio, pai de um aluno do GEO Tambaú, assistiu a palestra com sua esposa, Cledna Laurindo, e elogiou a iniciativa da escola. “Ouvir um expert em relações humanas como Rossandro foi muito bom. Estamos bem felizes com a proposta. O caminho é esse mesmo, trazer a família para perto da escola e vice-versa”, destacou Cláudio.

“Achei a ideia do evento bastante interessante para conscientização da família em relação aos problemas próprios de cada idade e que esse seja um momento de renovação para todos nós”, disse Walney Sousa, pai de dois alunos do GEO Sul. Ele assistiu a palestra acompanhado da esposa Rosi Cardoso.

No final do evento, o professor Roberto agradeceu a presença de todos, a ao palestrante Rossandro que, na ocasião, foi presenteado, por um casal de pais de aluno, com um kit do GEO, e reforçou o compromisso da escola de continuar atento às questões que promovam uma maior interação escola-pais e, sobretudo, possam melhorar essa relação, com o firme propósito de continuar formando gerações de paraibanos como a escola já faz há mais de quatro décadas.

 

Colégio GEO abre palestra com Rossandro Klinjey para educadores de outras instituições da cidade em função da relevância do tema

Posted on

 

A palestra com o escritor e psicólogo Clínico, Rossandro Klinjey, que será realizada nesta terça-feira (26), no Teatro Pedra do Reino, no Centro de Convenções, a partir das 19h30, será aberta a educadores de instituições de ensino público ou privada. Direcionada, prioritariamente, para pais de alunos e professores do Colégio GEO, a palestra poderá ser assistida também por professores de outras escolas. A decisão da direção do GEO de reservar convites para esse público externo se deveu em função da relevância do tema.

O Diretor Administrativo, responsável pelo GEO, Alessandro Marques, lembra que a ideia de trazer um palestrante para debater essa temática do papel da escola e dos pais na condução deste processo educacional, dentro de uma realidade plural de informações, faz parte do projeto pedagógico da instituição, mas dada a relevância do tema que é de interesse de toda a sociedade, a direção do colégio decidiu abrir espaço para outros educadores. “Avaliamos que o tema a ser abordado é tão relevante que seria interessante dar a oportunidade de mais mestres partilharem deste momento para repensarmos enquanto sociedade como podemos melhorar o ambiente nas escolas”, destaca Alessandro.

Para participar das palestras, os pais dos alunos devem se inscrever em qualquer uma das duas sedes do GEO – Tambaú e Sul. No ato da inscrição, serão entregues os convites para o evento. Para retirar os ingressos, os pais devem se dirigir à Sala de Atendimento das unidades Sul e Tambaú. Os colaboradores do GEO, que quiserem assistir a palestra, poderão retirar os ingressos no RH das unidades e os educadores de outras instituições que se interessem em participar podem se dirigir a uma das duas unidades do colégio GEO Tambaú ou SUL, das 7h às 18h, também na Sala de Atendimento. O diretor do GEO lembra, no entanto, que os ingressos são limitados.

Colégio GEO traz Rossandro Klinjey para fazer palestra com pais de alunos em João Pessoa

Posted on

Em ambos os lados dessa relação, família-escola, há conflitos e ruídos, mas o que deve prevalecer é a parceria, porque é a partir do entendimento da responsabilidade e do papel que cada um tem, principalmente, com o advento da Internet e o acesso fácil a todo tipo de informação, que os conflitos são resolvidos, as soluções encontradas em harmonia e os resultados positivos são obtidos. E foi partindo dessa premissa e considerando que é salutar essa definição de papeis e atribuições e a relevância do tema, que o colégio GEO trará para João Pessoa, o escritor e psicólogo Clínico, Rossandro Klinjey, para fazer uma palestra para os pais de alunos e educadores da instituição interessados nesta temática do relacionamento entre pais, filhos e escola. O evento acontecerá na próxima terça-feira (26), no Teatro Pedra do Reino, localizado no Centro de Convenções, a partir das 19h30.

O Diretor Administrativo, responsável pelo GEO, Alessandro Marques, lembra que a ideia de trazer um palestrante para debater essa temática do papel da escola e dos pais na condução deste processo educacional, dentro de uma realidade plural de informações, faz parte do projeto pedagógico da instituição. “O GEO tem um projeto pedagógico/educacional que o diferencia enquanto escola porque nosso foco não é apenas preparar o aluno para o ingresso na universidade, o que é atestado pelos ótimos índices de aprovação no ENEM, mas, para a vida em sociedade a qual exige que cada um saiba o seu papel e a melhor forma de vivenciá-lo”, destaca o diretor.

Para participar das palestras, os pais dos alunos devem se inscrever em qualquer uma das duas sedes do GEO – Tambaú e Sul. No ato da inscrição, serão entregues os convites para o evento. Para retirar os ingressos, os pais devem se dirigir à Sala de Atendimento das unidades Sul e Tambaú, durante os dias 20, 21, 22 e 25 de março. Os colaboradores do GEO, que quiserem assistir a palestra, poderão retirar os ingressos no RH das unidades.

A direção da escola estuda ainda a possibilidade de abrir o evento para educadores de outras instituições, mas, isso dependerá da demanda de pais já que o evento foi pensado e direcionado para eles. “Temos que respeitar a capacidade de lotação do espaço e como nosso público alvo são os pais e membros de nossa equipe, somente no dia do evento veremos se haverá essa possibilidade”, esclarece o diretor do GEO.

Hospital Regional de Patos registra 425 atendimentos e 27 cirurgias de emergência durante o carnaval

Posted on

 

O Complexo Hospitalar Regional Dep. Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) teve um plantão movimentado nos quatro dias de carnaval. Entre os dias 02 e a manhã desta quarta-feira (06) de março, a unidade que integra a rede estadual de saúde, registrou 425 atendimentos ambulatoriais, realizou 27 cirurgias de emergência e registrou 69 internações. O dia de maior movimento foi a terça-feira de carnaval com 126 atendimentos. Os acidentes de trânsito responderam por 9% destes atendimentos, enquanto que quedas diversas correspondeu a 11% deste movimento.

Na emergência, os casos envolvendo quedas lideraram as entradas nos plantões deste período contabilizando 46 ocorrências, seguida de acidentes de trânsito, com 37 ocorrências, sendo os que envolveram motos a maioria deles (25 casos) e em terceiro lugar pacientes com dores abdominais com 36 casos registrados. Em relação ao mesmo período do ano passado, houve um incremento de 5% no número de internações e de 23% no número de cirurgias de emergência realizadas.

A exemplo dos anos anteriores, a equipe de plantão supriu a demanda de atendimentos sem precisar reforço na equipe. De acordo com a diretora geral da unidade, Liliane Sena, o fato do hospital ter zerado a fila de cirurgias ortopédicas antes do período carnavalesco contribuiu para eficiência no atendimento dos casos surgidos nos quatro dias de folia. “Não precisamos reforçar a equipe para suprir a demanda do plantão de carnaval. Todos os casos foram resolvidos, mesmo no dia 05, quando tivemos um aumento significativo de demanda, com um pico de 126 atendimentos”, finaliza Liliane.

COMO FUNCIONA O PROCESSO DE PRODUÇÃO DE UM VÍDEO?

Posted on

10

 

A publicidade é um dos fatores mais importantes na jornada de compra do cliente de qualquer empresa, já que ela é a ferramenta que permite que os consumidores encontrem o produto ou serviço que desejam comprar.

Existem inúmeros formatos, recursos e ações estratégicas diferentes que podem ser usados para promover uma marca, ideia, conceito ou mercadoria. Entre eles, a produção audiovisual é uma das mais tradicionalmente utilizadas, por causa de sua capacidade de transmitir uma mensagem aos seus espectadores com precisão.

Por isso, no artigo de hoje, mostraremos um passo a passo de todo o processo de produção de vídeo, desde as etapas mais simples, até as mais complexas. Continue a leitura do conteúdo para conferir!

Criação do roteiro

A primeira coisa a ser feita em uma produção de vídeo é captar todas as ideias, informações e os objetivos que estão soltos e uni-los em um único local, com o intuito de traçar um planejamento a ser seguido por todos os envolvidos no projeto.

Em outras palavras, o roteiro é o projeto do vídeo em si. Nele, devem constar os principais elementos narrativos. Por isso, é importante analisar as informações de marketing e estudar referências antes de simplesmente dar andamento às gravações.

Afinal, o roteiro deve atingir não somente as necessidades de comunicação da empresa, mas também o perfil de seus clientes, para que o resultado do conteúdo gerado seja capaz de se comunicar com o público-alvo.

Vale ressaltar, ainda, que o roteiro deve ser escrito por alguém que tenha conhecimento sobre o que está fazendo, já que ele é a base de todo o projeto. Portanto, considere a possibilidade de contar com o auxílio de uma empresa especializada em produção de vídeo, para gerar melhores resultados, obter um ótimo custo-benefício e facilitar o trabalho.

Planejamento do orçamento (pré-produção)

Essa é a etapa em que, com base no roteiro, toda a execução das tarefas é minuciosamente planejada. As principais atividades a serem desenvolvidas são:

  • estudo das datas de gravação;
  • escolha de cenários/locações;
  • escolha de atores/atrizes;
  • escolha dos apresentadores/locutores;
  • escolha das referências que serão seguidas;
  • levantamento de custos, despesas e investimentos (materiais, figurino, equipamentos etc.) necessários para concretizar o projeto.

Com base nessas informações, é possível realizar todo o processo de pesquisa, entrevistas e, é claro, definir em média qual será o orçamento para que a produção siga adiante.

Lembrando que, muitas vezes, a gravação em locais públicos exige uma solicitação e autorização de órgãos, como a prefeitura da região e, em ambientes privados, a prévia autorização dos responsáveis pela área.

Escolha do formato/tipo de vídeo

Assim que você tiver todos os objetivos da produção de vídeo definidos, é a hora de escolher o melhor formato para o seu conteúdo, pois é a partir dele que você definirá o tom da locução, o tempo de duração, ritmo, a identidade visual e outros aspectos que darão “personalidade” ao projeto.

Vale mencionar que a escolha do formato do vídeo deve sempre considerar o perfil dos consumidores que o assistirão. Em outras palavras, é preciso que o conteúdo audiovisual se comunique utilizando uma linguagem que atraia os clientes.

Preparação do equipamento

Essa é uma etapa muito importante, pois, se você não tem experiência ou disponibilidade para usar equipamentos profissionais para realizar a sua produção de vídeo, é realmente recomendado procurar a ajuda de especialistas no setor.

Gravar o seu vídeo com equipamentos amadores e falta de conhecimento pode gerar resultados frustrantes, desperdiçar tempo e recursos, além do fato que uma câmera profissional, por exemplo, quando manuseada por alguém sem experiência, não proporciona nem metade de seu potencial.

Quem realiza a produção de vídeo são os envolvidos no projeto, mas, para obter um resultado satisfatório, não vale a pena arriscar todo o planejamento, por conta de possíveis falhas técnicas, configurações equivocadas nos equipamentos e falta de habilidade de manuseio.

Entre os equipamentos que você precisará para sua produção de vídeo, podemos citar os principais:

  • câmeras para gravação de vídeo;
  • tripés;
  • steadicams (suporte específico para estabilizar a câmera);
  • microfones externos;
  • microfones de lapela;
  • equipamentos de iluminação.

Essas, entre outras ferramentas indispensáveis para a produção de um conteúdo audiovisual de qualidade.

Produção

Se você já tem o roteiro definido, o orçamento do projeto e sabe como colocá-lo em prática, então é a hora de pôr a mão na massa e iniciar a produção de vídeo. Basicamente, esse é o momento que abrange todo o processo de gravação e tudo que ele envolve, como a escolha dos equipamentos, equipe técnica, atores, locações etc.

Além disso, é nessa etapa que entram as gravações dos áudios com os locutores e apresentadores, seja em um estúdio ou em uma locação externa. A produção representa os bastidores do projeto, envolvendo o trabalho de vários profissionais para que tudo corra perfeitamente.

É imprescindível que haja uma pessoa responsável para conduzir todo o processo e coordenar a equipe, garantindo que todo o planejamento e o roteiro sejam seguidos dentro dos padrões de qualidade. Esse responsável é conhecido como o diretor da produção.

Edição (pós-produção)

Após a etapa de gravação de todas as cenas e áudios que serão usados no vídeo, é a hora de realizar uma das tarefas que mais demanda responsabilidade em todo o projeto: a edição.

Resumindo, esse é o processo de selecionar apenas as melhores cenas e takes, organizando-os de forma linear, de modo que uma mensagem seja transmitida ao espectador com coerência e clareza.

É nessa etapa que são adicionados recursos como efeitos visuais, trilhas sonoras, locuções, artes gráficas e todo o conceito do diretor. Por isso, é muito importante que o editor de vídeo tenha experiência e discernimento para capturar a ideia do roteiro e transmiti-la no resultado final da edição.

Somando o nível de responsabilidade que a edição de vídeo exige ao tempo que ela pode demandar, é muito comum que esse processo seja terceirizado para empresas e profissionais experientes, o que agiliza o andamento do projeto e elimina riscos de comprometer os resultados almejados.

Tempo e o custo de uma produção de vídeo

Sabemos que imprevistos podem ocorrer durante as etapas da produção de vídeo, comprometendo toda a cadeia logística e gerando atrasos ou prejuízos. Mas, ao seguir todos os passos que mencionamos no artigo, é possível evitar uma série de contratempos e obter ótimos resultados sem grandes complicações.

Uma produção de vídeo institucional, por exemplo, pode demandar investimentos que variam entre R$ 15 mil a R$ 30 mil em média, podendo durar de 15 dias até meses, dependendo do nível de complexidade e das necessidades do projeto.

Entretanto, vale lembrar que uma produção de vídeo oferece um ótimo retorno de investimento, já que o tempo de vida útil do material obtido pode ser de quatro, cinco, seis anos, ou até mais do que isso.

Agora que você já conhece todo o processo de produção de vídeo, siga nossos perfis no FacebookLinkedinGoogle+VimeoYoutube e no Twitter para não perder nenhum dos conteúdos que compartilhamos também por lá!

Jota Quest canta e encanta público paraibano com ‘Acústico’

Posted on

 

Foi um domingo à noite com sensação de sábado, ou seja, ninguém estava preocupado que pós show, no outro dia, tinha trabalho logo cedo. Pela vontade e empolgação do público paraibano, que lotou o Teatro Pedra do Reino, os meninos do Jota Quest ficariam tocando, cantando e encantando com o seu ‘Acústico Jota Quest – Músicas Para Cantar Junto’ e todos sairiam do Teatro direto para seus respectivos trabalhos e compromissos. Mas, como tudo que é bom dura pouco, apesar de se despedir e voltar ao palco por duas vezes, as duas horas e meia de show ainda deixaram um gostinho de quero mais.

A proposta do show acústico com músicas que são marca registrada da banda e ganharam nova leitura agradou o público que, em alguns momentos, inclusive estimulados pelo vocalista da banda, Rogério Flausino, se levantou das poltronas para dançar. Assim, os acordes de “Fácil”, “Amor maior”  e  “Só hoje”, essa última música marcou o encerramento da apresentação,  ganharam decibéis a mais com a participação do público que cantou junto.

O show mesclou antigos sucessos, incluindo “Dias Melhores”, “O Vento”, “Fácil”, “Do Seu Lado”, “Vem Andar Comigo”, “As Dores Do Mundo”, “Encontrar Alguém” e “Na Moral”, além de hits mais recentes como “Dentro de um Abraço”, “Blecaute” e “Mandou Bem”, repaginadas para o formato do show e ainda canções que foram compostas, especialmente, para o “Acústico”, como ‘A Vida e Outras Histórias’, numa parceria com Leoni, e ‘Pra Quando Você Se Lembrar de Mim’, com Wilson Sideral. O repertório incluiu um recente sucesso “Morrer de Amor”, que tem uma nova proposta e letra inspirada nos versos de Mário Quintana e ainda a música “Você Precisa de Alguém” feita com Marcelo Falcão, do Rappa.

            Com 22 anos de carteira, a banda que mesmo em momentos de instabilidade do mercado fonográfico não perdeu a identidade musical e por isso também tem um público fiel, mostrou no show de João Pessoa que tem muito fôlego e sabe se reinventar para muito melhor. O show deste domingo (26), o primeiro da banda em formato acústico, encerrou uma turnê pelo Nordeste que começou em Natal, no dia 23, passou por Recife, no dia 24 e esteve em Fortaleza no dia 25. A banda se prepara agora para uma turnê em Portugal.

Aos privilegiados paraibanos que viram o show, restou a saudade e ficou o gostinho de quero mais, além da admiração agora mais aguçada do que nunca por esse grupo super talentoso que é referência no cenário do pop rock brasileiro. ‘Jota Quest, Músicas Para Cantar Junto’, faz jus ao título do show, pois não apenas embala, mas, sobretudo inspira os fãs da banda a cantar junto mesmo, envolvendo-os numa atmosfera mais intimista com músicas que cantam o amor de várias formas e que aliado ao talento dos músicos Rogério Flausino (voz), Marco Túlio Lara (Guitarra), PJ (baixo), Paulinho Fonseca (bateria) e Márcio Buzelin (teclados), não deixa margens à dúvidas de que essa banda merece o registro na história da boa música nacional.

 Quem perdeu o show de João Pessoa, considerado uma mega produção que envolve uma equipe com 36 integrantes e mais seis toneladas de som, luz e painéis de alta tecnologia que usa e abusa de uma programação visual e iluminação retro-futuristas, resta comprar o CD ou DVD que leva o mesmo nome do show ou esperar dezembro e ver no especial de final de ano da TV Correio esse magnifico momento musical. A afiliada da Record na Paraíba gravou o show e vai exibir parte dele nas comemorações de 25 anos de atuação do grupo de comunicação no estado. É aguardar e conferir. Ah, detalhe, além do show de Jota Quest, o público paraibano ainda foi brindado com uma excelente performance de voz e violão de Jovano, um jovem talento que igualmente encantou o público antes do show das estrelas principais. Outra coisa que merece registro foi a alegria e delicadeza de Rogério Flausino ao encerrar o show envolto na bandeira da Paraíba. Uma imagem que vai ficar marcada na mente dos paraibanos de nascimento e de tantos outros que, como eu, adotaram a Paraíba e já se sentem de Casa. Valeu Jota Quest, voltem sempre que puderem eu e uma legião de fãs paraibanos estaremos aqui para aplaudi-los, cantar junto com vocês e se encantar com tanto talento!

O que mais tem nos dado prazer no ‘Acústico’ é poder sentir a energia das pessoas cantando junto com a gente diz vocalista do Jota Quest

Posted on

 

Além de celebrar a longevidade de um grupo que está na estrada, sem perder a identidade musical, há 22 anos, o ‘Acústico Jota Quest – Músicas Para Cantar Junto”, show que acontece no próximo domingo (26), em João Pessoa, no Teatro Pedra do Reino, mostra músicas conhecidas com uma nova roupagem e possibilita uma interação tão grande com o público a ponto do vocalista da banda, Rogério Flausino, afirmar que o que tem mais dado prazer a banda é sentir a energia das pessoas cantando junto com eles.

“Acústico está sendo uma experiência incrivelmente boa. As canções, com novos arranjos, ficaram mais fortes, intensas e emocionantes. Isso é magia pura. É fato que a nossa performance de palco, a iluminação e o cenário do show também mudaram e estão colaborando muito neste processo, mas já podemos dizer que “Acústico” é um dos mais importantes e marcantes trabalhos de nossa caminhada”, afirma Rogério.

Ele explica que o processo de elaboração do repertório do “Acústico” é uma novidade na trajetória da banda e é também um projeto comemorativo e revisional. “Decidimos que a maior parte do repertório, uns 80%, deveria ser mesmo composto pelos grandes hits, de todas as fases da carreira, e que ganharam agora, pela primeira vez, uma versão “Acústica”. O restante dividimos entre inéditas e lados-b. As músicas mais “dançantes” continuam dançantes, e as canções mais intimistas estão bem mais sensíveis e delicadas”, diz Rogério.

E quem for ao teatro Pedra do Reino vai, com certeza, se emocionar com os  grandes clássicos da banda mineira, formada também por Marco Túlio Lara (Guitarra), PJ (baixo), Paulinho Fonseca (bateria) e Márcio Buzelin (teclados). No repertório “Dias Melhores”, “Amor Maior”, “Só Hoje”, “O Vento”, “Fácil”, “Do Seu Lado”, “Vem Andar Comigo”, “As Dores Do Mundo”, “Encontrar Alguém” e “Na Moral”, além de hits mais recentes como “Dentro de um Abraço”, “Blecaute” e “Mandou Bem”, repaginadas para o formato do show.

 O “Acústico” tem ainda quatro faixas inéditas, entre elas os dois primeiros singles de trabalho “Pra Quando Você Se Lembrar de Mim” (do Wilson Sideral) e “Você Precisa de Alguém”, com participação do Marcelo Falcão (O Rappa) que foram as duas músicas pop-rock mais executadas nas rádios do Brasil. Além delas tem  “A Vida e Outras Histórias” , em parceria com o Leoni, e a nova faixa de trabalho, lançada agora em agosto, chamada “Morrer de Amor”, de Alexandre Carlo, da banda Natiruts, que deu de presente essa composição a banda, por achar que ela se parecia muito com o trabalho do Jota Quest. “Essa bela canção virou paixão da banda rapidamente e decidimos então gravá-la no DVD”, explica Rogério.

Por trás do sucesso e do talento dos meninos mineiros, há uma dedicação extrema ao trabalho, a força de uma equipe de 38 integrantes, que se doam com paixão, se jogam de corpo e alma, seja no estúdio ou na estrada, no digital ou “ao vivo”, para encantar seu público que hoje é formado também pelos filhos de seus fãs. Quem for ao teatro Pedra do Reino, neste domingo, vai poder se encantar com essa banda que tem  longevidade na carreira porque sempre esteve em dia com sua própria essência musical. Com ‘Acústico’ não é diferente. Vale, vale muito conferir! Ah, além do super show, quem for ver Jota Quest ainda vai poder curtir um pocket show com Jonavo, a revelação folk da MPB.

SERVIÇO:
Show: “Acústico Jota Quest -Músicas Para Cantar Junto”

Data: 26 de agosto de 2018

Local: Teatro Pedra do Reino, Rod. PB-008, Km 5, Distrito Industrial do Turismo Jacarapé

Hora: 19h30

Ingressos: Plateia A (segundo lote) R$ 220 (inteira) R$ 110 (meia) / Plateia B R$ 160 (inteira) R$ 80 (meia) / Balcão R$ 140 (inteira) R$ 70 (meia) – A meia entrada para a Plateia A está esgotada.
Vendas: tudus.com.br / Loja Skyler (Manaíra Shopping), das 13h30 às 19h30
Realização:
J☆Q e Incena Produções

Campanha ‘Sangue Junino 2018’ quer sensibilizar população e despertar as pessoas para a importância da doação de sangue

Posted on

            A 8ª Edição da Campanha Sangue Junino, que busca sensibilizar a população e despertar nas pessoas a importância da doção de sangue regular, além de reforçar os estoques de sangue do Hemocentro, promete mobilizar muita gente e conquistar doações neste sábado (16). Com uma boa estrutura e contando com apoio do Hemocentro, que fará a coleta no local, e voluntários de várias instituições, grupos e entidades a ação, coordenada e idealizada pela ONG Doe Sangue PB, será realizada no Parque Solon de Lucena, no Centro da cidade, das 8h às 16h.

            O coordenador do Doe Sangue PB, Thiago Gonçalo, desde já, agradece o empenho de todos que estão contribuindo para tornar a ação deste ano ainda mais completa. “Esse ano, estamos com a parceria de vários grupos e devemos contar com apoio de cerca de 150 voluntários, além de termos uma estrutura mais completa que incluirá além do micro-ônibus do Hemocentro, uma tenda climatizada para coleta, de forma que a expectativa para o sucesso da campanha é muito grande”, destaca Thiago.

            Além da ONG Doe Sangue PB, a ação Sangue Junino, cujo tema deste ano é  “Mais que uma campanha, um movimento de amor ao próximo”,  contará com a participação voluntária de instituições e grupos que somarão suas energias e disponibilizarão  seu tempo e talento em prol do sucesso da iniciativa, a exemplo do Amigo Doador (Centro Espírita Vianna de Carvalho), Cia de Dança Adonai (Paróquia São Francisco de Assis), Anjos da Alegria, Gentileza Gera Gentileza, Cruz Vermelha Paraíba, Palhacinha  Bom Te Ver,  Gráfica Santa Marta, Unitrans, NET Eventos e Comunicação, Almeida Fest, Corpo de Bombeiros, News Comunicação, além do Hemocentro da Paraíba, que estará com uma equipe multiprofissional de assistente social, médica, enfermeira, psicóloga, motorista e merendeira para dar suporte a ação.

Circuito Sest Senat de Caminhada e Corrida de João Pessoa se destaca pela organização, animação e participação maciça dos atletas nas ações do evento

Posted on

 

É comum neste tipo de evento esportivo que ocorre em um dia de descanso que as pessoas se inscrevam  e não compareçam no dia, principalmente, quando elas não pagam a inscrição, como foi o caso dos profissionais do setor de transporte e maiores de 60 anos, que juntos representavam mais de 70% do público do Circuito Sest Senat de Caminhada e Corrida, Mas, a presença maciça dos atletas, algo em torno de 90% do público de 1.500 pessoas que se inscreveu, derrubou essa premissa e o que se viu na manhã deste domingo (12), nas imediações do Busto de Tamandaré, na Praia do Cabo Branco, foi uma grande festa esportiva, com muita gente bonita, alegre e animada disposta a encarar os 5 km ou 10 km da corrida, ou o percurso de 2 km de caminhada ao longo da Avenida Epitácio Pessoa, uma das mais importantes vias da capital paraibana.

Logo cedo, por volta das 6h30, os atletas começaram a chegar e se juntar em pequenos grupos, trios, duplas e quem estava sozinho procurou logo se enturmar. Muitos tiravam fotos para registrar a participação no evento, que contou com uma super estrutura de 16 tendas, um grande palco, posto médico, espaço kids, espaço de massoterapia, banheiros químicos, pontos de hidratação, segurança, além de todo o aporte para um evento desta magnitude que contou com um staff de 75 pessoas, entre pessoal de apoio, técnico, de assessoria esportiva, de comunicação, além de representantes do Sest Senat, entidade promotora do Circuito, representada pela diretora geral da unidade João Pessoa, Soledade Pontes, pela coordenadora do Sest JP, Rozimar Firmino, pelo supervisor da unidade, Marcelo Barro, a representante do Sest Senat nacional, Cristiane Amorim e Amaury Azevêdo, conselheiro do Sest Senat.

A chuva que caiu no comecinho da manhã abrandou o clima de um sol bem forte que deixou o céu azul anil todo o tempo e a temperatura em torno dos 38º, que foi atenuada com a distribuição de água, em pontos de hidratação distribuídos ao longo do percurso, e também em uma grande tenda, estrategicamente colocada no final do percurso, logo após o pórtico, onde os atletas repunham as energias com isotônico, barras de cereal e fruta. Antes da largada das provas, os atletas participaram de um aquecimento comandado por um professor de educação física e no final do Circuito de um aulão de aeróbica. As atividades foram realizadas numa arena, em frente do palco..

Na medida em que os atletas foram chegando iam sendo automaticamente computados os resultados e tempo de prova, já que cada atleta inscrito tinha um chip que validava os dados do competidor no momento de passagem pelo pórtico. Os campeões de cada categoria se dirigiam para um espaço reservado e aguardavam ali serem chamados para receber seus troféus, já que cada um dos 1.500 participantes, nas três modalidades ‘Trabalhador do Setor de Transporte’, ‘A partir de 60 anos’ e ‘Público Geral’, receberam medalhas. Antes da premiação, houve o sorteio de bicicletas, patins, bola e até um capacete. As cinco bicicletas foram uma doação do Sindicato dos Motoristas da Paraíba. O presidente do Sindicato, Antônio de Pádua, prestigiou o evento e elogiou a organização. “Está tudo muito bonito e o Sest Senat está de parabéns por mais esse evento de sucesso”, disse Pádua.

Campeões

O vencedor da prova de 10 km de corrida, pelo setor de Transporte, foi o funcionário da empresa de ônibus Santa Maria, Ismael Silva, que venceu a prova com um tempo de 35 minutos e 53 segundos. Acostumado a participar de outras provas, Ismael, que recebeu o troféu de campeão da diretora da Santa Maria, Larissa Nascimento, disse que se preparou para a prova, mas, que não esperava ficar em primeiro lugar. “Eu não vinha com essa ideia fixa de ganhar, mas, me preparei bastante e senti, desde o início da prova que eu iria vencer, já que liderei toda a corrida”, disse ele.

O campeão da modalidade corrida, no percurso de 5 km, na categoria transporte, Alessandro de Lima Barbosa, é vigilante da empresa de transporte de valores Preserv. Para ele, não foi fácil vencer a prova. “Foi uma surpresa para mim que consegui me superar e fazer um tempo melhor que em outras provas que participei”, disse ele que completou o percurso em 18 minutos e cinquenta e um segundos.

Na categoria feminina, representando a comunidade, a vencedora no percurso de 10 km, foi a bancária, da Caixa Econômica Federal, Erivanete dos Santos, uma veterana em corridas. Ela venceu com um tempo de 54 minutos e vinte e oito segundos. “Eu venho me preparando e o resultado é fruto deste esforço, muito treino e foco”, disse ela que comemorou bastante a conquista. A relação completa dos atletas vencedores e os tempos de prova será disponibilizada nesta segunda-feira (13), pela direção do Sest Senat.

Autoridades que prestigiaram o Circuito

O superintendente do Detran, Agamenon Vieira, acompanhou as atividades do Circuito e elogiou a organização do evento. “Um evento desta magnitude é muito complexo para ser organizado e o Sest Senat está de parabéns porque tudo está muito bem conduzido”, disse ele.

O diretor de Operações da Semob, Maximiano Machado, falou da complexidade da organização de eventos deste porte, que envolve o fechamento de vias importantes da cidade e lembrou da necessidade dos promotores de eventos requererem as licenças para realização de ações desta natureza com muita antecedência. “Isso é uma ação que muda a rotina da cidade e João Pessoa tem tido muitas ações similares, mas, nesse caso específico, o evento foi muito bem direcionado e a Semob cumpriu seu papel institucional e deu o aporte necessário para que tudo transcorresse da melhor forma possível”, destacou Maximiano.

O secretário de Esporte de João Pessoa, Jutahy Menezes, foi representado na ocasião por Guto Clerot, e o secretário adjunto da pasta, Rodrigo Trigueiro. Segundo Clerot, o Sest Senat está de parabéns por estimular a prática desportiva através de ações como o Circuito. “Esse é um evento muito bem organizado e o Sest Senat está de parabéns. A cidade de João Pessoa, que tem um calendário permanente de atividades esportivas de rua, acolhe com muito prazer iniciativas como essa”, destacou ele.

O coronel Valença, comandante do 15º Batalhão de Infantaria Motorizado, que também prestigiou o Circuito, elogiou a iniciativa do Sest Senat. “Promover ações que estimulem a prática esportiva, especialmente, corridas têm tudo a ver com o que praticamos no Exército que é, sobretudo, a busca de uma melhor qualidade de vida, onde o esporte, ocupa um lugar de destaque”, afirmou Valença.

O conselheiro do Sest Senat, Amaury Azevêdo, comemorou o sucesso da etapa João Pessoa do Circuito. “Foi um evento que se superou. Nós sabíamos que ia ser muito bom, mas, superamos todas as expectativas”, afirmou ele. A diretora geral do Sest Senat João Pessoa, Soledade Pontes, agradeceu o empenho e dedicação de todos os profissionais envolvidos no evento. “Um evento deste porte não teria um sucesso destes se a gente não tivesse contado com a colaboração e apoio de pessoas comprometidas em fazer e dar o melhor de si. E quero agradecer a colaboração de todos, desde minha equipe, ao pessoal das assessorias técnica, esportiva e de comunicação, que õ mediram esforços para que a etapa João Pessoa atingisse o sucesso de hoje”, destacou Soledade.

A coordenadora do Sest, Rozimar Rodrigues, também agradeceu o empenho de todos que se envolveram direta ou indiretamente na realização do Circuito. “Até chegar ao dia da realização do evento, muita energia e tempo foi dedicado para que tudo ocorresse da forma mais brilhante possível. E graças a uma equipe focada, que não mediu esforços para estimular a inscrição do pessoal do transporte, nosso público alvo, com plantões nas empresas, que ficou dois dias entregando kits, que montou toda essa estrutura para realização do evento, enfim, cada um, com sua competência e habilidade, contribuiu para que a etapa João Pessoa fosse o sucesso que vimos hoje aqui, inclusive do grande público que nos prestigiou. Estou muito feliz com o resultado e divido o sucesso com todas as pessoas que se envolveram nas ações que culminaram com esse evento lindo, tranquilo e de sucesso”, destaca Rozimar.

Púbico alvo

Das 1500 pessoas que se inscreveram no Circuito, 60% delas são ligadas ao sistema de transporte, que era o público alvo do evento, já que a ação é uma realização do Serviço Social do Transporte (SEST) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT). O Circuito contemplará outras 32 cidades no país, além de João Pessoa e tem o objetivo de incentivar a prática de atividade física para os trabalhadores do setor de transporte e para toda comunidade onde as instituições estão inseridas. A Paraíba foi um dos poucos estados contemplados com a realização de duas ações. A primeira foi a Etapa João Pessoa e a outra será a Etapa Campina Grande, que acontece no próximo domingo.

Participantes/Público/Entrevistas

Os amigos Gustavo Jacinto, que trabalha em uma construtora, o motoboy, Daniel Costa, e a analista financeira, Iraelly de Souza, chegaram cedo para participar do Circuito, na modalidade corrida de 10 km.  Nenhum deles tinham a expectativa de ganhar, estavam ali pelo prazer de correr e participar de uma atividade esportiva. “Participamos de eventos desta natureza porque gostamos de praticar atividades saudáveis e a corrida, especialmente”, disse Iraelly.

O motorista José Leite Sampaio, da empresa de transporte urbano Unitrans, participou pela primeira vez de um evento de corrida, mas, se preparou para o Circuito. “Nos últimos dois meses, assim que soube da realização do evento, comecei a treinar e a praticar mais exercícios. Não estou na expectativa de ganhar a prova, mas de participar e me aperfeiçoar e quem sabe ganhar outras provas, no futuro”, disse ele.

O motorista da empresa de ônibus São Jorge, José Felipe, participou da corrida, juntamente com sua esposa, a dona de casa, Marilza Rodrigues. Para ele, o Circuito foi um estímulo para sair da vida sedentária. “Desde que soube do evento que fiquei com vontade de participar. Fiz minha inscrição e de minha esposa e treinei alguns dias, não para ganhar, pois não tenho essa pretensão, mas, de alguma forma isso me abriu a vontade de praticar esportes”, disse ele, sem ter a exata noção que o Circuito tem esse objetivo, isto é, estimular o trabalhador do setor a praticar uma atividade física, melhorado, assim, sua qualidade de vida.

            Estrutura do Circuito

            A estrutura do Circuito incluiu 16 tendas, um palco, um pórtico, posto médico, ambulância, uma bateria de 16 banheiros químicos, vários pontos de hidratação, tenda de massagem, espaço kids com piscina de bola e cama elástica, além de distribuição de pipoca e algodão doce, segurança e um staff de 75 pessoas diretamente envolvidas no apoio das atividades e ações do circuito, incluindo um DJ que animou os participantes e público em geral durante todo o evento. Houve ainda a disposição dos atletas um espaço guarda-volumes, onde eles puderam deixar seus pertences em segurança enquanto participavam do Circuito. Todos os inscritos tinham ainda uma apólice de seguro para cobrir eventuais contratempos, mas, felizmente, não houve registro de incidentes, em nenhuma das provas.