Clientes Freelancer

Infelizmente, não adianta ter boa produção parlamentar se não tiver recursos para atrair votos diz Renato Martins

Posted on

Em seu segundo mandato na Câmara Municipal de João Pessoa, o vereador Renato Martins, é um dos parlamentares mais atuantes da Casa de Napoleão Laureano. Com vasta produção parlamentar, incluindo leis que beneficiam diretamente várias categorias profissionais, assiduidade nas sessões e na Tribuna, onde faz discursos elouquentes na defesa dos cidadãos pessoenses, o parlamentar não conseguiu renovar seu mandato para a próxima legislatura. Teve uma votação muito aquém do esperado, mas, não se deixou abater.

“Cumprirei a minha missão de vereador até o último dia desta legislatura, consciente de que fiz um trabalho diferenciado na Câmara. Só fico triste porque se o eleitor avaliasse seus candidatos pela sua história e produção, eu estaria, sem dúvidas entre os eleitos. Mas, na atual conjuntura, não adianta ter um bom trabalho se não tiver recursos para atrair o voto”, disse Renato, que não terá descanso nos próximos dias, já que é um dos principais coordenadores da campanha a prefeito de João Pessoa, Nilvan Ferreira, que disputará o segundo turno com Cícero Lucena.

“Agora não é hora de parar. Ao contrário. Vamos arregaçar as mangas e buscar votos para Nilvan, que será o próximo prefeito da capital paraibana. Vamos percorrer os bairros junto com Nilvan, a campanha de segundo turno será curta, mas emocionante”, afirma Renato, que nesta segunda-feira (16) já tem agenda com Nilvan.

Complexo de Patos também registra aumento de ocupação de leitos do isolamento Covid

Posted on

Dados desta sexta-feira (06) do boletim do setor de isolamento Covid do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) mostram que a ocupação de leitos na unidade com pacientes com coronavírus ainda não atingiu os níveis de outras unidades referência para tratamento da doença na BGrande João Pessoa, mas, demonstram que houve um incremento de internações nos últimos dias. Das 20 vagas de UTI Covid existentes no hospital, 12 estão ocupadas e das 23 vagas da Enfermaria Clínica do isolamento, quatro estão com pacientes. Vale salientar que esses dados mudam cotidianamente a cada plantão. Nesta sexta-feira, a enfermaria do Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, atingiu 100% de ocupação e só havia três leitos de UTI disponíveis. A ocupação de leitos de UTI do Hospital Metropolitano, em Santa Rita, beira os 70%.

O boletim geral do CHRDJC referente aos atendimentos do setor Covid no mês de outubro totalizam 213 atendimentos ambulatoriais. Entre altas hospitalar e transferência, no período, foram registrados, 102 pacientes. A taxa ocupacional média da UTI Covid em outubro foi de 49%, enquanto que a taxa das enfermarias clínicas ficou em 44% e a taxa de mortalidade por causa do coronavírus ficou em 44%. Infelizmente, foram registrados 27 óbitos por causa da doença no período.

O diretor geral do Complexo, Francisco Guedes, alerta a população para uma possível segunda onda de contágio e pede que as pessoas redobrem os cuidados com a higienização das mãos, usem máscara e evitem aglomerações. “Estamos vendo estarrecidos a realização de eventos com muita gente, aglomerações, pessoas descuidando de cuidados essenciais na atualidade, como usar máscara, higienizar bem as mãos, evitar aglomeração. É preciso ter consciência que o vírus ainda circula, que não existe ainda uma vacina e que somente os cuidados preventivos é que podem evitar ou reduzir o contágio”, alerta Guedes.

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, reforça o alerta sobre o crescimento dos casos de Covid-19, lembrando que o momento ainda não é de pânico, mas, de cautela. “Os dados mostram que está havendo um crescimento de casos na Grande João Pessoa desde o mês passado, graças a uma soma de fatores, a exemplo de eventos de campanha eleitoral, festas e o relaxamento da população. As praias têm estado lotadas de pessoas sem máscaras e sem o distanciamento adequado. É preciso salientar que a pandemia não acabou e a população não deve abandonar os cuidados como distanciamento e uso de máscara, além de evitar aglomerações”, disse ele, lembrando que qualquer evento com mais de 10 pessoas, atualmente, é arriscado.

Luciana Dias se diferencia dos demais candidatos a vereador de Patos por propor que seu mandato seja direcionado aos mais humildes

Posted on

Às vésperas das eleições municipais, muita gente ainda não definiu em quem vai votar para Prefeito, nem para vereador. Infelizmente, boa parte da população ainda não consegue entender a importância de eleger representantes que cheguem ao executivo ou ao legislativo com compromissos de trabalhar por mudanças na sociedade, que impactem positivamente a vida das pessoas, principalmente, àquelas que mais necessitam do poder público. Em Patos, uma candidatura tem chamado bastante atenção: a de Luciana Dias, para vereadora, pelo Patriota. Jovem, com apenas 36 anos, bonita, inteligente, trabalhadora, formada em Administração, mãe de três filhos, uma mulher simples e que deseja fazer de seu mandato uma ponte para implementação de políticas públicas e de leis que beneficiem a população, especialmente, a parcela da população menos favorecida.

O desafio de se lançar candidata sem nenhum apadrinhamento político, nem fartos recursos para bancar sua campanha, não desanima Luciana, que nasceu no Rio de Janeiro, mas, tem em Patos, onde mora desde os dez anos de idade, sua principal referência de vida. “Estamos cansados de eleger pessoas que não têm compromisso com o povo. A população merece um legislativo mais atuante e é justamente isso que me proponho a fazer. Trabalhar muito, pelo povo mais humilde. Na Câmara, vou ter um olhar voltado aos que são invisíveis na sociedade patoense, pois desejo que eles sejam incluídos socialmente, com o respeito que merecem”, afirma a candidata, que mora no Jardim Magnólia.

Segundo Luciana, que apóia a candidatura a Prefeito do juiz Ramonilson, durante décadas Patos foi governado por apenas dois grupos políticos, que se revezam no poder, sem muito fazer pela cidade e seu povo. “Vi na candidatura do Juiz Ramonilson uma esperança de nossa cidade ser governada com mais respeito e dignidade, por isso, defendo esse nome, que também tem um programa de governo muito similar ao que eu gostaria de propor a minha cidade”, diz Luciana.

Luciana, para quem não se lembra, foi uma das pessoas que se mobilizou para ajudar Adriano, mais conhecido como ‘João de Deus’, que perambulava maltrapilho e doente por Patos. O rapaz, levado para o Complexo Regional de Patos, graças a intermediação de Luciana e outras pessoas sensibilizadas com a situação dele, fez uma cirurgia, se tratou e depois foi acolhido num lar provisório, antes de voltar ao estado de origem, Alagoas, onde permanece até hoje. “Aquele episódio com João de Deus me despertou a vontade de ajudar o próximo de forma mais efetiva e creio que com o mandato de vereador isso se concretizará de forma mais dinâmica e eficaz”, destaca a candidata que tem feito campanha de porta em porta.

Luciana Dias é candidata a vereadora em Patos
Luciana Dias é candidata a vereadora em Patos
Santinho da candidata Luciana Dias
Santinho da candidata Luciana Dias

Opera Paraíba: Hospital de Queimadas realiza 100 cirurgias eletivas

Posted on

A segunda etapa do programa Opera Paraíba, no Hospital Regional de Queimadas, possibilitou que cerca de 100 pacientes de cirurgias eletivas pudessem realizar o procedimento cirúrgico. Os procedimentos foram realizados entre os dias 17 e 25 de outubro e incluíram cirurgias de hérnias, vesícula, histerectomia, fimose, entre outros.

O Opera Paraíba estava suspenso desde março, em virtude da pandemia do coronavírus, e foi retomado, inicialmente, nos hospitais de Queimadas e Mamanguape. Dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES) atestam que só este ano foram realizadas 2.625 cirurgias e a estimativa da SES é de realizar 12 mil cirurgias até o fim do Programa.

O diretor geral do Hospital de Queimadas, Flávio Daniel, lembra que o Opera Paraíba foi lançado há um ano com a meta na redução das filas de espera por cirurgias eletivas no Sistema Único de Saúde (SUS). “Com o Opera Paraíba estamos zerando as filas de espera por procedimentos cirúrgicos, beneficiando milhares de pacientes que não mais precisarão esperar para realizar suas cirurgias”, destacou Flávio, comentando que o mutirão realizado em Queimadas foi um sucesso. O diretor parabenizou toda a equipe da unidade que se uniu, num esforço coletivo, para que todos os procedimentos programados pudessem ser realizados.

Sobre o Opera Paraíba – Ao todo, 12 hospitais da Rede Estadual integram a força-tarefa para a realização dos procedimentos cirúrgicos, que contemplam as especialidades de ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia, proctologia e cirurgia geral. Em contrapartida, os municípios com a população beneficiada pelo programa realizam os exames pré-operatórios e o transporte até a unidade hospitalar responsável pelo procedimento cirúrgico.

Hospital Regional de Queimadas ganha nova ambulância e reforça atendimento aos pacientes

Posted on

O Hospital Regional de Queimadas acaba de ganhar um reforço significativo para atendimento aos pacientes da cidade e região. Trata-se de uma nova ambulância adquirida com apoio do senador Veneziano Vital do Rego, que através de emenda parlamentar conseguiu destinar recursos para aquisição do novo equipamento, A nova ambulância foi entregue ao hospital na última sexta-feira (23). A solenidade contou com a presença do senador e do secretário estadual de saúde, Geraldo Medeiros que, na ocasião, falaram sobre a importância do veículo no atendimento dos pacientes.

“O Hospital de Queimadas é referência para a população do Cariri e o aporte desta ambulância permitirá uma segurança maior para os pacientes e uma maior agilidade no transporte de pacientes graves, de forma, que essa aquisição soma de forma muito positiva na prestação de serviço ofertado à população daquela localidade”, destacou o secretário Geraldo Medeiros.

O diretor geral do Hospital de Queimadas, Flávio Daniel, esclareceu como a nova ambulância dará suporte aos pacientes que são atendidos diariamente pela unidade. “Essa ambulância chega num momento importante, tendo em vista que o Hospital de Queimadas hoje presta serviços não apenas a população de Queimadas, mas de outros municípios circunvizinhos, que englobam 14 municípios, então esse novo equipamento vem contribuir com a eficácia e agilidade no transporte de pacientes não apenas para a nossa unidade, como para o remanejamento destes para outros hospitais quando houver necessidade”, disse Flávio Daniel.

“Esse é um momento de alegria e contentamento e, para mim, particularmente, na condição de agente político que possibilitou essa aquisição, isso muito me alegra porque sei que o exercício de meu mandato está ajudando a essa unidade a melhorar o atendimento à população”, disse o senador autor da emenda.

O deputado estadual Doda de Tião, que é natural de Queimadas, também prestigiou a entrega da nova ambulância e, na ocasião, agradeceu ao governador João Azevêdo, pelo excelente trabalho na gestão da saúde dos paraibanos, e ao senador pela emenda que possibilitou a aquisição do novo equipamento. “Esse equipamento é muito importante para o hospital e quero de público agradecer o compromisso do nosso governador com a região e também de seu secretário de saúde, Dr. Geraldo que vem desenvolvendo um trabalho muito bom à frente da Secretária de Saúde e também lembrar do compromisso do senador Veneziano com a nossa região”, finalizou Doda de Tião.

Vereador e candidato a novo mandato Renato Martins se diferencia pela formação, visão política e sobretudo pela produção parlamentar

Posted on

Com foco numa gestão pública com qualidade, o vereador pessoense e candidato a novo mandato na Casa de Napoleão Laureano pelo Avante, Renato Martins, aproveitou o afastamento da vida púbica, num hiato entre o ex-mandato (2013 a 2016) e o atual, para concluir o mestrado em gestão pública e cooperação internacional pela UFPB. Suplente da coligação do PSD, Renato reassumiu o mandato na Câmara Municipal de João Pessoa, no dia 2 de abril deste ano. Um dos parlamentares mais atuantes da Casa, com uma das maiores produções legislativas do órgão, Renato está no páreo da disputa eleitoral com um discurso diferenciado, uma visão política com embasamento técnico e com uma folha de serviços prestados à população.

“A experiência do primeiro mandato, com a formação na UFPB, me deram ainda mais consistência técnica para atuar no legislativo. Hoje, tenho uma visão mais ampla do que é fazer política. A gestão pública só tem avanços significativos quando ela acontece sem personalizações, as boas propostas deixam de ser da gente para ser patrimônio público, porque é para a sociedade que a gente trabalha, atua e precisa direcionar nossa energia. E é, justamente, com esse novo olhar que busco renovar meu mandato na Câmara Municipal de João Pessoa. As boas ideias, venham de onde vier, precisam ser apoiadas. No próximo mandato, me comprometo a estar ao lado do povo, trabalhando em prol da sociedade e defendendo o bem público”, destaca o parlamentar candidato.

A retomada deste segundo mandato, segundo Renato, se deu em situação adversa, em plena pandemia do Covid, o que impediu de retomar suas ações cotidianas de idas ao Ministério Público, Estadual, Federal, CGU para fazer denúncias e cobrar providências em prol de melhorias para a população pessoense. “De fato, a pandemia mudou a rotina da Câmara, dos órgãos, das instituições, da vida de um modo geral, o que também nos restringiu os passos e ações que ficaram muito voltados para esse momento de pandemia, mas, estamos na luta para renovar nosso mandato e retomar as lutas, as ações, a produção parlamentar de qualidade, os discursos na tribuna, enfim, dar nossa contribuição para melhorar a gestão pública municipal”, reitera Renato.

Apoio de Moacir Rodrigues

Essa semana, o vereador Renato recebeu mais uma adesão de peso a sua campanha. Trata-se do deputado Moacir Rodrigues, irmão do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, que declarou em suas redes sociais que apoia a candidatura de Renato na capital paraibana. “Ele já tinha me dito que o candidato dele aqui seria eu e essa semana ele publicou nas redes sociais que me apoia aqui em João Pessoa, inclusive, falando com eleitores dele aqui e pedindo para votar em mim. Esse apoio, muito me honra, fortalece nossa caminhada e será muito importante para a nossa vitória”, destaca Renato.

Jeová faz relato da visita às obras da Transposição e propõe que todos os deputados paraibanos façam uma visita técnica no início de 2021

Posted on

Em pronunciamento durante sessão remota da ALPB, na manhã desta quarta-feira (9), o deputado Jeová Campos fez um breve relato sobre a visita técnica as obras do Eixo Norte da Transposição, na última sexta-feira, agradeceu o apoio logístico que teve da Mesa Diretora da Casa e fez uma proposta para que todos os deputados paraibanos, sob o comando do presidente da ALPB, Adriano Galdino, possam ver in loco, no início do próximo ano, as obras que já estão prontas em Jati (CE) e em bom ritmo no interior da Paraíba e do Rio Grande do Norte.

“Foi uma emoção singular ver a barragem de Jati cheia, tanto que não resisti e entrei nas águas do Velho Chico. Penso que emoção similar irão sentir os meus colegas diante de tão majestosa e importante obra para nossos irmãos nordestinos. Não tenho dúvidas que essa é a construção do milênio em nosso país”, disse o parlamentar. Jeová lembrou que a água da barragem de Jati, que vai chegar em Açu, no Rio Grande do Norte, passando pela barragem de Engenheiro Ávidos, é tudo por gravidade e as obras estão praticamente prontas. Segundo ele, as obras de construção do canal Caiçara Engenheiro Ávidos, em Cajazeiras, deverão estar concluídas em meados do próximo ano.

“Eu quero deixar uma proposta aqui, para que no início de 2021, sob o comando do presidente da Casa, Adriano Galdino, todos os deputados da Paraíba possam visitar as obras da Transposição”, reiterou o parlamentar que, na sequência de sua fala, elogiou o trabalho que vem sendo feito pelo secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, no que diz respeito ao combate ao COVID-19, solicitando do mesmo que tenha um olhar especial e comece a adotar as providência para cumprir a Lei 11.566, que ampliou o teste do pezinho na Paraíba, dotando a rede pública estadual com condições para as unidades fazerem o teste do pezinho ampliado nas maternidades e hospitais públicos paraibanos.

Complexo Hospitalar de Patos realiza ação educativa para colaboradores trabalharem melhor o estresse na pandemia

Posted on

Diante da situação de pandemia que o mundo vive há meses, é inevitável o sentimento de insegurança, incerteza e, principalmente, ansiedade. Isso em qualquer ramo de atividade, imagina no setor de saúde, onde as atribuições dos profissionais estão diretamente ligadas a essa questão. E foi para ajudar os colaboradores do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, a superar esse momento que o setor de Psicologia realizou, nesta segunda-feira (10), uma atividade cujo objetivo foi orientar os profissionais da unidade a controlar a ansiedade, trabalhando acolhimento, autocuidado, saúde mental e física. A ação foi coordenada pela psicóloga Pryscila Guedes e incluiu abordagens e distribuição de material educativo.

            “A demanda de funcionários com questões ligadas a ansiedade aumentou, o que é perfeitamente natural na atual conjuntura e diante de tais colocações, elaborei um material para distribuir não só com os profissionais de saúde, mas também com todos os nossos colaboradores envolvidos nessa luta contra o Covid-19”, explica a psicóloga.  O material reúne sete dicas de como controlar a ansiedade, destacando a importância do cuidado com a saúde mental durante períodos de grande estresse como o que se vive nesta pandemia.

            Entre as dicas destaca-se a que orienta a pessoa a estabelecer limites para as notícias que consome. “Apesar de ser importante nos manter informados, monitorar isso constantemente não nos faz bem. Permitir-se fazer pausas é importante”, reitera a psicóloga, lembrando que é fundamental que se busque informações de fontes oficiais, evitando fake News e orientações em grupos que não trazem informações científicas. Uma outra dica é o cuidado que cada um deve ter em si próprio. “O Auto cuidado inclui focar nas coisas que você pode controlar, como comer e dormir bem, fazer coisas que dêem prazer. Caminhar, meditar, se exercitar tem um impacto positivo nos sentimentos”, reitera Pryscila.

            Aceitar os próprios sentimentos também é salutar em períodos de grande estresse destaca o material distribuído. “É natural ficar estressado, ansioso e facilmente chateado passando por todo um espectro de emoções em pouco tempo. É, portanto, importante permitir-se parar para entender as próprias emoções e sentimentos e expressá-los. Começar um diário e colocar no papel o que se está sentindo pode ajudar”, orienta a psicóloga. E por fim, quando não estiver conseguindo manter o equilíbrio, destaca a última dica do material educativo, não hesite em procurar ajuda de um profissional. “É importante que as pessoas entendam que é normal não se sentir 100% nesse momento. afinal, vivemos um tempo de muitas incertezas e angústias. Procurar um psicólogo e fazer uma terapia pode ajudar a entender melhor o que se passa e trabalhar emoções, sentimentos e comportamentos”, reitera Pryscila Guedes.

Todos os setores foram contemplados com a ação educativa Profissionais de todos os setores receberam o material educativo Os funcionários receberam orientações de como lidar com o estresse em tempos de pandemia Os funcionários receberam orientações (1) Os funcionários foram orientados a como aliviar a tensão em momentos de pandemia Os funcionários receberam orientações  e material educativo A ação também contemplou os funcionáros do Hospital do Bem que integra o Complexo A ação educativa conteplou todos os setores do hospital

Bem-vindo ao novo normal

Posted on

Com o comércio retomando lentamente a sua atividade, me pus a pensar que tipo de consumidor as marcas e negócios estão reencontrando. Que mundo é e será esse, com profusão de máscaras, álcool-gel, cancelas especiais, tapetes sanitizantes, câmeras com infravermelho, distanciamento seguro entre os clientes e olhares enviesados para quem espirra de forma exagerada.
Acima de tudo, qual mentalidade adotou “novo consumidor” ou “o consumidor do Novo Normal”.
Por sua combinação poderosa de receios, a pandemia do novo coronavírus se mostra diferente de todas as crises anteriores. Ela nos amedronta pela fraqueza da nossa saúde pública, pela transmissibilidade do vírus, pela roleta russa que ele nos impõe, pela imprevisibilidade do tempo que a pandemia irá durar, pelo medo de não pagarmos as contas, de vermos nossos negócios morrerem e por imaginarmos como será a próxima.
Essas profundas mudanças de valores e mentalidades redefiniram hábitos e influenciaram comportamentos.

Se ficou claro que estamos em barcos diferentes, apesar de navegarmos na mesma tempestade, e é nítido que há gente que nem barco tem, cooperar, se adaptar, inovar e se reinventar são premissas básicas para não sucumbir.

Enquanto algumas marcas fazem o óbvio exercício de se questionar em como podem gerar valor para este novo consumidor, outras ainda pensam e agem em padrões pré-pandêmicos — e essa atitude cobrará seu preço.

10 mudanças

Impactado por mais de 90 dias em confinamento, convivendo com a infoxicação (escrevi sobre nesta mesma coluna, semanas atrás) e tendo as emoções massacradas pela rotina diária absolutamente modificada, o consumidor do Novo Normal já consome de maneira diferenciada produtos, serviços, notícias, conteúdos e pessoas.

Está mais criterioso, cuidadoso, digital, coerente, questionador, econômico, voltado para a família e menos tolerante a cold calls e ao “consumir por consumir”.

Em estudo recente, a McKinsey & Company listou as 10 mudanças de comportamento de consumo esperadas para o Novo normal. São elas:

1. O digital será onipresente

2. O consumo será repensado

3. A fidelidade e a infidelidade caminharão juntas

4. O consumo será mais seguro

5. Qualidade de vida é o que interessa

6. O Novo Normal será caseiro

7. E mais confortável também

8. Sustentabilidade será critério determinante

9. Propósito importa, sim

10. Metrópoles estão menos valorizadas

Segundo a McKinsey, “empresas resilientes” se sustentam em três 3Rs, simultaneamente, para não ceder à crise:
Retornar: quando elas gerenciam o período de crise e endereçam oportunidades para uma retomada mais saudável e rentável.

Reimaginar: como será o Novo Normal.

As mudanças de comportamento vieram para ficar e marcas e negócios precisam ter clareza de suas promessas e propostas de valor.

Quem aspira seduzir e reter o “novo consumidor” terá de prestar contas de suas atitudes e valores.

“Entender para atender”, definitivamente, deu lugar ao “acolher para atender”.

Serviço de informações aos familiares de pacientes com Covid-19 tranquiliza parentes e ameniza saudade e ansiedade

Posted on

     Imagina ficar sem poder ver alguém querido que está doente num hospital e em isolamento. Só o fato de supor essa situação, já dá um frio na barriga, imagina ter que encarar esse momento. Isso é o que está acontecendo com os parentes de pacientes diagnosticados com a Covid-19 e que precisam se internar para tratar da doença. Altamente contagiosa, a Covid-19 requer um isolamento rígido, por isso os doentes, inclusive idosos e crianças, não podem ter acompanhantes enquanto se tratam. Para atenuar essa angustia, o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, implantou um setor específico para cuidar desta questão: a Unidade de Comunicação Familiar (UCF).
E é justamente o serviço da UCF que está amenizando a saudade e a angústia da família do aposentado Hilton Martins Medeiros, de 75 anos, que desde o último dia 15, está sob os cuidados da equipe do isolamento Covid, do Hospital de Patos. A filha do paciente, a Sra. Idelvita Medeiros Santos, já falou com o pai em vídeo chamada e elogiou a iniciativa do hospital. “É um serviço ótimo, porque a gente não pode visitar, ficar perto, acompanhar, não pode ver, enfim, essa vídeo chamada tranquilizou todo mundo e foi muito bom poder não apenas conversar com meu pai, mas, também vê-lo e ter a certeza de que ele está sendo bem tratado”, disse Idelvita elogiando a iniciativa do hospital.
A diretora geral do Complexo, Liliane Sena, reforça que a implantação do serviço na unidade melhorou o fluxo de informações entre a instituição e os familiares dos pacientes. “Com a criação e implantação da UCF, nós conseguimos aperfeiçoar essa rotina de repasse de informações para os familiares dos pacientes com Covid-19 e temos recebido muitos elogios pela iniciativa”, diz Liliane, lembrado que o serviço é restrito aos pacientes do isolamento, porque todos os demais ficam com acompanhantes. Ela ressalta ainda que as vídeo chamadas não são rotina da UCF, mas, que, eventualmente, as transmissões poderão ser feitas, caso a caso.
Antes da implantação da UCF, as informações do quadro e evolução dos pacientes eram repassadas de maneira presencial, pelo médico do setor Covid, que em determinado horário do dia cumpria essa rotina de forma individual com os familiares dos pacientes. Mas, essa sistemática sofria reiteradas mudanças, porque em alguns momentos marcados, o médico tinha que atender uma intercorrência, atrasava e não tinha a regularidade que a unidade pretendia estabelecer. Além disso, os familiares de pacientes que não moram em Patos também ficavam com dificuldades de estar na unidade no horário marcado para poder participar deste momento diariamente.
A UCF funciona de domingo a domingo, com plantões diurnos, com a disponibilidade de um profissional plantonista que fica, exclusivamente, com essa missão de levantar o histórico e quadro clínico de cada paciente, através de seu boletim médico, e ligar para as famílias e passar as informações mais atualizadas sobre a situação do paciente. Quando o paciente tem condições de falar, é feito a vídeo chamada, como foi o caso do Sr. Hilton, nesta segunda-feira (22), que permanece internado e se recuperando numa enfermaria do isolamento Covid.

 

Sr. Hilton durante vídeo chamada com sua filha na última segunda-feira
Sr. Hilton durante vídeo chamada com sua filha na última segunda-feira