Asplan

Asplan celebra mais um ano de atividades durante confraternização com funcionários e diretores

Posted on

 

“Esse foi um ano de muitas dificuldades, mas, também de superação, no qual a Asplan se manteve firme e forte em sua missão de defender os produtores e honrar o compromisso com seus funcionários. Me sinto vitorioso e credito isso também a todos vocês”, disse hoje (21), o presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba, José Inácio de Morais, durante almoço de confraternização. O evento, realizado na sede da entidade, em João Pessoa, reuniu diretores e funcionários.

Na ocasião, também se pronunciaram o vice-presidente da Asplan, Fernando Rabelo, o diretor do Departamento Técnico, Neto Siqueira e o diretor Fred Madruga. Em todos os discursos, o agradecimento pela superação das adversidades e o desejo de que 2019 chegue e traga boas novas e mais chuvas, além do reconhecimento da equipe da Asplan que trabalha com amor e sempre vestiu a camisa da Casa.

A Asplan é uma entidade que representa os cerca de 1.800 plantadores de cana-de-açúcar da Paraíba. A maior parte deles pequenos e médios produtores.

 

 

Comemoração natalina na estação de Camaratuba incluiu homenagens ao diretor do DETEC

Posted on

A rotina na Estação Experimental de Camaratuba, mantida pela Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), mudou um pouco na manhã desta quinta-feira (20). Isto porque, o início do expediente, marcou as comemorações natalinas dos profissionais que atuam na Estação, que produz insumos biológicos capazes de controlar duas das principais pragas que atacam os canaviais: a Broca Comum e a Cigarrinha da Folha.

Em meio a um café da manhã, os profissionais se confraternizaram e participaram ainda de sorteios de brindes. O diretor do Departamento Técnico da Asplan, Neto Siqueira, que representou a diretoria da Associação na ocasião, foi homenageado com um bolo surpresa, já que fez aniversário essa semana. “Agradeço a homenagem e quero dizer que estou muito feliz com os resultados crescentes de produção da estação, fruto do apoio da Asplan, mas, sobretudo do esforço e compromisso desta equipe” disse Neto, desejando a todos um Feliz Natal e um Ano Novo com gratas surpresas.

O biólogo e coordenador dos laboratórios de controle de pragas, Roberto Balbino, também agradeceu o empenho da equipe que está motivada para os desafios de 2019. Os laboratórios da Estação Experimental de Camaratuba produzem, mensalmente, 15 milhões de Cotesia flavipes (Vespas) e três toneladas de Metahizium anisopliae (Fungo).

A Estação Experimental é mantida pela Asplan, através de convênios com o Ministério da Agricultura, Instituto Nacional de Meteorologia e Secretaria de Agricultura da Paraíba. Os insumos produzidos na Estação são registrados e aprovados para uso da agricultura orgânica e distribuídos, gratuitamente, para os produtores de cana associados e ainda vendidos no mercado paraibano, pernambucano e do Rio Grande do Norte.

Projeto de gestão de atividade na área de cana-de-açúcar será realizado com produtores da Paraíba a partir de 2019

Posted on

A partir de fevereiro de 2019, um grupo de 25 produtores participarão de um projeto piloto na área canavieira que vai ofertar assistência técnica e gerencial para que as propriedades sejam melhor gerenciadas e tenham, consequentemente, melhores resultados de produtividade. A iniciativa é do Senar em parceria com a Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) e consiste em ofertar uma metodologia de assistência técnica aos produtores, que trabalha a parte produtiva em paralelo a parte gerencial da atividade. Na quarta-feira (12), técnicos do Senar se reuniram com os produtores que participarão do projeto para apresentar detalhes das ações que serão desenvolvidas, de forma individual em cada propriedade, e durante 12 meses, que é o tempo de duração da assistência.

A iniciativa do Senar não é inédita na Paraíba, que já realiza esse tipo de assistência técnica e gerencial há quatro anos, com uma média de 700 produtores/ano. O ineditismo é que agora o setor de cana-de-açúcar também será contemplado com essa a Assistência Técnica e Gerencial (ATEG). “Essa metodologia ajuda na parte produtiva e na gestão da atividade, ou seja, o nosso objetivo é junto com o produtor aumentar a capacidade de produção dele e desta maneira melhorar o gerenciamento da atividade, identificando os custos, a média de produção, o que pode fazer para melhorar rendimento, onde precisa investir, etc”, explica o coordenador do Senar na PB, Gabriel Petelinkar.

Ainda segundo Gabriel, a metodologia se baseia em cinco princípios básicos: diagnóstico produtivo individualizado, planejamento estratégico, adequação tecnológica, capacitação profissional complementar e avaliação sistemática de resultados. No caso do projeto da Asplan, cada produtor receberá uma visita mensal de quatro horas, além de treinamentos e consultorias direcionadas para cada propriedade. O engenheiro agrônomo do Senar, Paulo Henrique será o responsável por esse trabalho.

Para o presidente da Asplan, José Inácio de Morais, essa iniciativa traduz a preocupação da Associação em sempre disponibilizar para seus associados ferramentas que lhes proporcionem ganhos de produtividade e desenvolvimento. “Todo projeto que venha a agregar valor à nossa atividade será muito bem-vindo, a exemplo deste ATEG do Senar”, afirma o dirigente canavieiro, lembrando que essa iniciativa é direcionada para pequenos e médios produtores.

Encontro Estadual dos Comitês de Bacias Hidrográficas da PB tem a participação da Asplan

Posted on

O VII Encontro estadual dos Comitês de Bacias Hidrográficas da Paraíba, que aconteceu nos dias 05 e 06, em João Pessoa, teve a participação da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan). Com acento nos Comitês do Litoral Norte e Sul, a Associação foi representada pelo engenheiro agrônomo, Luis Augusto e pelo Técnico de Segurança do Trabalho, Natanael Rodrigues. A participação da Asplan é importante nos debates sobre a destinação e o melhor uso da água haja vista que cerca de 70% dos recursos hídricos da Paraíba são destinados à irrigação na agricultura.

Segundo a representante do IFPB no Comitê do Litoral Norte, Mirella Costa, como a maior parte dos recursos hídricos do estado é destinada para a agricultura, ter representatividade de entidades ligadas ao setor, aprimora os debates sobre a racionalização do uso da água no Estado. “A utilização de técnicas de irrigação mais modernas, por exemplo, é uma ação que assegura uma racionalidade no uso da água pelo setor agrícola e que causa um impacto positivo no uso deste bem que todos sabemos ser finito e até escasso em determinadas regiões da Paraíba”, destaca Mirella. Segundo a professora, 10% dos recursos hídricos da Paraíba são destinados ao uso do abastecimento humano, outros 17% para as indústrias e 3% para outros usos.

“Como se vê, responder pela maior parte de toda a água que se consome no Estado, deixa o setor agrícola com uma grande responsabilidade de buscar formas de racionalizar a utilização deste bem tão precioso e finito”, afirma o agrônomo da Asplan, Luiz Augusto. De acordo com ele, essa racionalidade vem sendo praticada pelos produtores de cana-de-açúcar já há algum tempo, juntamente com ouras ações que buscam o equilíbrio entre a ocupação do solo e a preservação do meio ambiente. “O uso e ocupação do solo nos entornos das bacias de forma a respeitar a legislação e preservar o meio ambiente é também uma ação permanente dos produtores de um modo geral, especialmente, dos canavieiros”, destaca Luiz.

O Técnico Natanael Rodrigues lembra que a Paraíba é um dos estados mais avançados no que diz respeito a gestão dos recursos hídricos. Com três Comitês Estaduais e um Federal, a Paraíba debate institucionalmente, de forma descentralizada e participativa, desde 1997, quando os Comitês foram formados, essa questão da racionalidade e destinação dos recursos hídricos com efetiva participação da sociedade civil organizada, junto com representação estatal. “O uso racional da água é um debate que interessa a toda a sociedade porque água é um bem necessário em todas as atividades e como é um bem escasso e esgotável, cada vez mais se faz necessário uma atenção especial para esse tema, e a Paraíba está de parabéns pelo trabalho que vem sendo feito sob a coordenação da AESA”, reitera Natanael.

 Além de Luis e Natanael, a produtora de cana, Ana Cláudia, associada da Asplan, e o agrônomo, Alfredo Nogueira, também integram Comitês das Bacias Hidrográficas representando o setor canavieiro paraibano.

Presidente da Asplan reforça compromisso dos plantadores de cana da Paraíba em conservar e preservar as margens da bacia do Rio Gramame

Posted on

“Quero reiterar aqui o compromisso dos plantadores de cana da Paraíba em conservar e preservar as margens do Rio Gramame, principalmente, no tocante ao reflorestamento desta área”, disse ontem (03), o presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), José Inácio de Morais. O pronunciamento do dirigente canavieiro foi feito durante realização de uma audiência pública que debateu as ações integradas dos Ministérios Públicos Federal e da Paraíba para a preservação do Rio Gramame. A iniciativa do debate foi do vereador Tibério Limeira (PSB).

Em seu pronunciamento, José Inácio lembrou que a poluição do Rio nunca foi ocasionada por plantadores de cana, mas de indústrias instaladas próximo ao Rio Gramame, e que os plantadores de cana deixaram as margens do Rio para preservação, mas, estas foram invadidas por algumas pessoas que não são produtores associados à Asplan e que fazem uso indiscriminado das águas e margens da Bacia do Rio Gramame.

O presidente da Associação também se comprometeu que daqui a um ano toda a área de cana-de-açúcar estará adequada ao limite exigido pela legislação e as áreas no entrono da bacia serão reflorestadas. “Vamos realizar essa readequação. Esse é nosso compromisso, mas é preciso que as autoridades também cobrem dos demais envolvidos nessa questão de preservação do local que cumpram a legislação e normas que preservam a bacia do Rio Gramame”, reiterou José Inácio.

Presidente da Asplan será homenageado em encontro anual de confraternização de Engenheiros Agrônomos

Posted on

 

O presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), José Inácio de Morais, será homenageado durante evento de confraternização dos engenheiros agrônomos. O encontro, que acont

ece há mais de 20 anos, e reúne profissionais da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, será realizado nesta quinta-feira (29), a partir das 11h, em uma propriedade rural localizada no município de Santa Rita (PB).

Caberá ao diretor da Asplan, Raimundo Nonato, a apresentação do homenageado. O professor da UFRPE, Wallace Benevides, também receberá homenagens na ocasião. Cerca de 100 agrônomos e profissionais ligados ao setor canavieiro e industrial da região participação do evento que tem o apoio da Sociedade dos Técnicos Sucroalcooleiros do Nordeste.

“Me sinto muito honrado de receber essa homenagem de meus colegas, de pessoas ligadas ao setor sucroenergético, que nutrem, como eu, uma paixão pelo setor canavieiro e que têm a exata noção da importância de nossa atividade para o desenvolvimento do Nordeste e do país”, destacou José Inácio que receberá a homenagem pelos relevantes serviços prestados à frente da Asplan, mais recentemente, da União Nordestina dos Produtores de Cana – Unida, do qual é também presidente e ainda pelo papel de liderança que tem no meio canavieiro.

Associados da Asplan já realizaram mais de 1.000 procedimentos odontológicos entre janeiro e outubro

Posted on

 

As atividades da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) extensivas aos associados não se restringem diretamente às questões do campo. A entidade, que reúne cerca de 1.800 produtores, a maior parte deles pequenos e médios plantadores de cana, mantém serviços de assistência social, que incluem atendimentos odontológicos, realizados em consultório próprio. Um balanço do Departamento de Assistência Social da entidade mostra que de janeiro a outubro deste ano, foram realizados 1.362 procedimentos odontológicos.

A área de odontologia, que tem como responsável a odontóloga Dra. Wilma Dantas, atendeu nos primeiros oito meses deste ano, 795 pacientes, entre associados, cônjuges e filhos destes, além de funcionários da entidade, sendo os serviços de restauração de Resina Foto, de Restauração de Amálgama, e de limpeza de tártaro, os procedimentos mais procurados.

Os serviços de odontologia estão disponíveis de segunda à quinta-feira, nos períodos da manhã (das 8h às 12h) e da tarde (das 13h às 17h). O consultório próprio fica localizado no primeiro andar do prédio sede, no Centro, em João Pessoa.

Projeto piloto de manejo nutricional desenvolvido na Paraíba está aumentando produtividade de canaviais

Posted on

Um projeto piloto de manejo nutricional, desenvolvido graças a uma parceria da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) e a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) está aumentando a produtividade de canaviais na Paraíba. Nesta terça-feira (13), os produtores que participam do projeto, sob a coordenação do professor e consultor Dr. Emídio Cantídio, se reuniram para avaliar os resultados que já apontam aumento na produtividade por hectare.

De acordo com o diretor do Departamento Técnico da Asplan (DETEC), Neto Siqueira, o projeto, que começou no ano passado, em propriedades de oitos produtores ligados à Asplan, já apresenta resultados bem positivos. “Saímos de 55 toneladas por hectare para 75 toneladas, graças ao manejo nutricional adequado”, afirma Neto. Na Fazenda Maracanã, em Santa Rita, de propriedade do produtor Raimundo Nonato, a produtividade passou de 50 para 60 toneladas por hectare.

O experimento, que deverá ser expandido em breve, está sendo realizado em propriedades localizadas nas áreas da Mata Norte, Sul e Agreste, nos municípios de Mataraca, Itapororoca, Mamanguape e Santa Rita.

Tecnologia MOTOTRBO é apresentada aos produtores canavieiros da Paraíba durante Workshop de Radiocomunicação

Posted on

 

Uma solução em comunicação que ajuda a melhorar a produtividade no campo. Essa frase traduz o que a tecnologia MOTOTRBO se propõe a fazer. E nesta quinta-feira (08), produtores canavieiros puderam conhecer essa ferramenta que é mais barata que satélite e mais eficiente que GPRS, durante o 1º Workshop sobre Radiocomunicação. A apresentação do produto foi feita na sede da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), pelo gerente de Canais da Motorola Solutions, Cid Rocha, e pelo revendedor autorizado, Werinton Barreto, da Kero Telecom.

A tecnologia MOTOTRBO além de transmissão de voz e dados, a Telemetria, envio de ordem de serviço, controle de frota via GPS, integração com centrais telefônicas e celulares, são algumas das ações que fazem parte do conjunto de funcionalidades do MOTOTRBO apresentado aos produtores. Segundo Cid Rocha, a tecnologia consegue operar em locais críticos e ermos, de forma instantânea e segura. “Nossa tecnologia permite ao produtor ter informações imediatas e detalhadas, o que contribui para uma melhor e mais ágil tomada de decisão, o que acaba impactando na melhoria da produtividade”, destaca o representante da Motorola.

Ainda segundo Cid Rocha, essa tecnologia oferece uma comunicação ágil e com um menor custo operacional através de rádios digitais. “Nossos equipamentos enviam a informação em formato de voz ou dados em tempo real, direto para a central de gerenciamento do produtor, mesmo em áreas remotas e locais críticos, ajudando na tomada rápida de decisões”, reiterou ele. Durante a apresentação do MOTOTRBO aos produtores paraibanos, foi abordada ainda as diferenças entre os modelos digital e analógico, a programação dos equipamentos, instalações, regras da ANATEL, entre outras informações técnicas sobre o produto e seu manuseio. Quem estiver interessado, pode entrar em contato com a Kerotelecom, um dos revendedores autorizados da Motorola.

Asplan participa da 18ª Conferência Internacional Datagro

Posted on

A 18ª Conferência Internacional DATAGRO sobre Açúcar e Etanol, que está sendo realizada, hoje (29) e amanhã (30), em São Paulo, tem a participação do vice-diretor técnico da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Pedro Neto. A cerimônia de abertura do evento foi feita, nesta segunda-feira (29), pelo presidente Michel Temer que enalteceu, na ocasião, os avanços do agronegócio brasileiro e reiterou a importância do Renovabio.

“Ontem, falei com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, e vamos formar as equipes de transição e desde já assumo um compromisso com vocês de que minha equipe vai pedir aos representantes do próximo governo que prestigiem o setor de biocombustíveis como o nosso governo prestigiou”, disse Temer, na abertura de um dos mais importantes eventos do calendário mundial do açúcar e etanol. O presidente estava acompanhado do Ministro de Minas e Energia, Moreira Franco.

O evento da DATAGRO tem como foco valorizar conteúdo de mercado, disseminar conhecimento de novas tecnologias e políticas públicas, além estimular o networking entre os participantes. “Esse evento é uma referência mundial para o setor de açúcar e álcool e nossa presença aqui é importante, pois teremos acesso a informações atualizadas e do mundo todo”, destaca Pedro Neto.

O diretor da Asplan lembra ainda que o Renovabio é o principal programa para o crescimento do setor, e que novas tecnologias estão sendo lançadas, para aumentar a eficiência dos motores a etanol. “Num futuro próximo, o motor movido a etanol será mais eficiente do que o motor movido a gasolina, além de emitir muito menos gases que causam o efeito estufa”, reitera Pedro Neto.