Author: News Comunicação

Hospital do Bem segue fluxo de atendimento específico com agendamento prévio de consultas e procedimentos

Posted on

 

O Hospital do Bem, unidade de Alta Complexidade em Oncologia do Sertão, em Patos, continua com seu fluxo de atendimento dentro da normalidade. A direção ressalta, no entanto, que o hospital só atende pacientes regulados, com data e horário pré-agendados de consulta ou procedimentos; e avisa que não adianta chegar ao hospital sem o devido encaminhamento, pois a unidade segue um fluxo de admissão específico.

Algumas pessoas têm procurado a recepção buscando informações de como utilizar os serviços da unidade. A diretora geral do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC), Liliane Sena, explica que há dois tipos de demanda que serão atendidas no hospital, com processo de regulação diferentes. “Nós temos a demanda ambulatorial e a demanda de internação”, explica Liliane. A demanda ambulatorial, esclarece ela, começa pela Secretaria Municipal de Saúde, depois pela Central de Regulação Estadual até o Hospital do Bem. Já a demanda de internação começa pelo Núcleo Interno de Regulação (NIR) do Hospital de Origem onde está o paciente e este contata o NIR do Hospital Regional de Patos para fazer a regulação.

O Hospital do Bem atende quatro tipos de câncer: mama, próstata, pele e colo de útero e só atende pacientes com diagnóstico fechado ou forte suspeita. Num primeiro momento, o paciente é avaliado em uma consulta ambulatorial, médicos especialistas que fazem o encaminhamento para realização de quimioterapia e/ou cirurgia. “Toda demanda do hospital precisa ser regulada. A ambulatorial pelos municípios, enquanto a de internação é de hospital para hospital”, reforça Liliane Sena.

O Hospital do Bem possui 25 leitos de internação em oncologia clínica, oncologia cirúrgica e cuidados paliativos.

Asplan e Agromape terão stand conjunto na Expofeira Paraíba Agronegócios

Posted on

A edição 2018 da Expofeira Paraíba Agronegócios, que será realizada entre os dias 16 e 23 de setembro, no Parque de Exposições Henrique Vieira de Melo, em João Pessoa, vai ter, pela primeira vez, um stand da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan). A entidade vai dividir com a Agromape um espaço no evento para expor seus serviços e mostrar ao público seus diferenciais de atuação que a destacam como uma das mais organizadas e respeitadas entidades do setor produtivo do país.

A Expofeira é promovida pela Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca e conta com a execução da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (FAEPA), além de contar com o apoio de diversas associações de criadores do Estado, entre elas, a Asplan.

“Nosso público vai estar na exposição até porque, além de plantar cana, muitos de nossos associados também criam gado, produzem outras cultura, cultivam camarão, de forma que ter um espaço para divulgar como atuamos, quais são nossos serviços, incluindo ai aluguel de espaços para o público em geral, é uma forma de nos aproximarmos mais de nossos associados e ao mesmo tempo divulgar o que fazemos e como atuamos”, destaca o presidente da Asplan, José Inácio.

Além da exposição de animais e produtos, a programação da Expofeira inclui leilões de cavalos, gado, ranqueada do Cavalo Pônei, de Jumento Pêga, raqueadas das Raças Boer, Sta. Inês, Doppler, Anglonubiana e raças leiteiras de caprinos e ovinos, além de Torneio Leiteiro do Mini Gado, Exposição Nacional do mini gado, concurso leiteiro das Raças Zebuínas, torneio Leiteiro de Caprinos, além da final da Copa Boer, da Raça Sindi e o Campeonato Nordestino do Cavalo Mangalarga Machador.

Comportamento e Segurança no Trânsito são temas do segundo dia de atividades da SIPAT das empresas do Grupo A. Cândido

Posted on

Ultrapassagens, manobras perigosas, respeito as faixas, a proibição do uso do celular e infrações mais comuns no trânsito. Esses foram alguns dos temas abordados nesta quinta-feira (13), durante as palestras do segundo dia da Semana Integrada de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT), das empresas de ônibus de João Pessoa – Unitrans e Santa Maria – e a Transporte Rodoviário Nordestino Ltda, que integram o Grupo A. Cândido.

Quem abordou esses assuntos, nas palestras que aconteceram pela manhã e à tarde, no auditório da Unitrans, a partir do tema central ‘Direção defensiva: transportando vidas com segurança’, foi o instrutor do Sest, Samir Pereira. Intercalando apresentação de vídeos com a abordagem dos temas respectivos, o instrutor mostrou a partir de diversos exemplos como os operadores não podem se comportar quando estão ao volante de um ônibus ou mesmo de um carro de passeio.

Segundo Samir, independentemente de estar num veículo de pequeno ou grande porte, o motorista precisa estar atento, seguir as leis de trânsito e, sobretudo, dirigir preventivamente. Ele reiterou, no entanto, que a responsabilidade de um condutor de coletivo é muito maior porque ele não é responsável apenas pela própria vida, mas de todos os passageiros que conduz. “Isso parece óbvio, mas, é preciso que vocês atentem para esse fato. São muitas vidas que dependem exclusivamente da sua condução e podem ter certeza de que o julgamento de quem comete uma infração no trânsito transportando vidas é muito mais contundente”, destacou o instrutor.

Com o slogan ‘Transportando vidas com segurança’, todas as ações da SIPAT estão sendo realizadas na sede da Unitrans, em Água Fria. As palestras aconteceram no auditório, enquanto que a feira de serviços será realizada no pátio da empresa, nesta sexta-feira (14). A feira, que conta com o apoio do SEST/SENAT, trará para a garagem da Unitrans os serviços disponibilizados a partir do projeto ‘Transportando Saúde nas cidades’, que inclui ações na área de odontologia, nutrição, fisioterapia, psicologia, esporte, corte de cabelo, distribuição de brinde, entre outros. Ela acontece das 8h30 ao meio-dia e das 14h às 17h. O encerramento da programação acontecerá as 17h30, com a palestra ‘A fórmula mágica da segurança’, no auditório da Unitrans.

O presidente do Sindicato dos Motoristas da Paraíba, Antônio de Pádua, participou da palestra da manhã e reforçou o compromisso dos operadores em tratar bem o passageiro e dar sua contribuição para que o sistema de transporte consiga superar uma das piores crises que já viveu. “A concorrência desleal do clandestino, mais recentemente do UBER agravam as dificuldades das empresas”, disse Pádua, lembrando que o Sindicato já chegou a ter 62 empresas filiadas e que, atualmente, só tem 18, assim mesmo, algumas com extremas dificuldades. “Aumentamos frota, melhoramos o serviço e mesmo assim o sistema teve uma perda de mais de dois milhões de passageiros e isso é preocupante, pois a partir do momento que as empresas não vão bem, isso reflete no mercado de trabalho diretamente e se traduz em menos oportunidades”, destacou ele, pedindo a colaboração dos operadores para terem foco no atendimento ao passageiro, com uma boa prestação de serviço. Após a fala de Pádua, foram realizados sorteios de brindes com os presentes.

No primeiro dia da SIPAT profissionais das empresas do Grupo A. Cândido aprendem mais sobre direção defensiva

Posted on

Estatisticamente, nos últimos anos, em João Pessoa, os acidentes envolvendo ônibus na capital paraibana, em sua quase totalidade, são causados por terceiros. Isto porque, os motoristas participam de treinamentos frequentes, os veículos estão mais modernos e com sistemas que asseguram uma melhor dirigibilidade e maior segurança e, principalmente, por que os operadores estão, cada vez mais, conscientes de que a direção defensiva é a melhor forma de se portar ao volante. Essa e outras informações foram repassadas hoje (12), pelo instrutor do Sest, Edvaldo Nascimento, durante a abertura da Semana Integrada de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT) 2018 das empresas de ônibus de João Pessoa – Unitrans e Santa Maria – e a Transporte Rodoviário Nordestino Ltda, que integram o Grupo A. Cândido.

O início das atividades que serão desenvolvidas até a sexta-feira (14) aconteceu no auditório da Unitrans, em João Pessoa, e contou com a participação da diretora da Unitrans, Lorena Dantas, que representou a diretoria das três empresas, do coordenador do SESMT, Paulo Roberto e da coordenadora de Recursos Humanos, Isabela Maria. Na ocasião, o representante do SESMT fez um breve relato das atividades que serão desenvolvidas pela SIPAT, deu as boas-vindas aos operadores e agradeceu a parceria do Sest, do Sintur e do Sindicato dos Motoristas da Paraíba na realização da SIPAT que, este ano, é integrada por concentrar as ações das três empresas do Grupo.

“Estamos iniciando mais uma SIPAT e apesar dela acontecer apenas uma vez por ano, as atividades que desenvolvemos nestes dias são muito importantes para todos nós, portanto, aproveitem as palestras e as informações que serão repassadas, as coloquem em prática no dia a dia e participem da feira de serviços que acontecerá na sexta-feira”, disse Lorena.

Com o slogan ‘Transportando vidas com segurança’, todas as ações da SIPAT serão realizadas na sede da Unitrans, em Água Fria. As palestras acontecerão no auditório, enquanto que a feira de serviços será realizada no pátio da empresa. Neste primeiro dia, aconteceram duas palestras sobre ‘Direção defensiva: transportando vidas com segurança’. A primeira, as 8h45 e segunda as 15h30. O mesmo tema volta a ser abordado nesta quinta-feira, também nos dois horários. À noite, a partir das 18h30, de forma simultânea, acontecerá a palestra “Influenciando ou influenciado”, direcionada ao pessoal das oficinas da Unitrans e da Santa Maria, em cada empresa.

No último dia de atividades acontecerá uma feira de serviços, das 8h30 ao meio-dia e das 14h às 17h. Essa ação conta com o apoio do SEST/SENAT que trará para a garagem da Unitrans os serviços disponibilizados a partir do projeto ‘Transportando Saúde nas cidades’, que inclui ações na área de odontologia, nutrição, fisioterapia, psicologia, esporte, corte de cabelo, distribuição de brinde, entre outros. O encerramento da programação acontecerá as 17h30, com a palestra ‘A fórmula mágica da segurança’, no auditório da Unitrans.

Na palestra desta manhã, o instrutor do Sest, abordou questões como trabalhar o estresse do trânsito, a importância de cuidar da saúde, sobre como lidar com os diversos públicos que utilizam o serviço do transporte público, com ênfase no trato de idosos e pacientes com necessidades especiais, a importância da atenção no trânsito e outras questões correlatas. “Temos que ter sempre em mente que transportamos vidas e isso aumenta a nossa responsabilidade, imensamente”, reiterou Edvaldo. O instrutor das palestras desta quinta-feira será Samir Pereira, também do Sest.

Campanha de Jeová Campos ganha expressividade no Vale do Mamanguape com apoio de importantes lideranças da região

Posted on

Candidato a um novo mandato para Assembleia Legislativa, Jeová Campos (PSB), recebeu na noite desta terça-feira (11) expressivas demonstrações de apoio a sua postulação de retomar a ALPB, a partir de 2019. Um encontro com lideranças do Vale do Mamanguape, que teve como anfitrião o vereador, Crisanto Cavalcante (PSB), reuniu mais de 400 pessoas que foram conhecer o parlamentar, suas ações políticas e as propostas para um possível terceiro mandato.

Participaram do momento, o ex-prefeito de Capim, Edvaldo Freire, o ex-vice-prefeito de Cuité de Mamanguape, Helhinho e o ex-vereador de Sapé e advogado, Garibaldi Pessoa, além do líder da bancada de oposição na Câmara Municipal de Capim, Neto Chaves (MDB).

“Quero agradecer a Crisanto, a família dele, a Neto, aos amigos que se fizeram presentes neste encontro que se constituiu numa reunião muito positiva, agradável e prazerosa. Cada dia que passa, nesta minha caminhada, tenho tido gratas e maravilhosas surpresas e a certeza de que os paraibanos estão me enxergando como um legítimo representante na ALPB”, disse Jeová, agradecendo a presença e apoio dos presentes.

Na ocasião, o parlamentar fez uma retrospectiva de seu mandato, reiterou seus compromissos e falou como pretende atuar e das ações que vai defender num possível terceiro mandato. E não é só na região do Vale do Mamanguape que a campanha de Jeová se consolida, se expande e ganha força. No sertão, região onde ele tem uma atuação mais forte, ele tem conseguido arregimentar muitos apoios, assim como no litoral e região metropolitana de João Pessoa. A expectativa é que ele seja um dos mais bem votados nas próximas eleições, pelo menos, isso é o que aponta pesquisas internas e as demonstrações de carinho e apoio que ele vem recebendo e que crescem, espontaneamente, dia após dia.

Por que 145 pessoas que estavam na mesma situação jurídica de Lula tiveram direito de candidatar-se e a ele isso foi negado? questiona Jeová

Posted on

“Em 2016, 145 pessoas foram candidatas e estavam na mesma situação jurídica de Lula e se candidataram sob efeito de liminares, liminares essas concedidas pela Justiça eleitoral e pelo Supremo Tribunal Federal e tiveram seu direito preservado. Destes 145, 98 foram eleitos e continuam a exercer seus cargos até hoje, sob efeito de liminares, mas não tiveram seu direito de poder colocar seus nomes para que o povo os escolhessem. Por que foi diferente com Lula?”, questionou hoje (12), o deputado estadual Jeová Campos (PSB), durante discurso na tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba.

“Ai eu pergunto: por que esses cidadãos tiveram seu direito preservado e por que que Lula não teve? Qual é a resposta do TSE? A verdade,  que dói demais, é ver a Justiça atuando como partido e também parte do Ministério Público”, disse o parlamentar. Em seguida, Jeová criticou a postura da Rede Globo e de outros veículos de comunicação que, segundo ele, ‘estimulam essa vergonha nacional e ajudam a disseminar inverdades’.

Segundo o parlamentar, esse episódio do Supremo Tribunal Federal (TSE) que proibiu o ex-presidente Lula ser candidato à Presidência da República coloca a Justiça Eleitoral e a Justiça Brasileira na maior e na mais profunda crise da história do judiciário brasileiro. “O judiciário está exposto, com fissuras abertas e sangrando profundamente”, disse o deputado, que também é advogado.

De acordo com o deputado, cabe ao povo brasileiro não aceitar essa intervenção branca do judiciário brasileiro e a massificação de informações distorcidas dos grandes veículos de comunicação. “Vamos reagir e dar a resposta nas urnas e eleger Haddad. Peço a todos os meus companheiros, que seguem minha orientação política, para que façam essa opção porque não podemos conviver com 12 milhões de desempregados, com programas importantes como o Bolsa Família tendo seus recursos reduzidos, com a redução de investimentos em setores fundamentais como Saúde e Educação”, destacou ele.

O parlamentar mostrou preocupação com a descrença de boa parte dos eleitores, mas, reiterou que não se deve perder a esperança e achar que não tem mais jeito. “Tem jeito sim, é só lembrar que quando Lula assumiu o primeiro mandato, o maior problema do país era o desemprego e, em 2012, depois de uma década de PT, o Brasil exibia o menor índice de desemprego da história deste país. Se formos analisar os índices do pais, a partir de uma análise meramente técnica e numérica, constatamos que o pais avançou e muito em seus indicadores, sobretudo, econômicos e sociais. É preciso crer neste caminho de novo, é preciso injetar crédito na pequena atividade produtiva, é preciso que o povo brasileiro volte a sonhar e isso será possível com Haddad”, finalizou Jeová.

Jeová Campos propõe audiência com o TRT para debater fechamento de Vara de Trabalho e convida prejudicados a comparecer ao debate

Posted on

 

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) que, recentemente, foi decisivo na articulação que contribuiu para o Tribunal de Justiça da Paraíba decidir arquivar o projeto de desinstalação de Comarcas na Paraíba, coloca-se novamente numa frente de embate em defesa dos direitos dos cidadãos paraibanos. Desta vez, o parlamentar está propondo a realização de uma Audiência Pública, com representantes do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região, se posicionando contra o fechamento da 17ª Vara do Trabalho, em Cajazeiras. O presidente da seccional da OAB, em Cajazeiras, Airton Gonçalves de Abrantes, reforçou o pedido do parlamentar e encaminhou documento à ALPB pedindo que a Casa lidere um movimento pelo não fechamento da Vara.

De acordo com Jeová, se isso for colocado em prática vai prejudicar muitos paraibanos, especialmente, a população de Cajazeiras e de municípios circunvizinhos. “Estão querendo fazer na Justiça do Trabalho o que se pretendia fazer com a extinção de comarcas.  Isso faz parte de uma política nacional de reduzir zonas eleitorais, comarcas e agora vara do trabalho. Isso é muito grave, pois quando se fecha as portas da Justiça, automaticamente, se abre uma grande injustiça”, destacou Jeová. A 17ª Vara fica localizada na cidade de Cajazeiras, mas sua área de abrangência atinge muitos municípios da região sertaneja do estado, a exemplo de Bonito de Santa Fé e Uiraúna.

 “O fechamento desta Vara vai comprometer as ações trabalhistas de uma maneira muito ampla e não vai apenas prejudicar os empregados, mas, também os empregadores, pois ambos terão que sair de Cajazeiras para produzir suas defesas fora da cidade”, esclarece Jeová, que nesta terça-feira (11), protocolou o requerimento         Nº 9.351, para realização da Audiência Pública. Além do TRT, o parlamentar pretende convocar também representantes do Tribunal Superior do Trabalho, da OAB, e de outras instituições e entidades afins.

Treinamento destaca importância da acolhida dos pacientes no Hospital do Bem

Posted on

Embora a medicina tenha evoluído e oferecido muitos avanços no tratamento do câncer, o enfrentamento da doença nem sempre é fácil e necessita de alguns cuidados importantes. Um deles diz respeito ao acolhimento do paciente, a partir do momento que recebe o diagnóstico e inicia o tratamento. E foi justamente para melhor preparar a equipe para esse momento de acolhimento e na condução dos procedimentos do dia a dia, que a direção do Hospital do Bem, de Patos, realizou um treinamento multiprofissional, na tarde dessa segunda-feira (10).

Participaram da capacitação, profissionais de vários setores do hospital, desde maqueiros, porteiros, recepcionistas e enfermeiros. A instrutora foi a coordenadora do setor de Enfermagem do Hospital, que é especialista em oncologia e Cuidados Paliativos, Aretuza Delfino.  “Este treinamento foi importante porque, dentro de algumas grades curriculares, não se aborda oncologia. Vimos questões desde o fluxograma do paciente, ou seja, como ele é atendido pelo nosso serviço, passando pela parte de sistematização até chegarmos às especificidades da oncologia, com abordagens sobre a doença, como ela se desenvolve e quais as situações que essas equipes vão se deparar no decorrer das admissões e dos tratamentos”, disse.

O objetivo da capacitação foi repassar uma visão geral sobre o paciente oncológico, de como é o tratamento e suas intercorrências, a fim de que toda a equipe esteja preparada para lidar com as situações corriqueiras e inerentes aos serviços do hospital. “Por exemplo, como proceder quando o paciente chegar para fazer a limpeza do cateter? Todos devem ter noção do que é um cateter e para onde encaminhar esse paciente, mesmo que, diretamente, não vá trabalhar com esse serviço, mas, é importante que toda a equipe multiprofissional entenda desse processo”, destacou a coordenadora.

Aretuza lembrou que o paciente oncológico precisa ser acolhido de forma personalizada, com um olhar mais humanizado e diferenciado. “Nossa equipe multiprofissional, independente de função, precisa estar qualificada para atender, ouvir e acolher o paciente que chega aqui, oferecendo o suporte e informações que ele deve e merece saber sobre seu tratamento”, reforça a coordenadora do setor de Enfermagem do Hospital do Bem. A unidade integra o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos e começou a funcionar no último dia 5 de setembro.

Empresas do Grupo A. Cândido realizam SIPAT conjunta com palestras e feira de serviços

Posted on

As empresas de ônibus de João Pessoa – Unitrans e Santa Maria – e a Transporte Rodoviário Nordestino Ltda, que integram o Grupo A. Cândido, realizam a Semana Integrada de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT) 2018, de forma conjunta. As atividades começam nesta quarta-feira (12) e terminam na sexta-feira (14). Com o slogan ‘Transportando vidas com segurança’, as ações serão realizadas na sede da Unitrans, em Água Fria. As palestras acontecerão no auditório, enquanto que a feira de serviços, com apoio do SEST/SENAT,  será realizada no pátio da empresa.

De acordo com a programação, a abertura da SIPAT será realizada, as 8h30, do dia 12. No primeiro dia, acontecerá ainda duas palestras sobre ‘Direção defensiva: transportando vidas com segurança’, as 8h45 e as 15h30. O tema volta a ser abordado na quinta-feira, também nos dois horários. À noite, a partir das 18h30, tanto na garagem da Unitrans, quanto na da Santa Maria, ocorrerá uma palestra sobre “Influenciando ou influenciado”, direcionada ao pessoal da oficina.

Na sexta-feira (14), último dia de atividades, está programada uma feira de serviços, que acontecerá das 8h30 ao meio-dia e das 14h às 17h. Essa ação conta com o apoio do SEST/SENAT que trará para a garagem da Unitrans os serviços disponibilizados a partir do projeto ‘Transportando Saúde nas cidades’, que inclui ações na área de odontologia, nutrição, fisioterapia, psicologia, esporte, corte de cabelo, distribuição de brinde, entre outros. O encerramento da programação acontecerá as 17h30, com a palestra ‘A fórmula mágica da segurança’, no auditório da Unitrans.

Militância da candidatura de Jeová Campos era maioria dos mais de 15 mil presentes ao ato político realizado neste domingo em Cajazeiras

Posted on

A força da militância do deputado estadual Jeová Campos (PSB), que tenta a renovação de seu mandato na ALPB, fez a diferença no ato político realizad9o na noite deste domingo (09), em Cajazeiras. Boa parte das mais de 15 mil pessoas que compareceram ao evento, realizado no bairro das Capoeiras e que contou com a presença do candidato do PSB ao Governo do Estado, João Azevêdo, dos postulantes ao senado, Veneziano Vital do Rêgo e Luiz Couto, além de Gervásio Maia, que disputa uma vaga na Câmara Federal e faz dobradinha com Jeová no município, eram eleitores de Jeová.

Querido pelos cajazeirenses, porque é filho da terra e tem uma forte atuação na região, Jeová era saudado, abraçado e recebeu inúmeras declarações de apoio e voto. “Estou muito feliz com essa receptividade ao nosso grupo político. O povo Já percebeu que é preciso continuar com esse grande trabalho pela Paraíba e que só há uma forma de nosso estado continuar avançando que é com os candidatos apoiados por Ricardo”, destacou Jeová.

Durante os discursos, Jeová e Gervásio Maia, reiteraram publicamente o compromisso que têm com questões importantes para a região, a exemplo da luta pela implantação do Hospital Geral Universitário do Sertão, em Cajazeiras, o asfaltamento da estrada de Boqueirão, a implantação do polo de confecções de Cajazeiras, da UTI Neonatal e ainda de construir uma política nova para a agricultura familiar da Paraíba sob a perspectiva de uso das águas que chegarão ao sertão, a partir da conclusão das obras do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco.

O ato político em Cajazeiras culminou com o término de mais uma Caravana do Trabalho, que percorreu várias cidades do Alto Sertão paraibano, na semana passada. Antes do comício, os candidatos fizeram uma carreata que ao passar pelas principais ruas da cidade era saudada com gritos de ‘o trabalho vai continuar’ e ‘João é o melhor’. “Quero agradecer a receptividade do povo cajazeirense, desta cidade que ensinou a Paraíba a ler e também está ensinando a Paraíba a fazer política, ao escolher o lado do trabalho nestas eleições”, disse João Azevêdo.