Author: News Comunicação

Frente da ALPB e Secretaria de Agricultura Familiar entregam sugestões de políticas públicas para o setor ao governador João Azevedo nesta quarta

Posted on

O governador João Azevedo (PSB) receberá, nesta quarta-feira (19), no Teatro Paulo Pontes, em João Pessoa, às 10h, um documento elaborado de forma conjunta pela Frente Parlamentar da Água e Agricultura Familiar da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido, contendo uma série de propostas de políticas públicas para o setor. As sugestões foram colhidas dos próprios agricultores, durante audiências públicas realizadas em vários municípios do Estado, do início do ano até maio último.

A iniciativa, explica o presidente da Frente Parlamentar, deputado estadual Jeová Campos (PSB), busca sugerir novas políticas públicas para o setor, a partir do olhar e vivência de quem vive da agricultura familiar na Paraíba. “O documento e suas sugestões são um subsídio importante para o governo de João Azevedo, no sentido de implementar uma nova agricultura familiar no Estado, com foco em uma política pública de produção sustentável e livre de agrotóxicos”, destaca Jeová.

A primeira audiência da Frente com o objetivo de colher essas propostas foi realizada em Mamanguape, no dia 25 de fevereiro, em evento promovido pelo Território da Cidadania da Zona da Mata Norte. No dia 09 de março, A Frente e o secretário de Agricultura Familiar, Luiz Couto, ouviu as dificuldades dos agricultores de Cajazeiras, na sede da Câmara Municipal da cidade. Catolé do Rocha recebeu a audiência de Frente Parlamentar no dia 22 de março, no campus da Universidade Estatual da Paraíba (UEPB). Esperança teve sua reunião no dia 01 de abril, na sede do polo sindical da Borborema. No dia 17 de maio foi a vez dos agricultores de Sousa colocarem suas propostas e no dia 07 de junho aconteceu a última audiência, na cidade de Soledade, quando a Frente participou da VII Festa Estadual das Sementes da Paixão.

O deputado defende que seja implementado um novo modelo de agricultura familiar que incentive os trabalhadores do campo a produzir mais e melhor. “A agricultura familiar é o caminho para o desenvolvimento sustentável de nossa agricultura. Conversamos com diversos agricultores para saber de suas dificuldades, expectativas e necessidades. A partir daí, elaboramos um documento para direcionar o governo para um novo olhar, um novo direcionamento para o setor através da otimização dos recursos e ações destinados à agricultura na Paraíba”, explicou Jeová Campos.

Além da presença do governador João Azevedo, do secretário de Agricultura Familiar, Luiz Couto e do presidente da Frente Parlamentar, Jeová Campos, o evento que acontecerá no Teatro Paulo Pontes, também contará com a presença de lideranças sindicais ligadas ao campo, além de caravanas de agricultores de vários municípios da Paraíba.

Hospital do Bem descobre e está tratando tipo raro de câncer de mama que é o 9º caso identificado no mundo

Posted on

Um tipo raríssimo de câncer de mama foi, recentemente, identificado pela equipe de médicos oncologistas do Hospital do Bem, em Patos. Trata-se de um carcinoma metaplásico de células fusiformes, responsável por menos de 1% dos diagnósticos, sendo, este o 9° caso em todo o mundo. O fato chamou atenção de equipes de centros oncológicos de São Paulo que já solicitaram um acompanhamento da evolução da paciente, visto que não se tem pesquisas sobre esse tipo de câncer e nem protocolos estabelecidos para tratamento, sendo este realizado apenas com base em relatos de casos. Embora apresente o pior prognóstico dos canceres, a ocorrência que está sendo tratada na Paraíba não desanima os médicos já que a paciente não tem metástase, tem apenas 36 anos, não tem doenças pré-instaladas como diabetes ou hipertensão, e está sendo bem acompanhada, o que facilita o sucesso de seu tratamento.

A médica oncologista, Dra. Nayarah Potyara, que está à frente do caso no Hospital do Bem, explica que o carcinoma ductal invasivo é o tipo mais comum entre os cânceres de mama. Cerca de 80% dos diagnósticos de câncer de mama são carcinomas ductais invasivos, que se inicia em um duto de leite, rompe a parede desse duto e cresce no tecido adiposo da mama. No entanto, no final do mês de maio, surgiu um caso especial que acometia a mama direita de uma jovem, com 36 anos apenas, da cidade de Matureia, mas com forte histórico de câncer de mama da família.

A mãe, uma tia e uma prima da paciente, cujo nome não será revelado para preservar sua identidade, faleceram de câncer de mama, o que levou a jovem a procurar o serviço de saúde logo que detectou mudanças na mama. “É uma variante muito rara e ele apresenta uma variedade de padrões histológicos que dificulta o diagnóstico pela mamografia. Então, a paciente foi submetida à mastectomia e, com a peça, realizamos um exame muito específico para identificar o tipo de cancro. Só através dele que conseguimos diferenciar”, explicou a médica, frisando que esse tipo de câncer não se diferencia muito dos demais a não ser pelas suas manifestações clínicas. “Esse carcinoma apresenta forte metástase e é muito agressivo, mas estamos confiantes”, disse a médica.

Pela sua raridade, o tratamento ainda não está estabelecido, sendo a remoção do tumor associada à terapia adjuvante o melhor caminho. A paciente, inclusive, já iniciou seu tratamento no Hospital do Bem, na semana passada, e seu prognóstico, segundo a médica oncologista, Dra. Nayarah Potyara, ao contrário do que demonstra dos relatos de casos, é bastante positivo, tendo em vista que se trata de uma paciente jovem, sem metástase e sem doenças pré-instaladas como diabetes ou hipertensão. “Esse é um tipo de câncer que tem o pior prognóstico dentre todos, mas estamos confiantes no tratamento”, afirmou a medica.

A paciente está fazendo tratamento de Quimioterapia com quatro sessões de séries vermelhas, a cada 14 dias e 12 sessões de série branca, semanalmente. O tratamento é semelhante ao do carcinoma ductal invasivo. Ela está internada no Hospital do Bem há dois meses e, quando receber alta da quimioterapia, poderá fazer a reconstrução mamária. O caso será acompanhado também por médicos de São Paulo, haja vista a relevância da doença para a comunidade científica brasileira pela sua raridade e falta de pesquisas que norteiem o seu tratamento.

O exame que identifica o tipo de câncer que a doutora Nayarah se refere é o imuno-histoquímico (uma biópsia), realizado através do próprio Hospital do Bem e que é um método de análise dos tecidos via microscópio para identificar características moleculares das doenças. A análise tem diversas aplicações, como o diagnóstico de doenças inflamatórias, infecciosas e neoplasias, sendo determinante também no prognóstico do câncer, já que o exame pesquisa moléculas associadas a diferentes tipos de tumor.

O Hospital do Bem faz parte do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos e oferta serviços de diagnóstico, tratamento ambulatorial com consultas médicas, cirurgias oncológicas e quimioterapia para os casos de câncer mais incidentes na região que são os de próstata, mama, colo de útero e pele. O Hospital tem 25 leitos de internação, uma ampla sala para quimioterapia com espaços para dez tratamentos simultâneos, além de enfermarias clínica, cirúrgica e de retaguarda, entre outros espaços, além de diversos exames de ultrassonografia com Doppler; tomografia; endoscopia; eletrocardiograma; exames laboratoriais e Raio X. Há ainda os exames de ressonância magnética e cintilografia óssea, que são terceirizados, mas custeados pelo poder público, através do SUS.

Canavieiros da Paraíba comemoram as chuvas que caíram nos últimos dias

Posted on

Para o agricultor, para quem planta, chuvas são bênçãos do céu porque qualquer que seja a cultura, água é essencial para o desenvolvimento da planta. Por isso, os produtores canavieiros da Paraíba comemoraram as últimas chuvas que caíram no estado, especialmente, as dos últimos dias. Dados da defesa Civil da capital paraibana apontam que somente nas últimas 24h choveu o equivalente a 257 milímetros. De janeiro a maio, os institutos de meteorologia apontam uma precipitação de 1000 milímetros em várias localidades da Paraíba e em algumas delas até mais que isso.

De acordo com o diretor da Associação de Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Pedro Neto, as chuvas sempre são bem vindas para quem vive da agricultura. “Essas precipitações, este ano, prometem uma boa safra e isso anima quem vive de plantio. Estávamos preocupados sem saber se teríamos um ano bom de chuva, mas, agora estamos mais animados, tanto com as chuvas, como pelo volume dela, e isso é um prenúncio de boa safra”, destaca Pedro Neto.

Para o meteorologista Luiz Carlos Molion, de Alagoas, o ano de 2019 será um de inverno favorável na Paraíba, embora o Sertão do Estado ainda possa sofrer com uma redução nas precipitações, de 15 a 20% abaixo da média histórica. Segundo ele, as frentes frias estão chegando até a região equatorial e, nessas circunstâncias, há tendências de se ter na Paraíba chuvas na média ou até acima do normal. Ainda segundo o pesquisador, 2019 não deve ser um ano crítico, nem nada parecido com o que já se viu em 2015, 2016 e 2017, que foi o período mais seco dos últimos 20 anos no Estado.

Comemoração do São João de Soledade já começa segunda com apresentações no arraiá da Casinha do Vovô

Posted on

As comemorações dos festejos juninos, em Soledade, já começam na próxima segunda-feira (17), com as apresentações culturais das escolas do município, que acontecem no arraiá Casinha do Vovô, a partir das 15h30. No primeiro dia de festa teremos as escolas Irmã Ana de Nazaré e Lúcia Matias, no dia 18, Creche Marialdo e as escolas do Campo e Juvina Monteiro e no dia 19, as escolas Maria do Carmo e Luiz Gonzaga Burity. Além das apresentações, no espaço que está todo ornamentado com motivos de São João, haverá barracas com comidas típicas e um trio de forró pé de serra para animar o público.

Já a festa em praça pública acontecerá nos dias 21, 22 e 23, à noite, com várias atrações. No primeiro dia, 21 de junho, teremos como atração a Banda MF Show, Maikel do Acordeon e Forró A2, além de Divone e Forró da Hora e Ângela Espíndola. No sábado 22, se apresentam Xandy Garcia, Os 3 do Xamêgo, Alexandre Nery e Thales Lessa e no último dia (23), do ‘São João da minha terra” as atrações serão Alberis e Forró Prime, Manoel Siqueira, Toinho Dantas e Louro Santos.

Deputado Jeová Campos apoia greve geral e afirma que governo federal quer aumentar a miséria no país

Posted on

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) externou, na manhã desta sexta-feira (14) seu total apoio à greve geral contra as medidas do Governo federal, entre elas, a proposta de reforma da previdência e os cortes nas verbas das universidades públicas. O parlamentar lembrou que as iniciativas do governo Bolsonaro só aumentarão a miséria no país, tendo em vista o modelo já experimentado pelo Chile e que empobreceu os aposentados do país. Jeová, que é professor de Direito da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), campus de Sousa, também destacou apoiar a luta de estudantes, pesquisadores e toda a comunidade acadêmica contra a contenção de recursos destinados às universidades e institutos federais em todo o país.

“Nosso mandato sempre esteve e estará na luta em defesa das universidades, institutos federais, estudantes e de todo o conjunto de trabalhadores deste país. É preciso o Brasil encontrar um novo caminho porque o caminho de Bolsonaro é só privatização, o reforço do poder dos bancos e o aumento da miséria no conjunto da classe menos favorecida da população brasileira”, comentou o deputado, acrescentando que o Governo Federal pretende acabar com um dos maiores sistemas de proteção do trabalhador no Brasil. “Não podemos deixar que isso aconteça”, concluiu.

Vale lembrar que no modelo de reforma da previdência proposto por Bolsonaro, o atual sistema de proteção social solidária seria substituído por um regime de capitalização individual, que aponta o fim da contribuição de empresas e de governos, e restando o aporte de recursos apenas do trabalhador. Além disso, outra mudança é estabelecer em 65 anos a idade mínima para aposentadoria de homens e mulheres, e em 40 anos o tempo mínimo de contribuição para aposentadoria integral.

Durante toda esta sexta-feira (14), entidades de classe de todo o país conclamam servidores públicos, professores, estudantes, profissionais liberais e toda a classe de trabalhadores a pararem suas atividades em apoio à greve geral contra essa mudança e com o objetivo de barrar a reforma da Previdência. Essa é a segunda paralisação nacional. A primeira contra a reforma, ocorreu ainda no governo Temer, quando o texto foi descartado após a Greve Geral Nacional que parou o Brasil no dia 28 de abril de 2017.

“O governo brasileiro inspirou-se em modelo semelhante de previdência implantado no Chile pela ditadura de Augusto Pinochet, nos anos 1980. Segundo especialistas, a reforma chilena transformou adultos de classe média em idosos pobres em face à redução de cerca de 65% da renda dessas pessoas quando se aposentaram. Isso aumentou os índices de suicídio no país nessa faixa etária. É isso que queremos para o Brasil? É isso que o trabalhador brasileiro merece?”, questiona Jeová, lembrando que a única forma da população barrar esses absurdos é indo para a rua protestar. “O povo unido, jamais será vencido. Vamos às ruas, vamos à luta”, finalizou ele.”

Produtores de cana conhecem as vantagens da redução de gemas e as novidades da Yara para o manejo do plantio

Posted on

Implantar uma nova área de cana-de-açúcar custa muito caro para o produtor, que precisa sempre colocar na ponta do lápis os custos com sementes, mão de obra, fertilizantes, insumos, dentre outros itens. Assim, a maior parte deles está sempre em busca de novas tecnologias que possam aumentar a produtividade ou, ao menos, dinamizar o seu plantio com o uso de novos conceitos e estratégias. Para melhor orientar os canavieiros paraibanos, a Associação de Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), em parceria com a Yara, realizou, nesta quarta-feira (12), através de seu Departamento Técnico (Detec), duas palestras que mostraram como o produtor pode dar mais sustentabilidade a sua lavoura. A empresa Yara trouxe informações sobre o manejo de plantio e a Ph Química apresentou o plantio com baixa densidade.

O presidente da Asplan, José Inácio de Morais, abriu o evento afirmando que a esperança sempre deve ser uma qualidade do produtor rural e que a solução para muitos dos problemas da cana deve ser resolvido com o aumento de produtividade. “Se a gente não tiver esperança, a gente não sai do lugar. Eu acredito que só há uma saída para o Nordeste, que é aumentar nossa produtividade”, comentou, agradecendo a presença das empresas que sempre orientam os fornecedores de cana para fazer suas escolhas diante de tantos bons produtos.

O Programa Nutricional Longevita, da Yara Fertilizantes foi o destaque da empresa no evento da Asplan. Segundo Eduardo Saldanha, representante da Yara, o produto proporciona uma safra mais uniforme, maior quantidade de ATR (Açúcar Total Recuperável), aumento no tamanho dos entrenós e estimula o nascimento de raízes. Além do LongeVita, a Yara também apresentou o YaraMila, um produto que traz nitrogênio, fósforo e potássio no mesmo grânulo para tratamento de toletes e aplicações foliares.

“Eles devem ser usados em conjunto. Os resultados são incríveis. Temos experimentos em que a planta dava seis cortes e passou a dar 13. Isso tudo em função da combinação de Fósforo, Nitrogênio e Potássio em um só grão”, afirmou Eduardo, destacando também que em toneladas de cana, os canaviais também deram lucro. “Temos lugares que passaram de 8 para 10 toneladas de cana por hectare”, disse, reforçando a experiência e qualidade da Yara.

Já a empresa Ph Química trouxe dados sobre o plantio de baixa densidade para o produtor de cana. A técnica indica que a redução da densidade de gemas por hectare, reduzindo também a competição entre as plantas ao nascer. De acordo com Claudemir Virgínio, representante da marca, o grande diferencial é que isso proporciona um melhor desenvolvimento inicial, visto que diante de técnicas tradicionais, com o plantio de cerca de 50 pés de cana, cerca de 10 se desenvolvem realmente em face dessa “competição”.

“Já que nossa meta é a gema, temos que aplicar os produtos diretamente lá, controlar o ph, proteger a raiz, o rebolo de todos os perigos. E esse é um método em que é possível fazer isso diretamente, sob a forma de um canteiro diferente do tradicional, com espaçamento de cerca de 50 cm”, explicou o representante da Ph Química. Ele frisou também que o modelo de plantio apresenta uma padronização simples de canteirização, o que também proporciona uma boa condição para a formação de sistema radicular. “com esse formato de canteiro e a recomendação do uso de grupos como o estrobilurina e o triazol, temos proteção garantida no rebolo contra qualquer perigo e teremos, crescimento radicular e vigor vegetativo para a brotação”, afirmou, lançando o desafio para os paraibanos. “Se aqui a 579 dá certo, que tal tentar com ela?”, concluiu.

Para Jucélio dos Santos, técnico agrícola da Usina Tabu, o encontro foi muito produtivo. “Gostamos muito quando estamos aqui na Associação porque sempre saímos com dados importantes para melhorar nossa produção. Hoje, vimos sobre produtividade, e o que mais nos chamou a atenção foi o plantio com redução de gemas que já é uma técnica aplicada na Tabu”, comentou Jucélio.

Em função do horário, não foi possível a realização da palestra da empresa Corteva/Sc Tec. que falaria sobre “Tecnologia Corteva para o Plantio da Cana-de-Açúcar e Pastagem”. O tema será abordado, oportunamente, em outro evento promovido pelo Detec.

Apresentações culturais do GEO Junino da unidade Tambaú homenageiam Jackson do Pandeiro, a cultura popular e o ex-aluno Gabriel Diniz

Posted on

A tarde e à noite deste sábado (15) vão ficar na memória de pais, alunos, funcionários e convidados, que participaram do GEO Junino da unidade Tambaú, como um momento especial onde a cultura popular nordestina foi exaltada de várias formas, seja nas apresentações de dança dos alunos do Maternal III até os dos 3º Anos, nas homenagens in memoriam a Jackson do Pandeiro e ao cantor e ex-aluno GEO, Gabriel Diniz, e na decoração e ornamentação dos espaços. O Arraial da Família GEO Tambaú aconteceu na sede da escola que foi preparada, especialmente, para a ocasião, disponibilizando três amplos ambientes para que todos que fossem prestigiar a festa saíssem de lá bem satisfeitos.

Mãe da aluna Cecília, do Infantil III, Aline Deiró, foi uma das que elogiou a escolha do local da comemoração. “Achei muito bom fazer aqui. Assim fica mais íntimo, o ambiente que já é dos alunos. Importante criar essa identidade”, disse ela. Julieta Araújo Cunha, mãe de Lorena Cedro, do 9º Ano do fundamental e Gabriel, do 5º Ano do fundamental, também elogiou o evento. “Está tudo maravilhoso. Estou adorando cada detalhe. As comidas típicas, a decoração, as pessoas vestidas à caráter. Isso até me surpreendeu esse ano. Todos entraram no clima junino. O GEO está de parabéns pelos detalhes”, afirmou Julieta.

Para Wilma Vasconcelos, mãe de Gabrielle, do 7º Ano, a escolha pela escola foi a melhor opção. “Eu achei maravilhosa a festa e a ideia de fazer na sede. Não há espaço melhor do que esse para eles. Afinal, a festa é para os alunos e não para os adultos. Adorei o cenário, os espaços, a forma. Muito bom esse São João. Riquíssimo em detalhes”, disse ela.

A festa teve três momentos e foi realizada em três ambientes distintos. No primeiro momento, a partir das 15h30, ocorreram as apresentações de dança dos alunos do Infantil ao 1º Ano, todas ao som de músicas bem conhecidas do cancioneiro nordestino, a exemplo de Sebastiana, Tum, Tum,Tum, Base na Chinela, Amor de Mentirinha, entre outras canções. Além das coreografias, da professora Rita Spinelli, que focou nas danças tradicionais como o Xote e Xaxado, os figurinos eram um desfile à parte, cada um mais lindo que o outro, com muitas fitas coloridas, saias rodadas, calcas com remendos, maquiagem com pintinhas, chapéus de couro e botas cano alto.

No segundo momento, já no final da tarde, apresentaram-se as turmas dos 2º, 3º,4ª, 5º e 6º Anos, com danças, dublagens, homenagens aos artistas da terra, e ao ex-aluno Gabriel Diniz, falecido recentemente, que teve dois de seus sucessos, incluindo o hit ‘Jeniffer’, dublado por um aluno do 5º Ano que também se vestiu a caráter, com uma blusa florida, um dos figurinos preferidos do artista paraibano. A abertura tanto do primeiro como do segundo momento do GEO Junino foram feitos com uma apresentação do grupo de dança do GEO, formado por alunas do Fundamental II, com coreografia da professora Rita Spinelli. A terceira parte da festa foi dos alunos maiores que improvisaram uma quadrilha junina e após a dança ficaram na quadra curtindo o som da banda do músico Júlio Martins e Besouro Bass, até às 22h.

Simultâneo as apresentações, havia mais dois espaços disponíveis para a integração e diversão dos que foram participar da festa. Um deles, uma praça da alimentação, montada no pátio interno da escola, onde o público dispunha de variado cardápio, incluindo comidas típicas juninas, além de mesas para poderem degustar as delícias de forma mais confortável. Neste espaço havia ainda a barraca do beijo e um local ornamentado para registro de fotos. La também, alunos dos terceiros anos tinham um espaço para comercializar comidas e doces e assim arrecadar recursos para festa da formatura.

No andar de cima, foi montado um parquinho de diversão, com vários brinquedos infláveis que fez a alegria dos pequenos. Outra inovação da festa, que agradou bastante os pais, foi o espaço reservado de cadeiras para eles acompanharem as apresentações de seus filhos. O local era alternado com outros pais assim que as apresentações se sucediam. “Essa ideia foi ótima, pois pude ver bem de perto e registrar, sem atropelos, a apresentação de minha filha”, disse Janete Wagner, mãe de Isabela do 5º Ano.

O som foi outro fator elogiado da comemoração que além de músicas de artistas nordestinos, contou com as apresentações do trio de forró pé de serra, Ripa na Chulipa e da banda do músico Júlio Martins e Besouro Bass. Os cerimonialistas Manoel Neto e Luciana Figueiredo fizeram as chamadas das apresentações e toda a equipe pedagógica, além dos funcionários se envolveram na preparação, organização e realização da festa. “Tanto aqui no GEO Tambaú, como no GEO Sul, observamos a alegria dos nossos alunos em estarem comemorando em seu ambiente uma festa tão importante para o Nordeste e a satisfação dos pais com o formato do evento que, de fato, foi muito bonito, rico em detalhes e na programação”, finalizou o diretor geral do GEO, professor Roberto Oliveira.

GEO Junino acontece em ritmo de arrasta pé e com apresentações culturais nos dias 14 e 15 de junho

Posted on

O Colégio GEO, com suas unidades Tambaú e Sul, está se preparando para mais uma edição de seu Arraial das Famílias, que acontecerá nos dias 14 e 15 de junho, a partir das 15h30. A grande novidade deste ano do GEO Junino é que a festa será realizada em suas respectivas unidades que estarão decoradas especialmente para a tradicional comemoração da festa mais popular do Nordeste. Além das apresentações dos alunos do Infantil até o Ensino Médio, o evento também contará com a venda de comidas típicas e muito arrasta pé puxado pela banda Swing Nordestino e o sanfoneiro Júlio Martins.

Com o objetivo de trazer alunos, pais e convidados para o contexto da cultura popular, mais especialmente, a cultura nordestina, e deixá-los mais à vontade para aproveitar o GEO Junino, a organização da festa resolveu fazer o evento na sede de cada unidade e dividiu os festejos em dois dias. Assim, na sexta-feira (14), será a festa dos alunos do GEO Sul e, seguindo o mesmo formato, no sábado (15), será a vez dos alunos do GEO Tambaú comemorarem o São João.

O evento, nas duas unidades, terá início às 15h30, e vai começar com as apresentações da Educação Infantil. Às 17h terão início as apresentações do Ensino Fundamental I. Já a partir das 19h30, será feito um intervalo nas apresentações dos alunos para que o espaço vire palco de muito arrasta pé com a banda Swing Nordestino. Após esse momento, a programação continua às 20h30, com as apresentações dos alunos do Fundamental II e alunos do Ensino Médio que se apresentam ao som de Júlio Martins, que participará da festa conduzindo as quadrilhas juninas dos alunos.

A expectativa é que toda a família participe do GEO Junino, um evento preparado com muito carinho por todos que fazem a escola. “Preparamos um evento que respeita e valoriza a tradição a festa junina, seja no vestuário, nas comidas típicas, nas danças, decoração, para que todos possam sentir o clima de um bom São João. A organização do evento pensou em tudo com carinho, não só para festejar o mês junino, mas também para compartilhar momentos de união e muita alegria”, disse o diretor do GEO, professor Roberto de Oliveira.

Os ingressos individuais estão sendo vendidos na própria escola ao valor de R$ 20,00 até o dia que antecede as comemorações. Esse pagamento poderá ser feito nos cartões, tanto no débito quanto no crédito. O aluno Geozinho que participa das danças tem entrada gratuita.

Estudantes de Soledade ampliam horizontes em aula de campo sobre festejos juninos em Campina Grande

Posted on

Estudantes da turma do 6º ano tarde, da Escola Burity, vivenciaram nesta terça-feira (11), uma experiência diferente durante uma aula de campo realizada em Campina Grande. A iniciativa, idealizada pela professora Beticleide Amaral, faz parte de uma proposta extra curricular que está trabalhando um currículo diferenciado com foco na cultura popular e festejos juninos. A secretária de Educação de Soledade, Andrea Berto, a Supervisora Educacional Adelma Gerônimo, além de Júnior Queiroz, André Anjos e Cecilia Nóbrega acompanharam o grupo.

Em Campina Grande onde se realiza um dos maiores festejos juninos do país, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o Parque do povo, onde é realizada a festa, o Museu Digital, cujo acervo mostra a história da cidade e também conheceram o shopping Partage.

“Foi uma tarde de aprendizado e diversão, onde foi notório o encantamento dos alunos por cada espaço que conheceram. Foi uma experiência diferente que ampliou os horizontes e conhecimento dos estudantes. Os chamados estudos de campo enriquecem o conhecimento de forma prática, pois, eles permitem que o estudante amplie o assunto visto em sala de aula, a partir de experiências práticas”, destaca a secretária Andrea.

Sessão da ALPB homenageia artistas do cinema paraibano e debate apoio e incentivo à cultura e projetos locais

Posted on

O plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) nesta quarta-feira (12), após a sessão plenária, se transformou no palco da cultura cinematográfica paraibana com a homenagem aos artistas paraibanos, especialmente, àqueles que se destacam nas artes cênicas e que foram premiados no Festival de Cinema de Cannes. Proposta pelos deputados Jeová Campos e Ricardo Barbosa, a sessão especial debateu o potencial cultural da Paraíba, exaltou os talentos da terra, abordou a importância de incentivo à produção local e a valorização dos artistas da terra e investimentos no cinema.

A sessão também homenageou alguns artistas com a outorga da Medalha Ednaldo do Egypto. Receberam a comenda Ingrid Trigueiro, Thardely Lima, Buda Lira, Suzy Lopes, Danny Barbosa e Jamila Costa. Houve ainda homenagens aos artistas Marcélia Cartaxo, Maria do Carmo Moreira, Buda Lira, Nanego Lira, Soia Lira, Eliezer Rolim, Thardely Lima, Lúcio Villar, Suzy Lopes, Ingrid Trigueiro, Jamila Costa, Dani Barbosa Ubiratan Pinheiro de Assis, Zezita Matos, Verônica Cavalcanti, José Dumont, Lucy Alves, Luci Pereira, Fernando Teixeira, Dadá Venceslau, Vó Mera, Lucas Veloso, Auxiliadora Braga, Jocélio Amaro, que participaram do filme Bacurau, vencedor do Prêmio do Júri no Festival do Cannes.

O deputado Jeová Campos lembrou a riqueza e grandeza da cultura paraibana e falou do entusiasmo de promover um debate em torno da cultura cinematográfica. “Nós temos grandes talentos, nossa produção é muito rica e tem expressão nacional e internacional e a minha intenção quando provoquei esse debate foi promover o setor de cinema paraibano e fazer, de alguma forma, um impulsionamento deste segmento”, disse Jeová.

O deputado Ricardo Barbosa anunciou que até a próxima semana dará entrada na ALPB num requerimento propondo a instituição do Prêmio Assembleia Legislativa da Paraíba Cinema Paraibano Contemporâneo. Os deputados Bosco Carneiro, Cabo Gilberto, Doutora Paula e Chió, o secretário de Cultura do Estado, Damião Ramos Cavalcanti, além de diretores, produtores e artistas ligados a diversos movimentos culturais do cinema paraibano participaram da sessão especial. Muitos deles deram depoimentos onde exaltaram a riqueza da cultura paraibana, as produções locais e, além de reivindicarem um maior apoio e incentivo para novos projetos e produções.