Jeová elogia assinatura de convênio que possibilita ressocialização de cidadãos que já cumpriram pena por crimes

“Eu considero esse projeto de uma importância singular, pois abre um novo horizonte para pessoas que cumpriram pena, possibilita que ex-apenados se reencontrem na sociedade. E isso pode mudar a realidade de muita gente, pois hoje, o preso sai do presídio e muitas vezes retorna porque não foi acolhido pela sociedade”, disse hoje (11), o deputado estadual Jeová Campos (PSB), após participar de uma

solenidade no Palácio da Redenção. Na ocasião, o governador João Azevêdo assinou, um acordo de cooperação técnica entre o Governo do Estado, Conselho Nacional de Justiça e Tribunal de Justiça da Paraíba para implementação do Escritório Social, uma das ações do Programa Justiça Presente de fomento à Política de Pessoas Egressas do Sistema Prisional no Estado da Paraíba.

Para o parlamentar que, inclusive, é autor de um Projeto de Lei que institui a ‘Semana Estadual de Assistência aos Familiares das Pessoas Privadas de Liberdade’, essa iniciativa abriga, acolhe e dá apoio às pessoas que já prestaram contas à sociedade e precisam ser acolhidos por ela. “Quem comete um ilícito e cumpre sua pena, merece uma nova chance e pode continuar servindo ao seu país e à sociedade trabalhando, construindo sua cidadania, porque errar é humano. Desunano é permanecer no erro”, destaca Jeová, lembrando que, infelizmente, o estado nacional não tem cuidado dos presos que cumprem pena e por falta de oportunidade voltam para o crime, para o tráfico, para a violência.

“Quero aqui parabenizar o nosso governador João Azevêdo, o Conselho Nacional de Justiça e Tribunal de Justiça da Paraíba por essa iniciativa que, através do Escritório Social, dará acesso a uma rede de serviços de apoio, tanto públicos quanto da sociedade civil, em áreas como qualificação profissional, moradia, documentação e saúde aos ex-apenados, devolvendo-lhes assim a plena cidadania”, destacou Jeová.

Sobre PL

O Projeto de Lei que institui e inclui no calendário de eventos do Estado da Paraíba, a “Semana Estadual de Assistência aos Familiares das Pessoas Privadas de Liberdade no Estado da Paraíba”, segundo Jeová, já é uma iniciativa que busca ressocializar cidadãos que cometeram delitos. A proposta é promover, anualmente, na primeira semana do mês de agosto, uma semana de atividades com o objetivo de valorizar a manutenção dos vínculos familiares e sua importância no processo de ressocialização dos apenados, com a realização de ações destinadas aos familiares das pessoas que se encontram recolhidas em estabelecimentos prisionais da Paraíba. O PL ainda será apreciado em plenário.

Postado em: 11/11/2019, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *