Alunos do GEO Sul têm aula de Primeiros Socorros com enfermeiro socorrista que foi ex-aluno da escola

Saber identificar situações que precisem de atendimento de urgência pré-hospitalar é importante para todos, visto que qualquer um pode ser solicitado a prestar socorro a algum acidentado, em algum momento da vida e ajudar a salva alguém. Assim, o GEO Sul mantém um projeto em que todo bimestre trabalha um tema de primeiros socorros em sua aula de Educação Física. Nesta quarta-feira (12), foi a vez dos alunos do 7° Ano A, B e C, manhã, receberem essa aula diferente.

Na oportunidade, um enfermeiro socorrista e ex-aluno GEO, Daniel Porto, a convite do professor de Educação Física, Marcos Llarena, idealizador do projeto, foi até a escola e deu uma aula sobre Parada Respiratória (PR) e Parada Cardiorrespiratória (PCR). Após a teoria, que abordou anatomia e fisiologia humana, os alunos foram para a prática com bonecos próprios para essas manobras que possibilitam aprender fazendo os procedimentos corretos que podem garantir que o acidentado consiga esperar pela chegada de socorro médico.

O professor Marcos Llarena lera que os acidentes acontecem a todo instante, podendo ser domésticos, numa brincadeira em casa ou na rua, no trabalho e é de extrema importância que os alunos estejam preparados para uma urgência. “Entendemos que é de suma importância esse aprendizado porque os alunos, a partir desta vivência, saberão como agir, deixando o desespero e a tensão de lado, passando, então, a se comportar com cautela diante de um pequeno acidente, podendo intervir de maneira eficaz até a chegada de um socorro médico”, comentou o professor.

Na oportunidade, o enfermeiro Daniel Porto explicou como funciona o corpo humano, passando noções de anatomia e fisiologia, e depois informações para saber identificar caso a caso. Além disso, ao final, eles também puderam treinar a ressuscitação cardiopulmonar nos bonecos, fazendo a massagem respiratória sob orientação do enfermeiro socorrista. Os alunos elogiaram a iniciativa da escola e disseram estar confiantes em poder agir numa situação de urgência.

Postado em: 19/06/2019, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *