Deputado Jeová Campos tem agendas no Ministério do Desenvolvimento Regional e no Tribunal Superior do Trabalho em Brasília

Buscar respostas e cobrar soluções sobre algumas ações ligadas as obras do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco, sobre a recuperação das barragens de Engenheiro Ávidos e de São Gonçalo e também do canal que liga Caiçara a Engenheiro Ávidos. Essas foram as pautas do encontro do deputado estadual Jeová Campos (PSB) com o secretário Nacional de Infraestrutura Hídrica, Marcelo Borges, no Ministério do Desenvolvimento Regional, em Brasília, nesta quarta-feira (05). Após se reunir com o secretário, o deputado seguiu para a sede do Tribunal Superior do Trabalho (TST), para debater com o presidente da instituição, ministro João Batista Brito Pereira, a extinção da Vara do Trabalho de Cajazeiras.

“O presidente do TST se sensibilizou com nosso pleito e se prontificou a buscar junto ao Tribunal Regional do Trabalho na Paraíba um diálogo que possa construir uma alternativa a essa extinção da Vara do Trabalho da cidade de Cajazeiras”, disse Jeová, destacando a união da classe política de Cajazeiras que, independente, de siglas partidárias, abraçou essa causa de forma conjunta. “Essa união e nossos argumentos sensibilizou o presidente do TST que disse que iria buscar esse entendimento”, reiterou Jeová.

A extinção da Vara do Trabalho em Cajazeiras foi decidida, por unanimidade, pelo pleno do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em sessão realizada no dia 16 de maio, em João Pessoa. Além de Jeová, participaram da audiência no TST, o senador José Maranhão e os deputados federais, Frei Anastácio, Efraim Filho e Wilson Santiago, os deputados estaduais, Wilson Filho, Dra. Paula e Júnior Araújo, além do prefeito de Cajazeiras, José Aldemir e o vice-presidente da OAB Paraíba, João de Deus Quirino Filho e outros representantes da OAB estadual. Essa decisão compromete, diretamente, o acesso à Justiça para 154 mil pessoas, de 12 municípios do sertão paraibano.

Além de Cajazeiras, os cidadãos de Cachoeira dos Índios, Bom Jesus, São João do Rio do Peixe, Triunfo, Santa Helena, Bernardinho Batista, Poço José de Moura, São José de Piranhas, Carrapateira, Monte Horebe e Bonito de Santa Fé, que fazem parte da Vara, foram prejudicados com essa extinção.

Postado em: 05/06/2019, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *