Month: janeiro 2019

Flexibilização do porte de arma autorizado pelo presidente Bolsonaro agrada produtores rurais

Posted on

“Quem mora no campo, longe dos aparatos policiais, sabe que ter uma arma em casa é imprescindível para se proteger. Ao assinar o decreto que altera as regras para a posse de armas de fogo no país, o presidente Bolsonaro está defendendo a família, as pessoas de bem, que até então ficavam à mercê de bandidos sem terem como se proteger em suas próprias casas, sejam elas no campo ou na cidade. O presidente disse e cumpriu sua promessa de campanha. Tem ainda mais o nosso respeito e admiração. Com isso, o bandido vai temer invadir uma casa porque sabe que o dono pode recebê-lo a bala”, disse o presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), José Inácio de Morais.

O decreto que flexibiliza o porte de arma foi assinado nesta terça-feira (15), em cerimônia no Palácio do Planalto. Ele vale para moradores de cidades em que os índices anuais de homicídio superam a taxa de 10 a cada 100 mil habitantes, além de áreas rurais. Dados levantados pelo Governo atestam que três em cada quatro brasileiros vivem em áreas que se enquadram na definição do decreto.

A posse de armas também atinge servidores públicos que exercem funções com poder de polícia, além de proprietários de estabelecimentos comerciais ou industriais. Quem se enquadrar em algum desses perfis poderá ter até quatro armas registradas. O decreto também ampliou a validade de registro de armas que passou de 5 para 10 anos.

Para ter a posse da arma liberada, no entanto, estão mantidas a necessidade do atestado de capacidade técnica e de laudo psicológico, além da idade mínima de 25 anos e de não ter antecedentes criminais. Esses requisitos estão previstos no Estatuto do Desarmamento, uma lei sancionada em 2003, que só pode ser modificada via Congresso. A autorização do porte, no entanto, não permite ao cidadão comum circular com a arma fora de sua residência ou comercio.

 

Deputado Jeová critica decreto de flexibilização de armas, diz que ele invade competência e transformará o país em um faroeste

Posted on

“Essa questão da flexibilização das armas, tratada em decreto pelo presidente Bolsonaro, invade a competência do Poder Legislativo e, portanto, não pode ser tratada por decreto, pelo executivo. Caberá ações neste sentido”, disse hoje (16), o deputado estadual e advogado, Jeová Campos. O parlamentar se refere ao decreto assinado nesta terça-feira (15), pelo presidente Jair Bolsonaro, que flexibiliza a posse de armas no país.

Seguindo esse entendimento, o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Psol já anunciaram que entrarão no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra o decreto. “Isso não melhorará em nada a questão da segurança pública, ao contrário, coloca na mão do cidadão, sob a responsabilidade dele, cuidar de sua segurança, quando a gente sabe que isso é uma responsabilidade do Estado”, destaca Jeová.

Segundo o deputado, especialistas em segurança pública apontam que a medida tende a aumentar a circulação de armas de fogo e piorar ainda mais a taxa de homicídios no país. Uma pesquisa do Datafolha, em dezembro, mostrou que 61% dos brasileiros são contra a flexibilização da posse de armas no país. “É um engodo tão grande essa questão da flexibilização do porte de armas, pois todos sabem que ela privilegiará as pessoas com dinheiro para adquirir armas e a população de baixa renda, a que é menos desassistida, não terá condições de usufruir desse decreto que mergulhará o país em uma espécie de faroeste. Lamentável esse retrocesso”, reiterou Jeová, lembrando que o caminho mais sensato para o fim da violência é ‘um livro na mão e a esperança no coração’.

COMO FUNCIONA O PROCESSO DE PRODUÇÃO DE UM VÍDEO?

Posted on

10

 

A publicidade é um dos fatores mais importantes na jornada de compra do cliente de qualquer empresa, já que ela é a ferramenta que permite que os consumidores encontrem o produto ou serviço que desejam comprar.

Existem inúmeros formatos, recursos e ações estratégicas diferentes que podem ser usados para promover uma marca, ideia, conceito ou mercadoria. Entre eles, a produção audiovisual é uma das mais tradicionalmente utilizadas, por causa de sua capacidade de transmitir uma mensagem aos seus espectadores com precisão.

Por isso, no artigo de hoje, mostraremos um passo a passo de todo o processo de produção de vídeo, desde as etapas mais simples, até as mais complexas. Continue a leitura do conteúdo para conferir!

Criação do roteiro

A primeira coisa a ser feita em uma produção de vídeo é captar todas as ideias, informações e os objetivos que estão soltos e uni-los em um único local, com o intuito de traçar um planejamento a ser seguido por todos os envolvidos no projeto.

Em outras palavras, o roteiro é o projeto do vídeo em si. Nele, devem constar os principais elementos narrativos. Por isso, é importante analisar as informações de marketing e estudar referências antes de simplesmente dar andamento às gravações.

Afinal, o roteiro deve atingir não somente as necessidades de comunicação da empresa, mas também o perfil de seus clientes, para que o resultado do conteúdo gerado seja capaz de se comunicar com o público-alvo.

Vale ressaltar, ainda, que o roteiro deve ser escrito por alguém que tenha conhecimento sobre o que está fazendo, já que ele é a base de todo o projeto. Portanto, considere a possibilidade de contar com o auxílio de uma empresa especializada em produção de vídeo, para gerar melhores resultados, obter um ótimo custo-benefício e facilitar o trabalho.

Planejamento do orçamento (pré-produção)

Essa é a etapa em que, com base no roteiro, toda a execução das tarefas é minuciosamente planejada. As principais atividades a serem desenvolvidas são:

  • estudo das datas de gravação;
  • escolha de cenários/locações;
  • escolha de atores/atrizes;
  • escolha dos apresentadores/locutores;
  • escolha das referências que serão seguidas;
  • levantamento de custos, despesas e investimentos (materiais, figurino, equipamentos etc.) necessários para concretizar o projeto.

Com base nessas informações, é possível realizar todo o processo de pesquisa, entrevistas e, é claro, definir em média qual será o orçamento para que a produção siga adiante.

Lembrando que, muitas vezes, a gravação em locais públicos exige uma solicitação e autorização de órgãos, como a prefeitura da região e, em ambientes privados, a prévia autorização dos responsáveis pela área.

Escolha do formato/tipo de vídeo

Assim que você tiver todos os objetivos da produção de vídeo definidos, é a hora de escolher o melhor formato para o seu conteúdo, pois é a partir dele que você definirá o tom da locução, o tempo de duração, ritmo, a identidade visual e outros aspectos que darão “personalidade” ao projeto.

Vale mencionar que a escolha do formato do vídeo deve sempre considerar o perfil dos consumidores que o assistirão. Em outras palavras, é preciso que o conteúdo audiovisual se comunique utilizando uma linguagem que atraia os clientes.

Preparação do equipamento

Essa é uma etapa muito importante, pois, se você não tem experiência ou disponibilidade para usar equipamentos profissionais para realizar a sua produção de vídeo, é realmente recomendado procurar a ajuda de especialistas no setor.

Gravar o seu vídeo com equipamentos amadores e falta de conhecimento pode gerar resultados frustrantes, desperdiçar tempo e recursos, além do fato que uma câmera profissional, por exemplo, quando manuseada por alguém sem experiência, não proporciona nem metade de seu potencial.

Quem realiza a produção de vídeo são os envolvidos no projeto, mas, para obter um resultado satisfatório, não vale a pena arriscar todo o planejamento, por conta de possíveis falhas técnicas, configurações equivocadas nos equipamentos e falta de habilidade de manuseio.

Entre os equipamentos que você precisará para sua produção de vídeo, podemos citar os principais:

  • câmeras para gravação de vídeo;
  • tripés;
  • steadicams (suporte específico para estabilizar a câmera);
  • microfones externos;
  • microfones de lapela;
  • equipamentos de iluminação.

Essas, entre outras ferramentas indispensáveis para a produção de um conteúdo audiovisual de qualidade.

Produção

Se você já tem o roteiro definido, o orçamento do projeto e sabe como colocá-lo em prática, então é a hora de pôr a mão na massa e iniciar a produção de vídeo. Basicamente, esse é o momento que abrange todo o processo de gravação e tudo que ele envolve, como a escolha dos equipamentos, equipe técnica, atores, locações etc.

Além disso, é nessa etapa que entram as gravações dos áudios com os locutores e apresentadores, seja em um estúdio ou em uma locação externa. A produção representa os bastidores do projeto, envolvendo o trabalho de vários profissionais para que tudo corra perfeitamente.

É imprescindível que haja uma pessoa responsável para conduzir todo o processo e coordenar a equipe, garantindo que todo o planejamento e o roteiro sejam seguidos dentro dos padrões de qualidade. Esse responsável é conhecido como o diretor da produção.

Edição (pós-produção)

Após a etapa de gravação de todas as cenas e áudios que serão usados no vídeo, é a hora de realizar uma das tarefas que mais demanda responsabilidade em todo o projeto: a edição.

Resumindo, esse é o processo de selecionar apenas as melhores cenas e takes, organizando-os de forma linear, de modo que uma mensagem seja transmitida ao espectador com coerência e clareza.

É nessa etapa que são adicionados recursos como efeitos visuais, trilhas sonoras, locuções, artes gráficas e todo o conceito do diretor. Por isso, é muito importante que o editor de vídeo tenha experiência e discernimento para capturar a ideia do roteiro e transmiti-la no resultado final da edição.

Somando o nível de responsabilidade que a edição de vídeo exige ao tempo que ela pode demandar, é muito comum que esse processo seja terceirizado para empresas e profissionais experientes, o que agiliza o andamento do projeto e elimina riscos de comprometer os resultados almejados.

Tempo e o custo de uma produção de vídeo

Sabemos que imprevistos podem ocorrer durante as etapas da produção de vídeo, comprometendo toda a cadeia logística e gerando atrasos ou prejuízos. Mas, ao seguir todos os passos que mencionamos no artigo, é possível evitar uma série de contratempos e obter ótimos resultados sem grandes complicações.

Uma produção de vídeo institucional, por exemplo, pode demandar investimentos que variam entre R$ 15 mil a R$ 30 mil em média, podendo durar de 15 dias até meses, dependendo do nível de complexidade e das necessidades do projeto.

Entretanto, vale lembrar que uma produção de vídeo oferece um ótimo retorno de investimento, já que o tempo de vida útil do material obtido pode ser de quatro, cinco, seis anos, ou até mais do que isso.

Agora que você já conhece todo o processo de produção de vídeo, siga nossos perfis no FacebookLinkedinGoogle+VimeoYoutube e no Twitter para não perder nenhum dos conteúdos que compartilhamos também por lá!

Paciente interna do Hospital do Bem comemora aniversário surpresa do filho e se emociona com a iniciativa de funcionários

Posted on

Era para ser um dia normal para a paciente Josileide Nunes Soares, de 41 anos, moradora do bairro Nova Conquista, de Patos. Ela está internada no Hospital do Bem, que integra o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos, desde o dia 10 de dezembro do ano passado e queria muito estar com o filho que completou oito anos nesta sexta-feira (11). Sensibilizados pela situação que a impedia de comemorar o aniversário de João Henrique, que completou oito anos, funcionários do Hospital se cotizaram e resolveram preparar uma comemoração surpresa na própria unidade, reunindo a mãe e seus seis filhos. Sentindo fortes dores, Josileide tem que ficar internada para fazer uso de morfina e outros medicamentos que aliviam a dor.

“Se eu sofresse do coração hoje eu tinha morrido de tanta felicidade. Não tenho palavras para agradecer esse gesto que fizeram comigo e meu filho. Estava triste por estar longe de casa e de não poder preparar algo para comemorar o aniversário dele, mas as pessoas daqui fizeram tudo isso e eu só posso agradecer e também pelo tratamento, pelo acolhimento, pelo carinho, atenção e cuidados que estou tendo aqui. Melhor é impossível, até me paparicam aqui”, disse emocionada Dona Josileide.

Portadora de câncer de colo de útero, Josileide terá que submeter ao tratamento radioterápico, quimioterápico e também por procedimento cirúrgico. Enquanto espera a marcação do tratamento radioterápico, que precisará ser feito em João Pessoa, ela permanece internada na unidade para controlar as fortes dores que sente em função da doença, incluindo a administração de doses de morfina. Ela descobriu o câncer em setembro último, que foi diagnosticado através de biopsia, em exames de rotina. Na família de Josileide há casos de câncer, o que confirma a predisposição genética da doença.

Josileide, que é viúva, mora com seus cinco filhos e dois netos. Enquanto ela permanece em tratamento, quem cuida dos irmãos – José Pedro, Maria Vitória e Maria Clara – é a irmã mais velha, Joyce, que tem 23 anos. “Tenho fé em Deus que serei curada e sei que estou tendo aqui o melhor cuidado”, afirmou a paciente. A iniciativa de fazer a festinha surpresa foi da Psicóloga Pryscilla Guedes, logo abraçada por outros funcionários, que se cotizaram e compraram bolo, bolas e salgados. “Nunca vimos um olhar tão gostoso, de gratidão e sincero. Hoje, foi uma tarde muito diferente aqui no Hospital do BEM”, destaca Thiago Viana, Coordenador Administrativo da unidade.

O Hospital do Bem foi inaugurado em setembro do ano passado e atende casos de câncer de próstata, mama, colo de útero e pele, ofertando serviços ambulatoriais, quimioterapia e cirurgia, além de diversos exames de ultrassonografia com Doppler; tomografia; endoscopia; eletrocardiograma; exames laboratoriais e Raio X.

Planilhas técnicas da Semob são avaliadas pelo Conselho Municipal de Mobilidade Urbana que define novas tarifas de R$ 3,95 e R$ 3,80

Posted on

Novos valores já passam a vigorar a partir de zero hora deste domingo (13). Postos do

Sintur abrirão neste sábado para vender passagens com os preços atuais

Após uma explanação técnica, com apresentação de análises de custo operacionais do sistema de transporte de João Pessoa, que inclui entre outros itens, o aumento de 4,87% nos salários dos operadores, retroativo a 1º de janeiro, os aumentos de diesel,  etc,  os integrantes do Conselho Municipal de Mobilidade Urbana aprovaram um reajuste no valor das passagens de ônibus de João Pessoa Com isso, o novo valor da tarifa foi estipulado em R$ 3,95 para quem pagar em dinheiro e R$ 3,80 para quem fizer uso do cartão Passe Legal. O valor homologado pelo Conselho já entrará em vigor a zero hora do próximo domingo (13). Portaria neste sentido já foi assinada pelo superintendente da Semob, Adalberto Araújo, que foi quem conduziu a reunião desta tarde, realizada na sede da instituição. Quem tiver carga no cartão Passe Legal poderá utilizar os créditos, por 30 dias, pagando a passagem no valor atual de R$ 3,55. Neste sábado (12), os postos do Sintur estarão abertos para venda de passagens no valor antes do reajuste.

Antes de expor as planilhas, que levaram em consideração os gastos com óleo diesel, pneus, insumos, folha de pessoal, renovação de frota, etc, o superintendente da autarquia, Adalberto Araújo, falou da importância de manter o equilíbrio do sistema que vem perdendo passageiros nos últimos anos. Entre 2013 e 2018, por exemplo, o sistema de transporte de João Pessoa perdeu 26,2 milhões de passageiros. Os custos de operação do sistema, explicou Adalberto, são custeados por apenas 68% dos passageiros que pagam passagem inteira, já que a gratuidade representa 11% dos passageiros, enquanto que os estudantes correspondem a um total de 21%.

Segundo o diretor do Sindicato das Empresas de Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP), Alberto Pereira,  o sistema e a metodologia que calcula os valores das tarifas são altamente confiáveis e acessíveis a qualquer pessoa. “Não há mágica nestes cálculos, nem projeções que não sejam técnicas. Houve aumentos diversos e a tarifa precisa acompanhar esses aumentos, para que não haja um comprometimento da capacidade de manutenção das empresas que, consequentemente, afetaria a qualidade do serviço”, argumentou o empresário.

Durante a reunião, foi apresentado os índices de reajustes já aprovados em outras cidades do país, a exemplo de Aracaju (R$ 4,00), Belo Horizonte (R$ 4,50) e São Paulo (R$ 4.30). “Tivermos sucessivos aumentos de diesel ano passado, que responde por quase 30% dos custos operacionais, além do reajuste do salário dos motoristas que passou de R$ 2.670,00 para R$ 2.800,00”, disse o diretor do Sintur, Isac Júnior Moreira, lembrando que 42,5% do custo do sistema é referente a folha de pessoal. Para se ter ideia deste impacto, basta lembrar que para cada ônibus em circulação é necessário cerca de 5,5 operadores.

Além do superintendente da Semob, Adalberto Araújo, que atua como presidente do Conselho de Mobilidade Urbana, o Sintur-JP, a Seplan, Seman, Seinfra, Secretaria de Educação e Cultura, Secretaria Executiva de Orçamento Participativo, Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Sindicato dos Motoristas da Paraíba, Sindicato Intermunicipal dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários, Taxistas, Caminhoneiros, Escolares e Auxiliares de Condutores (Sindtáxi), Conselho Metropolitano de Carteiras, Conselho Universitário de Carteiras DCE/Unipê, DCE/UFPB participaram da reunião.

Deputado Jeová e vereadores de Cajazeiras se reúnem com João Azevedo para reiterar apoio, desejar um bom governo e lembrar demandas da região

Posted on

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) e os vereadores de Cajazeiras, Alysson V oz e Violão e Marcos Barros, também do PSB, se reuniram, na tarde desta terça-feira (08), com o governador João Azevedo. O encontro, realizado em João Pessoa, na Granja Santana, teve o objetivo de desejar um bom governo ao chefe do executivo estadual, reiterar o apoio político a sua gestão e ainda de lembrar questões e ações importantes, especialmente, nas áreas de Educação e Saúde, para Cajazeiras e região.

Da conversa com o governador na área de saúde destacou-se a questão da aquisição de um Tomógrafo para o Hospital Regional de Cajazeiras e melhorias na Maternidade Deodato Cartaxo. Na área de Educação, foi abordada a importância da disponibilidade das escolas em tempo integral. O Governador disse que estava atento a todas as solicitações e que, oportunamente, daria os encaminhamentos devidos.

“Apesar do governador já conhecer a máquina e a realidade e necessidades da Paraíba, pois era um dos principais auxiliares do ex-governador Ricardo Coutinho, entendemos que este momento é de levantar as demandas mais urgentes e começar um novo ciclo de desenvolvimento, por isso, essa visita de hoje foi muito mais de cordialidade e amizade que de cobranças. Saímos satisfeitos do encontro, pois percebemos o entusiasmo de João, apesar da imensa responsabilidade que assumiu desde o último dia 1º e não tenho dúvidas que ele vai se empenhar ao máximo para corresponder à confiança dos eleitores paraibanos e dar continuidade a um trabalho que estava sendo muito bem feito nos últimos oito anos”, argumenta Jeová, que foi um dos primeiros aliados do governo a defender o nome de João Azevedo como substituto ao de Ricardo Coutinho.

Maternidade de Patos registrou mais de 4 mil partos em 2018

Posted on

 

Referência de atendimento a gravidez de alto risco e nos serviços prestados às mulheres de mais de 90 municípios do sertão paraibano, a Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos registrou, de janeiro a dezembro do ano passado, a realização de 4.077 partos, sendo 2.162 cesáreos e 1.915 normais. Administrada pela OS Instituto Gerir, desde junho de 2013, a unidade que integra a rede estadual de saúde, também é Hospital Amigo da Criança, tem um banco de leite de padrão Ouro e fechou o ano de 2018 sem registrar nenhum caso de óbito materno. Em média, a unidade faz 310 partos/mês. Em nenhum mês do ano foi registrado menos de 300 partos. O mês de maior registro de nascimentos foi maio, com 374 e o menor foi junho e dezembro que registraram 304 partos cada um.

O diretor geral da Maternidade, Dr. Umberto Marinho Júnior, explica que o atendimento humanizado da unidade prioriza os partos normais, mas, que muitas das gestantes já chegam à Maternidade com intercorrências que impossibilitam que o parto não possa ser normal. “Priorizamos o parto humanizado e sempre que é possível deixamos a natureza agir sem intervenções externas, mas, por sermos uma unidade de gravidez de alto risco, recebemos muitas gestantes que não são acompanhadas no pré-natal, que chegam com riscos iminentes tanto da própria vida, quando dos bebês, com quadros que impossibilitam a condução de um parto normal, daí esse registro de mais partos cesáreos que normal no ano passado”, justifica o médico.

A Maternidade, além de atender gravidez de alto risco, também disponibiliza mastectomia (retirada da mama) pelo Sistema Único de Saúde (SUS), facilitando a vida das pacientes que  não precisam viajar para Campina Grande ou João Pessoa para ter acesso a esse procedimento. A unidade integra a rede de cardiologia pediátrica que identifica cardiopatias congênitas, através de exames à distância, possibilitando um melhor acompanhamento dos bebês após o nascimento, também tem ambulatórios de microcefalia, que dispõe de uma equipe multidisciplinar, que acompanha crianças que nascem com a doença, outro de alto risco para gestantes, que são acompanhadas com maior atenção durante a gestação, reduzido assim o risco de intercorrências durante o parto e ainda o ambulatório de egressos para recém nascidos prematuros que são acompanhados por pediatras durante o primeiro ano de vida.

Desde 2015, a Maternidade mantém uma sala de parto humanizado onde a gestante dispõe de um espaço especial, equipado com TV, bolas suíças e barras de apoio para exercícios que melhoram a mobilidade pélvica durante o trabalho de parto. Neste espaço, a paciente conta com acompanhamento de uma equipe de enfermeiros e técnicos de enfermagem. A inclusão da unidade, desde 2014, no programa Rede Cegonha, do governo federal, sendo a única unidade da região habilitada com esse atendimento também é outro diferencial da maternidade.

Jeová Campos comemora seu aniversário com missa campal no sítio Poço Vermelho onde nasceu

Posted on

O ano de 2018 foi de muitos desafios para o deputado estadual Jeová Campos. Todos superados com resultados positivos, a exemplo do tratamento bem sucedido de um câncer na laringe e da conquista de mais um mandado na Assembleia Legislativa. E para comemorar suas vitórias e mais um ano de vida, o parlamentar ao invés das já conhecidas grandes festas populares que promovia em Cajazeiras, optou por realizar uma missa campal, no Sítio Poço Vermelho, onde ele nasceu, no município de São José de Piranhas. A celebração aconteceu no último dia 04, data em que o deputado completou 55 anos e foi conduzida pelo Pe. Chico Mendes.

“Nunca me emocionei tanto no meu aniversário. Essa celebração e a energia que recebi de tantas pessoas queridas que vieram aqui, exclusivamente, com o único propósito de celebrar minha vida e as graças que alcancei em 2018, me encheram de alegria e esperança. Foi um momento muito marcante que vou guardar na memória como um dos mais belos que vivi em toda a minha vida”, disse o deputado.

O primo de Jeová, prefeito de São José de Piranhas, Chico Mendes, foi um dos que falou na ocasião e agradeceu a Deus as graças alcançadas por Jeová num ano muito difícil e enalteceu as qualidades do homem, do cidadão e do político Jeová Campos. Familiares, amigos, políticos da região e correligionários foram dar um abraço no parlamentar que estava visivelmente emocionado. “Essa celebração reascendeu em mim, de forma muito especial, a crença na bondade e amizade das pessoas, coisa que eu sempre acreditei porque entendo que o ser humano é bom na essência, e renovou minha fé, me fez mais forte para enfrentar os desafios de 2019 que não serão poucos”, disse Jeová.