Maternidade de Patos: mães recebem alta após treinamento sobre primeiros socorros

 

 

A partir dessa quinta-feira (13), todas as mães que tiverem seus bebês na Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos, além de receberem toda a assistência necessária em seu parto, ainda sairão da unidade com um curso de primeiros socorros em caso de engasgamento, aspiração de corpo estranho e prevenção de morte súbita de bebês. O novo serviço atende o que determina a Lei Estadual nº 11.215. Antes de implantar essa ação, a direção da Maternidade treinou a equipe de enfermagem da unidade que é responsável pelo repasse das orientações, que são dadas de forma coletiva, logo após a alta hospitalar.

Mãe de André Filho, que nasceu no último dia 8, a agricultora Maria José Alves de Almeida, moradora da cidade de Juru, foi uma das pacientes que participou da primeira turma do treinamento. Para ela, as informações repassadas foram muito úteis e a deixaram mais tranquila com os cuidados do bebê. “Eu aprendi muita coisa e agora estou mais confiante de cuidar de meu filho. Eu não sabia de muita coisa importante e agora volto para casa muito mais tranquila. Gostei muito e acho que é importante esse conhecimento”, disse ela, que recebeu alta na quinta-feira.

De acordo com o pediatra e diretor geral da Maternidade, Dr. Umberto Marinho Júnior, muitas mortes de recém-nascidos poderiam ser evitadas, casos os pais ou responsáveis tivessem noção de primeiros socorros, principalmente, no que diz respeito a questão de engasgos. “Com esse curso de primeiros socorros, nós capacitamos as mães com orientações importantes no tocante a manobra de desengasgo e outras intercorrências muito comuns que podem ser evitar danos ou mesmo a morte de um recém-nascido”, destaca Dr. Umberto.

O médico lembra que além da manobra de desengasgo, são repassadas às mães orientações de alguns cuidados que são importantes para aumentar a segurança dos bebês, a exemplo da maneira correta da dormida, com o bebê de barriga para cima para evitar a morte súbita, o local apropriado que é no berço da criança, nunca na cama dos pais, orientações sobre a temperatura da água do banho, que precisa ser testada sempre antes de colocar o bebê para evitar queimaduras, e ainda sobre a forma correta de transportar os bebês em veículos, sempre em cadeiras especiais (bebê conforto), no banco traseiro e na posição voltada para o vidro traseiro, além de cinto afivelado e também sobre os cuidados na hora da troca de fraldas, onde ocorrem muitos acidentes com quedas, o fato da mãe sempre manter vigilância e nunca deixar o bebê.

Postado em: 14/12/2018, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *