Deputado Jeová repudia ato de violência contra Sem Terra e diz que episódio foi uma ação covarde que simboliza violação aos Direitos Humanos

“Qualquer ato de violência, por si só, não se justifica, imagina uma ação covarde, feita por pessoas encapuzadas e que resulta na morte de dois militantes do Movimento Sem-Terra na Paraíba. Quero deixar aqui meu repúdio e indignação contra esse atentado inadmissível, minha solidariedade aos familiares das vítimas e meu apoio ao MST, esse movimento legitimo que tem minha admiração e respeito”, disse hoje (10), o deputado estadual Jeová Campos.

O parlamentar se referiu ao assassinato dos militantes do MST, José Bernardino da Silva e Rodrigo Celestino, que foram metralhados, por homens encapuzados, na noite do último sábado, enquanto jantavam, em um acampamento, localizado no município de Alhandra. “Atos de barbárie como esse, jamais podem ser aceitos pela sociedade que tem a obrigação de repudiar atitudes que violam os Direitos Humanos como essa, assim como cobrar das autoridades competentes rigor na apuração dos fatos e punição dos envolvidos”, afirmou Jeová.

Postado em: 10/12/2018, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *