Presidente da Asplan reforça compromisso dos plantadores de cana da Paraíba em conservar e preservar as margens da bacia do Rio Gramame

“Quero reiterar aqui o compromisso dos plantadores de cana da Paraíba em conservar e preservar as margens do Rio Gramame, principalmente, no tocante ao reflorestamento desta área”, disse ontem (03), o presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), José Inácio de Morais. O pronunciamento do dirigente canavieiro foi feito durante realização de uma audiência pública que debateu as ações integradas dos Ministérios Públicos Federal e da Paraíba para a preservação do Rio Gramame. A iniciativa do debate foi do vereador Tibério Limeira (PSB).

Em seu pronunciamento, José Inácio lembrou que a poluição do Rio nunca foi ocasionada por plantadores de cana, mas de indústrias instaladas próximo ao Rio Gramame, e que os plantadores de cana deixaram as margens do Rio para preservação, mas, estas foram invadidas por algumas pessoas que não são produtores associados à Asplan e que fazem uso indiscriminado das águas e margens da Bacia do Rio Gramame.

O presidente da Associação também se comprometeu que daqui a um ano toda a área de cana-de-açúcar estará adequada ao limite exigido pela legislação e as áreas no entrono da bacia serão reflorestadas. “Vamos realizar essa readequação. Esse é nosso compromisso, mas é preciso que as autoridades também cobrem dos demais envolvidos nessa questão de preservação do local que cumpram a legislação e normas que preservam a bacia do Rio Gramame”, reiterou José Inácio.

Postado em: 04/12/2018, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *