Projeto Operador em Ação da Unitrans começa última etapa com treinamento sobre turbina e avaliação preliminar de resultados

Os motoristas da empresa de ônibus Unitrans começaram nesta segunda-feira (19) a última uma etapa do projeto Operador em Ação 2018. Até o dia 22, os operadores trabalharão uma temática operacional, focada especialmente numa peça da engrenagem do motor – a turbina – que está diretamente ligada ao desempenho do veículo, ao consumo de combustível e a própria vida útil do motor. Os instrutores Cláudio Martins, Enos Cunha e Charles Queiroz vão conduzir a capacitação que também conta com a gerente de RH, Isabela Maria e Alysson Ricartti, do Tráfego da Unitrans.

Dividido em cinco etapas bimestrais, com duas turmas por dia, sendo uma pela manhã e outra à tarde, e divididas por terminais de linhas para que todos os profissionais possam participar, o Projeto começa agora a última etapa antes da cerimônia de premiação dos melhores operadores do ano, que acontece no dia 18 de dezembro. Segundo Isabela, 560 operadores, o equivalente a 60% do quadro, estão com 100% de frequência aos treinamentos do Projeto, um dos pré-requisitos para concorrer às premiações que vão de um brinde ao final do projeto, passando por folgas no Natal ou Reveillon, um sorteio de uma TV para a maior pontuação do terminal até uma viagem, com tudo pago, para conhecer a fábrica da Marcopolo no Rio de Janeiro. A viagem vai contemplar três operadores que obtiverem as maiores pontuações do ano.

Nesta última etapa do Projeto, antes de ser abordada a questão da turbina, o chefe de tráfego Allisson Ricartti, apontou alguns resultados do Operador em Ação, que embora seja voluntário, tem tido um bom engajamento dos profissionais e mostrado uma curva ascendente de resultados positivos. “Nós não obrigamos ninguém a vir, mas, todos sabem que é muito importante essa participação porque ela reflete o compromisso do profissional em querer melhorar cada vez mais. E essa participação tem se transformado em resultados positivos, a exemplo da redução dos acidentes, da melhor operação dos veículos, na melhoria da prestação do serviço, nos índices de cumprimento de horários, etc”, destacou Allisson.

Na parte operacional, os instrutores falaram sobre a importância da turbina na operação do motor e deram dicas importantes que ao serem colocadas em prática influenciam diretamente no desempenho do veículo, a exemplo de evitar altas rotações e aguardar 30 segundos para dar partida ou após parar o carro para desligar o motor. “A turbina é uma peça cara cujo tempo de vida útil pode ser reduzido em 50% caso a operação do veículo não seja correta”, explicou Charles Queiroz.

O ‘Operador em Ação’ é um Programa de capacitação permanente da Unitrans, que existe desde 2012, e aborda temas ligados ao cotidiano dos operadores. A iniciativa busca qualificar os operadores com treinamentos diversos, com o objetivo de melhorar a prestação de serviço da empresa e ao mesmo tempo reconhecer o empenho e dedicação dos profissionais na melhoria continua dos processos que envolvem a operação de transporte de passageiros em João Pessoa.

Postado em: 20/11/2018, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *