Motoristas da Unitrans participam de treinamento que busca harmonizar a convivência no trânsito entre ônibus e ciclistas

 Imagine um trânsito onde o transporte coletivo conviva harmonicamente com pedestres, veículos pequenos e ciclistas. Esse é o ideal que o sistema de transporte de João Pessoa está buscando atingir também com o Programa de Humanização de Operadores do Sistema de Transporte Coletivo da Capital. A proposta, lançada há três anos pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP), chega a terceira etapa com foco em ações direcionadas para melhorar a convivência entre ônibus e ciclistas. Nesta sexta-feira (05), operadores da empresa de ônibus Unitrans iniciaram o treinamento que vai acontecer uma vez por semana, todas as sextas-feiras, com turmas pela manhã e à tarde, até o dia 21 de dezembro. O curso acontece no anexo da Estação Ciências, no Altiplano. Os operadores das outras empresas de ônibus da cidade já participaram do treinamento.

A psicóloga da Semob, Sandra Araújo, explica que a Unitrans, por ter mais operadores, cerca de 700 profissionais, foi a última empresa a participar desta etapa do Programa, que inclui uma parte teórica e outra prática. Na parte teórica, os profissionais revisam regras básicas de convivência no trânsito, as normas gerais de circulação e conduta baseadas no Código de Trânsito Brasileiro, além de receber dicas, conceitos e soluções práticas que ajudam a resolver conflitos que surgem entre motoristas de coletivos e ciclistas no dia a dia.

“O objetivo deste treinamento é conscientizar os motoristas da importância deles não apenas respeitarem o Código de Trânsito, mas, sobretudo terem uma visão mais humanizada da condução dos ônibus e como eles devem se posicionar diante de situações corriqueiras”, destaca Sandra. Ela lembra que o conteúdo da capacitação não traz nenhuma novidade em relação às regras já conhecidas dos profissionais, apenas reforça a necessidade de se ter um olhar mais humanizado e atitudes positivas em situações de conflito no trânsito.

O curso foi elaborado e é ministrado por instrutores do SEST/SENAT que é parceiro da Semob no Programa e é dividido em sete tópicos: O papel do condutor no trânsito; Representatividade dos Ciclistas; Normas gerais de circulação e conduta; A responsabilidade do maior pelo menor; Adote a direção preventiva; Pedestres e condutores de veículos não motorizados e Infrações. Nesta sexta-feira, o treinamento foi conduzido pelo instrutor Samir Pereira e também incluiu dinâmicas.

Depois da parte teórica, os profissionais foram para o pátio da Estação e vivenciaram situações cotidianas que acontecem nas ruas entre ônibus e ciclistas, só que no papel de ciclistas. Freadas bruscas e próximos das bicicletas, ultrapassagens, situações de perigo, de iminência de batida foram algumas das situações vivenciadas pelos profissionais. “Essa inversão de papéis faz com que eles percebam o perigo e passem a encarar os ciclistas de uma outra forma”, explica a gerente de capacitação de operadores da Semob, Fátima Araújo.

A gerente de Recursos Humanos da Unitrans, Isabela Maria, e a psicóloga da empresa, Socorro Aragão também participaram do treinamento. “Avalio que com esse treinamento e outras capacitações que nossos operadores têm internamente através do projeto Operador em Ação e outras ações, o comportamento solidário e humanizado no trânsito melhore ainda mais”, disse Isabela. Durante o treinamento, alguns motoristas sugeriram que a Semob também faça uma capacitação com os ciclistas que, segundo os motoristas, cometem muitas irregularidades. De acordo com as representantes da Semob, essa conscientização irá ocorrer no começo do próximo ano. “Essa é outra etapa do Programa”, reiterou Fátima.

Postado em: 05/10/2018, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *