Comportamento e Segurança no Trânsito são temas do segundo dia de atividades da SIPAT das empresas do Grupo A. Cândido

Ultrapassagens, manobras perigosas, respeito as faixas, a proibição do uso do celular e infrações mais comuns no trânsito. Esses foram alguns dos temas abordados nesta quinta-feira (13), durante as palestras do segundo dia da Semana Integrada de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT), das empresas de ônibus de João Pessoa – Unitrans e Santa Maria – e a Transporte Rodoviário Nordestino Ltda, que integram o Grupo A. Cândido.

Quem abordou esses assuntos, nas palestras que aconteceram pela manhã e à tarde, no auditório da Unitrans, a partir do tema central ‘Direção defensiva: transportando vidas com segurança’, foi o instrutor do Sest, Samir Pereira. Intercalando apresentação de vídeos com a abordagem dos temas respectivos, o instrutor mostrou a partir de diversos exemplos como os operadores não podem se comportar quando estão ao volante de um ônibus ou mesmo de um carro de passeio.

Segundo Samir, independentemente de estar num veículo de pequeno ou grande porte, o motorista precisa estar atento, seguir as leis de trânsito e, sobretudo, dirigir preventivamente. Ele reiterou, no entanto, que a responsabilidade de um condutor de coletivo é muito maior porque ele não é responsável apenas pela própria vida, mas de todos os passageiros que conduz. “Isso parece óbvio, mas, é preciso que vocês atentem para esse fato. São muitas vidas que dependem exclusivamente da sua condução e podem ter certeza de que o julgamento de quem comete uma infração no trânsito transportando vidas é muito mais contundente”, destacou o instrutor.

Com o slogan ‘Transportando vidas com segurança’, todas as ações da SIPAT estão sendo realizadas na sede da Unitrans, em Água Fria. As palestras aconteceram no auditório, enquanto que a feira de serviços será realizada no pátio da empresa, nesta sexta-feira (14). A feira, que conta com o apoio do SEST/SENAT, trará para a garagem da Unitrans os serviços disponibilizados a partir do projeto ‘Transportando Saúde nas cidades’, que inclui ações na área de odontologia, nutrição, fisioterapia, psicologia, esporte, corte de cabelo, distribuição de brinde, entre outros. Ela acontece das 8h30 ao meio-dia e das 14h às 17h. O encerramento da programação acontecerá as 17h30, com a palestra ‘A fórmula mágica da segurança’, no auditório da Unitrans.

O presidente do Sindicato dos Motoristas da Paraíba, Antônio de Pádua, participou da palestra da manhã e reforçou o compromisso dos operadores em tratar bem o passageiro e dar sua contribuição para que o sistema de transporte consiga superar uma das piores crises que já viveu. “A concorrência desleal do clandestino, mais recentemente do UBER agravam as dificuldades das empresas”, disse Pádua, lembrando que o Sindicato já chegou a ter 62 empresas filiadas e que, atualmente, só tem 18, assim mesmo, algumas com extremas dificuldades. “Aumentamos frota, melhoramos o serviço e mesmo assim o sistema teve uma perda de mais de dois milhões de passageiros e isso é preocupante, pois a partir do momento que as empresas não vão bem, isso reflete no mercado de trabalho diretamente e se traduz em menos oportunidades”, destacou ele, pedindo a colaboração dos operadores para terem foco no atendimento ao passageiro, com uma boa prestação de serviço. Após a fala de Pádua, foram realizados sorteios de brindes com os presentes.

Postado em: 14/09/2018, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *