Equipe do Hospital do Bem está pronta para receber pacientes a partir desta quarta-feira

Profissionais capacitados para atuarem na área oncológica estarão prontos para receber, a partir desta quarta-feira (5), os pacientes que se dirigirem ao Hospital do Bem do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos. Dos 23 profissionais da área de Enfermagem, 18 têm experiência de mais de cinco anos atuando com pacientes com câncer.

O critério de seleção da equipe, formada por 29 profissionais que atuarão prestando assistência direta ao paciente, passou não apenas pela capacitação, mas, também, pela experiência. Neste quantitativo não se inclui os médicos, que serão, inicialmente, mais 10 profissionais entre mastologista, cirurgião oncológico, plantonistas e especialistas nas áreas de atendimento da unidade.

O Hospital do Bem contará ainda com os serviços de oncologistas clínicos que atuarão no ambulatório da unidade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Estima-se a realização de 80 novas consultas e 75 retornos semanais, somente para o ambulatório. O cirurgião oncológico geral Wostenildo Crispim e o mastologista Thiago Alencar, que já atuam no Hospital Regional, integrarão a equipe do Hospital do Bem.

A equipe do hospital conta com sete enfermeiros, sendo quatro especialistas e outros três capacitados em oncologia; 16 técnicos de Enfermagem, todos com capacitação na área oncológica; dois fisioterapeutas; duas assistentes sociais; uma psicóloga e um nutricionista, além de quatro maqueiros, seis recepcionistas, quatro vigilantes, seis auxiliares de serviços gerais. Como a unidade integra o Complexo, os profissionais de recursos humanos, tecnologia da informação, farmácia, laboratório, nutrição, incluindo os que atuam na cozinha, entre outras funções, integram a equipe.

Com atendimentos nos tipos de câncer de próstata, mama, colo de útero e pele, o Hospital do Bem vai disponibilizar exames de ultrassonografia com Doppler; tomografia; endoscopia; eletrocardiograma; exames laboratoriais e Raio X. Terá também ressonância magnética e cintilografia óssea, terceirizados, mas custeados pelo Hospital.

Com 11 leitos de Enfermaria Clínica, sendo seis femininos e cinco masculinos; oito leitos de Enfermaria Cirúrgica, sendo quatro para cada sexo; mais cinco leitos de Enfermaria Paliativa (destinados a pacientes em estágio mais avançado da doença), além de um leito de isolamento (quando o paciente está com as defesas do organismo em níveis críticos).

A coordenadora do setor de Enfermagem do Hospital, que é especialista em oncologia e especializanda em Cuidados Paliativos, Aretuza Delfino, afirma que a unidade está pronta para receber os pacientes. “Hoje passamos por uma higienização, ajustamos os últimos detalhes e a partir desta quarta-feira já estaremos prontos para receber os primeiros pacientes”, garante Aretuza.

Postado em: 05/09/2018, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *