Unitrans lança Projeto Operador em Ação 2018 com novidades tanto de programação quanto de premiação e em ritmo de Copa do Mundo

Será em ritmo de Copa do Mundo, a partir do slogan “Nosso gol é transportar bem”, que o projeto Operador em Ação 2018, das empresas de ônibus de João Pessoa, Unitrans e Santa Maria, será desenvolvido este ano. Dividido em cinco etapas, a primeira delas começou hoje (23), o projeto ampliou as premiações, concentrou os treinamentos em cinco módulos e foi elaborado com a mesma dinâmica de um jogo de futebol, só que os ‘atletas’ serão os motoristas, manobreiros e cobradores. “Ao invés da escalação de 22 jogadores, a nossa seleção inclui todos os operadores que lidam diretamente com os passageiros, cotidianamente”, explicou Alysson Ricartte, do Tráfego da Unitrans, no lançamento do Projeto 2018, realizado no auditório da empresa, em Água Fria, nesta segunda-feira.

            Com o auditório todo decorado com bolas, faixas, miniaturas de camisas da seleção brasileira de futebol, com a logomarca que será utilizada pelo Projeto 2018, a equipe do RH da Unitrans, formada pela gerente, Isabela Maria, pela psicóloga, Socorro Aragão, a analista, Herla Albuquerque e o responsável pelo Tráfego, Allisson Ricartti, recebeu os operadores dos terminais 101,102,106, 202, 1500, 5100 e 107, para falar das novidades do Projeto deste ano. A primeira delas será a realização dos treinamentos em cinco etapas (Abril, Maio, Julho, Setembro e Novembro). A primeira etapa começou hoje e termina na próxima sexta-feira (27).

            A gerente de Recursos Humanos da Unitrans, Isabela Maria, apresentou a nova metodologia do Projeto que manteve os treinamentos divididos em turmas (duas turmas por dia, sendo uma pela manhã e outra à tarde), e divididas por terminais de linhas. Na nova versão do Projeto, os operadores que tiverem melhores resultados no bimestre, de acordo com critérios pré-estabelecidos, receberão premiações. E o motorista Moacir Carlos dos Santos, do Terminal 101-Grotão, foi um dos premiados nesta segunda-feira, por resultados obtidos nas avaliações de janeiro e fevereiro deste ano. Ele ganhou uma garrafa térmica.

            Outra novidade do Projeto deste ano diz respeito aos critérios de pontuação que agora têm pontos extras, de até 15 pontos para o motorista e até 30 pontos extras para o cobrador. Os registros de boa conduta do operador também valerá pontos extras. “Queremos homenagear o operador que, por exemplo, é reconhecido por um passageiro com uma atitude diferenciada”, esclarece Isabela, adiantando que há outros critérios, tais como, cumprimento de viagens e passageiros transportados, para que o motorista ganhe pontos extras. No caso de cobrador, o passageiros transportado e a biometria são critérios que contam na contabilização destes pontos extras.

            A necessidade de ter 100% de presença nos treinamentos do Projeto foi mantida. Segundo Isabela, essa é a principal condição para os operadores concorrerem a todas as demais premiações, que incluem folgas no Natal e Ano Novo, brindes diversos e ainda uma viagem para conhecer a fábrica de ônibus da Marcoplo, em Caxias (RS) ou no Rio de Janeiro, com direito a passagem aérea, hospedagem e alimentação. Este ano, a SIPAT não fará parte do Projeto.

             O chefe de tráfego Allisson Ricartti, lembrou que a empresa já algum tempo contabiliza os resultados com esse projeto, que embora seja voluntário, tem tido muito engajamento dos operadores e mostrado uma curva ascendente de resultados positivos. “Nós não obrigamos ninguém a vir, mas, todos sabem que é muito importante essa participação porque ela reflete o compromisso do profissional em querer melhorar cada vez mais. O nível de participação é alto e isso muito nos alegra porque também observamos que melhoramos em muitos aspectos após a implantação do Projeto e estamos melhorando ano após ano”, destacou Allisson.

O ‘Operador em Ação’ é um Programa de capacitação permanente da Unitrans e da Santa Maria, que existe desde 2012, e aborda temas ligados ao cotidiano dos operadores. A iniciativa busca qualificar os operadores com treinamentos diversos, com o objetivo de melhorar a prestação de serviço das empresas e ao mesmo tempo reconhecer o empenho e dedicação dos profissionais na melhoria continua dos processos que envolvem a operação de transporte de passageiros na cidade.

Calendários

O treinamento na Unitrans segue amanhã (24), com os operadores dos terminais 204,208,3200, 5204, 207, 2303,3203, 2307 e 3207. Na quarta-feira será a vez dos operadores que atuam nos terminais das linhas 301, 2514, 5206, 5600, 302, 2509, 5209 e 5603. No penúltimo dia desta primeira etapa, participarão do treinamento os operadores dos terminais 303, 2515, 5210, 5605, 3507, 201, 304, 517, 3510, 5310, 9902, 1006 e 402. Na sexta-feira será a vez dos que atuam nos terminais 511, 510, 521, 600, 522, 513, 6012, 603, 5103, 5104 e 5101 participarem desta primeira etapa do Projeto. Os treinamentos acontecem em dois turnos, pela manhã, as 8h30, e à tarde, as 15h30, para não prejudicar a escala de trabalho.

Na Santa Maria, os motoristas das linhas 1510 e 5110 participaram da abertura do  Operador em Ação nesta segunda-feira (23). Amanhã será a vez dos profissionais que atuam nas linhas 2501,103,116, 5201 e 1009. Na quarta-feira participarão os das linhas 5301, 5302 e 5305,9901 e do Consórcio Metropolitano. Na quinta-feira o calendário ficou com os motoristas que trabalham nas linhas 109,105, A002 e 002. Na sexta-feira será o treinamento dos cobradores das linhas 1510 e 5110. Na Santa Maria os encontros acontecem às 9h e as 15h30.

Postado em: 23/04/2018, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *