ALPB e Câmara de Cajazeiras promovem audiência pública para tratar de assuntos relacionados à Saúde Pública no sertão

A necessidade da implantação da UTI Neonatal na cidade de Cajazeiras para que mais bebês não morram por falta de um suporte técnico adequado como aconteceu recentemente, bem como, a necessidade de convocação dos concursados do Hospital Universitário Júlio Maria Bandeira de Melo (HUJB), será tema de debate durante uma audiência pública que será realizada na próxima sexta-feira (09), em Cajazeiras. A iniciativa é da Assembleia Legislativa, a partir das comissões de Saúde e Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da Casa, esta última presidida pelo deputado estadual Jeová Campos (PSB), em parceria com a Câmara Municipal de Cajazeiras.

Segundo o deputado, Cajazeiras atende mais de 20 municípios do alto sertão, e apesar de possuir um Hospital Regional e uma maternidade, além de um hospital infantil administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERRH), nenhuma destas unidades de saúde dispõe de uma UTI Neonatal. “Os recém nascidos que necessitam de uma maior assistência médico/hospitalar precisam ser removidos para hospitais de Patos, Campina Grande ou João Pessoa e muitas vezes eles não sobrevivem em face da demora ou durante o translado decorrente da distância”, argumenta Jeová, justificando a necessidade urgente da implantação de uma UTI Neo na cidade.

Ainda segundo o parlamentar, há tempos que a população do alto sertão clama pela instalação de uma UTI Neo na Maternidade Deodato Cartaxo e agora, mais recentemente, no Hospital Universitário. “Não tenho dúvidas que o atual governo estadual tem empreendido esforços neste sentido, mas é preciso que essa UTI seja viabilizada para que não haja mais necessidade de transporte destes bebês”, reiterou  Jeová.

Ainda de acordo com o parlamentar, é preciso reconhecer o esforço, empenho e trabalho eficiente da direção do Hospital Universitário, através da superintendente, Dra. Mônica Paulino, do diretor administrativo, Marcelo Pinheiro e do Dr. Antônio Fernandes, diretor geral da Universidade de Cajazeiras. “Eles fizeram um verdadeira revolução na área de saúde de Cajazeiras ao conseguir equipar e estruturar fisicamente o hospital que precisa agora da contratação dos concursados para que se possa implantar a UTI Neonatal, além dos serviços de ginecologia e obstetrícia da unidade”, finaliza Jeová convocando todos a participarem da audiência, que começa as 8h30.

Postado em: 06/03/2018, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *