Deputado repercute na ALPB artigo da jornalista Adriana Bezerra que critica o ‘pacote de bondade’ proposto pelos desembargadores paraibanos

 “Eu quero me reportar a um artigo que eu considero muito importante, da jornalista Adriana Bezerra, que traz uma série de questionamentos que eu considero fundamentais e eu vou dar fé de ofício às palavras dela”, disse o deputado estadual Jeová Campos (PSB), durante discurso no pequeno expediente da ALPB, nesta terça-feira (14). O parlamentar se referia ao artigo “Os segredos (inconfessáveis) que os capas pretas escondem na guerra do duodécimo”, publicado no blog de Adriana.

            Em seu discurso, Jeová questionou a proposta dos desembargadores. “Onde está o segredo da nova proposta do orçamento do Tribunal de Justiça da Paraíba. Eles estão criando um novo auxílio, chamado ‘Auxílio Saúde’, com a ‘bagatela’ de quase R$ 19 milhões. Estão, infelizmente, pedindo um adendo de R$ 4,1 milhões para bancar ‘Auxílio refeição e alimentação’ dos magistrados. Essa conta, segundo apurou Adriana, já era salgada demais (R$ 36,9 milhões) e agora sobe para R$ 41 milhões. E agora aparece essa novidade do ‘Auxílio saúde’. Isso é um acinte, e ainda mais na atual conjuntura”, destacou o deputado.

            Para Jeová, um estado pobre como a Paraíba não deve suportar pagar além dos altos salários do Judiciário, esse pacote de benesses injustificáveis. “Essa é uma nova forma de aumentar os salários. Isso é justo, é decente?”, questionou o parlamentar que prometeu ampliar esse debate. “Eu quero ser convencido, porque no meu entendimento não há como entender e aceitar uma proposta desta”, disse Jeová.

Postado em: 14/11/2017, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *