Suspensão das obras da Transposição no Eixo Leste penaliza o povo e pode comprometer a vida de mais de 500 mil pessoas na PB

O deputado estadual Jeová Campos (PSB), uma das vozes mais ativas da ALPB sobre a questão da crise dos recursos hídricos na Paraíba, lamentou a decisão da Justiça do Trabalho que, em caráter liminar, decidiu suspender as obras no Túnel Monteiro que estão inseridas no Eixo Leste do projeto de Transposição do Rio São Francisco. “Ao invés de punir a empresa, exigindo a imediata correção das falhas, com essa determinação quem será punido e arcará com as consequências será o povo, ou seja, cerca de 500 mil pessoas, somente na Paraíba, que dependem da conclusão desta obra para ter água para sobreviver”, desabafou o parlamentar logo após tomar conhecimento, através da Imprensa, da suspensão dos serviços.

O deputado lembra que o Eixo Norte também está com um trecho parado desde julho passado, em função do abandono da construtora Mendes Júnior. “Com essa decisão, agora os dois Eixos da obra estão parados. Só tenho a lamentar o fato de primeiro o governo federal demorar tanto para substituir a Mendes Júnior já que somente em janeiro, com sete meses de paralisação, foi anunciado uma nova licitação para escolha de uma nova empresa. Isso vai atrasar a obra por, pelo menos, mais 10 meses e, agora, o Ministério do Trabalho ao invés de punir a empresa, penaliza o povo com essa paralisação.  Ai eu pergunto: O que vai fazer essas 500 mil pessoas que precisam de água e só têm a alternativa das chuvas, que são incertas, e da transposição?”, questiona Jeová.

No Eixo Norte, a paralisação atinge os trechos 3, 4 e 8, na chamada Meta , dos lotes responsáveis pela captação de água do Rio São Francisco, em Cabrobó (PE), até o início do reservatório Jati, em Jati (CE). No Eixo Leste, a paralisação foi no túnel Monteiro. “Essa é uma obra de continuidade, onde um trecho compromete o todo, por isso, essas paralisações, com certeza, terão um grave reflexo em todo o conjunto atrasando, ainda mais, a conclusão da Transposição”, finaliza Jeová.

Postado em: 22/12/2016, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *