‘Eu estou com temor do que estão fazendo com o povo brasileiro e a sociedade precisa reagir a esses desrespeitos’ diz Jeová

“Onde está a positivação do direito brasileiro? Por que as pessoas estão sendo enclausuradas antes de se defender? Nós precisamos ter a dignidade de dizer que isso não está certo. Nós temos que ter a coragem de dizer que estamos com temor do que estão fazendo. Estão nos levando, indubitavelmente, não para uma disputa política, o que é legítimo, mas suprimindo, retirando os direitos individuais, a liberdade individual, e isso é inaceitável. Precisamos reagir contra esses absurdos”, disse hoje (18), pela manhã, na ALPB, o deputado estadual Jeová Campos (PSB).

O parlamentar reiterou que não é legítimo suprimir e retirar os direitos individuais como está acontecendo no Brasil atualmente. “A liberdade individual é sagrada, assegurada pela Constituição, e não há nada mais sacrossanto, compatível com a liberdade individual, do que o devido processo legal, do que a prova no processo, do que o recurso. O recurso é um bem intangível, é uma irresponsabilidade o aprisionamento que estão fazendo com o povo brasileiro”, destacou Jeová.

O deputado denunciou ainda a parcialidade como está sendo conduzida a operação Lava Jato que só prende, persegue e pune um só lado. “ Por que só se prende pessoas de um lado? Por que não prende dos dois lados? Prisão só tem para quem é da esquerda?! Quem apoia Lula, Dilma e um governo legitimado pela imensa maioria dos brasileiros que foi destituído num golpe, orquestrado pelo que de pior existe na política de nosso país”, indagou Jeová.

Lembrando um texto que está circulando nas redes sociais, de autoria de Francisco Costa, Jeová destacou  que José Serra tem 18 processos e continua a exercer o cargo de Ministro sem ser importunado, que Eduardo Cunha, mesmo depois de cassado e respondendo a 23 processos, continua livre e solto, que Fernando Henrique Cardoso, que mandou pensão, com dinheiro público, para enteado no exterior e é dono de um apartamento em Paris, avaliado em R$ 44 milhões, não é importunado pelos seus atos e que Aécio, que é dono de uma fazenda onde tem um aeroporto construído com recursos públicos, além de ser citado em várias delações, continua a exercer seu mandato de senador, sem ser importunado, que o golpista Temer responde a quatro processos, inclusive sendo réu e tendo seus direitos políticos cassados por oito anos, mas está na Presidência da República e que apenas Lula é perseguido e execrado  publicamente.

“Lula, que não foi citado na  Operação Zelotes, nem na lista de Furnas, não está na Operação Satiagraha, nem muito menos na Privataria Tucana, que tem apenas um processo, inconcluso, está sendo perseguido de forma cruel, violenta e arbitrária. Que país se transformou o Brasil”, finalizou Jeová.

Postado em: 19/10/2016, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *