Missa de 7º Dia do paraibano que morreu tragicamente em loja do interior de Alagoas será nesta segunda-feira

A celebração da Missa de 7º Dia do paraibano Sidney Marques Leite (Ney), que morreu tragicamente em um acidente no interior da loja Joel Auto Peças, na cidade de São Miguel dos Campos (AL), na última terça-feira (20), será realizada na noite desta segunda-feira (26), na igreja São Francisco de Assis, em Mangabeira, às 19h. Quem quiser acompanhar a missa ao vivo, via Internet, pode acessar a tvtropicana.com. Em Patos, cidade Natal dele, haverá a celebração de duas missas, nesta terça-feira (27). A primeira, no Santuário de Nossa Senhora Perpétuo Socorro, às 16h, e a outra, na Igreja Nossa Senhora de Fátima, às 17h.

Ney, como era mais conhecido, ocupava o cargo de gerente da Mônaco Distribuidora e estava no momento do acidente anotando um pedido no interior da loja junto com o vendedor Jadson, quando um carro desgovernado, dirigido por um mecânico, que estava sendo consertado no referido local, bateu nele e em seu companheiro de trabalho, imprensado-os contra o balcão. O vendedor teve apenas ferimentos leves, pois pela posição que estava foi pouco atingido,  mas Ney, devido ao impacto da batida, que pegou-lhe em cheio,  foi encaminhado a UPA da cidade, em estado grave, onde recebeu os primeiros atendimentos. No local, ele teve duas paradas cardíacas, foi ressuscitado, mas logo entrou em coma, vindo a falecer poucas horas depois do ocorrido, no Hospital Geral do Estado (HGE), para onde foi encaminhado.

Paraibano de Patos, Ney tinha apenas 52 anos e deixou viúva a professora Kalina Ligia de Moura, e cinco filhos, Pedro Neto, Alan e Letícia, do primeiro casamento, além de Ligia e Anelise,  menores de idade, do segundo casamento. Como gerente regional Nordeste da Mônaco Distribuidora, Ney era responsável pelos mercados de Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão

Toda a família ficou chocada com o acidente, explica a jornalista Eliane Sobral, prima de Ney. Segundo ela, o laudo do IML de Maceió, onde foi feita a autopsia na manhã da quarta-feira (21), deu como causa da morte perfuração do baço e comprometimento de outros órgãos internos ocasionados por causa do impacto do veículo contra a vítima, que permaneceu imprensada entre o carro e o balcão da loja por vários minutos, além de constatar fraturas diversas nas pernas, costelas e bacia. O sepultamento de Ney aconteceu na manhã da última quinta-feira (22), no Parque das Acácias, em João Pessoa (PB).

Postado em: 26/09/2016, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *