Sindicatos dos Motoristas e das empresas de ônibus da capital definem cláusulas do Acordo Coletivo 2016/2017 e reajuste salarial de 10%

Sindicato reuniu trabalhadores, ontem à noite, em sua sede, e aprovou proposta patronal que concedeu reajuste de 10%, que passa a vigorar a partir de 1º de julho

 

A primeira rodada de negociações entre o Sindicato dos Motoristas da Paraíba e o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa (Sintur-JP), sob a mediação da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho (SRMT), ocorreu na tarde desta quarta-feira (29), no auditório da Superintendência. A reunião foi conduzida pelo mediador, Hélio Veloso e contou com a participação da diretoria dos dois sindicatos e foi acompanhada de profissionais de várias empresas. Em seguida, a proposta foi levada para apreciação dos trabalhadores e foi aprovada por unanimidade.

A proposta do Sindicato dos Motoristas era de um reajuste de 14%. A classe patronal, diante do agravamento da crise nacional e do aumento de custos do setor, deu uma contraproposta de 10%, que segundo o diretor do Sintur-JP, Alberto Nascimento, é o máximo que o empresariado pode aguentar. “Nós já estamos operando com a absorção dos aumentos sem que haja compensação na tarifa, além disso, esse percentual de 10% representa um ganho real, pois está acima da inflação do período”, esclarece o empresário, lembrando que em outras praças, a exemplo de São Paulo, o reajuste acordado não chegou a 8%, sendo fechado em 7,5% isso mesmo após uma greve.

O resultado da mesa de negociação com os patrões foi apreciado, pelos profissionais, durante Assembleia Geral, que aconteceu na sede do Sindicato dos Motoristas. O presidente do Sindicato, Antônio de Pádua disse que o acordo que manteve cláusulas já asseguradas em anos anteriores foi muito positivo. “Tivemos um ganho real, mantemos as cláusulas negociadas em anos anteriores, acordamos o reajuste do ticket alimentação em 22%, acertamos a equiparação do valor do ticket alimentação dos motoristas das linhas alimentadoras ao dos motoristas e os motoristas tiveram seus salários fixados em R$ 2.000,00”, afirma Pádua.

Em João Pessoa, os motoristas do transporte coletivo que tinham antes do aumento uma remuneração de R$ 1.815,00, entre salário e tíquete alimentação, passam a ter um salário de R$ 2.000,00, enquanto que os cobradores vão receber R$ 1.059.00. Os novos valores passam a vigorar a partir da data base da categoria, que é 1º de Julho.

Postado em: 30/06/2016, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *