Month: maio 2016

ALPB fará inspeção técnica em Santa Rita para apurar destinação irregular de resíduos nos mananciais e rios do município

Posted on

Visita é coordenada pela Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da ALPB que é presidida pelo deputado Jeová Campos e acontece no dia 24

 

 

Os mananciais e rios de Santa Rita estão recebendo os esgotos e o lixo da cidade. O lixo que era para estar sendo depositado no aterro sanitário, está sendo jogado nas margens dos rios e mananciais da cidade num completo desrespeito à legislação ambiental vigente. Como o município participa do consórcio, mas não está em dia com o pagamento, o destino dos resíduos, que deveria ser o aterro sanitário, é a natureza.  Essa denúncia foi feita na manhã desta quarta-feira (18), pelo presidente da Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente, deputado Jeová Campos.

Na ocasião, o parlamentar anunciou que será feita na próxima terça-feira, dia 24, a partir das 8h, uma inspeção técnica no município. Jeová convidou a Imprensa e órgãos ambientais para acompanhar a vistoria técnica. Segundo ele, devem acompanhar a ação a equipe da TV Assembleia, técnicos da Sudema, IBAMA, AESA e outros órgãos ligados ao meio ambiente no Estado.

“Eu estive a semana passada em Santa Rita, com um grupo de parlamentares, e pude constatar o crime ambiental que a Prefeitura está cometendo ao destinar o lixo e esgoto da cidade para os rios e mananciais, num completo descaso com a população e com o meio ambiente. A situação é estarrecedora. Por isso, organizamos essa inspeção técnica para avaliar com mais profundidade essa situação”, destaca Jeová.

Programação da 4ª Semana Estadual de Doação de Leite da Maternidade de Patos vai até sexta-feira

Posted on

A 4ª Semana Estadual de  Doação de Leite Materno, que é promovida pelo Governo da Paraíba, através da Secretaria de Estado da Saúde, também conta com a participação e apoio da Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos. Desde o dia 02 que a unidade realiza ações para conscientizar às mulheres da importância da doação. Nesta quarta-feira (18) a equipe do Banco de Leite Drª Vilani Kehrle realizará uma palestra para gestantes, no Centro de Referência de Assistência Social, no bairro do Monte Castelo, às 14h.O evento é aberto ao público interessado.

Na quinta-feira (19), a ação será realizada internamente, na Maternidade, com palestras nos alojamentos da unidade. Pela manhã, o grupo ‘Amigas do Peito’ conduzirá a atividade e na parte da tarde a equipe do Banco de Leite. No último dia da Semana será realizado a entrega de lembrancinhas para as mães doadoras e um coffee break, na sala de entretenimento da Maternidade de Patos, às 9h.

O objetivo da ação, segundo a direção da Maternidade, é levar ao público da unidade, tanto para funcionários,  visitantes, acompanhantes e pacientes, além, das gestantes informações sobre a importância da doação de leite Materno. Quem quiser se aprofundar no assunto e conhecer os postos e bancos de coleta de leite humano na Paraíba pode acessar o site do Governo do Estado, no link  http://static.paraiba.pb.gov.br/2013/09/Rede-Paraibana-de-Bancos-de-Leite.pdf.

 

Jeová Campos propõe que ALPB realize uma audiência pública para debater cronograma de obras da transposição no novo governo

Posted on

A ideia é realizar a audiência antes do São João com a presença do novo

Ministro da Integração, Helder Barbalho e sua equipe técnica

 

Preocupado com um possível comprometimento do cronograma das obras do projeto de transposição do Rio São Francisco, que está com quase 90% das ações concluídas na Paraíba, o deputado e presidente da Frente Parlamentar da Água na ALPB, Jeová Campos propôs hoje (17) a mesa diretora da Casa a realização de uma audiência pública. A proposta tem o objetivo de tomar conhecimento e debater com o novo ministro da Integração e sua equipe técnica, de que forma eles pretendem conduzir as obras daqui em diante. A deia é realizar a audiência ainda este semestre.

Além do ministro e de sua equipe, serão convidados para participar dos debates os deputados e senadores que compõem a bancada federal da Paraíba, representantes do Insa, da AESA, Cagepa, secretaria de Recursos Hídricos e deputados do Nordeste, especialmente, os dos estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará que serão beneficiados diretamente com as obras da transposição.

“Precisamos conhecer, de fato, qual é a proposta do novo ministro, que não é do Nordeste, mas do Pará, tem para as obras da transposição”, argumenta Jeová. O parlamentar lembrou que os deputados de Camina Grande, por exemplo, sabem da angustia que o povo de lá passa por causa da questão da água. “Se Campina não receber as águas da transposição até fevereiro do ano que vem, vai entrar em colapso total” disse Jeová.

O deputado questionou ainda como os parlamentares do NE, que foram tão benevolentes com o afastamento da presidente Dilma, não indicaram o ministro da integração. “Qual o sentido de nomear um ministro do Pará, que não tem relação com a região que mais necessita da conclusão das obras da transposição, responder por uma pasta tão importante neste aspecto. Onde estão as bancadas do Nordeste?”, questionou o parlamentar, lembrando que o estado de origem do atual ministro da integração é o Pará,  onde há maior concentração de águas doces e na região Norte. Por que nomear um ministro que não é nordestino, que não é da área da seca? Isso me dá muitas razões para desconfiar que ele não vai cumprir o cronograma das obras da transposição”, afirmou Jeová.

O deputado lembrou ainda que o açude de Engenheiro Ávidos está seco, assim como o de Coremas e também o açude Epitácio Pessoa. “Diante deste quadro, eu pergunto: nós temos condições de esperar mais dois anos para receber as águas da transposição?”.

Segundo Jeová, esse debate pode parecer repetitivo, mas não é. “Ele é urgente pois não podemos esperar os açudes secarem para debater essa questão da água. Se não tivermos chuvas para elevar o nível dos reservatórios, e eles estão críticos, o que vamos fazer se a transposição não for concluída. Nós precisamos fazer pressão política, porque senão os açudes vão secar e vamos buscar água onde”, alerta o parlamentar.

Jeová finalizou seu discurso, no pequeno expediente desta terça-feira (17), perguntando como devem estar se sentindo os senadores e deputados federais nordestinos, especialmente, os da Paraíba, que tanta relevância tiveram no processo do golpe, mas que não tiveram a capacidade de indicar um ministro da região para responder pela pasta da Integração.

 

Asplan e Agronil promovem palestra técnica sobre importância da matéria orgânica no desenvolvimento da cultura canavieira

Posted on

Evento é gratuito e direcionado para os plantadores de

cana-de-açúcar, mas é aberto ao público interessado

 

Para uma adubação correta, o produtor rural precisa  além de conhecer as deficiências do solo e corrigi-las adequadamente, levando em conta o diagnóstico da acidez. Também é necessário que ele selecione variedades que se adaptem melhor a região e se puder utilizar matéria orgânica para aumentar sua produtividade, melhor ainda. E é justamente para orientar os produtores canavieiros que a Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) vai realizar, na próxima quarta-feira (18), a palestra técnica ‘A importância do uso da matéria orgânica e seus ganhos de produtividade no manejo da cana-de-açúcar’. O evento acontece no auditório da entidade, a partir das 9h30.

O professor Gilson Moura Filho, da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), será o palestrante do evento que, no final, terá uma mesa redonda mediada pelo professor Dr. Emídio Cantídio Almeida de Oliveira, do Departamento de Agronomia da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Segundo o engenheiro agrônomo da Asplan e coordenador do Departamento Técnico (Detec) da entidade, a fertilidade do solo da região Nordeste é normalmente baixa e sempre têm algum tipo de deficiência para corrigir, sendo a deficiência de fósforo uma das mais frequentes em solos paraibanos. “Essa palestra vai abordar essa questão além de trazer para os produtores informações importantes de como ter uma maior produtividade utilizando a matéria orgânica Humitec”, afirma Vamberto.

Mãe que deu luz a trigêmeos na Maternidade de Patos recebeu alta nesta segunda-feira

Posted on

Primeiros filhos do casal de agricultores Messias e Joana Darc

nasceram sábado (14), de uma gestação de 35 semanas

 

Em um caso considerado raro na medicina, sem reprodução assistida, a agricultora Joana Darc Nunes de Medeiros, residente na zona rural de São Mamede (PB), deu à luz  a trigêmeos, no último sábado (14), na Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos. A mãe e os bebês, que nasceram saudáveis e com peso ideal, numa gestação de 35 semanas, tiveram alta na manhã de hoje (16). Especialistas na área de atuação em reprodução humana e medicina fetal afirmam que as chances dessa situação ocorrer são de uma em 100 mil. O parto foi realizado, pela obstetra Socorro Dias que foi auxiliada pelo médico Dr. Otoni Medeiros. Ainda fizeram parte da equipe as pediatras Salete Andrade e Fátima Queiroga, o anestesista, Augusto Márcio, a enfermeira Allana e os técnicos Gislayne e Orlando.

Em casos de gêmeos, explica o diretor geral da Maternidade, Dr. Odir Borges Filho,  a gestação dura, em média, sete meses e meio. “Geralmente a expansão do útero não permite que a gravidez chegue aos nove meses. Ele cresce até certo ponto e a bolsa se rompe. Normalmente, por serem prematuros os recém-nascidos precisam de atenção e cuidados especiais. No caso da Joana não foi necessário nenhum cuidado extra já que os bebês nasceram saudáveis e com bom peso, tanto que tiveram alta dois dias após o parto”, disse o médico.

A primeira a nascer foi Maria Sofia de Medeiros, com 2,209g e 43cm, as 10h24. Depois foi a vez de Maria Júlia, a menor e mais leve dos três, que nasceu com 1.705g e 40 cm, as 10h25. O último bebê foi Rafael que nasceu com 2.200g e 44 cm, as 10h26. O pai dos trigêmeos, o agricultor  Messias Lima, disse que a chegada dos filhos é uma benção. “Nossa vida mudou completamente já que não tínhamos filho e quando Deus mandou veio três anjos. Ainda não sei o que vamos fazer, pois estou desempregado e minha esposa não vai poder trabalhar porque vai cuidar deles, mas Deus proverá”, disse ele, agradecendo a atenção e cuidado que seus filhos e esposa tiveram na Maternidade. “Fomos muito bem tratados e tudo deu certo”, comentou ele. O resguardo da agricultora será na casa de sua mãe, Dona Inácia, no Sítio Pilões, zona rural de Patos. Quem quiser ajudar o casal pode entrar em contato com Messias, pelo telefone (83) 98718 2423.

Maternidade de Patos homenageia profissionais pelo Dia Internacional da Enfermagem e dos Enfermeiros

Posted on

Os enfermeiros que trabalham na Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos, foram homenageados pela direção da unidade em comemoração ao Dia Internacional da Enfermagem e Dia Internacional dos Enfermeiros. E para que todos os 50 profissionais pudessem ser homenageados, a direção da Maternidade realizou a ação em duas etapas, uma nesta quinta-feira (12), com quem estava de plantão na ocasião, e a outra hoje (13). A data é lembrada mundialmente, desde 12 de maio de 1965.  Os  profissionais foram homenageados, receberam um cartão e chocolates, assistiram a um vídeo e participaram de um coffee breakna sala de entretenimento, que foi preparado especialmente para a ocasião pela equipe do refeitório da unidade.

A diretora assistencial da Maternidade, Luciana Maia, fez a abertura da comemoração e em nome do diretor da unidade, Dr. Odir Borges Filho, e do Instituto Gerir, que administra a unidade, falou da importância daquele momento e do papel que os enfermeiros desempenham no dia a dia da instituição. “Sem vocês o nosso trabalho não poderia existir e quero aqui agradecer também o cuidado e o olhar que vocês têm com nossos pacientes isso faz uma enorme diferença no tratamento humanizado que nos propomos a realizar”, disse Luciana. A gerente de enfermagem da maternidade, Milene Nunes, participou da comemoração apenas nesta sexta-feira (13) e parabenizou os profissionais. Ontem (12), por causa de um treinamento em João Pessoa, ela não pôde estar presente.

“Lembramos a data, tão importante para essa categoria, de uma forma singela, mas muito carinhosa, fazendo com que os profissionais se sintam ainda mais valorizados e a julgar pela emoção deles conseguimos alcançar nosso objetivo”, destacou  a coordenadora do Núcleo de Estágio, Capacitação e Eventos da Maternidade, Jussineide Brito, que organizou a comemoração.

Projetos de custeio de safra e investimento em cana-de-açúcar na Paraíba ultrapassam os R$ 15 milhões

Posted on

A Asplan, através de seu departamento técnico, elaborou e remeteu

 aos bancos, este ano, 64 projetos que pleiteiam esses recursos

 

            A Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), por meio do Departamento Técnico (Detec), está disponível o ano inteiro para a elaboração de projetos técnico/financeiro para a aquisição de recursos direcionados ao custeio ou investimento para plantio de cana-de-açúcar na Paraíba. As propostas elaboradas, este ano, pelo Detec totalizam 64 projetos, sendo 62 de custeio edois de investimento, e chegam ao montante de R$ 15.213.883,76. Esse volume de recursos pleiteado foi direcionado para o Banco do Brasil (BB), Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Bradesco e Caixa Econômica Federal (CEF).

O Banco que mais recebeu propostas foi o BB, com 28 projetos de custeio de safra e dois de financiamento, totalizando 30 projetos. Juntas essas propostas chegaram ao valor de R$ 6.254,394. Ao Bradesco foram enviados 24 projetos de custeio totalizando R$ 6912.998,33, sendo a instituição com o maior valor total das propostas. Para a CEF foram remetidos seis projetos de custeio de safra com valor total de R$ 1.577.181,17. Enquanto que para o BNB foi enviado quatro projetos de custeio, totalizando R$ 469.309,36.

As propostas formatadas pela Asplan somaram um total de R$ 15.213.883,76, sendo R$ 15.010.095,94 para os 62 projetos de custeio e apenas  R$ 203.778,82 para novos investimentos. Oserviço de elaboração dos projetos é realizado gratuitamente pelo Detec para os associados e é feito pelo geotecnólogo da Asplan e responsável pelos projetos na entidade, Thybério Luna. “Com esse serviço nós oferecemos um suporte técnico-administrativo ao produtor para que ele possa, cada vez mais, investir e melhorar sua cultura e produtividade”, afirma o presidente da Asplan, Murilo Paraíso.

O Detec da Asplan funciona de segunda-feira a quinta- feira, das 8h às 12h e das 13h00 às 17h00, e as sextas, das 8h às 13h e fica localizado no prédio sede da entidade, na Rua Rodrigues de Aquino, 267, no Centro de João Pessoa.

MP 707 determina suspensão da execução contra produtores rurais até o dia 31 de dezembro deste ano

Posted on

 

 

Todos os juízes da Paraíba já receberam o ofício circular N°010/2016, do último dia 06 de maio, assinado pelo juiz-corregedor auxiliar, Sivanildo Torres Ferreira, com orientações sobre à respeitabilidade da Medida Provisória 707/2015. A MP estabelece que os prazos de execução contra os produtores rurais permaneçam suspensos até o dia 31 de dezembro deste ano.

A Medida Provisória 707/2015 foi aprovada no dia 04 deste mês pela Câmara dos Deputados. Com isso, reabriram-se prazos e se concedeu benefícios para a quitação ou renegociação de dívidas rurais. A MP original prorrogava prazos para evitar que mutuários com pagamentos em atraso fossem cobrados judicialmente ou suas dívidas encaminhadas à Dívida Ativa da União. A data final que era dezembro de 2015 passou a ser dezembro deste ano.

O ofício  circular N°010/2016 encaminhado a todos os juízes paraibanos foi feita a partir de uma solicitação do presidente da Associação dos Mutuários de Crédito Rural do Estado da Paraíba, Jair Pereira. “Estávamos recebendo intimações para negociar com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e essa cobrança vai de encontro com a referida medida de suspensão da execução”, disse Jair Pereira.

O presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Murilo Paraíso, lembra que  a MP beneficia, especialmente, os pequenos produtores do Nordeste, que perderam lavouras inteiras com a rigorosa seca iniciada em 2011 e a maior parte dos associados da entidade que é formada por micros e pequenos produtores. “Essa MP é muito importante para o setor, pois além de suspender as execuções, dá mais tempo para os produtores renegociarem suas dívidas e, em alguns casos, quitarem até a data limite”, afirma Murilo.

Setor canavieiro da Paraíba tem boa expectativa no governo Temer e avalia que mudança será positiva para o país

Posted on

A admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff,  aprovada pelo Senado por 55 votos favoráveis e 22 contra, deixou o setor canavieiro paraibano mais aliviado. Isto porque, de acordo com o presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Murilo Paraíso, o atual governo não tinha mais rédeas das decisões importantes que precisam ser tomadas para retomar o equilíbrio econômico que o pais necessita.  “Dilma não governava mais, o Brasil estava à deriva e agora assume um governo que acreditamos seja capaz de reequilibrar o país sob vários aspectos”, argumenta Murilo.

O dirigente da Asplan também elogiou a posição dos três senadores paraibanos que votaram a favor do impeachment. “Nossos representantes no Senado mostraram espírito cívico e visão de futuro ao contribuir, com seus votos, para que o país tenha uma nova chance de crescer e se desenvolver”, disse Murilo referindo-se aos senadores Cássio Cunha Lima, José Maranhão e Raimundo Lira.

Especificamente para o setor canavieiro, o presidente da Asplan lembra ainda que essa mudança no comando geral da nação reacende as esperanças de que o pagamento da subvenção da cana dos produtores do Nordeste e do Rio de Janeiro, prometido e autorizado pela presidenta Dilma desde julho de 2014, mas que até agora não foi pago, seja concretizado. “Vamos aguardar os acontecimentos, mas, o fato é que essa mudança abre novas perspectivas no que diz respeito a esse pagamento ainda pendente”, diz Murilo.

O pedido de abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff foi anunciado as 6h33 desta quinta-feira (12), após uma sessão que durou mais de 20h. Dos 81 senadores, 78 estiveram presentes, dos quais 55 votaram a favor da medida. Com essa decisão, o vice-presidente Michel Temer assume interinamente o comando do país, por um prazo máximo de 180 dias, até que se julgue o mérito da acusação contra a presidenta que poderá perder o cargo se for condenada ou reassumir as funções caso seja considerada inocente.

Banco de Leite de Patos só tem sete litros no estoque

Posted on

O estoque é o mais crítico desde que o banco começou a funcionar.

Direção da Maternidade alerta para a gravidade da situação

 

O estoque do Banco de Leite Humano Dra. Vilani Kehrle, da Maternidade de Patos, está com apenassete litros. Esse volume é o menor atingido desde que o banco foi inaugurado em 1988. Poucas doadoras e o grande número de recém-nascidos que precisaram do produto resultaram nesta realidade que pode comprometer a alimentação dos bebês que estão na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal, dosbebês que estão na UCIN e dos que se encontram  no alojamento Mãe-Canguru que necessitam do leite materno para sobreviver e cuja dieta é feita, exclusivamente, com leite doado.

“A situação é crítica e preocupante e a única forma de revertermos isso é captando novas doadoras, por isso estamos realizando palestras para conscientizar as gestantes e mães sobre a importância da doação. Faço um apelo para que as mulheres que tem excesso de leite, ao invés de descartar o produto, doe para o banco”, argumenta a coordenadora do BLH de Patos, Joana Sabino. Nesta quarta-feira (11),  a maternidade tem 18 bebês internados precisando de leite, sendo seis na UTI, sete na UCIN e cinco no alojamento mãe-canguru. Atualmente, somente 13 doadoras fornecem o leite para a instituição, assim mesmo com regularidade variada.

Para se ter ideia da gravidade da situação do banco neste momento, basta lembrar que a dieta dos RN é feita a cada três horas e que juntos, os 18 bebês que estão hoje na maternidade, consomem, em média, 4,5 cinco litros/dia. “Como não têm previsão de alta, pois isso depende do ganho de peso e das condições de saúde de cada um, se os estoques não forem repostos a quantidade que está no banco só dá para alimentá-los por mais um dia”, afirma a coordenadora do banco de leite, Joana Sabino, lembrando que o banco já chegou a ter um estoque de 180 litros.

Para ser doadora é preciso apresentar exames do pré ou do pós-natal comprovando estar bem de saúde, não fumar mais que dez cigarros ao dia, não tomar medicamentos incompatíveis com a amamentação e não usar álcool ou drogas ilícitas. Antes de ser enviado para alimentação dos bebês o leite do banco passa por um processo de pasteurização que  inibe bactérias e vírus que possam causar doenças, como a AIDS. O Banco faz a captação na casa da doadora e fornece orientação e matérias para a ordenha. Para maiores informações é só entrar em contato através do telefone 3423-2157.