Profissionais da Unitrans debatem as dificuldades enfrentadas no dia a dia e aprendem como solucioná-las durante treinamento

 

A capacitação está inserida no calendário do programa  ‘Operador em Ação’ que é direcionado aos motoristas, cobradores e manobreiros da empresa de ônibus

 

A formação de fila dupla de carros estacionados nas vias dos itinerários dos ônibus, invasão de carros de passeio, de táxis sem passageiros e veículos alternativos na faixa exclusiva, congestionamentos em horários de pico, obstrução de vias por galhos de árvores e outros objetos. Essas são algumas das situações que, segundo os motoristas da empresa de ônibus Unitrans, acontecem corriqueiramente e atrasam as viagens, comprometendo até a boa execução do serviço. Os relatos foram feitos durante treinamento operacional que começou hoje (23) e vai até a próxima sexta-feira (27). A capacitação faz parte do programa ‘Operador em Ação’ e é realizada todos os meses com uma temática diferente. O tema de maio é ‘Orientações operacionais’.

A gerência de tráfego da empresa, com a participação do gerente Adeilton Nascimento, e a área de operação, representada pelo instrutor, Alisson Ricarte, conduziram o treinamento que contou ainda com a gerente de Recursos Humanos, Izabella Maria, que foi quem deu as boas-vindas aos profissionais que participaram da primeira turma da capacitação, na manhã desta segunda-feira (23).

Depois da apresentação de um vídeo motivacional e de outro com situações durante as viagens que acontecem no dia a dia e ainda da explanação de dicas de transporte de pessoas em segurança, Alisson e Adeilton debateram as situações apresentadas e colocaram a forma correta de procedimento caso a caso. “Ainda temos situações, mesmo que isoladas e cada dia mais raras, de registros de velocidade acima do limite permitido que é de 60 km, de freadas bruscas sem necessidade, com episódios de falta de cordialidade com os passageiros, que embora sejam uma minoria, precisam acabar de vez. Essa é a nossa meta, pois prestamos um serviço importante para a sociedade e lidamos com vidas, por isso precisamos estar preparados para enfrentar os desafios inerentes a nossa atividade”, disse Adeilton.

Alisson  elencou as prioridades no trânsito, deu dicas de como comportar-se diante de situações adversas e lembrou da importância dos motoristas colocarem para a empresa as dificuldades e obstáculos que enfrentam nas ruas. “Se for um caso de solução interna, a gente passa para a diretoria e vê a melhor forma de resolver. Em se tratando de algo externo, a empresa aciona a Semob, que é o órgão gestor do sistema de transporte e trânsito da capital, e cobra a solução do problema”, esclareceu Alisson. Ele adiantou que o caso das vias onde não há placa de ‘proibido estacionar’ e os carros fazem fila dupla, dificultando a passagem dos ônibus, é uma destas situações que precisam ser levadas à Semob. Alisson sugeriu aos motoristas que registrassem os locais onde esse fato acontece, já que houve reclamações de vários bairros, a exemplo dos Bancários e Cidade Universitária.

Para o motorista José Antônio, o treinamento foi uma ótima oportunidade de além de reciclar conhecimentos, poder colocar para a empresa as dificuldades que ele enfrenta no dia a dia. “Tem uma rua nos Bancários que a fila dupla de carros estacionados impede a passagem do ônibus, ai a gente tem que desviar pela rua de trás para seguir o roteiro, se a gente não desvia, simplesmente não passa. Hoje, aproveitei a oportunidade e expus esse problema durante o treinamento”, destacou o profissional.

O treinamento que segue até sexta-feira (27), no auditório da Unitrans, na sede da empresa, no bairro de Água Fria, pela manhã, das 8h30 às 10h e à tarde, das 15h30 às 17h, contou ainda com a participação de José Humberto, Charles Queiroz, Cláudio Martins, Diogo Trindade, do instrutor de volante, João Fernandes e do coordenador da Central de Controle Operacional da Unitrans, Antônio Carlos Freire.

Postado em: 24/05/2016, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *