Month: maio 2016

Audiência pública com a presença da presidente eleita Dilma Rousseff acontecerá no dia 08 de junho

Posted on

A Presidente eleita da República, Dilma Rousseff, estará em João Pessoa, no dia 08 de junho, para participar de uma audiência pública promovida pela Assembleia Legislativa da Paraíba. Para que mais pessoas possam participar da audiência, ao invés dela ser realizada no plenário da ALPB, acontecerá no Espaço Cultural, a partir das 15h. O deputado estadual Jeová Campos (PSB), autor do requerimento que propôs a realização da audiência, explica que a proposta é debater sobre a democracia e o atual momento político brasileiro.

Nesta segunda-feira (30), logo após ter a confirmação da data pela assessoria da presidente, Jeová Campos participou de várias reuniões para tratar de detalhes da programação. Em uma delas, junto com os deputados Frei Anastácio e Anísio Maia e representantes da Frente Brasil Popular, ficou decidido que após a audiência pública haverá um ato político/cultural, com discursos e apresentações artísticas. O governador Ricardo Coutinho já confirmou presença no evento.

Segundo Jeová, o Brasil e também a Paraíba vive momentos de angústias e apreensões com os últimos acontecimentos em Brasília, onde a Presidente da República Dilma Rousseff, legitimamente eleita, foi afastada interinamente do cargo pelo Senado Federal. “Entendemos que o impedimento de um Presidente da República requer uma clara e convincente fundamentação jurídica, sem o que se torna instrumento de mera conveniência política e de interesses de curto prazo. É isso o que está acontecendo com a presidente Dilma e a participação dela na audiência será esclarecedora”, afirma o parlamentar.

Para Jeová, é importante que num momento em que o país enfrenta tantas dificuldades políticas e econômicas, a sociedade e as instituições comprometidas com a democracia devem ser chamadas a se posicionarem a respeito de tudo o que está acontecendo. “Entendemos que a Assembleia Legislativa da Paraíba não podia ficar de fora deste importante debate, por isso propus a realização desta audiência pública e, desde já, agradeço a sensibilidade de meus colegas parlamentares que aprovaram, por unanimidade, a realização deste evento”, finaliza Jeová.

Notável saber jurídico e posições firmes em relação à decisões judiciais destacam o desembargador cajazeirense Siro Darlan

Posted on

O magistrado fez a palestra de encerramento da X Semana

Jurídica da FASP de Cajazeiras na última quarta-feira (25)

 

A palestra de encerramento da X Semana Jurídica da Faculdade São Francisco da Paraíba – FASP, realizada na última quarta-feira (24), em Cajazeiras,  foi bastante prestigiada pela comunidade acadêmica e pela sociedade cajazeirense e de toda a região. O Desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o cajazeirense Dr. Siro Darlan, fez a palestra de encerramento do evento, com o tema Justiça e Cidadania. O deputado estadual Jeová Campos autor do Projeto de Resolução Nº 97/2016 que outorga a Medalha ‘Epitácio Pessoa’ para o magistrado, acompanhou atento às explanações do palestrante.

“Siro é um paraibano que nunca esqueceu suas origens,  tem assento efetivo na 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, desde 22 de novembro de 2004 e é Membro da Associação Juízes para a Democracia, e suas decisões, pela sua coragem e correição, tem feito história na magistratura brasileira. Ele é uma voz importante da Justiça nacional que não se curva ao corporativismo e que defende o que é correto”, atesta Jeová.

O parlamentar destaca que Siro foi uma das poucas vozes da magistratura que se declararam contra os juízes receberem quase R$ 1 mil  por dependente a mais no salário e benefícios que já ganham do Estado brasileiro, para auxiliar na educação de seus dependentes. “Num país onde uma grande parcela recebe o salário mínimo que é baixíssimo e ainda não se garante acesso à creche a todos as crianças brasileiras que não tiveram o privilégio de nascerem filhos de juízes, esse pagamento extra de auxílio educação seria uma afronta e Siro se manteve firme contra esse despropósito”, argumenta Jeová.

Profissionais da Unitrans debatem as dificuldades enfrentadas no dia a dia e aprendem como solucioná-las durante treinamento

Posted on

 

A capacitação está inserida no calendário do programa  ‘Operador em Ação’ que é direcionado aos motoristas, cobradores e manobreiros da empresa de ônibus

 

A formação de fila dupla de carros estacionados nas vias dos itinerários dos ônibus, invasão de carros de passeio, de táxis sem passageiros e veículos alternativos na faixa exclusiva, congestionamentos em horários de pico, obstrução de vias por galhos de árvores e outros objetos. Essas são algumas das situações que, segundo os motoristas da empresa de ônibus Unitrans, acontecem corriqueiramente e atrasam as viagens, comprometendo até a boa execução do serviço. Os relatos foram feitos durante treinamento operacional que começou hoje (23) e vai até a próxima sexta-feira (27). A capacitação faz parte do programa ‘Operador em Ação’ e é realizada todos os meses com uma temática diferente. O tema de maio é ‘Orientações operacionais’.

A gerência de tráfego da empresa, com a participação do gerente Adeilton Nascimento, e a área de operação, representada pelo instrutor, Alisson Ricarte, conduziram o treinamento que contou ainda com a gerente de Recursos Humanos, Izabella Maria, que foi quem deu as boas-vindas aos profissionais que participaram da primeira turma da capacitação, na manhã desta segunda-feira (23).

Depois da apresentação de um vídeo motivacional e de outro com situações durante as viagens que acontecem no dia a dia e ainda da explanação de dicas de transporte de pessoas em segurança, Alisson e Adeilton debateram as situações apresentadas e colocaram a forma correta de procedimento caso a caso. “Ainda temos situações, mesmo que isoladas e cada dia mais raras, de registros de velocidade acima do limite permitido que é de 60 km, de freadas bruscas sem necessidade, com episódios de falta de cordialidade com os passageiros, que embora sejam uma minoria, precisam acabar de vez. Essa é a nossa meta, pois prestamos um serviço importante para a sociedade e lidamos com vidas, por isso precisamos estar preparados para enfrentar os desafios inerentes a nossa atividade”, disse Adeilton.

Alisson  elencou as prioridades no trânsito, deu dicas de como comportar-se diante de situações adversas e lembrou da importância dos motoristas colocarem para a empresa as dificuldades e obstáculos que enfrentam nas ruas. “Se for um caso de solução interna, a gente passa para a diretoria e vê a melhor forma de resolver. Em se tratando de algo externo, a empresa aciona a Semob, que é o órgão gestor do sistema de transporte e trânsito da capital, e cobra a solução do problema”, esclareceu Alisson. Ele adiantou que o caso das vias onde não há placa de ‘proibido estacionar’ e os carros fazem fila dupla, dificultando a passagem dos ônibus, é uma destas situações que precisam ser levadas à Semob. Alisson sugeriu aos motoristas que registrassem os locais onde esse fato acontece, já que houve reclamações de vários bairros, a exemplo dos Bancários e Cidade Universitária.

Para o motorista José Antônio, o treinamento foi uma ótima oportunidade de além de reciclar conhecimentos, poder colocar para a empresa as dificuldades que ele enfrenta no dia a dia. “Tem uma rua nos Bancários que a fila dupla de carros estacionados impede a passagem do ônibus, ai a gente tem que desviar pela rua de trás para seguir o roteiro, se a gente não desvia, simplesmente não passa. Hoje, aproveitei a oportunidade e expus esse problema durante o treinamento”, destacou o profissional.

O treinamento que segue até sexta-feira (27), no auditório da Unitrans, na sede da empresa, no bairro de Água Fria, pela manhã, das 8h30 às 10h e à tarde, das 15h30 às 17h, contou ainda com a participação de José Humberto, Charles Queiroz, Cláudio Martins, Diogo Trindade, do instrutor de volante, João Fernandes e do coordenador da Central de Controle Operacional da Unitrans, Antônio Carlos Freire.

Utilização e aproveitamento da energia renovável é tema de audiência Pública na cidade de Picuí

Posted on

Participaram da audiência os deputados estaduais

Jeová Campos, Buba Germano e Renato Gadelha

Como aproveitar e utilizar o alto potencial de energia renovável que dispõe a Paraíba, principalmente através da radiação solar. Esse debate, com o olhar voltado para a geração de energia solar, foi feito nesta segunda-feira (23), no auditório do IFPB, na cidade de Picuí, com a presença dos deputados estaduais Jeová Campos, Buba Germano e Renato Gadelha.

De acordo com Jeová Campos, que é presidente da Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da ALPB, ficou definido durante os debates que será realizado um grande fórum, em João Pessoa, com os agentes públicos e privados interessados nesta temática de energia renovável. “Os entendimentos de que perdemos muito tempo em não aproveitar o potencial que temos de radiação solar, por exemplo, é uma unanimidade e agora queremos sair da esfera dos discursos e buscar na prática como podemos aproveitar esse enorme potencial que a natureza nos dá de graça. A proposta deste fórum já é identificar os agentes e as formas desse aproveitamento”, argumenta Jeová. A data e local de realização do evento não foram definidos.

Outra deliberação da audiência é a necessidade de definição de uma política de uso e exploração da energia renovável. “Isso se dará junto com o governo do estado. Vamos procurar o governador Ricardo Coutinho para avançarmos na formatação desta  política, que será o ponto de partida para o aproveitamento e utilização de nosso enorme e quase inexplorado potencial de energia renovável”, finaliza Jeová.

Maternidade de Patos treina funcionários para envolvê-los no trabalho do Núcleo de Segurança do paciente

Posted on

O paciente tem que ser cuidado por todos os profissionais que compõe a maternidade e todos têm obrigação de zelar pela segurança dele. Foi partindo desta premissa, que a direção da Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos, com apoio da Secretaria de Saúde, criou o Núcleo de Segurança do Paciente. E para que todos os funcionários da unidade se sintam envolvidos com a missão do Núcleo e coresponsáveis pelo bem estar e recuperação plena do paciente, está sendo realizado uma oficina de apresentação do Núcleo. O treinamento foi dividido em duas etapas para que todos os colaboradores pudessem participar.

A primeira delas ocorreu na tarde desta segunda-feira (23) e foi conduzida pela diretora assistencial da Maternidade de Patos, Luciana Maia e a ­­­­­enfermeira da CCIH, Mabel Gomes Trindade. Nesta terça-feira (24), a capacitação será realizada com outro grupo e será conduzida pela gerente de Enfermagem da Maternidade, Milene Nunes e pelo coordenador de Segurança do Trabalho, Fábio André. O treinamento, que aborda o conceito, objetivos e protocolos trabalhados pelo  Núcleo de Segurança do Paciente, está sendo realizado no auditório do 6º Núcleo de Saúde.

De acordo com Luciana Maia, o treinamento tem o objetivo de envolver  todos os colaboradores no projeto de segurança do paciente, mostrando que ele tem que ser cuidado por todos que compõe a maternidade já que todos têm obrigação de zelar pela segurança do paciente. “Todos os setores precisam ter conhecimento do Núcleo, já que ele é uma instância do serviço de saúde criado para promover e apoiar a implementação de ações voltadas à segurança do paciente, em todos os setores da unidade indistintamente”, explica Luciana.

Na prática, segundo a diretora assistencial da Maternidade de Patos, quando um dos membros do Núcleo é notificado no caso de qualquer situação que coloque em risco a segurança do paciente, ele busca fazer a correção do problema de imediato. “A vantagem para o paciente é que a segurança dele aumenta e as chances de ocorrer risco durante sua assistência é mínima”, reforça Luciana.

Todas as áreas foram envolvidas no treinamento, ou seja, enfermagem, higienização, portaria, recepção, maqueiros, fisioterapia, assistência social, raio X, manutenção e equipe do banco de leite.

Profissionais da Unitrans participam de treinamento operacional

Posted on

A capacitação está inserida no calendário do programa  ‘Operador em Ação’ 2016

 

A empresa de ônibus Unitrans vai realizar durante os dias 23 e 27 deste mês mais um treinamento do programa ‘Operador em Ação’. Desta vez, os profissionais que atuam como motoristas, cobradores e manobreiros trabalharão uma temática operacional. A gerência de tráfego da empresa e a área de operação serão as responsáveis pelo treinamento que acontecerá no auditório da Unitrans, em sua sede no bairro de Água Fria, pela manhã, das 8h30 às 10h e à tarde, das 15h30 às 17h.

            As capacitações do projeto acontecem, mensalmente, em módulos e com temas distintos que abordam aspectos técnicos, operacionais, de relacionamento com o público, de segurança, sobre recursos humanos, todos contextualizados no universo de trabalho dos operadores. “O Programa Operador em Ação foi pensado para melhorar nossa prestação de serviço, a partir de capacitações sistemáticas, sobre diversos assuntos, e se constitui numa oportunidade de crescimento profissional e de ampliação de conhecimento”, explica a gerente de RH da Unitrans, Izabella Maria. Ela lembra que o programa ainda premia no encerramento das atividades, os profissionais da empresa que mais se destacaram e aqueles que tiveram 100% de frequência nos treinamentos.

Calendário Programa 2016

As capacitações, que são ministradas pelo RH, pelos técnicos do Serviço Especial de Segurança em Medicina no Trabalho (Sesmt) e pelos profissionais do setor operacional da Unitrans, além de convidados,começaram em fevereiro, com a abertura do evento, a apresentação das regras deste ano e uma palestra motivacional. Em março aconteceu um treinamento técnico sobre Mecânica Preventiva e Bilhetagem Eletrônica. No mês seguinte, os profissionais receberam orientações de instrutores da Fundação de Apoio às Pessoas com Deficiências – Funad, do Conselho Municipal da Pessoa Idosa – CMPI, de representantes da SEMOB e de Recursos Humanos da empresa com foco na humanização dos atendimentos aos passageiros.

Em junho, a capacitação será realizada entre os dias 13 e 20, com temática  técnica. Em julho, entre os dias 11 e 18, haverá um treinamento operacional. Em agosto o tema será de Recursos Humanos, entre os dias 22 e 29. Em setembro, a programação será inserida na SIPAT, entre os dias 26 e 30 e 01/10. Em outubro, o programa será retomado de 24 a 31 pelo RH. Em novembro, haverá treinamento técnico/operacional e, em dezembro, acontece à solenidade de encerramento do programa 2016.

Jeová Campos propõe que ALPB promova uma audiência pública com a presença da presidente eleita Dilma Rousseff

Posted on

A proposta da audiência é debater o atual momento político brasileiro

 

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) protocolou, essa semana, um requerimento, em caráter de urgência, que sugere que a Assembleia Legislativa promova uma Audiência Pública no Plenário da Casa, em data a ser definida, com o objetivo de debater sobre a democracia e o atual momento político brasileiro. O requerimento também solicita que a Presidente da República, Dilma Rousseff, que está afastada do cargo respondendo a um processo de ‘impeachment’, seja convidada para ser a principal interlocutora da audiência. O requerimento vai a plenário, nos próximos dias, para apreciação dos deputados.

Segundo Jeová o Brasil e também a Paraíba vive momentos de angústias e apreensões com os últimos acontecimentos em Brasília, onde a Presidente da República Dilma Rousseff, legitimamente eleita, teve seu mandato interrompido pelo Senado Federal, comprometendo desta forma o Estado Democrático de Direito, conquistado a duras penas pelo povo brasileiro. “Entendemos que o impedimento de um Presidente da República requer uma clara e convincente fundamentação jurídica, sem o que se torna instrumento de mera conveniência política e de interesses de curto prazo”, esclarece o parlamentar que é advogado por formação.

            A utilização do instrumento do impeachment, segundo Jeová, sem que esteja claro o cometimento do crime de responsabilidade se constitui numa injustiça que compromete a credibilidade de nosso regime democrático, produzindo uma incerteza que afetará o exercício de futuros mandatos eletivos por governantes que – mesmo legitimados pelo voto – venham a enfrentar dificuldades políticas ou econômicas. “Este processo de impedimento da Senhora Presidente Dilma Rousseff é injusto e descabido porque não existem motivos suficientes e relevantes para que a mesma seja afastada do cargo para o qual foi eleita com 54.501.118 votos, o que representa 51,64% dos votos válidos obtidos na eleição de 2016”, lembra o deputado.

Para ele, é importante que num momento em que o país enfrenta extremas dificuldades, política e econômica, a sociedade e as instituições comprometidas com a democracia devem ser chamadas a se posicionarem a respeito de tudo o que está acontecendo. “Entendemos que a Assembleia Legislativa da Paraíba não pode ficar de fora deste importante debate, por isso estou propondo a realização desta audiência pública e espero ter o apoio dos colegas deputados na aprovação da realização desta audiência”, afirma Jeová.

Senado aprova ampliação do prazo para inscrição no Cadastro Ambiental Rural e tira da MP 707 a questão da subvenção da cana

Posted on

Os senadores aprovaram, na última terça-feira (17), a MP 707 que entre outras questões autoriza a ampliação do prazo de realização do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e muda prazos para a renegociação das dívidas de produtores rurais de diferentes portes, suspendendo até 31 de dezembro de 2017, a cobrança judicial de dívidas relativas a empreendimentos localizados na área de abrangência da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE). O artigo que prorrogava a lei da subvenção da cana, que estava inserida na MP, foi excluído pelo líder do governo no Senado, Eunício Oliveira (PMDB/CE).

O presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Murilo Paraíso, lamentou a exclusão do artigo da lei da subvenção da MP. “É de conhecimento público o quanto o pagamento da subvenção é importante para os produtores do Nordeste e o equilíbrio do setor canavieiro na região frente aos prejuízos causados pela seca e a diferença de custo de produção em relação ao Sudeste. Infelizmente, a presidente Dilma não honrou com o pagamento, cuja lei foi sancionada desde julho de 2014 e agora o país passa por uma grave crise econômica e nos fomos prejudicados pela atual conjuntura”, argumenta Murilo.

Segundo o dirigente da Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana) e da União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida), Alexandre Lima, as entidades ainda mantém a esperança de que o subsídio  seja pago. Isto porque, um dia após Eunício Oliveira excluir o artigo que prorrogava a lei, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL), declarou apoio ao subsídio. “O senador antecipou a dificuldade de defender agora uma MP específica sobre o tema junto ao novo governo, por várias questões, mas garantiu apoiar a aprovação de emenda sobre o assunto em uma futura MP com tema correlato”, afirma Alexandre, que entendeu as razões apresentadas pelos senadores e já começou a pesquisar novas MPs com temas correlatos à questão do setor agrícola, da qual o setor canavieiro e a lei da subvenção possam ser inseridas.

Sobre CAR e Prazos

Com a aprovação do Projeto de Lei de Conversão 8/2016, contida na MP707, o prazo de realização do CAR foi prorrogado de  05 de maio deste ano para 31 de dezembro de 2017. A medida provisória aprovada pelos senadores também muda prazos para a renegociação das dívidas de produtores rurais de diferentes portes. Os prazos previstos na MP original eram mais curtos e destinados a pequenos produtores, mas os parlamentares modificaram o texto para fixar prazos mais longos e favorecer grandes produtores. Entre outros pontos, o texto suspende, até 31 de dezembro de 2017, a cobrança judicial de dívidas relativas a empreendimentos localizados na área de abrangência da SUDENE. A proposta aprovada também proíbe que, até esta data, essas dívidas sejam inscritas na Dívida Ativa da União. A matéria ainda beneficia os caminhoneiros que adquiriam veículos com crédito do BNDES autorizando, até 30 de dezembro deste ano, a ampliação do prazo para negociação de refinanciamento de empréstimos feitos por caminhoneiros e cooperativas na aquisição de caminhões.

Jeová Campos sugere que deputados façam um requerimento conjunto solicitando esclarecimentos do BNB sobre investimentos no semiárido do NE

Posted on

A proposta é realizar um debate na ALPB para conhecer a destinação dos

recursos do Fundo Nacional do Desenvolvimento do Nordeste

O deputado Jeová Campos (PSB) sugeriu, nesta quarta-feira (18), durante pronunciamento na ALPB, que os parlamentares assinem um requerimento conjunto para promover um debate na Casa e pedir esclarecimento da direção do BNB sobre a destinação dos recursos do Fundo Nacional do Desenvolvimento do Nordeste. Segundo o deputado, dos R$ 14 bilhões do orçamento do Fundo, R$ 7 bilhões devem ser direcionados para investimentos no semiárido do Nordeste, o que não está ocorrendo.

“Eu não vejo esses empreendimentos na área seca da Paraíba, por exemplo, pode ser que haja em Pernambuco ou outros estados, e sabemos que a instituição tem o dever de investir R$ 7 bilhões, dos R$ 14 bilhões do Fundo no semiárido nordestino. Precisamos saber onde está sendo investido esses recursos e pleitear que eles sejam direcionados para as regiões de seca da região Nordeste, inclusive para a Paraíba”, disse Jeová justificando a necessidade do debate.

O deputado lembrou que o semiárido do Nordeste tem 1135 municípios, que concentram mais de 18 milhões de habitantes, e tem um grande potencial de desenvolvimento. “Se há recursos que devem ser direcionados a essa região, vamos cobrar do BNB que eles sejam, de fato, investidos no semiárido para impulsionar o desenvolvimento destas localidades”, disse Jeová.

Na mesma fala, o parlamentar lembrou a importante iniciativa da OAB-PB que promoveu um debate nesta terça-feira (17), em João Pessoa, com a participação de juristas, técnicos, autoridades e membros do Comitê de Energia Solar da Paraíba com o objetivo de abordar a construção de uma política sobre energia renovável para o estado. “Olhando para o desenvolvimento sustentável da Paraíba a gente percebe que a concentração da riqueza do Estado não pode estar apenas na área molhada e precisa ser desconcentrada incluindo as regiões secas, que tem potencial de desenvolvimento com o uso da radiação solar para geração de energia renovável. Muito me alegra essa iniciativa da OAB-PB de se dispuser a debater essa questão que está na ordem do dia”, disse o deputado Jeová Campos, numa alusão ao encontro promovido pela Ordem.

O parlamentar aproveitou para convidar os parlamentares a participar de um encontro, na próxima segunda-feira (23), as 10h,  em Picuí, para debater essa questão da energia renovável, com o olhar voltado para a geração de energia solar, Ele ainda lamentou a saída do superintendente da SUDENE, João Paulo, que estava engajado nesse projeto de indução do desenvolvimento a partir do aproveitamento da energia renovável. “Foi uma pena a saída de João Paulo, nós já estávamos bem avançados nessa discussão, inclusive com projetos sendo avaliados”, finalizou o deputado.

 

Produtores de cana-de-açúcar conhecem produto que aumenta a retenção de água e nutrientes da planta

Posted on

Informações foram repassadas durante evento na Asplan, nesta quarta-feira (18)

 

Mais uma vez, a Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) cumpriu seu papel de difundir boas práticas na área da cana-de-açúcar. Nesta quarta-feira (18), produtores paraibanos se reuniram no auditório da entidade, em João Pessoa, para conhecer os resultados e aplicações de um produto que trabalha na adição de disponibilidade dos nutrientes do solo e no enraizamento da cana para melhor absorção destes. Trata-se doHumitec, um produto desenvolvido para ser um corretor húmico natural e que aumenta a superfície de retenção dos adubos solúveis, evitando as perdas por lixiviação. O Humitec vem sendo utilizado com ótimo retorno financeiro na Paraíba.

Obtido a partir da Leonardita Americana e apresentado sob a forma de grânulos solúveis (WG), o produto melhora as características físicas, químicas e biológicas do solo. O uso do produto, utilizado com fertilizantes como esterco, torta ou até vinhaça na cana, aumenta a superfície de retenção dos adubos solúveis, evitando as perdas por lixiviação, além de reduzir os antagonismos entre os diferentes elementos nutritivos devido a seu efeito de vedação. Segundo o agrônomo e palestrante da Agronil, empresa que comercializa o produto, Renato Menezes, o Humitec já vem sendo utilizado em 65 países, em diversas culturas e os resultados são pra lá de satisfatórios.

“O Humitec forma um composto argilo-húmico que melhora a retenção de água, a aeração e a estrutura do solo. Ou seja, permite melhorar e transformar o solo, ao mesmo tempo em que facilita a disponibilidade e assimilação dos elementos nutritivos para esses cultivos, inclusive a cana-de-açúcar. Uma dupla atuação, portanto”, explicou Renato. Durante o encontro, inclusive, diversos produtores de cana deram seus depoimentos falando de seus retornos financeiros que estão verificando em suas fazendas com a aplicação do Humitec.

A Usina Monte Alegre, por exemplo, conseguiu um incremento de 14,66 toneladas por hectare com o uso de uma mistura de 4 kg de Humitec e 20 toneladas de torta por hectare. “Tivemos uma produtividade idêntica com o uso quanto de 30 toneladas de torta. Foi um lucro que ficou entre R$ 700,00 e R$ 1.000 por hectare”, expôs o diretor da Usina, Hugo Amorim. Além dele, outros produtores também tiveram excelentes resultados. Foi o caso do produtor e fornecedor de cana, Celso Morais, que gravou, inclusive, um vídeo mostrando a diferença da área tratada com Humitec e outra que não recebeu o produto. “Estou muito satisfeito com o retorno”, comentou.

Ao final do encontro, o diretor adjunto da Asplan, José Inácio de Morais, também deu seu depoimento a respeito do produto, confirmando tudo o que já havia sido colocado pelos outros produtores, e também destacou que a Paraíba vem melhorando a sua cana a cada dia. “A Paraíba está de parabéns porque tem uma cana de primeira qualidade. Temos potencial para aumentar nossa produtividade e agora é aproveitar o momento de preço bom da cana e investir nisso”, afirmou o diretor.

Ao final da palestra, a Agronil abriu espaço para uma mesa redonda onde também tirou diversas dúvidas a respeito da aplicação do Humitec em outras culturas como a macaxeira, a batata-doce e o feijão, além de pasto.

Recomendações

Vale frisar que a recomendação da Agronil é usar de 3 a 5 kg do produto por hectare. Essa aplicação é feita com jato dirigido no sulco de plantio ou soqueira. O período mais indicado para fazer isso é na implantação da cultura ou no pós corte. Também é importante que o produtor realize a sua adubação orgânica junto ao Humitec para obter os resultados esperados.