Energia limpa e renovável e mudanças climáticas serão temas de debates do II Fórum da Energia Solar e a II ESSA 2016

II Conferência Regional da Sustentabilidade Ambiental e Fórum serão realizados em Pombal com a participação de João Paulo, da SUDENE e do deputado Jeová Campos

 

A cidade de Pombal (PB) está pronta para sediar, a partir de segunda-feira (18) e até o dia 20 de abril, simultaneamente, o II Fórum da Energia Solar e a II Conferência Regional da Sustentabilidade Ambiental- ESSA 2016. A proposta dos organizadores é debater a atual conjuntura de escassez hídrica e limitações da atual matriz energética brasileira e, a partir daí, formular políticas públicas para continuar avançando com novas reflexões e proposituras sobre esse cenário. Durante o evento, que acontece no CCTA, da UFCG, serão debatidos temas correlatos a mudanças climáticas e energia limpa e renovável. O superintendente da SUDENE, João Paulo e o deputado estadual, Jeová Campos, participarão do evento, no dia 18, na condição de expositor e debatedor, respectivamente, do painel ‘Desafios e perspectivas para viabilização da energia solar no semiárido’.

A programação do dia 18, inclui uma apresentação cultural às 8h, seguida da solenidade de abertura, e depois com a conferência ‘O potencial do Semiárido para geração de energia solar e as informações da COP21’, com o conferencista Ivo Poletto. Ainda pela manhã será realizado o Painel I “Energia solar na matriz energética brasileira”, com o expositor André da Nóbrega, da ANEEL. Às 14h, haverá a apresentação de trabalhos científicos e as 15h15, o Painel II ‘Desafios e perspectivas para viabilização da energia solar no semiárido’, com o superintendente da SUDENE, João Paulo, na condição de expositor.

No dia 19, a programação começa às 8h, com apresentações culturais. Em seguida se debaterá o ‘Projeto estratégico em energia solar para o semiárido: o relevante apoio financeiro da Misereor’, com o expositor Heitor Scalambrini, da UFPE. As 10h30 está previsto o debate em torno do tema ‘Impactos socioambientais das grandes centrais eólicas e solares:a relevância dos sistemas de indicadores de sustentabilidade’. A programação da tarde começa às 14h, com o tema ‘Linhas de financiamento para a energia solar’. Em seguida, se debaterá ‘Ações para garantir a energia solar no semiárido’.

No último dia, a programação também começa com uma apresentação cultural, às 8h, seguida da exposição de ‘Experiências exitosas’, de várias instituições. As 10h30, a organização do evento abrirá espaço para a participação de pessoas que queiram firmar compromisso com o Fórum de forma individual ou institucional. Cada participante terá 10 minutos para se pronunciar.  O encerramento está previsto por volta de meio-dia, com a elaboração da Carta de Pombal, com as sugestões e deliberações advindas dos debates.

Membros de instituições de ensino e pesquisa, de instituições públicas e privadas, ONGs,  empresários, órgãos de fomento, políticos, além de dirigentes, docentes e estudantes de ensino municipal, estadual e federal são o público alvo do evento.

 

Postado em: 15/04/2016, Por : News Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *